terça-feira, 12 de março de 2013

Ex-ditador da Argentina é condenado à prisão perpétua

Foto: DivulgaçãoO último militar ditador da Argentina, Reynaldo Bignone, foi condenado nesta terça-feira à prisão perpétua por crimes contra a humanidade. Além dele, outros quatro militares receberam a mesma condenação.
De acordo com o Centro de Informação Judicial da Suprema Corte Argentina, os crimes foram cometidos no campo de extermínio de Campo de Mayo durante a didadura militar, entre os anos de 1976 e 1983. Bignone foi o último governante do período, que teria deixado 30 mil pessoas desaparecidas.
Além de Reynaldo e os outros quatro militares, mais seis acusados foram condenados no mesmo julgamento no Tribunal Oral Federal de San Martín. Eles receberam penas que variaram de 12 a 25 anos de prisão.

Fonte: Sidney Rezende

Nenhum comentário: