quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Lula se compara a Lincoln: 'a imprensa batia igualzinho batem em mim'

Em um discurso feito no evento que comemora os 30 anos da Central Única dos Trabalhadores (CUT), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou mais uma vez a postura da imprensa. Mas, desta vez, se comparou ao ex-presidente dos Estados Unidos Abraham Lincoln.
"Eu fiquei impressionado como a imprensa batia no Lincoln em 1860, igualzinho batem em mim. E o coitado não tinha nem computador. Ia para o telex ficar esperando", afirmou Lula, que disse estar lendo a biografia do ex-presidente norte-americano. "Hoje a resposta é em tempo real. Eu quero parar de reclamar dos que não gostam de mim e não dão espaço. Eu não convido eles para minha festa e não sou convidado".

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa de conferência em Cuba (Foto: EFE)

As declarações de Lula vêm depois de a presidente, Dilma Rousseff, ter sido criticada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A oposição e os formadores de opinião da imprensa, segundo Lula, nunca quiseram a eleição dele e de sua sucessora. "Essa gente nunca quis que eu e a Dilma ganhássemos as eleições, que a gente fosse progressista", disse. "A bronca que eles tinham de mim era (em relação ao) meu sucesso e agora é o sucesso da Dilma."

De acordo com o ex-presidente brasileiro, os adversários e os "formadores de opinião pública" foram os últimos a aderir, na década de 1980, ao movimento pelas eleições diretas para presidente e, na década seguinte, à campanha pelo impeachment do então presidente Fernando Collor. "É preciso reconhecer que o País mudou muito, inclusive na questão da comunicação. Nos anos 80, qualquer imbecil se achava formador de opinião pública", criticou. "Nesse País, formadores de opinião pública eram contra a campanha das diretas, contra a derrubada do Collor".

Fonte: Época Negócios

Nenhum comentário: