sábado, 14 de setembro de 2013

Justin Timberlake recebe a imprensa no Rio

Uma das principais atrações do Rock in Rio deste ano, Justin Timberlake reservou um tempinho de sua agenda para conversar com a imprensa sobre seu novo filme, "Aposta Máxima" (Runner, Runner - 2013), na tarde deste sábado, dia 14, no tradicional Hotel Copacabana Palace, na Zona Sul do Rio de Janeiro.
O longa, que estreia no dia 04 de outubro, mostra o esquema ilícito de jogos online pela ótica do braço direito (Richie, papel de Timberlake) do chefão, interpretado por Ben Affleck. "Ele parece querer fazer a coisa certa, mas no começo já diz: 'não importa o que você faça, está apostando'. Essa é sua visão do mundo. No final, não importa quão inteligente você é, realmente vira um vício. Richie entra no papel e precisa apostar para sair dele. É um tipo de herói nesse sentido", afirmou o ator sobre seu personagem.

Foto: Divulgação

Mais do que homem de confiança do chefão da jogatina, Richie era um grande apostador. E o vício do personagem rendeu a Timberlake uma pergunta a respeito dele ser ou não um bom apostador na vida real: "Eu não sei se sou um bom apostador, mas na música e no cinema você sempre vai apostar em coisas que não sabe se vão dar certo".
Tanto na música quanto no cinema, Justin Timberlake escolhe seus projetos com muito cuidado, "Sempre converso com os produtores sobre o que eu vou fazer", disse o cantor / ator, que logo completou: "Acho que posso explicar porque escolhi fazer vários tipos diferentes de personagens. Eu nunca imaginei que fosse estar na mesma sala que os irmãos Cohen, por exemplo".
Foto: DivulgaçãoComo disse anteriormente, o vilão do filme é interpretado por Ben Affleck, que este ano venceu diversos prêmios por seu belíssimo trabalho na direção de "Argo" (Idem - 2012), sendo esnobado apenas no Oscar, recebendo a estatueta de melhor filme. Sobre o trabalho com Affleck, Justin Timberlake foi direto e não poupou elogios: "Foi uma sorte ter trabalhado com Ben neste momento de sua carreira. Ele se tornou um grande diretor, é um ator que enxerga o filme por muitos ângulos. E se você precisa de qualquer coisa, ele está lá. Especialmente ao interpretar um vilão, pois quanto mais próximo se estiver de quem contracena, melhor será a química, para tentar derrubar o outro personagem".
Conciliar diversas funções é um desafio e tanto, por isso não podemos esperar um novo filme estrelado por ele por um bom tempo, pois, agora, é a hora de se dedicar à música, mais precisamente à turnê do álbum "20/20". "Vou ficar em turnê durante um ano e não vou ter como fazer um filme. E não sei se faria um documentário sobre a minha turnê. Adoraria fazer os dois, mas não tem como. Eu acho que 20/20 é um projeto legal para ser um álbum duplo. Não cortei nenhuma das canções", contou o cantor, que compôs todas as músicas do novo álbum entre maio e julho de 2012.
Claro que perguntas sobre sua apresentação no Rock in Rio neste domingo, dia 15, não poderiam faltar, e Timberlake brincou dizendo que a culpa não será dele se o público não se divertir: "O show de amanhã vai ser legal e divertido. Eu estarei lá e vou estar me divertindo, se não for divertido, a culpa é de vocês".
No MTV Video Music Awards deste ano, o cantor se reuniu com seus companheiros de 'N Sync, boy band com a qual se apresentou na noite teen do Rock in Rio 3 em janeiro de 2001. Por este motivo, o cantor foi questionado sobre possíveis canções do 'N Sync no setlist do show de amanhã; mas, os adolescentes do passado, podem esquecer os sucessos da banda. "Vou estar com a minha banda, não terá músicas do 'N Sync", afirmou Justin.
Outra pergunta que raramente fica de fora de coletivas com astros internacionais foi sobre o que ele gostaria de fazer em sua estadia em terras brasileiras. E Justin Timberlake arrancou risos dos jornalistas ao fugir de respostas clichês sobre os pontos turísticos cariocas, dizendo que gostaria de conhecer São Paulo: "Eu nunca estive em São Paulo e gostaria muito de saber como são as coisas por lá". Em resposta aos risos, Justin entrou na brincadeira sobre a velha rivalidade entre as duas cidades e completou: "Já sei, já sei, Rio e São Paulo são iguais a Nova York e Los Angeles".

Fonte: SRZD

Nenhum comentário: