quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Grávida de nove meses é baleada na cabeça durante assalto em São Paulo

Uma tentativa de assalto deixou os paulistanos ainda mais indignados com a violência na cidade. Em uma tentativa de assalto, uma jovem, que estava grávida de nove meses, levou um tiro no rosto quando chegava em casa, na noite de terça-feira (9). Ela está internada na UTI, em coma, com a bala ainda alojada na cabeça. Os médicos fizeram uma cirurgia de emergência para retirar o bebê.

 

Daniela Nogueira Oliveira, de 25 anos, está casada há quatro e curtia o finalzinho da gravidez. Ela estava chegando do trabalho e parou o carro do lado de fora do condomínio onde mora. Algumas pessoas viram quando uma moto amarela com dois homens apareceu. Não se sabe direito o que houve, mas segundos depois, ela levou um tiro no rosto.
Acompanhe o Jornal Hoje também pelo twitter e pelo facebook.
Da sacada do apartamento, o marido de Daniela percebeu que algo sério estava acontecendo. Ele viu que, ao lado do carro da esposa, havia equipes de resgate. Logo imaginou que ela estava em trabalho de parto, mas quando chegou no local descobriu que a esposa tinha sido baleada. “Ele disse que ouviu o tiro, mas com os estalos das motos, ele ficou em dúvida se era realmente o tiro ou se era barulho de moto”, conta Roseli Moreira Alves, amiga da vítima.
O parto, que estava previsto para a próxima semana, foi feito de emergência. A criança, uma menina, está na UTI neonatal e passa bem. Já o estado de Daniela é gravíssimo. Segundo a família, os médicos ainda não retiraram a bala. “O médico achou melhor não tirar, porque está em uma região muito crítica da cabeça da cabeça. Ela está em coma, a bala atingiu o lado esquerdo do rosto, passou pelo nariz e se alojou na nuca”, relata Gilsemar Oliveira, cunhado de Daniela.

Fonte: Jornal Hoje (Rede Globo)

Nenhum comentário: