terça-feira, 17 de julho de 2012

Drag-queen leva rapa

Letícia Roccos acusa fã de roubar suas perucas, botas e maquiagem. Eles se conheceram no ‘Face’
A drag-queen Letícia Roccos, de 30 anos, prestou queixa na 43ª DP (Guaratiba) contra um fã que ela abrigou em sua própria casa. A denunciante - cujo nome de batismo é Cícero de Albuquerque - diz ter sido roubada pelo rapaz, que mora em Barra Mansa, no Sul Fluminense. Segundo ela, na madrugada do último dia 10, foram furtados três estojos de maquiagem, perucas e botas, causando prejuízo de cerca de R$ 5 mil.
A vítima conheceu o suspeito através do Facebook, há cerca de um mês. "Ele me adicionou e disse ser meu fã. O cara também ficou muito interessado nos shows que eu faço e disse que tinha vontade de ser drag-queen", disse Letícia, que durante um mês ajudou o suspeito com dinheiro e abrigo.
O fã teria dito para Letícia que sofreu abusos da mãe quando era criança. "O corpo dele tem muitas cicatrizes. Ele me dizia que foram feitas pela mãe, que era ligada à magia negra. Acredito que com essa informação também ajudo a polícia a encontrá-lo", comentou a drag, ressaltando que nunca manteve relacionamento amoroso com o fã. "Tenho um companheiro há 18 anos".
Desde o dia 10, Letícia está fazendo show com perucas e botas antigas ou emprestadas por amigos. Ela também está passando perrengue no curso de maquiagem em que está inscrita, já que teve todo o material roubado.
Agentes da 43ª DP estão à procura do suspeito. O nome dele é mantido em sigilo para não atrapalhar as investigações. "Vamos chamar a vítima para depor novamente e estamos tentando localizar o acusado. Assim que conseguirmos identificá-lo, ele também vai ser convocado a depor", afirmou o delegado Marcos Cipriano, titular da distrital.

Relatos de mais vítimas
Letícia lançou uma campanha no Facebook pedindo ajuda para encontrar o ladrão e recuperar o material roubado. Segundo ela, o suspeito já foi visto em uma boate em Volta Redonda, no Sul do Estado.
"Há outras drag-queens me procurando dizendo terem sido vítimas do mesmo homem", contou Letícia, que suspeita que o acusado poderia assassiná-la. "Ele tirou as facas da cozinha e deixou ao lado da minha cama. Ou ele iria me matar enquanto eu dormia ou ia usar caso eu tentasse impedi-lo de roubar".

Fonte: Jornal Meia Hora

Nenhum comentário: