quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Grande nome do jazz, Jim Hall morre aos 83 anos

SÃO PAULO, SP, 11 de dezembro (Folhapress) - O guitarrista americano de jazz Jim Hall morreu aos 83 anos hoje em Nova York, segundo sua mulher, Jane Hall, anunciou hoje à agência de notícias Associated Press.
Hall foi um dos principais guitarristas da era moderna do jazz e influenciou músicos como Pat Metheny e Bill Frisell.
Segundo Jane, com quem era casado há 48 anos, Hall morreu enquanto dormia em seu apartamento em Manhattan. A causa da morte não foi divulgada. Ele deixa a mulher e uma filha, Devra Hall Levy, que também era a sua empresária.
Apesar da idade, o guitarrista trabalhou até bem pouco antes da morte. No último mês, fez apresentação com o seu trio no Lincoln Center, em Nova York, tendo John Abercrombie e Peter Bernstein como guitarristas convidados. Para janeiro, Hall estava planejando fazer uma turnê pelo Japão com o baixista Ron Carter, seu parceiro de longa data.
Em 2004, Hall, que começou a tocar guitarra aos 10 anos, foi o primeiro guitarrista de jazz moderno a ser nomeado "mestre do jazz" pela associação National Endowment for the Arts, maior reconhecimento nos Estados Unidos para músicos do gênero.
Desde os anos 1960, Hall liderava seu trio de jazz. Ao longo da carreira, Hall tocou ao lado de artistas como a cantora Ella Fitzgerald, os saxofonistas Sonny Rollins, Gerry Mulligan, Ornette Coleman e Paul Desmond e o pianista Bill Evans.

Fonte: Diário do Sudeste

Nenhum comentário: