sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Espiritismo (Lei de Causa e Efeito)

O Espiritismo tem conteúdos que fazem muito sentido. Eu andei frequentando palestras em centros espíritas, prestando muita atenção no que os palestrantes falavam sobre assuntos diversos, mas, nessa última quarta-feira (20 de fevereiro), eu andei discordando de muita coisa que falaram sobre "mortes coletivas".

Mortes coletivas. Porque ocorre, qual a causa que eles fizeram no passado, e qual efeito que elas tiveram etc e tal. Refleti muito sobre isso, e penso até como é chato você ouvir o mesmo assunto, e ter que ficar calado só para não passar vergonha em público, bom, é lógico que eu iria criticar, e muito!

AS CAUSAS E OS EFEITOS

Um dos casos que eu quero citar é o caso do menino João Hélio, de 6 anos, morto em fevereiro de 2007. Causa e efeito é muito difícil de entender, ou seja, é uma farsa! Não faço a menor idéia de quem escreveu o bilhete com o nome do menino, alegando que, no tempo das Cruzadas, arrastou centenas de pessoas, afim de ter sido arrastado anos e anos depois! Eu acredito que tenha sido uma grande fatalidade.

Casos como o de um navio que afunda, uma boate pegando fogo e desabando em cima de umas 1000 pessoas, e o espírita vem aqui me dizer que foi porque 'tinha que acontecer'?

 http://www.pedroozorio.com.br/espirita/fundo_espiritismo.jpg

A boate Kiss de Santa Maria, no Rio Grande Do Sul pegou fogo acidentalmente. Morreram mais de 200 pessoas. Aí o espírita vem dizer que foi porque tinha que acontecer? Tinha que ser desse jeito?

As causas e os efeitos são muito complicados de serem entendidas, porque, se, quem fez causas porque o outro merecia o efeito, ele também vai ter um efeito? Vamos crescer a mente. A maioria das coisas que acontece, nós sabemos que não é por acaso, mas podem ser evitadas.
Um cego vem à Terra, um alejado vem à Terra e aí o que? Tinha que ser assim?
Um louco veio à Terra e aí? Teve que nascer assim? Será?
Esse pensamento seria muito desnecessário se fosse posto em prática, se todos pensassem assim.
É uma grande enganação dizer que Fulano de Tal tinha que morrer aos 20, ou 30, que tinha que perder as pernas e usar a prótese só porque Deus empregou esse 'castigo' à ele. Isso não existe. Então esse não é Deus que nós conhecemos. Cadê aquele Deus misericordioso? Cadê aquele Deus amigo? Deus nunca faria isso com ninguém, nunca faria essas perversidades. O ser humano que cria essas coisas e incute isso na mente dos outros espíritas. Temos que refletir sobre isso, pois eu creio que isso é muito desnecessário.

'Defesa vai provar a minha inocência', diz Gil Rugai

O ex-seminarista Gil Rugai chegou por volta das 10h desta segunda-feira (18) ao Fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, e disse que a defesa vai provar a sua inocência.
Ele é acusado de matar o pai o empresário Luiz Carlos Rugai, e da madrasta, Alessandra Troitino, 33 anos. O crime aconteceu em 2004.
Rugai chegou acompanhado da mãe, Maristela Greco, e tentou despistar a imprensa ao chegar no mesmo momento do irmão, Léo. Cada um chegou por uma entrada do fórum. "Estou tentando ficar tranquilo, mas está difícil. A defesa vai provar (a inocência). Estou bem confiante. Não tem provas, eles têm algumas suspeitas", disse.
A defesa diz que vai apresentar o nome de dois suspeitos de ter cometido o crime durante o julgamento, mas não revelou quem são eles. Os advogados do ex-seminarista dizem que os nomes são conhecidos e que estão nos autos do processo. "Vamos mostrar elementos que nunca foram revelados à imprensa", diz o advogado de defesa Thiago Anastácio.

 

Sem dar detalhes, os advogados de Gil Rugai disseram ainda que vão provar que o ex-seminarista estava a 4,5 km da casa do pai e da madrasta na hora do crime.
Rugai chegou a ficar preso de abril de 2004 até abril de 2006, quando conseguiu uma liminar a seu favor no STF. Em 2009, ele voltou a ser preso e foi solto horas depois ao conseguir outra liminar do STF (Supremo Tribunal Federal). Atualmente, ele responde ao processo em liberdade. 

Fonte: JCNET.com

Antena da Sky aparece durante cena de “Lado a Lado”


Não é só fantasmas que aparecem durante as cenas de “Lado a Lado”. Nesta semana, uma antena da Sky apareceu durante uma sequência em que o Zé Maria (Lázaro Ramos) caminhava com Fátima (Juliana Knust), sua nova paixão na história de João Ximenes Braga e Cláudia Lage.
Não teria nenhum problema uma antena da Sky aparecer em uma favela, já que TV paga já é algo comum nas comunidades. No entanto, a trama se passa nos anos de 1910, quando nem a primeira emissora da TV aberta tinha sido lançada no Brasil.
A Sky Brasil foi fundada em 1996, então por razão nenhuma poderia aparecer no folhetim. “Lado a Lado” tem uma equipe gigante para retratar com grande realidade o Brasil no início do século passado, mas não deixou escapar um objeto moderno.

Fonte: RD1

“Quero desentulhar a UTI” disse médica presa em Curitiba

Durante esta esta quarta-feira, a Polícia Civil do estado disse que Virgínia Soares de Souza, chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba, está sendo investigada por homicídio qualificado e que o trabalho vem sendo feito há aproximadamente um ano. Em um trecho do depoimento da médica à polícia, divulgado nesta quarta-feira pela RPC TV, afiliada da TV Globo, a médica afirma que “foi mal interpretada” pelas frases que disse como “Quero desentulhar a UTI que está me dando coceira”, ditas em uma gravação no mês de janeiro.
Virgínia que foi presa nesta terça-feira (19), com suspeitas de participação da morte de pacientes da UTI do hospital, ainda disse que não se lembrava de ter falado, à família de um paciente, a frase “Infelizmente, é nossa missão intermediá-lo do trampolim do além”.
Depoimentos — Uma profissional que atuava com Virgínia na UTI, e preferiu não se identificar, disse que era hábito da médica tratar com desdém alguns pacientes. “Quase todo dia havia uma parada cardíaca e ela gritava ‘Spp’ (sigla utilizada em UTIs que significa “se parar, parou!”), então, as enfermeiras saíam fora e deixavam o paciente. Isso quando era SUS; se era particular ou convênio, aí tentavam salvar”, disse.
À RPC TV, o técnico de enfermagem Silvio de Almeida disse que trabalhou no hospital sob a supervisão de Virgínia durante três anos. “A mínima quantidade de oxigênio que o respirador podia mandar, ela deixava, que é sempre em 21%. Eu já vi muitas vezes ela desligar o respirador”, disse. “São dois médicos e uma médica, só que esses eu não vou citar o nome, que fazem a mesma coisa que ela (Virgínia), que têm a mesma conduta que ela.”
A delegada Paula Brisola afirmou nesta quarta-feira que a médica provavelmente não agiu sozinha. “Outros funcionários também estão sendo ouvidos e sob investigação”. Virgínia atua Hospital Universitário Evangélico de Curitiba desde 1998 e é chefe da UTI desde 2006. Segundo a polícia, as mortes ocorridas na unidade nos últimos sete anos serão analisadas.
O advogado da médica, Elias Mattar Assad, criticou a condução da investigação. “Pelo o que está se delineando, agora, de homicídio qualificado, não vai se ter um defunto ou um laudo por outra causa de morte que não seja a que não está no laudo. Não há como provar outra coisa.”

 
A médica chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba, Virginia Helena Soares de Souza, foi presa nesta terça-feira por policiais do NUCRISA (Núcleo de Repressão aos Crimes Contra Saúde) (Henry Milléo/Gazeta do Povo/Futura Press)
Virginia Helena Soares de Souza, foi presa nesta terça-feira por policiais do NUCRISA (Núcleo de Repressão aos Crimes Contra Saúde) (Henry Milléo/Gazeta do Povo/Futura Press)

Hospital — Em entrevista concedida à RPC TV na manhã desta quarta-feira, Gilberto Pascolat, diretor clínico do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, afirmou que nunca soube de “nada que desabonasse a conduta dela, tanto da parte técnica quanto da ética” e que nunca chegaram a ele queixas oficiais contra a médica. De acordo com o diretor-geral do hospital, Odair Braun, “a instituição não vai manifestar nenhuma opinião nesse processo”.
Em entrevista ao G1, site de notícias da Rede Globo, Braun afirmou que Virgínia já havia sido afastada do hospital em 2011. “Neste ano o diretor geral antecessor de fato fez uma suspensão dela por trinta dias. Mas se tratava de uma situação envolvendo relacionamento entre profissionais da equipe”, disse. Em entrevista ao site de VEJA, o advogado de defesa, Elias Mattar Assad, disse que, por enquanto, atribuía as denúncias contra Virgínia às “inimizades da médica”.
Do Diário do Estado com Estadão e Veja

Fonte: Chico Terra

Rugai disse que seria mais feliz se o pai morresse, relata promotor aos jurados

Depois do interrogatório de Gil Rugai, o possível último dia de julgamento do réu foi iniciado nesta sexta-feira com a argumentação do promotor Rogério Zagallo, que por mais de uma hora recontou o caso, rebateu as teses da defesa e, por fim, pediu aos jurados que condenem o réu. Já rouco, Zagallo admitiu a necessidade de relembrar o caso de forma rápida para que todas as etapas fossem repassadas. A sessão começou às 11h no Fórum da Barra Funda, zona oeste de São Paulo.
Mais: Rugai se descontrai em julgamento após aparecimento de 'provas esquecidas'
Ele focou, no entanto, na série de depoimentos de advogados e ex-funcionários da produtora de Luiz Carlos Rugai, pai do réu, que citam os desfalques na empresa, a mudança de chaves e alarmes do escritório e residência do casal. Além disso, relembrou que um colega do pai ouviu Rugai dizer: "Seria mais feliz se meu pai morresse".
O promotor leu ainda parte do depoimento do advogado Luiz Fernando Muniz, que teria uma reunião marcada com Luiz Carlos para tratar de uma ação "civil e criminal" contra o autor da falsificação de cheques da Referência Vídeos, empresa da família. Segundo o promotor, não há dúvidas de que o réu assassinou as vítimas porque foi culpado pela falsificação.

4º dia de júri: Sócio viu arma de Gil Rugai e relata ter sofrido ameaças dias após crime
3º dia de júri: 'Eu acredito nele', declara irmão de Gil Rugai
2º dia de júri: Promotor do caso Rugai espera 'ansioso' relação entre vídeo e homicídios
1º dia de julgamento: Acusação minimiza lapso em vídeo que 'trocou os pés' de Gil Rugai
Zagallo lembrou também que as cápsulas encontradas ao redor dos corpos eram compatíveis com a pistola encontrada no prédio em que Rugai montava um escritório. Mas o esforço do promotor foi redobrado em sua defesa ao vigia que testemunhou a saída de Rugai do local do crime 20 minutos depois dos disparos.
"Um homem simples, iletrado que foi massacrado pelos dois advogados de defesa, mas que não voltou atrás no que disse à polícia", afirmou Zagallo demostrando indignação."Gil Rugai disse a amigos: Eu seria mais feliz se meu pai morresse". Ofegante,  Zagallo concluiu sua fala pedindo aos jurados a condenação do réu: "Ele é o culpado".
Fonte: Último Segundo

Miriam Belchior prevê maior execução do PAC-2 neste ano

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou nesta sexta-feira que a execução do PAC-2 crescerá neste ano em relação a 2012. "A execução ao final de 2013 deve bater um novo recorde de PAC", afirmou.
Em evento de apresentação do 6º balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), em Brasília, a ministra disse que o uso do Regime Diferenciado de Contratações (RDC) é um dos fatores que aumentarão a execução neste ano. "Um dos alavancadores, mas não o único, é a utilização do RDC, não só pelo governo federal, mas também por Estados e municípios."
O Ministério do Planejamento informou que a execução global do PAC-2 atingiu 47,8% do previsto para o período de 2011 a 2014, o que significa R$ 472,4 bilhões em ações de infraestrutura e desenvolvimento social. As execuções foram 31% maiores em 2012 se comparadas a 2011.
Copyright © 2013 Agência Estado. Todos os direitos reservados.

'BBB13': Elieser atende Big Fone e está no Paredão

Elieser atendeu o Big Fone na manhã desta sexta-feira (22) e está automaticamente no Paredão. Os brothers foram dormir ainda durante a madrugada. A única que permaneceu acordada na casa até o dia clarear foi Fani. A veterana estava deitada no Quarto Biblioteca, mas se levantou, pegou um livro e foi para o jardim. Pouco antes do Fone tocar, a sister voltou para o quarto e seguiu com a leitura.
Quando o Big Fone tocou, Elieser e Anamaraacordaram juntos. Os dois correram lado a lado até o jardim. Fani os acompanhou de longe. Após atenter, a voz caracteristica de Big Fone anunciou o Paredão e ainda zombou do paranaense, que pode escolher se conta ou não a novidade para os brothers. Por volta das 7h, ele ainda não havia falado para os colegas.

 Elieser

Após a definição da liderança conquistada por André nesta quinta-feira, Pedro Bial avisou ao público sobre o Big Fone. Outra novidade, destacada pelo apresentador, é que a partir do meio-dia desta sexta um cronômetro no jardim começará a rodar uma contagem regressiva de 20 horas. Quem apertar o botão e pará-lo ganhará imunidade. Se for Elieser, ele estará automaticamente fora do Paredão e poderá indicar alguém para a berlinda.

Fonte: Tribuna Hoje

Gastos de brasileiros em viagem ao exterior batem recorde em janeiro

Os gastos de brasileiros em viagem ao exterior em janeiro chegaram a US$ 2,293 bilhões, de acordo com dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (22). É o maior resultado registrado pelo BC na série histórica iniciada em 1969. Em janeiro de 2012, as despesas ficaram em US$ 2,001 bilhões.
Em janeiro, as receitas de estrangeiros no Brasil chegaram a US$ 695 milhões, ante US$ 666 milhões registrados em igual mês do ano passado.
Com isso, o déficit na conta de viagens internacionais (gastos de brasileiros no externo e de estrangeiros no Brasil) ficou em US$ 1,598 bilhão, em janeiro deste ano, contra US$ 1,335 bilhão em igual período de 2012.
Em 2013, o BC espera que os gastos de brasileiros no exterior superem as receitas deixadas por estrangeiros em viagens ao Brasil em US$ 16,3 bilhões. No ano passado, essa conta ficou negativa em US$ 15,588 bilhões.

Fonte: Jornal do Brasil

Insuficiência respiratória de Chávez persiste, diz Villegas

CARACAS - A insuficiência respiratória da qual vem sofrendo o presidente venezuelano, Hugo Chávez, em seu pós-operatório ainda persiste, informou o governo do país nesta sexta-feira em comunicado transmitido em rede nacional de rádio e televisão. O texto, lido pelo ministro para a Informação e Comunicação, Ernesto Villegas, diz também que Chávez continua "aferrado a Cristo" - mesmas palavras usadas pelo mandatário no Twitter na segunda-feira - e em contato permanente com sua família e seus médicos.
Este foi o primeiro boletim sobre a saída de Chávez desde seu retorno à Venezuela, na segunda-feira, após mais de dois meses internado em Cuba, onde passou pela quarta operação desde o diagnóstico de câncer, em 2011.
"A insuficiência respiratória surgida no curso do pós-operatório persiste e sua tendência não tem sido favorável, por isso continua sendo tratada. O tratamento médico para a doença não apresentou efeitos adversos significativos até o momento", diz o texto, lido pelo ministro para a Informação e Comunicação, Ernesto Villegas.
Mais cedo, em entrevista à agência Reuters, o presidente equatoriano, Rafael Correa, afirmou que Chávez enfrenta um tratamento médico "bastante duro", mas está se recuperando. O presidente reeleito não quis se antecipar a uma eventual ausência definitiva do líder, mas disse que em caso de não poder retomar o comando, "o vice-presidente (Nicolás) Maduro é extremamente capaz" de fazê-lo.
Correa afirmou ainda que conversou na quarta-feira com Maduro para coordenar uma visita a Caracas nos próximos dias.
Um dos aliados mais próximos de Chávez, o presidente boliviano, Evo Morales, disse na quarta-feira na sede das Nações Unidas que não teve a chance de visitar o líder venezuelano quando passou por Caracas esta semana. Em entrevista à CNN em espanhol, Morales declarou que o presidente venezuelano está "melhor que antes, se salvou por um milagre".
O líder venezuelano voltou na segunda-feira ao país após mais de dois meses de um pós-operatório difícil em Cuba, mas não tem sido visto em público desde que viajou em dezembro a Havana para sua quarta cirurgia. Na semana passada, algumas fotografias oficiais foram divulgadas.

Fonte: Yahoo

Portuários prometem boicote internacional às cargas brasileiras

BRASÍLIA - Caso não consigam acordo com o governo federal para alterar pontos da Medida Provisória (MP) 595, que reestrutura os portos do país, os trabalhadores do setor prometem dificultar a descarga de produtos brasileiros em todo o mundo com apoio de duas entidades classistas internacionais: a International Transport Workers Federation (ITF) e a International Dockworkers Council (IDC).
Os trabalhadores também anunciaram paralisação nos portos amanhã (22) e na próxima semana. Em entrevista coletiva de imprensa nesta quinta-feira (21), em Brasília, entidades de trabalhadores alegaram que a Medida Provisória representa, na verdade, uma privatização da atividade portuária.
Segundo disse o presidente da Federação Nacional dos Avulsos (Fenccovib), Mário Teixeira, "caso as discussões não avancem, portuários dos cinco continentes, ligados à ITF e à IDC, poderão ser acionados para recusar desembarcar as cargas originárias do Brasil".
Em protesto contra a Medida Provisória, portuários e estivadores (trabalhadores que fazem o movimento de carga dentro dos barcos) anunciaram a paralisação das atividades amanhã (22), das 7h às 13h, e terça-feira (26), das 13h às 19h. Está prevista também para amanhã uma reunião com representantes da Casa Civil para discutir o assunto.
A MP que trata da modernização dos portos brasileiros tem sido muito criticada pelos sindicalistas. Na semana passada, em reunião com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, representantes de trabalhadores do setor portuário pediram ao governo federal mais discussão sobre as mudanças introduzidas pela Medida Provisória 595/2012.
“O governo precisa assumir que está privatizando. Vamos fazer nossa resistência para mostrar isso à população, mostrar que a MP poderá acabar precarizando o trabalho portuário”, disse o presidente da Federação Nacional dos Portuários (FNP), Eduardo Guterra, também presente à coletiva.
De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Estivadores (FNE), Wilton Barreto, 38 portos brasileiros já estão mobilizados. Entre as críticas, está a de falta de transparência nas discussões que resultaram na Medida Provisória. “Prova disso é que nem o Ministério do Trabalho nem o Ministério Público do Trabalho foram convidados a participar do processo”, disse Barreto.

 Os trabalhadores também anunciaram paralisação nos portos amanhã (22) e na próxima semana.

Os representantes sindicais das categorias garantem que a paralisação não afetará remédios, alimentos perecíveis e outras cargas cujo atraso no desembarque possa prejudicar a população.
“Nossa orientação é de respeito à sociedade. Não vamos deixar que a população sofra em decorrência do nosso movimento”, explicou Guterra, presidente da FNP. “Mas esse é apenas o início da nossa mobilização. Há a possibilidade de ela ficar mais intensa e por mais tempo”, disse o presidente da Fenccovib, Mário Teixeira.
“Amanhã [na reunião com a Casa Civil], se houver sinalização do governo em negociar, poderemos discutir a possibilidade de rever a greve de terça e as prioridades do movimento”, ponderou Barreto.

Fonte: Diário Comércio Indústria e Serviços