terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Transalvador faz nova paralisação de 48 horas

 Somente 30% do efetivo deve estar nas ruas durante os próximos dois dias


Os agentes da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) resolveram, na manhã desta terça-feira, 31, realiza uma nova paralisação de 48 horas.
Durante assembleia realizada pela Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (Astram) e pelo Sindicato dos Servidores em Trânsito e Transporte de Salvador e Região Metropolitana (Sindttrans), ficou decidido que somente 30% do efetivo deve estar nas ruas da cidade.
Os agentes optaram por uma nova paralisação após a prefeitura não cumprir com o acordo que previa o pagamento dos valores referente as operações especiais até esta terça.
De acordo com o presidente da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (Astram), Adenilton Júnior, a prefeitura não cumpriu o acordo para o pagamento das operações especiais, que estão atrasadas desde outubro de 2011.
Além de reivindicarem o pagamento das operações especiais, a categoria pede a inclusão de outros questões como, o pagamento da operação carnaval, gratificação de produtividade, regularização das operações, além da autonomia financeira da Transalvador, que segundo Adenilton, é uma autarquia mas não possui autonomia financeira.
Com a paralisação, somente 30% do efetivo da Transalvador vai estar nas ruas realizando operações na Festa de Iemanjá, blitzes de alcoolemia, operação praia, fiscalização de táxis e zona azul, dentre outros serviços.
De acordo com a Transalvador, o pagamento das operações especiais dos agentes da Transalvador ainda não foi feito, mas a autarquia está esperando um posicionamento da Prefeitura de Salvador para que uma atitude possa ser tomada e a greve seja suspensa.
Uma nova assembleia vai acontecer nesta sexta, 3, na Getran, em Salvador. Na ocasião, servidores e o sindicato da categoria vão estabelecer os novos rumos das paralisações.

Fonte: Jornal A Tarde

Nenhum comentário: