domingo, 26 de fevereiro de 2012

Supervia: passageiros relatam atrasos, superlotação e má conservação de trens

Rio de Janeiro – Atrasos, superlotação e má conservação dos trens. Esses são alguns dos problemas apontados por passageiros que utilizam diariamente o sistema de trens urbanos da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Privatizado em 1998 e hoje operado pela empresa Supervia, o sistema fluminense recebeu investimentos, mas continua apresentando problemas rotineiros, que prejudicam a vida dos mais de meio milhão de passageiros que usam o sistema ferroviário diariamente.
A doméstica Solange Silvestre, de 47 anos, usa os trens desde que era adolescente. Moradora de Austin, na Baixada Fluminense, ela usa o sistema ferroviário diariamente para se deslocar de casa para o trabalho. “Tem dia que está bom, tem dia que está ruim. Tem dia que está atrasado. No final do dia, de 17h30 às 18h, o trem sempre vai cheio demais. Quem trabalha nas estações no meio do caminho, não consegue entrar nos trens, porque vai lotado e são poucos vagões. Tem que melhorar muita coisa, porque a gente passa muito sufoco”, reclama.

Fonte: Jornal do Brasil

Nenhum comentário: