domingo, 10 de fevereiro de 2013

Milhares acompanham funeral de líder oposicionista morto na Tunísia

TÚNIS - Dezenas de milhares de tunisianos saíram às ruas nesta sexta-feira, 8, em meio a atos esporádicos de violência, para acompanhar o funeral do líder da oposição secular Chokri Belaid, cujo assassinato aprofundou a crise política na Tunísia.
Enfrentando chuva fria, pelo menos 50 mil pessoas compareceram ao enterro de Belaid em seu distrito natal de Jebel al-Jaloud, na capital, entoando slogans anti-islamistas e contra o governo. Foi o maior funeral da Tunísia desde a morte, em 2000, de Habib Bourguiba, líder da independência e primeiro presidente do país.
A Tunísia, berço das revoltas da chamada Primavera Árabe, está mergulhada em tensão por causa das disputas entre grupos islamistas, que têm maioria, e seus oponentes seculares, bem como pela frustração com a falta de progresso social e econômico desde a deposição do presidente Zine al-Abidine Ben Ali foi deposto, em janeiro de 2011.

Fonte: Estadão

Nenhum comentário: