sábado, 29 de dezembro de 2012

Morreu Norman Schwarzkopf, o general que venceu a primeira Guerra do Golfo

Tinha 78 anos e era um "herói" americano. Expulsou Saddam Hussein do Kuwait em 1991.

O militar teve uma carreira de 34 anos e estava retirado. Nasceu em 1934 em Nova Jérsia e, em 1988, foi nomeado general chefe do Comando Central dos EUA. Três anos depois, viveu, com a Tempestade no Deserto, o momento mais brilhante da sua carreira militar. No conflito morreram 482 soldados aliados e entre 20 mil e 35 mil iraquianos.
Apesar de ter recebido muitas solicitações para entrar na vida política após a vitória aliada na primeira Guerra do Golfo, Schwarzkopf recusou, o que, para a opinião pública, foi mais uma decisão que confirmou o seu estatuto de genuíno herói americano.
O general Colin Powell, que fez a operação Tempestade no Deserto junto de Schwarzkopf - este sim tentou a carreira política e chegou a ser secretário de Estado do filho de George Bush, George W. Bush - disse que perdeu "um amigo" e que os EUA perderam "um herói". Era o militar mais prestigiado depois de Dwight D. Eisenhower e nd Douglas MacArthur
Morreu de complicações derivadas de uma pneumonia, anunciou a sua irmã, Ruth Barenbaum, citada pelo jornal The New York Times. Em 1993 tinha-lhe sido diagnosticado cancro na próstata, mas curara-se.

Fonte: Público

Nenhum comentário: