sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Galinha que acompanha pato, morre afogada!

Tem prefeito na região que está tratando o povo que nem bicho do mato, fazendo festinha (bebedeira) e dando carne de "gato" para população comer. Além do mais, seus funcionários estão se comportando como meros escravos. Enquanto o prefeito está viajando, enchendo o bolso com diárias e se divertindo com o dinheiro público, os seus servos enchem a cara com "água que passarinho não bebe, que tubarão não nada" para cumprirem com as ordens do coronel, doa a quem doer. 
Não imagina eles que estão sendo explorados e utilizados como "escudo", e que num futuro bem breve, serão os mais afetados com a queda do ditador.

Ele está bem na fita, o seu barco aguenta a maré alta... Agora, canoa quebrada não dura muito tempo não... Pois, como diz o ditado popular: "Galinha que acompanha pato, morre afogada!" E morre mesmo! Tenha dito!

Nenhum comentário: