segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Bomba: investigação sobre morte de Amy Winehouse será reiniciada

Para quem achava que a imagem de Amy Winehouse já estava devidamente poupada de qualquer polêmica que ainda pudesse envolver a diva eterna da música, tolo engano. Em janeiro, será reaberta a investigação sobre a morte da cantora, em julho de 2011. O processo anterior sobre o incidente envolvendo Amy foi interrompido, poisa legista Suzanne Greenway foi considerada 'não-qualificada' o suficiente para tirar conclusões sobre o caso.
Logo após a morte da cantora, foi descartado o consumo de drogas como motivo para sua morte, que teria sido acidental e relacionada ao excesso de álcool ingerido. E, em novembro, Suzanne foi obrigada a se afastar da investigação por não ter tempo de experiência necessário para comandar o caso.
Amy Winehouse: após um ano e meio de sua morte, investigação será reaberta em Londres
Amy Winehouse: após um ano e meio de sua morte, investigação será reaberta em Londres
O retorno de toda a maratona investigativa deve ser efetuado no dia 8 de janeiro, pelo tribunal de Saint Pancras, segundo informações veiculadas por um representante do conselho de Camden, bairro em que Amy morava.

Fonte: Jornal do Brasil (H. Tolipan)

Mensalão: STF decreta perda de mandato de deputados

  • Celso de Mello volta ao STF após ficar internado dois dias
Os parlamentares condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, estão proibidos de exercer seus mandatos, segundo decisão de hoje (17) do Supremo Tribunal Federal (STF). Por placar de 5 votos a 4, a Corte entendeu que a decisão de cassar os mandatos não cabe ao Congresso Nacional, pois as casas legislativas só devem ratificar o entendimento do STF. A decisão só deve ser cumprida quando transitar em julgado, ou seja, quando não houver mais possibilidade de recursos.
Três deputados federais condenados no mensalão serão diretamente afetados: João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT). O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), já sinalizou em outras oportunidades que não pretende aderir automaticamente ao entendimento do STF, pois acredita que a Corte não pode deliberar sobre um tema político.
A questão da perda de mandato começou a ser discutida no dia 6 de dezembro. O último debate ocorreu há uma semana, quando o placar estava empatado em 4 votos a 4: metade dos ministros defendia a preponderância da decisão do STF e a outra metade queria que a última palavra fosse do Congresso Nacional.
Último ministro a votar, Celso de Mello ficou doente, o que acabou postergando o desfecho para hoje. O ministro foi internado com infecção nas vias respiratórias na última quarta-feira (12), e só recebeu alta médica na sexta-feira (14).
Conforme já havia sinalizado em discussões anteriores, o ministro aderiu à tese de que a decisão final sobre perda de mandato é do STF. Para Celso de Mello, não é possível aceitar que um parlamentar com diretos políticos suspensos por condenação criminal continue exercendo mandato.
"A perda do mandato é consequência direta e imediata da suspensão de direitos políticos por condenação criminal transitada em julgado. Nesses casos, a Câmara dos Deputados procederá meramente declarando o fato conhecido já reconhecido e integrado ao tipo penal condenatório", disse.
O ministro ainda criticou a possibilidade de a Câmara dos Deputados não cumprir a decisão do STF, o que classificou como "intolerável, inaceitável e incompreensível". Ele defendeu a responsabilização penal dos agentes públicos que se negarem a cumprir decisões judiciais, alegando que "qualquer autoridade pública que desrespeita a decisão do Judiciário transgride a ordem constitucional".
No início do voto, Celso de Mello defendeu também que o presidente do STF e relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, seja o responsável pela execução das penas dos réus, sem delegar a função para juízes de instâncias inferiores.

"A brasileira é a melhor", diz Claudia Leitte sobre versões do 'The Voice'

Claudia Leitte, Carlinhos Brown, Daniel e Lulu Santos,  técnicos da primeira edição do 'The Voice Brasil', da TV Globo, estiveram no 'Mais Você', na manhã desta segunda-feira (17). No programa apresentado por Ana Maria Braga, os cantores falaram sobre a experiência de compor o elenco do reality show musical. "Maior alegria, maior orgulho", definiu Lulu.
Já Claudia Leitte foi enfática ao comentar a qualidade da atração. "A gente foi ficando mais seguro e começou a rolar uma leveza. Você pensa que é uma oportunidade, você está aprendendo, é um público enorme, então, precisávamos relaxar. Fazendo uma comparação com os programas lá de fora, o daqui é, sem sombra de dúvidas, muito melhor do que todos os outros a que já assisti, muito melhor", afirmou a cantora. E aí, concorda com Claudia? Se sim, pode ficar feliz porque a segunda edição do 'The Voice Brasil' já tem data para estrear: julho de 2013.
Claudia Leitte sobre o 'The Voice Brasil': "O daqui é, sem sombra de dúvidas, muito melhor do que todos os outros que já assisti"
Claudia Leitte sobre o 'The Voice Brasil': "O daqui é, sem sombra de dúvidas, muito melhor do que todos os outros que já assisti"

Fonte: Jornal do Brasil (Heloísa Tolipan)

Histórico: Gal Costa chega ao Circo Voador com a turnê 'Recanto'!

Em recente entrevista à Marília Gabriela, no 'De Frente com Gabi', do SBT, Gal Costa declarou que "gostaria de fazer um show para os jovens". E como vontade de musa é sempre uma ordem, a fatal se apresenta no dia 26 de janeiro, no Circo Voador, no Rio de Janeiro.
Desde o início de 2012, a cantora já passou por diversas cidades brasileiras com a turnê 'Recanto' e, no Rio, apresentou as músicas do 30º álbum de sua carreira, produzido por Caetano e Moreno Veloso, em espetáculos inesquecíveis na Miranda, Vivo Rio, Theatro Net Rio, onde gravou o DVD que deve ser lançado no próximo ano, e no festival Back 2Black. Mas nada parece tão empolgante quanto vê-la embaixo da emblemática lona do Circo, cercada de boas energias por todos os lados, em uma apresentação que promete ser histórica.
Gal Costa se apresenta no Circo Voador, no dia 26 de janeiro
Gal Costa se apresenta no Circo Voador, no dia 26 de janeiro
Acompanhada da banda que esteve ao seu lado durante toda a turnê, composta por Domenico Lancellotti (bateria e MPC), Pedro Baby (guitarra e violão) e Bruno Di Lullo (baixo), Gal vai fazer um show para os jovens, mas, muito além disso, para os que não puderam pagar o alto valor dos ingressos de suas recentes apresentações. Desta vez, o show custará R$ 100, a inteira, e R$ 50, a meia-entrada para estudantes, idosos e menores de 21 anos. Também pagam meia-entrada os fãs que levarem 1kg de alimento ou o e-flyer do Circo ao ato da compra  do ingresso na bilheteria da casa. Ou seja, vai sair barato para todo mundo. Que sorte a nossa.

Fonte: Jornal do Brasil (Heloísa Tolipan)

Letícia Spiller já planeja festa de 40 anos

Letícia Spiller só completa 40 anos em 19 de junho de 2013, mas já está pensando na festa de aniversário.
A atriz confidenciou a amigos que quer uma comemoração de arromba, com tudo a que tem direito, e muitos convidados na data especial.
Letícia está pensando em alugar uma casa de festas ou até um sítio para o agito da mais nova quarentona do pedaço. E com tudo em cima, diga-se de passagem.

Fonte: Anna Ramalho (Jornal do Brasil)