sábado, 15 de junho de 2013

Damasco rejeita acusações sobre armas químicas


Casa Branca admitiu pela primeira vez ter conhecimento do regime usar armas químicas (foto AP)



Os Estados Unidos confirmaram que o regime sírio recorreu a armas químicas para matar rebeldes mas Damasco nega as acusações.

«A Casa Branca publicou um comunicado cheio de mentiras sobre o uso de armas químicas na Síria, baseando-se em informações manipuladas e com as quais tentou atirar para cima do governo sírio a responsabilidade de tal utilização», disse um funcionário do ministério dos Negócios Estrangeiros sírio, citado pela agência Sana.

«O uso de armas químicas, ou a transferência de armas químicas a grupos terroristas, é uma linha vermelha para os Estados Unidos», disse o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em agosto do ano transato.


A Rússia veio categorizar as acusações dos EUA não serem convincentes e mostrou apoio ao regime liderado por Bashar al-Assad.

Por sua vez, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, fez saber que a possibilidade de apoiar os rebeldes com armamento não ajudará. Recorde-se que o regime sírio acusa os Estados Unidos de ponderar dar esse tipo de apoio aos rebeldes.

«A via militar leva diretamente a uma desintegração maior do país, à desestabilização da região e ao aumento das tensões religiosas e comunitárias. É claro que entregar armas a qualquer uma das partes não resolverá a situação atual. Não existe uma solução militar», salientou Ban Ki-moon aos jornalistas. 


Fonte: A Bola

Nenhum comentário: