sábado, 9 de abril de 2011

Saiba +


Ditadura militar ou regime militar é uma forma de governo onde o poder político é efetivamente controlado por militares. Como qualquer ditadura ou regime, ela pode ser oficial ou não. Também existem formas mistas, onde o militar exerce uma influência muito forte, sem ser totalmente dominante.

Países que já foram governados pela ditadura
 A maior parte dos regimes militares são formadas após um golpe de Estado derrubando o governo anterior. Um muito diferente do padrão que foi seguido por um regime político liderado por Saddam Hussein no Iraque e de Kim Il-sung no regime norte-coreano, sendo que ambos começaram como uma Estados de partido único, mas ao longo de sua existência seus dirigentes e os militares se tornaram intimamente envolvidos no governo.
o passado, regimes militares tenham justificado o seu governo como uma forma de trazer estabilidade política para a nação ou resgatá-lo das ameaça de "perigosas ideologias", como a comunista. Na América Latina, a ameaça do comunismo foi frequentemente utilizada, enquanto que no Oriente Médio o desejo de se opôr a inimigos externos e mais tarde o fundamentalismo islâmico revelou um importante motivador para a implantação do regime. Os regimes militares tendem a apresentar-se como não-partidária, como um "neutro" partido que pode fornecer liderança provisória, em tempos de turbulências, e também tendem a retratar civis como políticos corruptos e ineficazes. Uma das características quase universal de um governo militar é a instituição da lei marcial ou um permanente estado de emergência.

Mas hoje... é diferente. Hoje podemos decidir o que quisermos, fazer as nossas próprias escolhas! Porque estamos na democracia!

Saiba +




O segundo ''Saiba +'' de hoje, agora com a Teoria Geocêntrica.

A teoria do universo geocêntrico ou geocentrismo é o modelo cosmológico mais antigo. Na Antiguidade era raro quem discordasse dessa visão. Entre os filósofos que defendiam esta teoria, o mais conhecido era Aristóteles. Foi o matemático e astrônomo grego Claudius Ptolomeu (78-161 d.C.) quem, na sua obra "Almagesto", deu a forma final a esta teoria, que se baseia na hipótese de que a Terra estaria parada no centro do Universo com os corpos celestes, inclusive o Sol, girando ao seu redor. Essa visão predominou no pensamento humano até o resgate, feito pelo astrônomo e matemático polonês Nicolau Copérnico (1473-1543), da teoria heliocêntrica, criada pelo astrônomo grego Aristarco de Samos (310-230 a.C.).
O geocentrismo não deve ser confundido com a teoria da Terra plana: é um mito a noção de que na Idade Média os estudiosos achavam que a Terra era chata.

Ficheiro:Cellarius ptolemaic system c2.jpg


Os filósofos gregos haviam percebido que, embora o mundo fosse formado por objetos dos mais distintos, havia algo de comum na matéria que os compunha. Dessa forma, por exemplo, uma árvore e uma tábua, se fossem divididas diversas vezes até se obter uma parte diminuta, resultaria em uma mesma matéria. O mesmo ocorria, por exemplo entre espada e corrente. Desta forma, começa a surgir a teoria atômica, que afirmava que tudo o que havia na natureza, se dividido na menor parte possível, chegaria a uma matéria primordial da qual tudo o que existia era feito. Tal matéria recebia o nome de "indivisível" ou átomo (do grego a = não, tomo = divisão).
Começou então uma espécie de corrida filosófica para descobrir que material era esse tal átomo. A discussão chegou a propôr algumas soluções. Por exemplo a água, pois da água se faz ar (vapor de água) se faz blocos sólidos (gelo), etc. Mas da água seria impossível criar, por exemplo fogo. Outra corrente propunha que o átomo ou elementos primordial fosse o ar, pois ele poderia ser condensado formando água (não diferiam vapor de água de ar) e poderia ser "transformado" em fogo (uma vez que se tirassem o ar do fogo ele apagaria, desconheciam, obviamente o princípio comburente do oxigênio, que seria descoberto mais de mil anos depois).
O fato é que um filósofo grego de nome Empedocles de Agrinito propôs uma solução diferente, onde havia quatro elementos primordiais, e não somente um. Esses quatro elementos seriam: Terra, Água, Fogo e Ar. Eles nunca se misturavam com o seu oposto (terra - ar) (fogo - água) mas poderiam misturar-se entre si, como água e terra formava argila, que formaria tijolos, etc. Ou água e ar formavam "nuvem" que formava os raios, etc.
Esse sistema acaba sendo ampliado por outros filósofos como Euclides, que propõe que os 4 elementos tenderiam, pela natureza a se agrupar em esferas. Desta forma a esfera mais pesada ficaria no centro, uma esfera de terra. Após essa uma esfera de água a envolvendo, uma esfera de ar envolvendo essa e por fim uma esfera de fogo envolvendo as demais.
A esfera de terra no centro é o nosso planeta (de onde sabiam que a terra era redonda), a esfera de água os oceanos e mares, a esfera de ar a nossa atmosfera, e por fim a esfera de fogo teria se transformado em um grande bloco de fogo de um lado, o sol, e um bloco pequeno com vários pontos de fogo do outro: A lua e as estrelas. Esse círculo de fogo (estrelas e sol) girariam em torno dos outros círculos, a Terra.
Havia apenas sete pequenos problemas nesse sistema, e eles é que permitiram que o sistema geocêntrico fosse descreditado. Sete estrelas não giravam na mesma velocidade das demais, e por isso foram chamadas de "andarilhos" ou planetas. O estudo mais aprofundado desses planetas demonstrou que na verdade o geocentrismo havia sido um engano perpetuado por mais de 2000 anos.
Os sete planetas (astros errantes), na ordem de distância à Terra, eram: Lua, Mercúrio, Vênus, Sol,Marte, Júpiter e Saturno. Excluídos o Sol e a Lua, eles tinham, na tradição grega, nomes associados aos principais deuses. O primeiro nome, em português, deriva do nome romano em latim, o segundo é o nome em grego:

  • Mercúrio - Hermes - Mensageiro dos Deuses (é o com movimento mais rápido no céu)
  • Vênus - Afrodite - Deusa do Amor e da Beleza (é o mais luminoso, portanto o mais bonito no céu)
  • Marte - Ares - Deus da Guerra e da Tragédia (é o mais vermelho)
  • Júpiter - Zeus - Deus Supremo
  • Saturno - Chronos - Pai de Zeus e Deus do Tempo (é o com movimento mais lento)
  • Terra - Gaia - Titânide primordial da Terra
Repare-se que não havia nenhuma menção a Urano e Netuno. Esses não podem ser vistos a olho nu, e só foram descobertos depois da invenção do telescópio . Por uma questão de tradição, eles seguiram o padrão de nomenclatura: Urano é a representação do próprio céu, e Netuno (Poseidon) é o Deus dos Mares (assim batizado pela sua coloração azul). O mesmo se pode dizer de Plutão (Hades), Deus do Mundo Inferior.

Saiba + (novo!)


O ''Saiba +'' de hoje será sobre: a Teoria Heliocêntrica

Em astronomia, heliocentrismo é a teoria que o Sol está estacionário no centro do universo. A palavra vem do grego (ήλιος Helios = sol e κέντρον kentron = centro). Historicamente, o heliocentrismo era oposto ao geocentrismo, que colocava a Terra no centro. Apesar das discussões da possibilidade do heliocentrismo datarem da antiguidade clássica, somente 1.800 anos mais tarde, no século XVI, que o matemático e astrônomo polonês Nicolau Copérnico apresentou um modelo matemático preditivo completo de um sistema heliocêntrico, que mais tarde foi elaborado e expandido por Johannes Kepler.
Para qualquer um que se coloque em pé e observe o céu, parece claro que a Terra permanece em seu lugar enquanto que tudo no céu nasce e se põe ou dá a volta uma vez por dia. Observações feitas por tempos mais longos apresentam movimentos mais complicados. O Sol descreve um círculo lentamente pelo curso de um ano, os planetas possuem movimentos similares, mas algumas vezes eles movem-se na direção oposta, em um movimento retrógrado.


Ficheiro:Geoz wb en.svg
Teoria Heliocêntrica
 Argumentos filosóficos do heliocentrismo envolvem declarações genéricas de que o Sol, orbitado por alguns ou todos os planetas, está no centro do Universo, e os argumentos que sustentam essas alegações. Essas ideias podem ser encontradas em textos sânscritos, gregos, árabes e latinos. Poucas destas fontes originais, entretanto, desenvolveram alguma técnica para calcular qualquer consequência observacional de suas ideias heliocêntricas.

Ficheiro:Aristarchus working.jpg


Veja Astronomia grega
No século IV a.C., Aristóteles escreveu que:
"No centro, eles [os pitagóricos] dizem, há fogo, e a Terra é uma das estrelas, criando noite e dia pelo seu movimento circular em torno do centro." Aristóteles - Sobre os Céus, Livro Dois, Capítulo 13
As razões para esta localização eram filosóficas, baseados nos elementos clássicos, em vez de científicos. O fogo era mais precioso que a terra na opinião dos pitagoreanos, e por este motivo o fogo deveria estar no centro. Entretanto, o fogo central não é o Sol. Os pitagóricos acreditavam que o Sol orbitava o fogo central junto com tudo o mais. Aristóteles rejeitava este argumento e advogava o geocentrismo.
Heráclides do Ponto (século IV a.C.) explicou o movimento diário aparente da esfera celestial pela rotação da Terra.

Nos cálculos modernos, a origem e orientação de um sistema de coordenadas geralmente precisam ser selecionados, por razões práticas, e nestes sistemas a origem na massa, massa solar ou centro de massa do sistema solar são frequentemente selecionadas. Entretanto, estas seleções de coordenadas possui apenas implicações práticas e não filosóficas ou físicas.









Informações sobre a dengue

PROVA DO LAÇO
Aferir a PA(pressão arterial) e deixa insuflado na altura do 100, a fim de observar se tem petéquia,basta 3 minutos.Basta visualizar mais de 20 petéquias.
 
ALTERAÇÕES ATÍPICAS DA DOENÇA:
 
- Alteração neurológica/encefalopatia
                               - Hepatite/Insuficiência hepática
                               - Miocardite
                               - Hemorragia Gastrintestinal
                               - Trombocitopenia
                               - Pancriatite
 
DIAGNÓSTICO LABORATORIAL:
 
- Hemograma
                                    - Leucograma
- Leucocitose
   - Plaquetimetria
 
RECOMENDAR:
 
 - Sinais de alerta
                           - Comprometimento respiratório
    - Trombocitopenia

O cuidado é pouco! Mas devemos ter!

Informações sobre a dengue

Para acabar com a dengue no Brasil, temos que ter muito cuidado para não ser vítimas.
Dengue. Se você agir, podemos evitar
Nesses últimos anos, a dengue andou sumida. Mas nos descuidamos (conforme a postagem anterior), ela deu notícias, e não muito boas (no Ceará). Para nos prevenirmos da dengue, devemos seguir as orientações abaixo:

  • Não deixe água parada.
  • Tampe caixas d´agua.
  • Esvazie os pneus velhos.
Os pacientes que apresentam suspeita de dengue, deverá ter:

  • Hidratação: é fundamental ao corpo.
  • Acompanhamento: Procure seu médico para acompanhamento clínico
    Ambulatorial e controle laboratorial,lembrando que o exame específico para Dengue deve ser solicitado a partir do 6º dia do aparecimento dos sintomas, visto que antes disso pode ser negativo mesmo em presença da doença.
  • Observação dos sinais de alerta: Procure imediatamente um Serviço de emergência caso apresente um dos sintomas abaixo, visto que a presença de um deles pode indicar um quadro de .Dengue grave.Estes sinais geralmente aparecem após a fase de melhora da febre (entre 3ª e 6ºdia após o aparecimento do primeiro sintoma).
    Agitação e/ou sonolência excessiva;
    Diminuição do volume urinário
    Temperatura baixa<36°’
    Dor abdominal intensa e contínua; taquicardia
    Tonteiras ao levantar,sensação de desmaio ou desmaio;
    http://2.bp.blogspot.com/_KP1PZFVefrg/TUtHWDjoEQI/AAAAAAAAEp4/xHmC4ozW5GE/s1600/dengue%2BDHF.jpg
    Sangramento: um dos principais sintomas da Dengue
    Pacientes que possuem dengue apresentam os seguintes sintomas:

- Dor abdominal intensa e contínua;
                                - vômitos persistentes;
                                - hipotensão postural e arterial;
                               - hepatomegalia dolorosa;
                         - hemorragias importantes(hematêmese e/ou melena);
                               - extremidades frias,cianose;
                               - pulso rápido e fino;
                               - agitação e/ou letargia;
                               - diminuição da diurese;
                     - diminuição repentina da temperatura corpórea ou   hipotermia;
                               - aumento repentino do hematócrito;
                               - desconforto respiratório.

Fiquem de olho. ''Dengue. Se você agir, podemos evitar''


 

Dengue no Brasil

O Ceará continua liderando mortes por dengue, 20 no semestre.

Emergências lotadas: pacientes com sintomas da doença procuram hospitais e postos de saúde. Dados do Ministério da Saúde confirmam 123 casos graves no Estado.

http://4.bp.blogspot.com/-LyiuDiXSI1Q/TaA0uZvE4GI/AAAAAAAADT8/LY7G1ssVtSA/s1600/images.jpg
Mosquito da dengue, entrando em ação na pele de um humano.

Presos uma dupla que forneceu a arma de calibre 32 ao assassino Wellington Menezes

 http://www.ene10.com/dados/imagens/presos-tl.jpg



Os dois homens que confessaram a participação no massacre, foram presos. Eles hão uma identificação de Izaías de Souza, 48 anos, que trabalha como vigia em Sepetiba, e Charleston Souza de Lucena, de 38 anos. A conversa chegou a polícia através de um informante, que presenciou toda conversa do chaveiro e desempregado. Desconfiado, acionou o 21º BMP do Rio de Janeiro. Charleston disse que quando soube do massacre à escola, pensou na família.
Um deles conta que não sabia qual era a intenção do assassino. O elemento deu a eles R$ 260,00 pela arma. Mas cada um ficou com R$ 30,00. Os outros R$ 200,00 foram para um tal de Robson, o sujeito o qual a polícia quer saber quem é, e onde se localiza.
Durante a apresentação dos acusados, o vigia Izaías, que é pai de seis filhos e tem quatro enteados, argumentou que tem apenas parte da culpa, mas nenhuma relação com os atos do autor do massacre. "Não tenho culpa diretamente pelos assassinatos", disse. "Espero que a justiça faça o que tem que fazer. Agora estou preso. Espero que a justiça seja cumprida".
Charleston, pai de três filhos, disse que pensou na sua família quando ficou sabendo do massacre e se mostrou arrependido.
No momento da tragédia, Wellington portava uma arma calibre 32 e outra calibre 38, além de um cinturão com muita munição. A arma de calibre 38 teria a numeração raspada, o que dificulta encontrar sua origem.

Os Países Turísticos

 Alemanha

A Alemanha, oficialmente República Federal da Alemanha (em alemão: Bundesrepublik Deutschland, AFI[ˈbʊndəsʁepuˌbliːk ˈdɔʏtʃlant] Ltspkr.png ouça), é um país localizado na Europa central. É limitado a norte pelo Mar do Norte, Dinamarca e pelo Mar Báltico, a leste pela Polônia e pela República Checa, a sul pela Áustria e pela Suíça e a oeste pela França, Luxemburgo, Bélgica e Países Baixos. O território da Alemanha abrange 357 021 quilômetros quadrados e é influenciado por um clima temperado sazonal. Com 81,8 milhões de habitantes em janeiro de 2010, o país tem a maior população entre os Estados membros da União Europeia e é também o lar da terceira maior população de migrantes internacionais em todo o mundo.
A região chamada Germânia habitada por vários povos germânicos foi conhecida e documentada pelos romanos antes de 100 d.C. A partir do século X, os territórios alemães formaram a parte central do Sacro Império Romano, que durou até 1806. Durante o século XVI, o norte da Alemanha se tornou o centro da Reforma Protestante. Como um moderno Estado-nação, o país foi unificado pela primeira vez na Guerra Franco-Prussiana em 1871. Em 1949, após a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha foi dividida em dois estados, a Alemanha Ocidental, oficialmente "República Federal da Alemanha", e a Alemanha Oriental, oficialmente "República Democrática Alemã", ao longo das linhas de ocupação aliadas. A Alemanha foi reunificada em 1990. A Alemanha Ocidental foi um dos membros fundadores da Comunidade Europeia (CE), em 1957, que posteriormente se tornou a União Europeia, em 1993. O país é parte do espaço Schengen e adotou a moeda europeia, o euro, em 1999.
A Alemanha é uma república parlamentar federal de dezesseis estados (Länder). A capital é a cidade de Berlim. O país é membro das Nações Unidas, da OTAN, G8, G20, da OCDE e da OMC. É uma grande potência com a quarta maior economia do mundo por PIB nominal e a quinta maior em paridade do poder de compra. É o segundo maior exportador e o segundo maior importador de mercadorias. Em termos absolutos, a Alemanha atribui o segundo maior orçamento anual de ajudas ao desenvolvimento no mundo, enquanto está em sexto lugar em despesas militares. O país tem desenvolvido um alto padrão de vida e estabeleceu um sistema global de segurança social. A Alemanha ocupa uma posição-chave nos assuntos europeus e mantém uma série de parcerias estreitas em um nível global. O país também é reconhecido como líder científico e tecnológico em vários domínios.

Bandeira da Alemanha
 
 China

A República Popular da China (RPC) (chinês simplificado: 中华人民共和国; chinês tradicional: 中華人民共和國; pinyin: ), vulgarmente conhecida como China, é o maior país da Ásia Oriental e o mais populoso do mundo, com mais de 1,3 bilhão de habitantes, aproximadamente um sétimo da população da Terra. É uma república socialista governada pelo Partido Comunista da China sob um sistema de partido único e tem jurisdição sobre 22 províncias, cinco regiões autônomas (Xinjiang, Mongólia Interior, Tibete, Ningxia e Guangxi), quatro municípios (Pequim, Tianjin, Xangai e Chongqing) e duas Regiões Administrativas Especiais com grande autonomia (Hong Kong e Macau). A capital da República Popular da China é Pequim.
Com aproximadamente 9,6 milhões de quilômetros quadrados, a República Popular da China é o terceiro ou quarto maior país do mundo em área total e o segundo maior em área terrestre. Sua paisagem é variada, com florestas de estepes e desertos (os de Gobi e Taklamakan) no norte seco e frio, próximo da Mongólia e Sibéria (Rússia), e florestas subtropicais no sul húmido e quente próximo ao Vietnam, Laos e Mianmar. O terreno do país, a oeste, é de alta altitude, com o Himalaia e as montanhas Tian Shan formando fronteiras naturais entre a China, a Índia e a Ásia Central. Em contraste, a costa leste da China continental é de baixa altitude e tem uma longa faixa costeira de 14.500 quilômetros, delimitada a sudeste pelo Mar da China Meridional e a leste pelo Mar da China Oriental, além de onde estão Taiwan, Coréia e Japão.
A antiga civilização chinesa, uma das primeiras do mundo, floresceu na bacia fértil do rio Amarelo, que atravessa a Planície Norte da China. Por mais de 4.000 anos, o sistema político da China foi baseado em monarquias hereditárias (também conhecidas como dinastias). A primeira dessas dinastias foi a Xia (aproximadamente 2000 a.C)., mas mais tarde foi a dinastia Qin que unificou a China em 221 a.C. A última dinastia foi a Qing, que terminou em 1911 com a fundação da República da China (RC) pelo Partido Nacionalista Kuomintang (KMT). Na primeira metade do século XX a China mergulhou em um período de desunião e guerras civis que dividiram o país em dois principais campos políticos - o Kuomintang e os Comunistas. As hostilidades terminaram em 1949, quando a República Popular da China foi estabelecida na China pelos comunistas vitoriosos. O KMT, liderado pelo governo da República da China, recuou para Taipei, agora limitadando sua competência para a ilha de Taiwan e algumas ilhas adjacentes. Ainda hoje, a China está envolvida em disputas com a RC em relação a questões de soberania e do estatuto político de Taiwan.
A importância da China como uma grande potência é refletida através de seu papel como segunda maior economia do mundo nominalmente (ou segunda maior em poder de compra) e como membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, bem como sendo um membro de várias outras organizações multilaterais, incluindo a OMC, APEC, G-20, BRIC e da Organização para Cooperação de Xangai. Além disso, é reconhecido como um Estado com armas nucleares, além de possuir o maior exército do mundo em número de tropas e o segundo maior orçamento de defesa.
Desde a introdução de reformas baseadas no mercado econômico em 1978, a China tornou-se uma das economias em mais rápido crescimento, o segundo maior exportador e o terceiro maior importador de mercadorias do planeta. A rápida industrialização reduziu a sua taxa de pobreza de 53% em 1981 para 8% em 2001. A China tem sido caracterizado como uma superpotência emergente por vários acadêmicos,  analistas militares, e analistas econômicos.


Bandeira da China
Bandeira

 México

México, oficialmente denominado Estados Unidos Mexicanos, é uma república democrática, representativa e federal integrada por 32 entidades federais que ocupa a parte meridional da América do Norte. De acordo com a Constituição, a sede dos poderes da federação é a Cidade do México, cujo território foi designado como Distrito Federal.
Limita-se ao norte com os Estados Unidos da América; ao leste com o Golfo do México e o Mar do Caribe, ao sudoeste com Belize e Guatemala e ao oeste com o Oceano Pacífico. A superfície mexicana ocupa uma extensão cerca de 2 milhões de km², que o coloca na décima quarta posição dos países do mundo ordenados por área. Além do território continental e ilhas adjacentes à costa, o México inclui também as Ilhas Revillagigedo, localizadas no Oceano Pacífico, a mais de 400 km a sul do Cabo San Lucas, na Baja California Sur. Neste território, existem mais de 107 milhões de pessoas, o que a coloca como a maior nação hispano-falante. Por outro lado, o espanhol convive com muitas línguas indígenas, reconhecidas oficialmente como nacionais pelo Estado mexicano.
O povoamento deste território foi iniciado possivelmente entre doze e quatorze mil anos atrás (ainda há dúvidas em relação ao momento em que chegaram os primeiros povoadores do continente), período em que se sucederam tanto as culturas mesoamericanas agrícolas como a dos nômades da Aridoamérica e dos povos oasisamericanos. Depois da conquista espanhola, o país iniciou a luta por sua independência política em 1810. Posteriormente, durante cerca de um século o país se viu envolvido em uma série de guerras internas e invasões estrangeiras que tiveram repercussões em todos os âmbitos da vida dos mexicanos. Durante boa parte do século XX (principalmente na primeira metade) teve lugar um período de grande crescimento econômico marcada por uma política dominada por um só partido político.
Pelo volume líquido de seu Produto Interno Bruto (PIB), o México é considerado a décima terceira economia mundial - apesar de, em 2001, representar a nona maior economia. Entretanto, a repartição da riqueza é tão desigual que no país coexistem municípios com índices de desenvolvimento humano similares ao de nações como Alemanha e Síria. Durante uma boa parte do século XX, a principal fonte de divisas estrangeiras do país foi a venda do petróleo. Entretanto durante este século teve lugar um processo de industrialização que permitiu ao país diversificar sua economia. As remessas dos trabalhadores mexicanos no exterior vêm crescendo a cada ano, sendo 3% do PIB nacional e uma das principais fontes de renda para o país, precisamente ao lado da quantidade por exportações de petróleo e o turismo. Outro grande problema social é o aumento dos índices de violência e atos de delinquência no país, especialmente com relação ao narcotráfico.


Bandeira do México
Bandeira

Volei 2011

VOLEI BRASIL 2011 esteve a tona hoje. Volei Futuro vs.Cruzeiro. Volei Futuro ganhou a jogada contra o Cruzeiro neste 09 de abril de 2011.
Como era esperado, a segunda partida entre Sada Cruzeiro e Vôlei Futuro pelas semifinais da Superliga masculina foi uma verdadeira batalha. Com o ginásio "vestido" contra o preconceito, a torcida de Araçatuba colocou pressão e embalou o Vôlei Futuro, que derrotou o Cruzeiro em duelo de cinco sets. Placar final: 3 sets a 2, 19/25, 25/17, 21/25, 22/25 e 18/16.
O ginásio Doutor Plácido Rocha, em Araçatuba (SP), refletia a semana turbulenta entre os dois times. Após a polêmica envolvendo acusações de homofobia no primeiro jogo das semifinais, em Minas, as arquibancadas estavam repletas de mensagens de apoio a Michael, do Vôlei Futuro, com os torcedores agitando bastões infláveis rosa com o nome do meio de rede.
Além disso, o líbero do time paulista, Mário Junior, jogou com uma camisa estampada com o arco-íris, símbolo do movimento GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), carregando a mensagem: "Vôlei Futuro contra a homofobia". A equipe de manutenção do ginásio também vestia camisas com a mesma escrita.
Polêmicas à parte, o Sada Cruzeiro dominou o primeiro set, principalmente com o bloqueio, e ignorou a torcida, que não poupou vaias ao time visitante. O Vôlei Futuro tentou uma reação no fim da parcial, mas a equipe mineira já tinha arrematado o primeiro ponto da partida.
No segundo set, o Vôlei Futuro voltou mais firme e melhorou sua linha de passe, que veio acompanhada de uma queda no rendimento do saque do Cruzeiro. Com belos ataques de Lucão e uma atuação mediana do oposto Leandro Vissotto, o time de Araçatuba fez a festa da torcida e empatou a partida.
Na sequência da partida, a figura de Felipe, do Cruzeiro, se destacou e fez a diferença. O time mineiro esteve à frente no placar durante o terceiro set e saiu à frente no placar. O Vôlei Futuro, que havia melhorado de rendimento no final da terceira parcial, dominou o quarto set e forçou o tie-break.
No set decisivo, o placar seguiu parelho até o final. Neste momento, Wallace, do Cruzeiro, chamou a responsabilidade para si e manteve o time mineiro vivo no embate, até que, do lado do Vôlei Futuro, o cubano Camejo decidiu o duelo.
Os dois times voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira, dia 15, para definir o segundo finalista da Superliga, em Contagem (MG). Na noite desta sexta-feira, o Sesi-SP se garantiu na decisão da competição nacional ao vencer o Vivo/Minas.

Foram cinco set´s jogados. Os quatro primeiros foram empate de 2x2. O quinto set disputado, chegou a vez de Volei Futuro comemorar a jogada. Parabens ao time, que venceu após conseguir 18 pontos contra 16 do Cruzeiro. Foi uma jogada e tanta não? Mas valeu a pena!

Países Turísticos

Dinamarca

A Dinamarca (em dinamarquês: Danmark, pron. [d̥ænmɑɡ̊], arcaico: [d̥anmɑ ː ɡ̊]) é um país escandinavo da Europa setentrional e membro sênior do Reino da Dinamarca. É o mais meridional dos países nórdicos, a sudoeste da Suécia e ao sul da Noruega, delimitado no sul pela Alemanha. As fronteiras da Dinamarca estão no Mar Báltico e no Mar do Norte. O país é composto por uma grande península, a Jutlândia, e muitas ilhas, sobretudo Zelândia (Sjælland), Funen (Fyn), Vendsyssel-Thy, Lolland, Falster e Bornholm, assim como centenas de ilhas menores, muitas vezes referidas como o Arquipélago Dinamarquês. A Dinamarca há muito tempo controla a entrada e a saída do mar Báltico, já que isso só pode acontecer através de três canais, que também são conhecidos como os "Estreitos Dinamarqueses".
A Dinamarca é uma monarquia constitucional com um sistema parlamentar de governo. Possui um governo central e outros locais em 98 municípios. O país é membro da União Europeia desde 1973, embora não tenha aderido ao euro, e um dos membros fundadores da OTAN e da OCDE.
A Dinamarca, com uma economia mista capitalista e um estado de bem-estar social, o país possui o mais alto nível de igualdade de riqueza do mundo. A Dinamarca tem o melhor clima de negócios no mundo, segundo a revista estadunidense Forbes. De 2006 a 2008, pesquisas classificaram a Dinamarca como "o lugar mais feliz do mundo", com base em normas de saúde, assistência social, e educação. O Índice Global da Paz de 2009 classificou a Dinamarca como o segundo país mais pacífico do mundo, depois da Nova Zelândia. A Dinamarca também foi classificada como o país menos corrupto do mundo em 2008, pelo Índice de Percepção de Corrupção, compartilhando o primeiro lugar com a Suécia e a Nova Zelândia.
A língua nacional, o dinamarquês, é próxima do sueco e do norueguês, com a qual ele compartilha fortes laços históricos e culturais. 82,0% dos habitantes da Dinamarca e 90,3% da etnia dinamarquesa são membros da Igreja Estatal Luterana. Cerca de 9% da população tem nacionalidade estrangeira, uma grande parte deles são provenientes de outros países escandinavos.
A economia da Dinamarca é dependente dos intercâmbios comerciais com os outros países e da capacidade de influência nas conjunturas internacionais e nos fatores econômicos. O valor das exportações e importações compõe cerca de um terço do valor do PIB. Grande parte dos intercâmbios comerciais são feitos com países da UE (União Europeia). O sócio de comércio bilateral mais importante é a Alemanha, tendo uma boa interação económica com a Suécia e a Grã-Bretanha. Fora da UE, a Dinamarca mantém relações comerciais com a Noruega, os Estados Unidos e o Japão.
Bandeira da Dinamarca

Fafá de Belém é convidada à participar da novela Amor e Revolução

Fafá de Belém foi convidada por Tiago Santiago para participar de Amor e Revolução, do SBT, de acordo com informação do jornal O Dia deste sábado (9).
Segundo a publicação, o autor Tiago Santiago já pensa em um personagem para a cantora.
Fafá de Belém já gravou para a trilha sonora do folhetim as músicas Carcará e Para Não Dizer Que Não Falei das Flores.

Uma estréia na televisão brasileira



Cordel Encantado, a sua nova novela das 18hs. Está confirmado que a novela vai ser a melhor de todas da 18hs. Vai ter comédia. Amor. De tudo um pouco nessa novela.
A Globo já está anuciando a nova novela das 18h e os últimos capítulos de Araguaia, e você já sabe quando será a estréia da nova novela? A Data será no dia 11 de Abril, logo após malhação!
Lembrando que a trama Cordel Encantado tem direção geral de Amora Mautner. E conta com um ótimo elenco!!
O rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) e a rainha Cristina (Alinne Moraes) (Foto: TV Globo/Zé Paulo Cardeal)
O rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) e a rainha Cristina (Alinne Moraes
Confira as primeiras fotos dos personagens de Cordel Encantado, a próxima novela das 18h na Globo!

Respeite!

Por muitas vezes, testemunhamos situações em que pessoas, – abandonando o que lhes poderia restar de uma boa educação –, romperam com todos os outros princípios morais ao desmerecer o valor da integridade do ser humano, integridade esta que se origina desde a concepção deste e que perdurará por toda sua existência.
A sadia convivência em nossos relacionamentos se constrói sobre os alicerces do respeito por aqueles que, de alguma forma, exercem autoridade sobre nós, sejam eles professores, chefes de trabalho, pais, entre outros.
Hoje se nota a falta de respeito de alunos para com os professores, assim como daqueles que se valem de um título, quer seja político ou de magistratura, para com aqueles que exercem uma função – julgada por eles – como inferior. Contudo, surpreende notar que a falta de respeito, muitas vezes, começa ainda dentro de casa, seja entre pais e filhos, seja entre cônjuges, entre irmãos etc.
O respeito tem se esmorecido desde o zelo aos bebês, que rogam aos céus pela oportunidade de obterem o “veredicto” favorável dos próprios pais à vida, até os cuidados daqueles que trazem por muitos anos o fardo de seus dias vividos. Há ainda outros que foram jogados ao descaso por se encontrarem incapacitados numa cama.
Há filhos que, por se acharem adultos o bastante, e ainda que morando sobre o mesmo teto, contradizem os pais, desrespeitando as normas estabelecidas por eles; outros se dirigem à autoridade paterna aos gritos. Interessante levar em consideração que o mesmo ato raramente se repetiria se estivessem em uma discussão com os amigos.
Precisamos lembrar que com quem discordamos em opiniões, seja este um professor, um guarda de trânsito ou um policial, ainda que estivessem equivocados, são merecedores de nosso respeito, e o inverso também é verdadeiro.
Somente aquele que muito experimentou o amor e o respeito poderá efetivamente vivê-los. Se por meio da boa educação dos filhos, conhecemos os educadores, pela demonstração do respeito conhecemos a índole e a integridade do homem, que se encontra em contínua formação.
Penso ser necessário para aqueles que consideram ultrapassado o cultivo do respeito mútuo uma urgente retomada de um novo comportamento. A nobre virtude do respeito pelo outro tende a favorecer o florescimento da excelência da democracia, dos direitos e deveres em todos os nossos relacionamentos.
Talvez os valores de nossa sociedade tenham chegado aos mais baixos níveis por falta de ensinamento do respeito às nossas crianças ainda na tenra idade. Acredito que tão importante quanto ensinar aos nossos filhos o respeito às autoridades em todas as esferas sociais, é o testemunhar e respeitar também àqueles que nos observam como autoridade. Nossos filhos aprenderão a respeitar seus superiores e a nos respeitar segundo a maneira como eles próprios foram ensinados e respeitados.

Rapaz é detido com 600 pedras de crack no centro de São Paulo

Um rapaz de 20 anos foi preso na madrugada deste sábado (8) na região do Brás, região central de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, agentes da Força Tática do 13º Batalhão atenderam a ocorrência e apreenderam, aproximadamente, 600 pedras de crack dentro de uma mochila, além de pequenas porções de cocaína, maconha e ecstasy.

O rapaz foi deito quando descia de um táxi na rua Santa Rosa. Segundo informações iniciais, ele não tinha passagem pela polícia. O caso foi registrado no 5º Distrito Policial (Aclimação).

Crack 

Tragédia do Rio de Janeiro

Uma garota baiana também se envolve no trágico fato em uma escola do bairro de Realengo, no Rio de Janeiro. Identificada como Milena dos Santos Nascimento, 14 anos, veio pra cá para o Rio ainda bebê, com apenas 1 ano de idade. Mas infelizmente, não era de se esperar um fato tão horroroso com a vida dela, e de tantos mais envolvidos.

Realengo