quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Enfermeira que matou cão na frente da filha será indiciada

Enfermeira que matou cão na frente da filha será indiciada

A enfermeira que espancou e matou um cachorro yorkshire em Formosa (GO), no entorno do Distrito Federal, vai ser indiciada por maus-tratos ao animal e pelo constrangimento da filha dela, que assistiu às cenas de violência. De acordo com a titular da 2ª DP de Formosa, Renata Brandimarte, que cuida do caso, o inquérito deve ser encaminhado ao Ministério Público de Goiás na próxima semana. A promotoria vai decidir se acata ou não a denúncia. A delegada explicou que se a agressora for condenada, poderá pegar pena de detenção, que costuma ter regime de cumprimento aberto ou semiaberto. “Na prática, se ela for condenada, vai se difícil que ela seja presa. Talvez cumpra em regime semiaberto, mas isso vai depender do Ministério Público e da Justiça”, declarou. Em dezembro, o advogado da enfermeira, Gilson Saad, disse que agresão ocorreu porque o animal havia bagunçado a casa enquanto a família estava em um restaurante: “Ela disse que perdeu a cabeça.”  


Fonte: Caldeirão Político

Nenhum comentário: