sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Ontem foram completados 30 anos de morte da cantora Elis Regina (Famosos Que Partiram Especial)


Elis Regina Carvalho Costa, nascida em Porto Alegre (17 de março de 1945) foi uma cantora brasileira, um ícone da MPB.
http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRahc95epB5ymiRL-HkQBOvaTcDxvcf19UGXfvMG-g_MjPq2g6hEw
Filha de Ercy Carvalho & Romeu Costa, nasceu no Hospital Beneficência Portuguesa de Porto Alegre, na capital do Rio Grande do Sul. Tinha um irmão, Rogério (n. 1949).
Cantou pela primeira vez aos 11 anos de idade, em um rádio para crianças O Clube do Gury, na Rádio Farroupilha.
Morou em um apartamento chamado Vila de IAPI, no bairro Paso D'Areia, na zona norte da cidade.
Seu primeiro LP foi lançado aos 16 anos de idade, com o título Viva a Brotolândia.
É mãe de João Marcelo Bôscoli (nascido em 1970), Pedro Mariano (nascido em 1975), e Maria Rita (nascida em 1977).

Frases

  • "Sempre vou viver como camicase. É isso que me faz ficar de pé".
  • "Me apaixonei pela minha voz".
  • "Neste país, só há duas que cantam: Gal e eu."
  • "Quero saber é do brasileiro, não estou preocupada em cromar minha orelha e sair para a rua para chamar a atenção".
  • "Um dia as pessoas vão descobrir que Dalva de Oliveira é a nossa Billie Holiday".
  • "Cantar, para mim, é sacerdócio. O resto é o resto."
  • "Me tomam por quem? Um imbecil? Sou algo que se molda do jeitinho que se quer? Isso é o que todos queriam, na realidade. Mas não vão conseguir, porque quando descobrirem que estou verde já estarei amarela. Eu sou do contra. Sou a Elis Regina do Carvalho Costa que poucas pessoas vão morrer conhecendo".

Anos de chumbo

Elis Regina criticou muitas vezes a ditadura brasileira, nos difíceis Anos de chumbo, quando muitos músicos foram perseguidos e exilados. A crítica tornava-se pública em meio às declarações ou nas canções que interpretava. Em entrevista, no ano de 1969, teria afirmado que o Brasil era governado por gorilas (há ainda controvérsias em relação a essa declaração. Existem arquivos dos próprios militares onde ela se justifica dizendo que isso foi criado por jornalistas sensacionalistas). A popularidade a manteve fora da prisão, mas foi obrigada pelas autoridades a cantar o Hino Nacional durante um espetáculo em um estádio, fato que despertou a ira da esquerda brasileira.

Elis Regina morreu aos 36 anos de idade, em 19 de janeiro de 1982, por complicações causadas por uma overdose de cocaína, seguida de bebida alcoolica. Sua morte causou grande comoção no Brasil inteiro.
Elis Regina era uma das melhores cantoras nas décadas de 70 e de 80.

Nenhum comentário: