sábado, 28 de dezembro de 2013

Diretor não acredita em desgaste do especial de R. Carlos: "é difícil variar"


A programação de fim de ano da Globo é repleta de novas produções. Ainda assim, ao longo dos anos, com seu jeito metódico e supersticioso, Roberto Carlos tem sido fiel às suas origens durante seus shows de fim de ano. Por isso, o Especial 40 Anos. Juntos segue sem grandes surpresas o roteiro de espetáculo do "rei", que vai desde as clássicas Emoções e Detalhes, passa pelo figurino azul e branco e se encerra com a religiosa Jesus Cristo, além da entrega de rosas para a plateia. A produção, que foi ao ar nesta quarta-feira, 25 de dezembro, comemora os 40 anos de parceria do cantor com a emissora. "Existe uma coisa poderosa no Roberto Carlos. Ninguém está há tanto tempo no topo à toa. É um programa muito especial e idealizamos um show em clima de Oscar'', explica o diretor de núcleo Jayme Monjardim, que não acredita no formato desgastado do especial. "É muito difícil variar. Mas novas ideias vão surgindo para dar fôlego. Ano que vem, vamos gravar em Las Vegas", contou.

 O espetáculo, que, ao longo dos anos, passou pelo palco do Teatro Municipal de São Paulo, pelo Ginásio do Ibirapuera e pelos estúdios do Projac, entre outros espaços, foi gravado na Cidade das Artes, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar das constantes mudanças de local, o especial segue uma linha bem homogênea ao longo dos anos. Ainda assim, é possível notar o esforço da produção para modernizar e aproximar o cantor das gerações mais novas, com versões "remix" de grandes clássicos de sua carreira acompanhadas da performance dos DJs Memê, Felipe Venâncio, Mau Mau e de músicos da banda Dexterz. Cada um, diante de sua mesa de mixagem, executou, junto à Orquestra RC, canções como Fera Ferida, O Portão, É Proibido Fumar e É Preciso Saber Viver. Além disso, um dos pontos altos da noite foi a participação da cantora sensação do momento Anitta, principal nome do universo musical em 2013. Os dois fizeram um dueto que mesclou o ''hit chiclete'' Show das Poderosas e Se Você Pensa. ''Quase desafinei cinco vezes, pelo menos. No ensaio, eu fui melhor. Mas aqui fiquei nervosa, com um monte de gente", desabafou Anitta, que precisou repetir sua apresentação durante a gravação.

As palavras sedutoras de Roberto para a plateia não ficaram de fora. Entre uma música e outra, o cantor declamava versos, como o poema O Tempo Passa? Não Passa, de Carlos Drummond de Andrade. Um dos momentos de maior interação com o público foi com a interpretação de Esse Cara Sou Eu, que teve direito à repetida e enfadonha história de como a música foi parar na trilha de Salve Jorge. "É sempre uma honra ter uma canção na novela", valorizou Roberto, que anunciou e cantou ''Cartas de Amor", versão da americana ''Love Letters'', já gravada por ele em 1984 e que estará na trilha da próxima novela das nove, Em Família.

O show também teve espaço para publicidade dos artistas do canal. Tiago Abravanel, que ganhou repercussão com o musical sobre Tim Maia, encarnou o falecido cantor no palco e interpretou Negro Gato ao lado de Roberto Carlos. Tatá Werneck fez seu típico show de palhaçadas. Já Lulu Santos cobriu a tradicional cota The Voice Brasil e interpretou sua clássica canção Como Um Onda. "Acho que estou sonhando. É sempre uma honra cantar ao lado do Rei", elogia o jurado do reality show'.  O tradicional dueto com Erasmo Carlos, que quebrou as regras e subiu ao palco de roupa preta, ocorreu ao fim da noite. "Era o único terno que eu tinha", lamentou o Tremendão, que cantou Além do Horizonte, que ganhou nova versão para a abertura da novela das sete de mesmo nome.

O cenário do especial, projetado pela cenógrafa May Martins, contou com muitas luzes e foi  decorado nos tons de dourado e azul. ''Escolhemos essas cores por dois motivos: o dourado porque remete ao glamour e o azul por ser uma cor que o Rei adora. Além disso, o ouro sobre o azul é um clássico'', explicou a cenógrafa. Para finalizar a noite, Fátima Bernardes chamou o clipe preparado para o especial com imagens de diversos momentos de Roberto Carlos na Globo durante esses 40 anos. "É a primeira vez que participo do show e para fazer uma homenagem. Me sinto representando os outros colegas de empresa", valorizou.

Fonte: Terra

"Olhem, é melhor ele acreditar no desgaste sim, porque a maioria dos telespectadores já estão de saco cheio desse especial! Todo ano a mesma coisa, R.C, R.C, R.C. Ninguém aguenta!

Nenhum comentário: