sábado, 14 de janeiro de 2012

Travessia Mar Grande-Salvador: guia prevê tempos mais baixos

Christian levou Fábio Lima ao título em 2001 e, em 2011, guiou Poliana Okimoto à vitória
Christian levou Fábio Lima ao título em 2001 e, em 2011, guiou Poliana Okimoto à vitória

Se o guia fizer o trajeto sem erros, a 49ª Travessia Powerade Mar Grande/ Salvador vai repetir alguns dos melhores tempos de sua história. A previsão foi feita, ontem, pelo ex-nadador e guia Christian Giammarino, de 33 anos, para os 12 km da maratona.
A largada será às 9 horas de amanhã, da Praia do Duro, em Mar Grande, seguindo para o Porto da Barra.
Guia desde 1998, Giammarino será árbitro da prova este ano. Respaldado no conhecimento acumulado, ele acredita em tempos menores em relação a outras edições por conta das condições do mar em 2012.
“Este ano, a maré de vazante vai ser muito parecida com a de 2001, quando eu guiei Fábio Lima e ele venceu em 1h34min23”, justificou Giammarino.
Ele também guiou a campeã mundial Poliana Okimoto, no ano passado, e ela venceu em 1h56min03. O campeão Allan do Carmo concluiu aquela competição em 1h44min49.
Em 1998, quando Christian estreou guiando o próprio Fábio Lima, acabou cometendo um erro que custou seis posições ao atleta. “Fábio liderava, com 10 minutos de frente para o gaúcho Carlos Pavão, quando a correnteza o jogou uns 30 metros para fora da linha do Porto e ele terminou em sétimo”, contou.
A estratégia mais segura a ser seguida pelos mais rápidos, segundo Giammarino, é apontar para o Elevador Lacerda, Bahia Marina, Yacht Clube e Porto da Barra. “Mas não vira de vez. Vai corrigindo a rota aos poucos. De acordo com o ritmo do nadador”, completou“.
O árbitro manda ficar atento à corrente forte no meio do percurso. “A gente faz essa leitura, normalmente, pelo tempo de prova. Não dá para detectar no ‘olhômetro’”, ensinou.

Fonte: Jornal A Tarde

Nenhum comentário: