sábado, 27 de abril de 2013

Tecnologia permite descobrir voz de Alexander Graham Bell num cilindro de cera de 1885

Alexander Graham Bell

Trata-se de um verdadeiro momento histórico. Uma equipa de investigadores do Museu Nacional de História Americana descobriu e identificou a voz de Alexandre Graham Bell, o “pai” do telefone, numa gravação com mais de 125 anos.
Graças a tecnologias ligadas à área do som e a um scanner 3D, os cientistas conseguiram descobrir a voz do famoso inventor. A gravação data de 1885 e foi feita num cilindro de cera, que foi depois doado ao Museu Smithsonian.
Ma, apenas agora, e com a ajuda de técnicos da Biblioteca do Congresso e do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, na Califórnia, foi possível desvendar o mistério do “disco” antigo.
O cilindro, que continha uma inscrição com as inicias “AGB” e a data de 15 de abril de 1885, estava guardado há vários anos, à espera de uma tecnologia que permitisse executar o áudio sem danificar o material.
Na gravação é possível ouvir o inventor dizer “Hear my voice, Alexander Graham Bell”. Traduzido, quer apenas dizer “Ouçam a minha voz, Alexander Graham Bell”.



A utilização da tecnologia atual, que consiste numa luz especial e numa câmara 3D, foi essencial na recuperação deste som histórico. Só foi possível “ler” e conservar o cilindro de cera em simultâneo graças à leitura digital do som, feita a partir de pequenas ranhuras gravadas no disco de cera.

Fonte: Tecnologia

Nenhum comentário: