quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Presos suspeitos de praticarem saidinha bancária em Salvador

Dois homens foram presos na tarde de segunda-feira, 13, suspeitos de praticarem os assaltos conhecidos como saidinhas bancárias em diversos bairros de Salvador. Jefferson Bonfim dos Santos, de 30 anos, e Lucival Santos Silva, 38, foram detidos por uma equipe da 6ª Delegacia Territorial (DT) nas proximidades de uma agência bancária, na Avenida Frederico Costa, em Brotas. De acordo com os policias, eles estavam na porta do banco com uma motocicleta CB-300, de cor preta, placa JSP-7027.
Interrogado pela delegada Maria Dail Sá Barreto, titular da 6ª DT, Jefferson afirmou que teria ido a Brotas para assassinar um desafeto conhecido como Rodrigues, morador do bairro, que devia cerca de R$ 10 mil para ele.
Lucival, que disse trabalhar como vendedor ambulante no centro da cidade, admitiu ter comprado a pistola e mais 38 munições por R$ 3 mil na Feiraguai, em Feira de Santana. Ele tem passagem pela 11ª DT/Tancredo Neves por porte ilegal de arma e roubo, tendo sido libertado mediante o pagamento de uma fiança de R$ 20 mil.
Eles foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e formação de quadrilha e estão à disposição da Justiça. A equipe da 6ª DT investiga se a dupla agia com outros comparsas.

Fonte: Portal A Tarde

Realidade de Salvador cai na internet

As câmeras flagraram um homem fazendo xixi na rua

Sem estacionamento, banhistas estacionam ao longo da via

Na última terça-feira, 14, Salvador começou a fazer parte da lista de 77 cidades brasileiras mapeadas pelo programa Google Street View, que permite ao internauta ter acesso a imagens em 360º de diversos pontos da cidade a partir do endereço. Além dos tradicionais pontos turísticos como Farol da Barra e Pelourinho, o mapeamento do Google foi até alguns bairros periféricos como Engomadeira, Pau da Lima e São Marcos e disponibilizou na internet imagens do cotidiano da cidade. Quem navega pela ferramenta e escolhe como destino o Cristo Redentor da Barra, por exemplo, encontra muito lixo e falta de organização e estrutura no trânsito, o mesmo acontece nos bairros de Pau da Lima e Engomadeira.
Contradição - Uma das motivações da implantação do programa na cidade foi a proximidade da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, que acontecem na cidade em 2013 e 2014, respectivamente.
De acordo com Emmanuel Evita, Gerente de Relações Públicas da Google Brasil, a intenção do programa é auxiliar o turista que pretende visitar a cidade nesses e em outros períodos. "Você pode dar uma olhada antecipada na área do seu hotel, além dos shoppings, monumentos históricos e restaurantes próximos para ter uma noção dos arredores", afirmou em um post do blog Google Brasil.
Porém, parte das imagens encontradas ao nevegar pela capital baiana não podem ser consideradas um atrativo turístico. Ao escolher como destino a Av. Contorno, onde fica o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), o internauta se depara com usuários de drogas que ficam em um local já conhecido em Salvador, o muro que divide a Avenida e o bairro da Gamboa de Baixo. O mesmo acontece se o internauta desejar conhecer o Porto da Barra, onde a falta de estacionamentos faz com que os banhistas estacionem os carros ao longo da via. A imagem feita pelo Google mostra os carros estacionados ao longo da rua, interditando uma das faixas e atrapalhando o trânsito da região.
De acordo com o Secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, que afirmou que ainda não tinha navegado pelo programa e ficou sabendo de algumas imagens através da reportagem de A TARDE, as fotos feitas pelo Google Street não devem afetar o turismo no Estado. Segundo ele, os turistas que frequentam Salvador e outras cidades sabem que todos os locais possuem lados bons e ruins. "Prejudica, mas não pode ser considerado um fator essencial para a queda do turismo na cidade. Roma tem mendigos, Paris tem lixo, e todo turista sabe disso, não é só Salvador que tem pontos negativos", afirma. Ainda segundo o secretário, o programa vai ajudar a aumentar o turismo da Bahia através da internacionalização da cidade. "O programa é de extrema importância. Ao possibilitar uma visita virtual, o turista vai poder conhecer a cidade antes de vir aqui", afirma o secretário que acredita que dessa forma os visitantes se sentirão atraídos pela cidade.
Porém, para o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav - ba), Pedro Galvão, as imagens podem trazer prejuízos ao turismo, já que é um segmento sensível, e as pessoas pesquisam bastante sobre o destino antes de decidirem viajar. "O turista sabe que todas as cidades têm problemas, mas eles notam que em Salvador os problemas estão piores. Ao ver imagens como essas, ele repensa o destino da sua viagem", afirma. Mas, Pedro Galvão acredita que mesmo com os problemas, a Bahia ainda continua sendo um dos destinos mais procurados entre os viajantes. "Não vamos deixar de receber turistas por conta disso, mas quem vem de fora sabe que se a cidade não é boa para quem mora, também não vai ser boa para quem visita", conclui.

Remoção - Ainda segundo o Secretário de Turismo, o governo não cogita a possibilidade de pedir a remoção das imagens que possam causar impacto ao turismo. "Não se pode proibir a verdade, até porque remover as imagens chamaria mais atenção para o problema, temos que mostrar a cidade como ela é, o turista que vem aqui não visita só para ver coisas bonitas, ele sabe que a cidade tem lados ruins", enfatiza.
Através da assessoria de imprensa do Goolge Street View no Brasil, a empresa informou que não há previsão de quando as fotos serão refeitas. "Ainda não temos previsão, é um processo complexo que precisa ser estudado". Ainda segundo o Google, o projeto da implementação da ferramenta para Salvador deve ampliar os bairros contemplados nos próximos anos. "A nossa expectativa é colocar toda a malha viária da cidade", explica.
Sem previsão de novas fotos, turistas do mundo inteiro ainda terão que contemplar as imagens que são corriqueiras no cotidiano dos baianos, mas que ficam fora dos roteiros turísticos.

Luciana Gimenez mostra elasticidade em fotos

Rio -  Luciana Gimenez tem aquele corpão não é sem motivos. Mãe de dois filhos, a apresentadora postou no Twitter, na tarde desta quarta-feira, algumas fotos em que aparece fazendo exercícios físicos e mostrando toda a sua elasticidade.
Apresentadora mostra que tem equilíbrio | Foto: Reprodução Internet
Apresentadora mostra que tem equilíbrio | Foto: Reprodução Internet
Apresentadora cuida do corpo | Foto: Reprodução Internet
Apresentadora cuida do corpo | Foto: Reprodução Internet
apresentadora se exercita | Foto: Reprodução Internet
apresentadora se exercita | Foto: Reprodução Internet

Fonte: Jornal O Dia

Aos 21 anos e milionário, Luan Santana revela que não é completamente feliz

Rio -  Nos versos de seu novo sucesso, ‘Te vivo’, Luan Santana canta a solidão. Quem acompanha a carreira do astro sertanejo, de 21 anos, nem desconfia de que ele também passa por momentos difíceis. Em entrevista exclusiva ao DIA  para divulgar seu novo videoclipe, Luan confessa que, apesar de ter uma agenda de 20 shows por mês, ser milionário — ele cobra em torno de R$ 450 mil por apresentação, que, se somadas, daria cerca de US$ 5 milhões por mês — e estar sempre rodeado por uma multidão de fãs, sente-se solitário. “Não ter tempo para você é bem ruim. É muito assédio, acontece de você estar rodeado por muita gente e se sentir solitário. Eu me sinto sozinho às vezes. É difícil”, revela.

Cantor é só alegria com a carreira | Foto: João Laet
Cantor é só alegria com a carreira | Foto: João Laet
Um sentimento quase inacreditável se levarmos em conta o interesse das fãs em seus shows. As mais atiradas não jogam mais calcinhas no palco: a peça da vez é o sutiã. Luan precisa desviar das roupas íntimas nas apresentações. “Todo show, eu recebo uns 10 sutiãs no palco. Guardo todos num cantinho especial no meu escritório. Outro dia, uma fã jogou uma cueca que tinha uma tromba de elefante bem no meio”, conta, aos risos.
Aliás, é no palco que Luan costuma aplicar suas técnicas de sedução: “Eu vejo a menina na plateia, de longe, e peço para os meninos pegarem o telefone. Depois, eu ligo para combinar alguma coisa”. Sorte das fãs, que pulam, gritam e fazem loucuras para chamar a atenção do cantor. Segundo ele, as anônimas são as que mais têm chances. “O número de anônimas é bem maior que o de famosas. Aí, já viu, né?”, brinca.

Apesar do sucesso, Luan também passa por momentos difíceis | Foto: Divulgação
Apesar do sucesso, Luan também passa por momentos difíceis | Foto: Divulgação
Após os shows (fiquem ligadas, meninas!), ele costuma atacar na pista. Nas boates, porém, a tática do rapaz é diferente. “O artista sabe aonde pode ir para não ser descoberto. Gosto de sair no Rio e em São Paulo, que são cidades maiores. Na ‘night’, não peço para ninguém chegar. Eu mesmo falo com a menina. Mas prefiro marcar e terminar o serviço em outro lugar”, detalha um saidinho Luan. E prefere as mais assanhadas ou as recatadas? “Depende pra quê, né?”, diverte-se.
Apesar de falar sobre o amor em suas músicas, Luan ainda não foi visto namorando desde que começou sua carreira, há seis anos. “Sempre gostei de namorar. Já tive três namoradas antes de ficar famoso. Quando eu encontrar a menina certa e tiver para quem compor essas canções, todos vão saber. Enquanto isso, vou curtindo a vida”.
Ao assumir um namoro, ele já imagina o problema que vai enfrentar diante de suas fãs mais ciumentas. “Quando eu começo a seguir uma menina diferente no Twitter, algumas fãs ficam com raiva, começam a xingar a garota. Já imaginam que vou trocar mensagens no reservado com minha nova amiga”, entrega o cantor, que possui mais de quatro milhões de seguidores no microblog.
Reportagem: Victor Corrêa

Polícia divuga retrato falado de acusada de tentar roubar bebê em Ramos

Rio -  Policiais da 21ª DP (Bonsucesso) divulgam o retrato falado de uma mulher acusada de agredir, esfaquear, além de tentar roubar a filha de uma outra mulher na manhã da última terça-feira, em Ramos, na Zona Norte.
Na ocasião, a vítima estava saindo de um posto de saúde e após ser perseguida, sofreu as agressões. A desconhecida fugiu após um homem intervir, sem conseguiu levar a criança. Qualquer informação sobre a acusada pode ser encaminhada ao Disque Denúncia, através do telefone 2253 1177.
Foto: Divulgação
Mulher esfaqueou mãe para tentar roubar bebê na Zona Norte | Foto: Divulgação

População reclama que manifestação de vans complicou rotina

Rio -  Cerca de 2.500 mil vans ao redor do estádio Maracanã saíram em carreata pelo Centro do Rio para protestar na manhã desta quarta-feira. Os manifestantes do transporte alternativo legalizado prometem seguiram pelas avenidas Presidente Vargas e Rio Branco, até o Aterro do Flamengo e de lá, a pé, até a Cinelândia. Mais de 3.000 motoristas participaram da carreata. No final da tarde, os motoristas se dispersaram aos poucos até o fim do protesto.
A manifestação causou transtornos à população. O pesquisador de cadastro, Juliano da Silva, disse que chegou 2h depois do horário normal no trabalho. "Como estou começando no emprego novo, o protesto me atrapalhou bastante", enfatizou.

A estudante de engenharia da Universidade Estácio de Sá, Letícia Ferreira, 29 anos, não sabia da manifestação e foi surpreendida. "Acho que faltou informações da Prefeitura. Agora não sei se meu ônibus para casa vai passar aqui" disse.
A manifestação foi promovida pelo Movimento em Defesa do Transporte Alternativo (MDTA) do Município do Rio de Janeiro. O objetivo é promover a primeira grande assembléia da categoria, que reivindica a principalmente a licitação imediata de pessoas físicas com gestão operacional das linhas de vans através das cooperativas.
Os motoristas começaram a chegar ao Maracanã ainda de madrugada. Uniformizados, em sua maioria, eles se concentraram principalmente na Avenida Maracanã e na Rua Professoa Manuel de Abreu, no Portão 18. Os profissionais chegaram a estacionar em fila tripla, deixando apenas uma faixa para o trânsito.
Foto: Alexandre Vieira / Agência O Dia
Manifestantes reivindicaram licitação para cooperativas | Foto: Alexandre Vieira / Agência O Dia
Em nota, o MDTA informa que "todos os sindicatos e cooperativas de transporte alternativo do município, legalizados e de forma civilizada e pacífica, querem que o governo municipal libere imediatamente licitação como forma de garantir os cerca de 40 mil trabalhadores em suas atividades". A categoria alega que o Governo do Estado quer reduzir o número atual de concessões de sete mil para apenas 800.
Transporte precisa continuar, diz diretor
Os profissionais também querem ter permissão de circulação nos corredores BRS, exclusivo para ônibus em algumas vias do Centro e da Zona Sul do Rio, além de paradas comuns de embarque e desembarque nos pontos de ônibus. Segundo o MDTA, existem apenas 100 pontos oficializados para parada de vans na cidade. O número reduzido, segundo a entidade, acaba ocasionando multas aos motoristas. Segundo os trabalhadores, agentes públicos acabam se aproveitando para extorquir e emitir um número elevado de multas.
Segundo o diretor e um dos organizadores do MDTA, Hélio Souza, o transporte alternativo precisa continuar: "É com esta intenção que iniciamos a campanha pela manutenção deste serviço que há anos presta atendimento a 1,8 milhão de usuários e emprega 40 mil trabalhadores", informou Hélio.
Prefeito critica protesto
O prefeito Eduardo Paes criticou a manifestação de motoristas de vans que acontece nesta quarta-feira e disparou contra os possíveis líderes do protesto: "Nós não vamos proteger donos de cooperativa. Vamos fazer as licitações individuais. O que temos são esses donos de cooperativa, que querem ser patrão, em um trabalho que não é para ter patrão, agitando esse tipo de movimento".
Presente no Centro de Operações para acompanhar a manifestação, realizada no Maracanã e que promete causar grandes complicações no Centro do Rio, o prefeito não poupou críticas: "Direito a fazer protesto todo mundo tem, mas óbivio que tem que respeitar a população. A gente não pode prejudicar a população inteira por causa de uma manifestação".
As vans ocupam três faixas da Avenida Maracanã | Foto: Osvaldo Praddo / Agência O Dia
Protesto começou no Maracanã | Foto: Osvaldo Praddo / Agência O Dia
Com a carreata, mais de 3 mil vans ocuparam o entorno do estádio do Maracanã, causando grandes engarrafamentos na região. Segundo Paes, a população não pode pagar o preço pelo protesto:
"O ideal é que não saiam por ai engarrafando todo trânsito da cidade. Isso acaba jogando contra o próprio movimento. A gente pede respeito com a população, com o cidadão carioca", criticou.
Eduardo Paes disse que a reivindicação é em vão e que não haverá negociação: "Acabou. Nós não vamos licitar por cooperativas, vamos fazer licitações individuais e cada proprietário de van terá sua licença com as regras estabelecidas pela Prefeitura. Acabou dessa gente achar que vai ser dona da cidade e que vai usando os outros como massa de manobra"
O Aterro do Flamengo foi parcialmente fechado pelas vans estacionadas, e o Centro de Operações da prefeitura informou que houve congestionamento até em Jacarepaguá.
Só por volta das 16h20, as pistas do Aterro começaram a ser liberadas. Mas o trânsito seguia intenso em ambos os sentidos da via, deixando muitos motoristas congestionados.
Equipes da CET-Rio, da Guarda Municipal, da Polícia Militar e homens do Batalhão de Choque acompanharam os manifestantes o tempo todo. Não houve registro de confusão.
SuperVia teve aumento de embarques
A SuperVia informa que, até as 16h desta quarta-feira, registrou 11 mil embarques a mais no sistema ferroviário, em comparação aos dados registrados na última quarta-feira. A concessionária ressaltou, em nota, que "reforçou a equipe de atendimento para garantir a segurança e o bem estar dos passageiros nas viagens de volta para casa essa noite, após um dia de manifestação realizada pelos motoristas de vans no Centro da cidade".
Fonte: Jornal do Brasil

Nasceu o 2º Filho de 'Cláudia Leitte'



Nasceu na madrugada desta quarta-feira, 15, Rafael, segundo filho de Claudia Leitte  com o empresário Márcio Pedreira. Claudia e Márcio também já são pais de Davi, de 3 anos.
Rafael chegou ao mundo pesando 3.305kg e medindo 49 cm, no hospital Aliança de Salvador, na Bahia. As informações são da assessoria de imprensa da cantora.

As informações são do EGO.