segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Francês 'O artista' ganha os principais prêmios do Oscar 2012


 
Com elenco e equipe de 'O artista' ao fundo, produtor Thomas Langmann discursa no Oscar após longa vencer o prêmio de melhor filme.
A única razão que nos impossilita de considerar o Oscar 2012 como uma cerimônia de sotaque francês é o fato de o principal vencedor ser um filme mudo.
De resto, a 84ª edição do evento organizado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, que aconteceu neste domingo à noite (26), colocou em destaque "O artista": confirmando um favoritismo que foi se desenhando ao longo de praticamente todos principais prêmios do cinema internacional nesta temporada, a produção franco-belga levou as estatuetas de melhor filme, diretor (Michel Hazanavicius) e ator (Jean Dujardin).
Com dez indicações, levou ainda as distinções de figurino e trilha sonora original. Embora a conta final em favor de "O artista" não tenha sido propriamente uma surpresa, o princípio desta noite de gala no Hollywood and Highland Center (antigo Kodak Theatre) mostrou-se favorável a outro concorrente de destaque. Nomeado em 11 categorias, "A invenção de Hugo Cabret" surgiu muito bem, ao levar os dois primeiros prêmios: fotografia e direção de arte.
Quem também mereceu a ovação da plateia foi Christopher Plummer, escolhido o melhor ator coadjuvante por "Toda forma de amor". Outro veterano que saiu premiado foi Woody Allen, pela autoria do melhor roteiro original de "Meia-noite em Paris". Ele alcançou, assim, o tricampeonato na categoria - as conquistas anteriores foram pelos textos de "Noivo neutórico, noiva nervosa" (1977) e "Hanna e suas irmãs" (1986).
 
(informações do G1/Foto:Reuters).

Nenhum comentário: