terça-feira, 4 de dezembro de 2012

'Status da Chiquinha' - Chiquinha Absurda

Christine Fernandes curte praia no Rio

  EGO
Christine Fernandes aproveitou o calorão do Rio de Janeiro nesta terça-feira, 4, para ir à praia. A atriz esteve na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Para proteger o rosto, Christine usou  um chapelão vazado, que deixava o alto da cabeça à mostra.
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca (Foto: Dilson Silva / Agnews)
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)A atriz estava sozinha
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)Christine exibiu boa forma em um biquíni de lacinho
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)A barriguinha está muito bem, obrigada
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)Christine Fernandes curtiu o sol nesta terça-feira, 4
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)Detalhe para o biquíni pequenino na parte de trás
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)O chapelão protege o rosto do sol direto
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)Um camisão de tecido fino para deixar a praia
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)Nos pés, o chinelinho combina com a roupa
Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca  (Foto: Dilson Silva / Agnews)Christine Fernandes na praia da Barra da Tijuca (Foto: Dilson Silva / Agnews)

PM acusado de matar juíza no RJ é condenado a 21 anos de prisão

O cabo da Polícia Militar Sergio Costa Júnior, réu confesso no processo da morte da juíza Patricia Acioli, foi condenado a 21 de prisão por homicídio triplamente qualificado - motivo torpe, mediante emboscada e para ocultar crimes anteriores - e formação de quadrilha. Ele foi benefeciado pela delação premiada tendo sido reduzida a pena total em um terço.
Na sentença, o juiz Peterson Simão, da 3ª Vara Criminal de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, considerou o crime de "extrema ousadia" e muita "gravidade". "As declarações dele contribuíram para as descobertas do crime [..] todavia a redução da pena será fixada no valor mínimo", disse o juiz, sobre o benefício da delação premiada.

A magistrada foi morta em 2011, com 21 tiros, quando chegava em casa, em Piratininga, Niterói. Ela já havia condenado PMs e estava responsável por julgar casos de supostos autos de resistência, cujos investigados também eram policiais.
Além de Sérgio, outros 10 PMs são réus no processo, incluindo o então comandante do 7º BPM (São Gonçalo), Cláudio Luiz de Oliveira. O batalhão fica na mesma comarca, na qual a juíza atuava.

Parentes protestam em porta de fórum
Mais cedo, parentes de Patricia Acioli colaram cartazes na grade do Fórum de Niterói. A família confeccionou faixas, utilizando as cores azul e branco, as mesmas tonalidades da bandeira do Rio de Janeiro, com a frase "faxina geral na PM".

Parentes da juíza Patricia Acioli colaram cartazes na grade do fórum, onde acontece o julgamento de um dos PMs acusados do crime (Foto: Janaína Carvalho/G1) 
Parentes da juíza Patricia Acioli colaram cartazes
na grade do fórum (Foto: Janaína Carvalho/G1)
No meio do cartaz foi colocada a foto de Patrícia, ao lado dos nomes dos 11 policiais militares acusados de participar do assassinato.
Às 13h30, teve início a fase de debates entre acusação e defesa no julgamento de Sérgio Costa Júnior. O promotor do caso, Leandro Silva Navega, apresentou aos jurados o vídeo de uma reportagem do Fantástico, exibida após o assassinato da magistrada, que mostra de que forma atuavam quadrilhas formadas por policiais militares de São Gonçalo, na Região, Metropolitana, município onde a juíza atuava.

“Patricia decretou a prisão desses policiais naquele dia e, por isso, eles a executaram dessa maneira cruel. E o coronel [Cláudio Oliveira, então, comandante do 7º BPM (São Gonçalo)] tinha conhecimento disso e não fez nada”, disse em seu discurso, o assistente de acusação Técio Lins e Silva.

Crime
Em seu depoimento, o cabo da PM Sérgio afirmou que teria dado cerca de 15 tiros no carro onde a juíza estava. Ainda segundo ele, no dia 11 de agosto de 2011, quando já havia rumores de que Patrícia Acioli decretaria a prisão dos envolvidos em um auto de resistência de um menor de idade, o grupo decidiu executar o plano de matar a magistrada.
Quando Sérgio e o tenente Daniel Benitez aguardavam pela saída da juíza do fórum, teriam visto nas redondezas o carro da advogada Ana Cláudia Abreu Lourenço, defensora de alguns suspeitos do assassinato do menor. Foi então que Benitez ligou para a advogada e recebeu a notícia de que a prisão deles havia sido pedida.

Envolvimento de comandante
Questionado pelo promotor Leandro Navega, Sérgio admitiu que ele e o tenente Daniel Benitez não executaram a juíza no caminho para não serem flagrados por câmeras. "E se fosse em São Gonçalo ia chamar a atenção para a gente, pois trabalhamos lá".
O cabo também voltou a dizer que no dia em que chegaram à Unidade Prisional da PM (BEP), eles receberam a visita do tenente-coronel Cláudio Luiz Oliveira, que teria dado força ao grupo. "Depois, ele (Cláudio) ficou só com o Benitez. À tarde, quando o Benitez veio conversar com a gente, falou que tinha dito ao tenente-coronel que executou a juíza com ajuda de milicianos", afirmou Sérgio. Para o assistente de acusação Técio Lins e Silva, o depoimento do cabo deixa evidente o envolvimento do tenente-coronel no homicídio.
No final do depoimento, que durou cerca de uma hora e meia, o réu disse ter se arrependido muito de tudo o que havia feito, tanto para sua própria família, como para a família da juíza."No dia que cheguei em casa chorei muito. Tenho muito arrependimento e tenho que pagar pelo que fiz".

Outros acusados
Os réus Junior Cezar de Medeiros, Jefferson de Araújo Miranda e Jovanis Falcão Junior serão julgados no dia 29 de janeiro de 2013, também às 8h.
O juiz Peterson Barroso Simão também decidiu desmembrar o processo em relação aos outros sete acusados, incluindo o tenente-coronel Claudio Luiz de Oliveira, acusado pelo Ministério Público de ser o mandante do crime.
Ele e o tenente Daniel Benitez estão no presídio federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Os demais estão presos na cadeia pública Pedrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio.
De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio, os demais acusados aguardam o julgamento de recursos contra a sentença de pronúncia. Os recursos serão julgados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF).

'Chiiiiicompadre!!!!'

'Chicompadre!' - Gordura!

Fik Dik!

Um pequeno erro na imagem abaixo foi descoberto... OOOOOOHHHHH!!!!!

Redução na conta de luz é inferior aos 20,2% anunciados por Dilma Rousseff

O valor da conta de luz dos brasileiros pode ficar até 16,7% menor a partir de 2013, disse nesta terça-feira (4/12) o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Zimmermann.
A diminuição é resultado das assinaturas antecipadas de contratos de concessão de energia elétrica que ocorreu há pouco.
O percentual é inferior aos 20,2% anunciados pela presidenta Dilma Rousseff, em setembro. Segundo Zimmermann, o percentual menor é atribuído à recusa das companhias Energética de São Paulo (Cesp), Energética de Minas Gerais (Cemig) e Paranaense de Energia (Copel) em aderir à proposta do governo.
“A decisão dessas empresas estaduais, que decidiram pela não prorrogação, está causando diretamente, o impacto de não atingir a meta de 20,2%. Estranhamos que essas empresas preferiram priorizar os acionistas do que a população”, disse o secretário executivo.
Segundo o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hübner, a redução no valor da conta de energia elétrica, de 16,7%, poderá ser sentida pelos consumidores em março do ano que vem.
Do montante de 25.452 megawatts (MW) de capacidade instaladas das hidrelétricas, apenas 15.311 MW foram renovados antecipadamente, ou seja, apenas 60% das companhias de geração aceitaram os termos do governo. Com isso, a expectativa de conseguir diminuir em 8,5% o percentual da geração caiu para 5,1%. Em contrapartida, todas as empresas de transmissão aderiram ao plano.
Uma das usinas da Cesp, a Hidrelétrica Três Irmãos, entre os municípios de Andradina e Pereira Barreto, em São Paulo, terá que ser devolvida à União, por causa da não renovação da concessão, no começo de janeiro. Segundo Zimmermann, a expectativa do governo é fazer o leilão ainda no primeiro semestre do ano que vem. No segundo semestre, o mesmo deverá ocorrer com a Usina Hidrelétrica de Jaguará, em Minas Gerais, pertencente à Cemig. As duas companhias têm capacidade de 1.300 MW.
Mesmo sem a meta de redução atingida, o secretário executivo do MME acredita que houve “uma grande vitória” por parte do governo, que conseguiu adesão de 100% das transmissoras e 60% das usinas de geração. Com os termos assinados, haverá discussões internas no governo para avaliar a possibilidade de um aporte do Tesouro Nacional a fim de atingir os 20,2%, anunciados anteriormente. 

Fonte: _______ Tribuna da Bahiia!!______

Aumento de calor em Patos provoca problemas de saúde

Com temperaturas variando entre 24 e até mais de 40 graus, a cidade de Patos está entre as mais quentes do Brasil. A cidade chegou a ser estudada como uma das melhores localizações para se observar um eclipse solar. Esse fato aconteceu na década de 40 quando um grupo de cientistas Norte-americanos fizeram pesquisas. O marco de referência se encontra em uma Praça em frente a Lojas Americanas, Rua Leôncio Wanderley, Centro. De lá para cá, a “Morada do Sol” só esquentou cada vez mais.
A alta temperatura na cidade tem provocado inúmeros problemas na saúde. De acordo com o médico Dr. Denilson Alencar, as crianças e idosos estão entre os mais afetados pela elevação da temperatura e o baixo índice na umidade relativa do ar. A baixa umidade deixa a sensação térmica ainda maior que as registradas pelos medidores. “O calor aumenta o metabolismo do corpo. Com o corpo trabalhado mais para refrigerar, e devido a um consumo baixo de líquidos, ou mesmo com as pessoas consumindo quantidades consumidas em momentos de temperaturas mais amenas, o corpo dá sinais que levam a problemas na saúde. Com o aumento da temperatura são ocasionados vários problemas, entre os quais: respiratórios, hipertensivos e até mesmo infartos”, relatou o médico.
Dr. Denilson ainda comentou: “É necessário que as pessoas consumam mais líquidos para repor as perdas do corpo. Os pais devem redobrar os cuidados com as crianças e os cuidadores de idosos também. Esses dois grupos são quem mais sofrem. O uso do protetor solar é indispensável. Quem puder mudar os hábitos de exposição ao sol faz bem. Os treinos físicos ao sol também devem ser revistos. Caminhar ao sol forte não é recomendado”.
No comércio local está se intensificando a compra de ventiladores, umidificadores de ar e ar-condicionado de todos os tipos. A busca desses objetos, principalmente ar-condicionado já se encontra em falta numa das maiores lojas de Patos.
Os hospitais da cidade de Patos também estão recebendo demandas provenientes do aumento de temperatura. Os números não são oficiais, mas estimativas empíricas de profissionais da saúde relatam um aumento de quase 25% nos casos gerados devido à temperatura elevada.

Folha da Paraíba

Hillary Clinton pede que Otan e Rússia pressionem Coreia do Norte por foguete

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, pediu nesta terça-feira à Otan e à Rússia que pressionem a Coreia do Norte para que desista de lançar um foguete considerado pelos ocidentais e parte da comunidade internacional ser um míssil.

"Os Estados Unidos estão profundamente preocupados com o recente anúncio por parte da Coreia do Norte da intenção de lançamento de um foguete", declarou Hillary durante uma reunião de ministros das Relações Exteriores da Otan e da Rússia em Bruxelas, de acordo com a transcrição realizada por um responsável americano.

"Pedimos que todos aqui presentes peçam publicamente à Coreia do Norte que respeite suas obrigações em virtude das decisões do Conselho de Segurança da ONU", completou.

Pyongyang anunciou no sábado que lançará ao espaço, entre 10 e 22 de dezembro, um satélite de observação terrestre transportado por um foguete.

Os Estados Unidos e seus aliados na Ásia - Coreia do Sul e Japão - condenaram com veemência o anúncio do regime comunista de Pyongyang, sobre o qual já pesam várias sanções internacionais devido a dois testes nucleares realizados em 2006 e 2009.

Fonte: Estado de Minas.com.br

Foto de homem prestes a morrer no metrô de Nova York causa polêmica

 Foto foi publicada na capa do jornal (Reprodução/ The New York Pos)

Uma foto na primeira página do jornal The New York Post, que mostra um homem a ponto de ser atropelado pelo metrô em Nova York, causou polêmica e levou muitos leitores indignados a criticar a publicação da imagem e a questionar o porquê de ninguém ter tentado salvar a vítima.
A polícia disse que a vítima foi jogada nos trilhos durante um briga com um homem transtornado, em uma estação de metrô de Manhattan, na segunda-feira. O homem tentou sair dos trilhos, mas foi atingido pelo trem. Ele acabou morrendo na frente de uma multidão de passageiros.
Uma das testemunhas era um fotógrafo free-lancer do Post, que tirou uma série de fotos, inclusive a que ocupa a primeira página do jornal nesta terça-feira, junto à manchete "Jogado nos trilhos do metrô, este homem está prestes a morrer".
O Post defendeu-se, alegando que esta e as outras duas fotos publicadas foram tiradas na tentativa do fotógrafo de resgatar o homem.
"Sem a força necessária para tirar a vítima (dos trilhos), o fotógrafo usou seu único recurso disponível e começou rapidamente a disparar o flash para advertir ao condutor do trem para que parasse", afirma o Post em uma nota.
No entanto, os leitores criticaram o fotógrafo e os editores do jornal por sua atitude.
"O fotógrafo disse que usou o flash da câmara para alertar o condutor, só que as fotos saíram muito bem batidas", situou uma leitora. A polícia, por sua vez, informou que continua procurando o homem que jogou a vítima na via do metrô.

Fonte: Jornais de MG

Taylor Swift recebe ameaças de morte por parte de fãs do suposto namorado

De bobinha, ela só tem a carinha: assim é Taylor Swift que, a despeito de seu ar de anjinho, é uma mocinha namoradeira, acusada por muitos de ser destruidora de corações e sempre muito bem acompanhada. John Mayer, Tayor Lautner e Jake Gyllenhaal  estão aí no currículo da cantora para comprovar. E, agora, a bola da vez é Harry Styles, integrante do One Direction, boy band sensação do momento.
Taylor Swift e Harry Styles: caminhada no Central Park, domingo (2), reafirmou boatos sobre o namoro dos dois jovenzinhos
Taylor Swift e Harry Styles: caminhada no Central Park, domingo (2), reafirmou boatos sobre o namoro dos dois jovenzinhos
Mas parece que se a Harry a lourinha tem feito um bem danado, as fãs do rapaz Taylor tem incomodado bastante: segundo o jornal 'Daily star', a estrela tem recebido diversas ameaças por redes sociais, com 'ordens' de jovens apaixonadas por Harry que 'exigem' que Taylor se afaste do cantor.
Já o integrante do One Direction vem se mostrando enfurecido com o desenrolar dos fatos, afirmando que, obviamente, tem o direito de sair com quem quiser. Uma pia cheia de louça pra lavar ninguém quer, não é mesmo?

Fonte: Jornal do Brasil (com Helô Tolipan)

Novas Frequências: festival agita o Rio com o melhor da música contemporânea!

“Vamos nessa!”, exclama Chico Dub nas primeiras linhas dos e-mails que trocou com a coluna para falar da atual ‘menina dos seus olhos’. O motivo de toda a empolgação do reconhecido produtor cultural carioca é a 2ª edição do Novas Frequências, festival de música contemporânea que vai ocupar novamente o Oi Futuro Ipanema, no Rio, de hoje (4) a domingo.
O evento, idealizado por Chico em parceria com a também produtora cultural Tathiana Lopes, abre as portas da cidade para oito artistas, dos quais sete são internacionais, que trarão para cá o que há de mais experimental no planeta em matéria de música. “O Novas Frequências nasceu, dentre outros motivos, para colocar o Rio de Janeiro no circuito dessa nova produção internacional que não estava sendo, por diversos motivos, privilegiada por aqui. Uma das coisas que ele traz de novidade é justamente esse frescor na programação: artistas 100% inéditos não só no Rio, mas em todo o Brasil”, explica Chico.
Entre nomes como Actress, Prince Rama, Maria Minerva e outros, aparece o de Cadu Tenório, único brasileiro que irá participar do festival, por razões esclarecidas por Chico. “O grosso da programação sempre será voltado para a produção internacional. Nosso sobrenome é em inglês, ‘New Music International Festival’. Em 2012, dentro da proposta do Novas Frequências, o Cadu, sem dúvida, é o brasileiro que mais se destacou. Ele é realmente impressionante”, elogia o produtor, que, neste ano, leva uma pocket versão do festival para Sampa, promovida pelo site de crowdfunding Queremos!: “Esta edição especial do Novas Frequências é apenas o início do casamento do festival com São Paulo”.
Como realizador, Chico parece estar mais do que satisfeito com o efeito do Novas Frequências sobre o público. “A atmosfera dos shows é exatamente como eu e a Tathiana pensamos. E dá gosto de ver: todo mundo sentadinho, prestando atenção, de olhos fechados e se deixando levar pela música”, derrete-se. Aos cariocas ávidos por novas por novas sensações, Dub dá seu recado na entrevista abaixo.
Heloisa Tolipan: Chico, vem por aí a 2ª edição do Novas Frequências. Em relação à 1ª edição do festival, existe alguma novidade para o público na realização do projeto neste ano?
Chico Dub: Em linhas gerais, o festival mantém sua identidade conceitual: shows inéditos no Brasil de artistas da nova vanguarda da música contemporânea em apresentações intimistas no teatro do Oi Futuro Ipanema. A novidade mais evidente está no aumento no número de dias (05 para 06) e também na quantidade de artistas (06 para 08). Porém o mais importante, claro, diz respeito à parte artística, ainda mais forte que a do ano passado. Actress, Hype Williams e pole, por exemplo, são nomes fundamentais e obrigatórios na produção contemporânea. E há a forte presença de artistas mulheres: Julianna Barwick, Prince Rama, Maria Minerva e Inga Copeland, que é metade do Hype Williams. Hoje em dia há toda uma nova cena de música experimental e eletrônica elencada por mulheres que precisava ser destacada.
HT: O primeiro Novas Frequências foi um sucesso. Você acredita que os cariocas são bons apreciadores da experimentação proposta pelo festival? A atmosfera dos shows é aquela que você e a Tathiana imaginaram quando desenvolveram o projeto?
Chico: Sempre houve espaço para a experimentação no Rio. O Chelpa Ferro está aí há mais de uma década, por exemplo. Tem a Plano B, na Lapa; o Multiplicidade está em sua 8ª temporada; a Audio Rebel, em Botafogo, vem fazendo um 2012 espetacular; tem a Comuna; tivemos John Zorn no Jardim Botânico... Junte a isso o fato de que, felizmente, os cariocas, graças a essa nova "slash generation", estão muito mais curiosos em relação ao "desconhecido" do que gerações anteriores. Acho que o público estava pronto, meio que aguardando o surgimento de um festival sólido e bem amarrado com uma proposta ousada e avançada como o Novas Frequências.
A atmosfera dos shows é exatamente como eu e a Tathiana pensamos. E dá gosto de ver: todo mundo sentadinho, prestando atenção, de olhos fechados e se deixando levar pela música.
Chico Dub: produtor conversou conosco sobre as novidades e o futuro do festival Novas Frequências
Chico Dub: produtor conversou conosco sobre as novidades e o futuro do festival Novas Frequências
HT: Quais características chamaram a sua atenção em cada artista convidado para vir ao festival neste ano?
Chico: Prince Rama é bem visceral, faz uma mistura de rock com elementos orientais, influência hindú e tintas eletrônicas. pole é um gênio do dub techno, um artista que usa o noise como ponto de partida para a sua celebrada sonoridade. Actress é um obsessivo por detalhes e texturas, seja a base principal de sua música house, techno ou música ambiente. Maria Minerva é a diva absoluta do lo-fi e o produto de exportação mais cool da Estônia. Julianna Barwick é transcedental, atualiza a new age em cânticos etéreos de se emocionar de tão bonitos. Lenticular Clouds faz trilha para o cosmos. Cadu Tenório é das figuras mais interessantes surgidas nesta década, dono de quatro projetos bem diferentes entre si que podem soar como drone, dark ambient, synth-pop e noise extremo. Hype Williams é fumaça pura: dub, hip-hop, (muita) névoa e elementos performáticos.
HT: Cadu Tenório é o único brasileiro entre os oito artistas que participarão do Novas Frequências. Convidar somente um brasileiro foi uma opção da curadoria ou só o Cadu se destacou no cenário neste último ano?
Chico: O Novas Frequências sempre terá o grosso de sua programação voltado para a produção internacional. Nosso sobrenome é em inglês, "New Music International Festival”. Não é uma crítica à música sendo feita aqui, longe disso, aliás. Mas acredito que já existem diversos articuladores promovendo interessantes encontros e propostas dentro de uma cena carioca/ nacional. O Novas Frequências nasceu, dentre outros motivos, para colocar o Rio de Janeiro no circuito dessa nova produção internacional que não estava sendo, por diversos motivos, privilegiada por aqui. Uma das coisas que ele traz de novidade é justamente esse frescor na programação: artistas 100% inéditos não só no Rio mas em todo o Brasil.
Em 2012, dentro da proposta do Novas Frequências, o Cadu, sem dúvida, é o brasileiro que mais se destacou. Trabalhar ao mesmo tempo em quatro projetos - Sobre a Máquina, Ceticências, VICTIM! e Santa Rosa's Family Tree - sem deixar cair a qualidade, e, no meio disso tudo, ainda controlar um selo para dar vazão a produção de outros artistas (Bemônio e Guerrinha, por exemplo, ambos sensacionais), é realmente impressionante.
No momento, penso em outro projeto, com formato e propostas distintas, para trabalhar com artistas nacionais em 2013. Tem muita gente boa por aí.
HT: Desta vez, o festival também vai rolar em SP, mas só por um dia. Existe a intenção de produzir um Novas Frequências lá com a mesma estrutura do evento carioca nos próximos anos?
Chico: Sem dúvida alguma. Esta edição especial do Novas Frequências promovida pelo Queremos! é apenas o início do casamento do festival com São Paulo.

Fonte: Jornal do Brasil

'Teste Seus Amigos'

'Um Amigo Seu Em Sua Casa...'

'A Vagaba' - Humor no FACE