sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Ex-apresentador da BBC cometeu mais de 200 crimes sexuais

O ex-apresentador da rede britânica BBC, Jimmy Savile, cometeu mais de 200 crimes sexuais durante cerca de 50 anos, informa um relatório da polícia divulgado nesta sexta-feira (11). Segundo o documento, crianças e adolescentes compõem a maior parte das vítimas, que foram atacadas em todo o Reino Unido, em locais que vão de estúdios de TV a hospitais e até mesmo um hospício.
Detetives disseram que a escala dos abusos de Savile não tem "precedentes no Reino Unido". Os investigadores registraram 214 crimes supostamente cometidos pelo ex-apresentador entre 1995 e 2009, incluindo 34 estupros, contra vítimas de idades entre 8 e 47 anos. Ao todo, 450 pessoas se apresentaram com informações sobre abusos de Savile.
O número de crimes deve aumentar ainda mais, uma vez que mais relatos de vítimas estão sendo registrados, disse o detetive superintendente David Gray, chefe policial da investigação. O relatório da polícia é o mais completo até agora sobre as acusações contra Savile, uma personalidade famosa que morreu em outubro de 2011, aos 84 anos.
O sofisticado funeral do ex-apresentador refletiu sua carreira como celebridade e incansável ativista de projetos de caridade, mas um documentário divulgado no ano passado tirou sua máscara, mostrando que ele era um grave criminoso sexual que se aproveitava da fama para atacar crianças. As informações são da Associated Press.
Segundo o documento, crianças e adolescentes compõem a maior parte das vítimas, que foram atacadas em todo o Reino Unido. (Foto: Divulgação)
Segundo o documento, crianças e adolescentes compõem a maior parte das vítimas, que foram atacadas em todo o Reino Unido. (Foto: Divulgação)


Fonte: Diário do Litoral

Nenhum comentário: