sábado, 22 de junho de 2013

Shakira posa com Carlinhos Brown em estúdio de gravação

No Brasil desde quinta-feira (20), a cantora se Shakira se encontrou neste sábado (22) com Carlinhos Brown. "Com Carlinhos Brown no Brasil, em estúdio de gravação", contou ela, ao postar a foto em seu Instagram.
Shakira chegou ao Brasil acompanhada de Milan, seu filho com o zagueiro Piqué. Um dos motivos para a viagem da cantora é acompanhar de perto o marido, que está disputando a Copa das Confederações pela Espanha.
Shakira ficou hospedada na Zona Sul do Rio de Janeiro até a sexta, quando seguiu para Fortaleza, onde a Espanha encara a Nigéria neste domingo. 


Fonte: Correio da Bahia

Fifa apoia pronunciamento de Dilma e reafirma compromisso

A Fifa recebeu bem o pronunciamento à nação feito pela presidente Dilma Rousseff, em que ela pediu à população que conceda a "mesma acolhida generosa" que o Brasil recebeu em outras Copas do Mundo, e reafirmou, neste sábado, a colaboração entre a entidade máxima do futebol e o governo para a realização da Copa das Confederações e do Mundial do ano que vem.
O discurso em rede nacional de rádio e televisão, na sexta-feira, foi uma resposta da presidente aos protestos que levaram cerca de um milhão de pessoas às ruas de todo o país na quinta-feira e que, entre outras reivindicações, questionam os elevados gastos com a realização de eventos esportivos no país.
"Nós recebemos bem o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff à nação e reafirmamos nossa colaboração com o governo para realizar com segurança e sucesso a Copa das Confederações da Fifa e a Copa do Mundo da Fifa, para que todos os torcedores possam desfrutar", disse o porta-voz da entidade, Pekka Odriozola, em entrevista coletiva no Rio de Janeiro.
Em resposta às criticas sobre os gastos do governo com a realização da Copa do Mundo, que totalizam 33 bilhões de reais até 2014, Dilma afirmou no discurso que os recursos para construção de estádios não saíram dos cofres públicos e que os financiamentos concedidos pelo governo federal serão pagos pelas empresas e governos estaduais que exploram as arenas.
Houve protestos este mês nas seis cidades brasileiras que recebem os jogos da Copa das Confederações. Em cinco delas, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza e Salvador, foram registrados confrontos violentos entre manifestantes e a polícia perto dos estádios antes dos jogos.
Em Salvador, onde a seleção brasileira enfrenta a Itália neste sábado, ao menos dois ônibus comuns foram incendiados por manifestantes e dois micro-ônibus a serviço da Fifa foram alvo de pedradas na quinta-feira, pouco antes da partida Uruguai x Nigéria, o primeiro jogo do torneio realizado na capital baiana.
Diante dos acontecimentos, a Fifa se viu obrigada a desmentir na sexta-feira especulações de que a competição poderia ser suspensa e que a entidade estaria até considerando retirar a Copa de 2014 do Brasil. Principalmente por problemas econômicos, mas também em consequência da violência, a Copa do Mundo de 1986 precisou ser transferida da Colômbia para o México.
Os protestos levaram as autoridades a reforçar o policiamento no entorno dos estádios de última hora para proteger as arenas e os torcedores antes das partidas.
O Comitê Organizador Local da Copa do Mundo (COL) garantiu que não recebeu qualquer solicitação das equipes por reforço de segurança nas áreas que são de responsabilidade da entidade.
"Nas áreas em que o COL fornece a segurança para os times, o aparato de segurança permanece o mesmo, não há qualquer pedido especial de segurança adicional -- na parte da segurança privada, está ok", disse o chefe de comunicação do COL, Saint Clair Milesi.

Fonte: Portal A Tarde

Manifestantes dividem bolo com PMs em protesto perto da casa de Cabral

Os manifestantes acampados na esquina da avenida Delfim Moreira com a Rua Aristides Espíndola, no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, próximo à casa do governador do Estado, Sérgio Cabral, distribuíram pedaços de bolo para os policiais militares, que estão no local para garantir a integridade de quem participa do protesto Ocupe a Delfim Moreira e o fechamento da Aristides Espíndola, entre a Delfim Moreira e a Rua General San Martin. É nesse trecho que está o prédio onde mora o governador.
O bolo foi distribuído quando foram completadas 24 horas de permanência dos manifestantes no local. "Essa comemoração representa uma nova relação da população com a polícia, que aqui está agindo de maneira democrática", disse o estudante de direito da PUC Rio, João Pedro Menezes, um dos organizadores da manifestação - que, de acordo com ele, vai seguir até segunda-feira.
No fim da manhã e durante a tarde deste sábado, muitos manifestantes participavam do protesto junto com os filhos. Algumas crianças eram bebês de menos de 1 ano. As crianças brincavam em meio a cartazes, que entre outras mensagens pediam mudanças na política do país.
A única ocorrência policial foi a prisão de um motorista, que avançou o bloqueio da CET-Rio que isolava a manifestação na avenida Delfim Moreira. Ele foi levado para a 14ª DP, no Leblon, e preso por embriaguez ao volante e injúria por preconceito. O homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, mas se recusou a fazer exame de embriaguez. Ele pagou a fiança e foi liberado.
Na zona oeste da cidade, a Secretaria Municipal de Transportes, por causa de uma manifestação, interrompeu o trânsito na Avenida das Américas na altura da Estação Mato Alto. A interrupção suspendeu o serviço Santa Cruz - Alvorada do BRT Transoeste, corredor de ônibus com 40 quilômetros de extensão que liga bairros da zona oeste a alguns da zona norte.

Manifestantes oferecem pedaços de bolo a policiais em um protesto perto da casa de Sérgio Cabral Foto: AFP
Manifestantes oferecem pedaços de bolo a policiais em um protesto perto da casa de Sérgio Cabral


Na praia de Copacabana, zona sul do Rio, a ONG Rio de Paz colocou na areia 500 bolas de futebol pintadas com cruzes vermelhas. Elas representaram, segundo o presidente da ONG, Antônio Carlos Costa, 500 mil homicídios que aconteceram nos últimos 10 anos no Brasil.


Protestos contra tarifas mobilizam população e desafiam governos de todo o País
Mobilizados contra o aumento das tarifas de transporte público nas grandes cidades brasileiras, grupos de ativistas organizaram protestos para pedir a redução dos preços e maior qualidade dos serviços públicos prestados à população. Estes atos ganharam corpo e expressão nacional, dilatando-se gradualmente em uma onda de protestos e levando dezenas de milhares de pessoas às ruas com uma agenda de reivindicações ampla e com um significado ainda não plenamente compreendido.

A mobilização começou em Porto Alegre, quando, entre março e abril, milhares de manifestantes agruparam-se em frente à Prefeitura para protestar contra o recente aumento do preço das passagens de ônibus; a mobilização surtiu efeito, e o aumento foi temporariamente revogado. Poucos meses depois, o mesmo movimento se gestou em São Paulo, onde sucessivas mobilizações atraíram milhares às ruas; o maior episódio ocorreu no dia 13 de junho, quando um imenso ato público acabou em violentos confrontos com a polícia.

A grandeza do protesto e a violência dos confrontos expandiu a pauta para todo o País. Foi assim que, no dia 17 de junho, o Brasil viveu o que foi visto como uma das maiores jornadas populares dos últimos 20 anos. Motivados contra os aumentos do preço dos transportes, mas também já inflamados por diversas outras bandeiras, tais como a realização da Copa do Mundo de 2014, a nação viveu uma noite de mobilização e confrontos em São PauloRio de JaneiroCuritibaSalvadorFortalezaPorto Alegre e Brasília.

A onda de protestos mobiliza o debate do País e levanta um amálgama de questionamentos sobre objetivos, rumos, pautas e significados de um movimento popular singular na história brasileira desde a restauração do regime democrático em 1985. A revogação dos aumentos das passagens já é um dos resultados obtidos em São Paulo e outras cidades, mas o movimento não deve parar por aí. “Essas vozes precisam ser ouvidas”, disse a presidente Dilma Rousseff, ela própria e seu governo alvos de críticas.

Fonte: Terra

Aplaudido de pé, Neymar supera o amigo Balo, ovacionado e xingado

Felipão até comentou que ele é gente boa demais e que gostaria de tê-lo no Brasil. A torcida baiana também reconheceu o seu carisma e o ovacionou quando seu nome apareceu na escalação da Itália neste sábado, na Arena Fonte Nova - nos minutos finais, é verdade, foi xingado rapidamente por ter trocado farpas com Luiz Gustavo. Mas Mario Balotelli foi superado no duelo individual com o amigo Neymar.
O astro da seleção brasileira participou de um gol e fez outro na vitória por 4 a 2 sobre os italianos, pela terceira rodada do Grupo A da Copa das Confederações. Balo até que tentou fazer o seu, mas foi bem marcado. Mesmo assim, participou bem dos dois gols ida Azzurra. Nos próximos dias, os dois amigos vão ter muito o que conversar sobre a partida em Salvador.
Como se fosse uma pelada entre amigos, Balotelli ficou conversando com Neymar e Fred no círculo central até segundos antes de os brasileiros darem o pontapé inicial na partida. O árbitro uzbeque Ravshan Irmatov teve de se dirigir até o italiano e pedir que ele se afastasse para que o jogo começasse.
A bola, então, rolou na Arena Fonte Nova. E Neymar, cheio de graça, deixou sua assinatura em um dos primeiros lances, parando na frente do zagueiro italiano, gingando, driblando e correndo para a linha de fundo. Balotelli, isolado, dava indícios de que teria dificuldade para aparecer no jogo.

Neymar e Balotelli jogo Brasil Itália (Foto: AP)Astros conversam e se divertem no círculo central antes de a bola rolar na Arena Fonte Nova (Foto: AP)

Principais estrelas das suas seleções, Neymar e Balotelli sofreram com a forte marcação dos defensores. O brasileiro mais do que o italiano. Afinal, a Seleção foi melhor do que a Itália na primeira etapa. O atacante do Barcelona ganhou até um carinho na cabeça do técnico rival, Cesare Prandelli, após entrada dura de Abate.
Mais afobado do que o normal, Neymar fez falta dura no próprio Abate minutos depois, e o jogador teve de deixar o campo com um problema no ombro direito. Aparentemente sério. Com o retorno da bola rolando, Balotelli teve duas chances. Mandou para fora em uma e furou em outra.
Já Neymar, sem conseguir encontrar espaços na forte marcação italiana, tentou com passes, dribles e poucos chutes. Em um deles, após tabela com Fred, mandou em cima da zaga rival. Foi dos pés do atacante do Barcelona, porém, que saiu o lance que originou o gol de Dante aos 46 minutos do primeiro tempo.
Após cobrança de falta do camisa 10 para a área, Fred cabeceou, Buffon espalmou e Dante, impedido, completou. Balotelli lamentou. Neymar comemorou.

mosaico Neymar e Balotelli jogo Brasil e Itália (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)Amigos, Neymar e Balotelli se encontram antes da entrada em campo. Depois, sofrem dura marcação das defesas. Camisa 10 sai vitorioso, com assistência e gol de falta (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

A etapa final, no entanto, começou melhor para Balotelli. O atacante italiano, mesmo sofrendo falta de Dante, conseguiu dar um ótimo passe de calcanhar para Giaccherini marcar o gol de empate da Itália, logo aos seis minutos. Neymar não deixou barato. Procurou a reação e foi para cima dos italianos. Sofreu mais uma falta.
E bateu em grande estilo. Depois de uma “miniconvenção” com Fred e Hulk, o atacante chamou a responsabilidade, olhou atentamente para o gol de Buffon e bateu colocado, deixando o Brasil novamente em vantagem. Na comemoração, dancinha. E, da arquibancada, gritos ovacionando a estrela da seleção brasileira.
Balo reapareceu dez minutos depois. Olhar fixo para Julio César. De longe. Pancada de perna direita. A bola desviou, e Julio César conseguiu defender. Mais animado, o atacante italiano ainda se enroscou com Dante na grande área. Pediu pênalti, na tentativa de um novo empate. O árbitro ignorou.
Aos 23 minutos, Neymar deixou o duelo com Balotelli. Deixou ovacionado pela torcida baiana. E aplaudido de pé. Bernard entrou em seu lugar. O italiano, por sua vez, continuou em campo. Brigou, chutou, participou da jogada do segundo gol, em que sofreu pênalti não marcado na vantagem, mas não conseguiu evitar a derrota. O Brasil é primeiro do Grupo A. A Itália, segundo.

Fonte: Globo Esporte

Vinda de Brad Pitt ao Brasil para divulgar filme é cancelada

Ator participaria de evento de 'Guerra Mundial Z' no Rio nesta segunda.
Segundo distribuidora, cancelamento da visita se deve aos protestos.


Midiacon News - A vinda de Brad Pitt ao Brasil para divulgar o filme "Guerra Mundial Z" foi cancelada, informa neste sábado (22) a assessoria de imprensa da distribuidora do longa. Segunda nota oficial da Paramount, a suspensão da visita tem relação com "os acontecimentos em curso no Brasil". O ator participaria de uma pré-estreia no Rio agendada para esta segunda-feira (24).

Ao G1, a assessoria da distribuidora informa que os protestos que estão acontendo no país interferiram na decisão: "A Paramount acha que não é o momento para um evento festivo. Seria inadequado". Além de Brad Pitt, o tapete vermelho da sessão prévia receberia o diretor Marc Foster e o produtor Jeremy Kleiner.


Vinda de Brad Pitt ao Brasil para divulgar filme é cancelada
Brad Pitt e Angelina Jolie no tapete vermelho de "Guerra Mundial Z" em Paris no dia 3 de junho (Foto: AFP PHOTO/JACQUES DEMARTHON)

Leia abaixo a íntegra da nota da Paramount:

"Tendo em vista os acontecimentos em curso no Brasil, não teremos a presença do elenco de 'Guerra Mundial Z' no tapete vermelho da pré-estreia brasileira, mas manteremos o evento programado para o dia 24 de junho no Rio de Janeiro.

Todos os envolvidos com o filme 'Guerra Mundial Z' enviam o seu respeito e consideração para com o povo brasileiro neste momento de inquietude e reflexão pelo qual passa o país.

Paramount Pictures Brasil".

Nasa divulga imagem de galáxia que lembra golfinho



foto
Foto: NASA/ESA/Hubble Heritage Team / Divulgação
Galáxias fazem parte da consteção de Hydra
A agência espacial americana divulgou uma imagem capturada pelo telescópio espacial Hubble que mostra a interação entre duas galáxias. As dupla, conhecida como Arp 142, é formada pelas galáxias NGC 2936 e pela NGC 2937 e fica na constelação de Hydra.
A galáxia que lembra o formato de um pássaro era originalmente uma galáxia em espiral comum, mas ganhou esse formato por causa da interação com a galáxia que está ao lado.

Movimento Passe Livre diz que não deixará os protestos


Protestos esta noite em Salvador
Protestos esta noite em Salvador Fotografia © Valter Pontes/ Reuters

O Movimento Passe Livre (MPL), responsável por convocar os primeiros protestos contra o aumento nas tarifas do transporte no Brasil, voltou atrás e afirmou que não irá se retirar das manifestações, segundo comunicado do grupo.
"Ao longo de seus oito anos, o MPL nunca deixou de se organizar e sair às ruas, e não vai ser agora que isso vai mudar", afirma a nota publicada na página oficial do movimento no "facebook".
No texto, o grupo afirma que os protestos levaram a uma grande conquista, o recuo dos governantes, que revogaram o aumento das passagens, mas que ainda há muitas lutas a serem feitas.
"Não estamos suspendendo os protestos. Sempre afirmamos que a luta contra o aumento ia continuar até a revogação. Agora que a tarifa baixou, vamos dar continuidade à luta pela tarifa zero", completam.
Na manhã de sexta-feira, após uma grande manifestação realizada em todo o país na quinta-feira à noite ter terminado em vandalismo em algumas capitais, integrantes do movimento haviam afirmado que o grupo estava a se retirar dos protestos.
O anúncio da volta do MPL pela tarifa zero gerou discussão nas redes sociais, com muitos brasileiros a ressaltar que a luta por melhores serviços de saúde e educação eram mais importantes do que conquistar o direito ao transporte gratuito.
Em Belo Horizonte, a estimativa final do protesto que chegou a gerar um início de enfrentamento com a polícia em frente ao estádio do Mineirão foi de 70 mil pessoas.
Em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, uma manifestação pacífica reuniu em torno de 30 mil pessoas. Os participantes pediam melhores condições de vida e "justiça" para os responsáveis pelo incêndio na discoteca Kiss que matou mais de 200 jovens no início deste ano.

Fonte: DN.pt

Thammy manda resposta: 'Só quem ama com maturidade ama pra sempre'

Thammy Miranda usou a conta no Instagram na madrugada deste sábado, 22, para supostamente responder as mensagens da ex. "Só quem ama com maturidade  ama para sempre Boa noite", escreveu a filha de Gretchen na legenda de uma foto em que aparece mostrando a língua.
Thammy se separou há dez dias da paulistana Nilcéia Oliveira. Na quinta, 20, ela postou 27 mensagens pedindo para reatar o relacionamento com a atriz. “Essa música é pra você, meu amor. Eu te amo muito e não sei viver sem você! Te amo para sempre. Você é e será minha vidinha até quando Deus quiser. Amo você!”, dizia uma das mensagens. Outra delas (abaixo) diz: "E por Deus, traz ela de volta pra mim".
Minutos depois, nesta madrugada, Nilcéia publicou uma foto em que aparece ao lado de outra mulher. "Me segura!!! Rsrs...", escreveu. Horas depois, publicou uma mensagem em que diz "Amar é estar presente mesmo na ausência" (leia na íntegra abaixo). Pelo jeito o papo via rede social vai continuar...

Tammy Miranda (Foto: Reprodução/Instagram)Thammy Miranda (Foto: Reprodução/Instagram)

Madonna diz ser uma ‘mãe rígida’ e revela ‘dramas’ com os filhos

Da mesma forma que Madonna tem uma forte presença no palco, a cantora garante que também tem em casa para lidar com os filhos – Lourdes (16), Rocco (13), David (8) e Mercy (7). Em entrevista ao Good Morning America, ela falou sobre os problemas que enfrenta na maternidade.
Apesar de ser milionária, Madonna disse que só deu um iPhone de presente para a filha Lourdes Maria quando ela completou 16 anos, em outubro – não teve nada de dar um apartamento para a jovem, como a imprensa internacional especulou na época. Mas a cantora se arrependeu. “Desde que minha filha ganhou um iPhone, ela parou de falar comigo”, disse.

Foto: Madonna / Crédito: Getty Images
Madonna diz ser uma ‘mãe rígida’ e revela ‘dramas’ com os filhos


A Rainha do Pop declarou que ainda não consegue enxergar a filha mais velha como adulta. “É meio que desconfortável”, falou. “Ela continua sendo minha garotinha e é também uma mulher”, completou.
Quem também deixou de ser o ‘garotinho’ de Madonna é Rocco, que saiu em turnê com a mãe em 2012. Ela contou que ele está mais alto e começou a crescer barba no seu rosto. “E ele está olhando o bumbum das garotas. É terrível”, disse a cantora, balançando a cabeça em reprovação.
Assim como Rocco, Lourdes também trabalhou na MDNA Tour no ano passado. A jovem ficou no departamento de figurinos e teve a tarefa “nada glamurosa de trocar os dançarinos masculinos”, segundo Madonna. “Eles estão nojentos e suados e são brutos. Ela levou o trabalho dela muito a sério”, comentou.
Por: CARAS Online

Latino lança música como apoio aos protestos

"A PEDIDOS: Até o fim de semana eu vou postar um vídeo musical (sem compromisso) que promete ser a música da futura reforma política brasileira", disse Latino após publicar em seu instagram, a notícia que ele estaria próximo de divulgar uma música como apoio aos protestos.

 

A faixa "O Gigante", feita por Latino em parceria com o DJ Filipe Guerra, foi gravada no DVD "Latino Live in Copacabana", na passagem do ano de 2011 para 2012, e reencontrada nas redes sociais. Desde então, foi apontada como a possível música de protesto do cantor. A faixa havia sido lançada como um tema para a Copa do Mundo de 2014.



Fonte: Tribuna Hoje

A maior instituição católica para «curar» gays fecha portas

É com um longo e frontal discurso que o presidente da Exodus International, a maior instituição católica dedicada a «ajudar» os homossexuais a «curarem-se», pede «desculpa» e assume planamente a homossexualidade. Poucas horas depois, ainda na quarta-feira, a instituição anuncia o encerramento.

Alan Chambers reconhece a sua «atração por pessoas do mesmo sexo» e que se sente «aliviado» desde que se assumiu plenamente perante a mulher e a família. Alan Chambers sente-se «envergonhado» e pede desculpas «se magoou alguém», mas «fê-lo sem intenção», dando como exemplo um acidente de carro que teve em 1993 e acabou por provocar um choque em cadeia, ferindo pessoas involuntariamente. Pede desculpa por ter «interpretado a rejeição religiosa do Cristianismo como uma rejeição de Deus».
No comunicado, a instituição revela que decidiu fechar portas, depois de mais de três décadas de existência.

A direção explica que esteve a discutir o futuro da instituição durante um ano e chegou à conclusão que ela não tem lugar numa sociedade que está a «mudar culturalmente». Com esta decisão, a Exodus «não está a negar» a sua atividade passada.

Em Espanha, a associação que representa os gays e lésbicas já pediu à Conferência Episcopal que olhe para este exemplo, conta o «El País».

A visão sobre a homossexualidade tem sofrido muitas alterações nos últimos anos e em todo o mundo . Por exemplo, em Portugal, depois da aprovação do casamento gay em 2010, a coadoção por casais do mesmo sexo em Portugal, depois da aprovação do casamento gay em 2010, a coadoção por casais do mesmo sexo passou no Parlamento que até tem uma maioria de direita.

Pelo contrário, no Brasil, país do samba, um deputado federal fez aprovar a «cura gay», ou seja, a Comissão de Direitos Humanos da Câmara aprovou, na terça-feira, um projeto que permite aos psicólogos promover tratamento com o objetivo de curar a homossexualidade.

Marco Feliciano assume-se como pastor, deputado federal, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, escritor, cantor e apresentador de um programa de TV.

A proposta aprovada anula também um artigo de uma resolução que determina que «os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica», escreve a «Folha».

Fonte: TVI24h

Quase 12 anos depois, identificam outra vítima do 11 de setembro

NOVA YORK — Uma mulher de 43 anos, que morreu nos ataques do 11 de setembro de 2001, em Nova York, foi identificada e o número total de mortos identificados chegou agora a 1.636, disseram autoridades nesta sexta-feira.
"A identificação foi realizada mediante novos testes dos restos recuperados durante as operações iniciais" nos escombros do World Trade Center, disse Ellen Borakove, porta-voz da oficina forense.

Torre do One World Trade, no local onde ficava o WTC. (AFP, Saul Loeb)


A pedido da família o nome da vítima não será revelado, acrescentou.
Um total de 2.753 pessoas foram dadas como desaparecidas nos ataques, em que aviões sequestrados pela Al Qaeda se chocaram contra as Torres Gêmeas.
Um terceiro avião atingiu o Pentágono, enquanto o quarto caiu em um campo da Pensilvânia depois de seus passageiros tentarem dominar os sequestradores.
Até a data, só 59% das vítimas dos atentados em Nova York foram identificadas e não foram encontrados vestígios dos 41% restantes.
Uma nova busca de restos humanos foi iniciada em abril, depois que que um pedaço dos destroços do avião foi encontrado preso entre dois edifícios próximos. Contudo, não foram encontrados novos restos.

Fonte: AFP

Mídia internacional destaca protestos no Brasil e pronunciamento da presidente Dilma

BRASÍLIA - O pronunciamento feito na noite de ontem pela presidente Dilma Rousseff e as manifestações nas ruas do Brasil foram citados neste sábado (22), com destaque, por alguns dos principais veículos de comunicação do mundo. Entre eles, os britânicos BBC e The Guardian; os norte-americanos New York Times e Washington Post; e o jornal espanhol El País.
De acordo com a BBC, é cedo para avaliar os impactos da recente onda de protestos na economia brasileira e nos investimentos no país. Analistas ouvidos pela mídia pública inglesa apresentam posições diferentes sobre o fenômeno que ocorre no Brasil. Um grupo considera haver risco de os eventos gerarem incertezas e prejudicarem os investimentos estrangeiros no país. Outro grupo acredita que a presidenta Dilma não corre risco político nem econômico sério, e que poucos deverão ser os efeitos nos negócios.

 http://impactogranja.com/portal/wp-content/uploads/2013/03/PT-Dilma-Rousseff-e-bandeira-do-Brasil.jpg

O The Guardian informa que a presidenta Dilma ouviu o chamado da população por mudanças e, em cadeia nacional, anunciou planos para as áreas de transporte, educação e saúde.
A tomada das ruas por manifestantes contrários a líderes políticos de todos os partidos, corrupção e a baixa qualidade dos serviços públicos foram citadas pelo jornal The New York Times. De acordo com a matéria, a presidenta brasileira apresentou “medidas para resolver algumas das queixas” apresentadas pelos manifestantes.
O jornal norte-americano chama a atenção para algo que, há pouco tempo, era impensável para o país: boicotar a Copa do Mundo. “Em um sinal do quanto o país está virado de cabeça para baixo, até mesmo alguns dos heróis do futebol reverenciados do país tornaram-se alvos de raiva, por terem se distanciado da revolta popular”, diz a matéria ao se referir a Pelé e Ronaldo Fenômeno.
Outro jornal dos Estados Unidos, o Washington Post, publicou em seu site alguns vídeos apresentando depoimentos de pessoas contrárias à realização da Copa no Brasil. O jornal diz que Dilma rompeu o silêncio, após mais de uma semana de protestos, com uma mensagem pré-gravada.
O periódico espanhol El País informa que Dilma Rousseff usou cadeia nacional de rádio e televisão para prometer “uma grande quantidade de serviços públicos”, em especial nas áreas de mobilidade, saúde e educação, e que convocará governadores e prefeitos das principais cidades para tratar das melhorias. A matéria diz que ela pretende destinar todo o dinheiro o pré-sal para a educação, e que deseja dialogar com líderes de movimentos pacíficos, representantes de organizações de juventude dos sindicatos e associações populares.
 
 
Fonte: DCI

Facebook já corrigiu falha de segurança que afectou 6 milhões de utilizadores

Facebook já corrigiu falha de segurança que afectou 6 milhões de utilizadores

O Facebook indicou sexta-feira já ter corrigido a falha de segurança detectada na véspera que tornava visível para outros utilizadores os dados de seis milhões de contas no Facebook como os contactos de e-mail e números de telemóvel.

O «bug» ocorria no método de sugestão de amigos a novos membros, pelo que o impacto não foi maior.

«O erro ocorreu em situações limitadas, em geral, em que um utilizador já tinha informações desse contacto e não temos nenhuma prova de que essas informações tenham sido usadas de forma maliciosa. Já notificámos os utilizadores afetados e recompensámos a pessoa que encontrou o erro pela sua contribuição para a segurança do Facebook», indicou, em comunicado, a empresa.
O erro foi identificado por um utilizador através do programa «White Hat» que recompensa com pelo menos 500 dólares (380 euros) por cada «bug» encontrado. O valor da recompensa é determinado em função da «severidade e creatividade» do erro.

Fonte: Diário Digital

Após cobrar garantias, Fifa agora elogia Dilma Rousseff

REUTERS/Sergio Moraes
O presidente da Fifa, Joseph Blatter
O presidente da Fifa, Joseph Blatter
Rio - A Fifa ficou irritada com a demora da presidente Dilma Rousseff em se pronunciar e tomar medida para garantir a segurança da Copa das Confederações. E agora a entidade só aceitou manter o torneio por enquanto no País depois que recebeu garantias de que até o Exército poderia ser convocado para proteger os estádios da competição.
Depois de dias de um mal-estar entre governo e Fifa, a entidade optou neste sábado por elogiar o pronunciamento de Dilma na televisão, feito da noite da última sexta-feira, em que a presidente indicou que não irá tolerar a violência. A presidente pediu que os brasileiros recebam os estrangeiros "com carinho" e insistiu que não haveria espaço para perder a Copa do Mundo de 2014. "O futebol é símbolo de paz entre povos. O Brasil merece e vai fazer uma grande Copa", completou.
Segundo a Fifa, a entidade "recebe muito bem a declaração da presidente Dilma à nação e garantimos nossa colaboração com o governo para entregar uma exitosa e segura Copa das Confederações e uma Copa do Mundo em que todos os torcedores possam desfrutar".
O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, em declarações no Rio, insistia na sexta-feira que a responsabilidade pela segurança era do governo. Às autoridades, o tom foi de alerta: um plano B seria implementado se essas condições não fossem cumpridas.

Fonte: EXAME

Falha de segurança no Facebook expõe milhões de utilizadores

Uma falha de segurança tornou vísivel, esta sexta-feira, para outros utilizadores os contactos de email e telemóvel de seis milhões de utilizadores da rede social Facebook.
Falha de segurança no Facebook expõe milhões de utilizadores
 
foto Josh Edelson/AFP
Mark Zuckerberg, diretor executivo do Facebook
 
Esta sexta-feira, o Facebook admitiu que um erro ("bug") tornou informações privadas - números de telemóvel e endereços de email - acidentalmente acessíveis a outros utilizadores que tiveram oportunidade de fazer download das informações dos afetados.
Segundo a empresa, o erro verificou-se no método de sugestão de amigos a novos membros, pelo que apenas alguns utilizadores conseguiram ter acesso aos dados, e não empresas de publicidade ou programadores.
"O erro ocorreu em situações limitadas, em geral, em que um utilizador já tinha informações desse contacto e não temos nenhuma prova de que essas informações tenham sido usadas de forma maliciosa. Já notificámos os utilizadores afetados e recompensámos a pessoa que encontrou o erro pela sua contribuição para a segurança do Facebook", diz a empresa, em comunicado, após ter resolvido a falha de segurança.
Os utilizadores que foram afetados pela falha de segurança receberam notificações por e-mail. Contudo, o impacto foi "mínimo" já que a possibilidade de aceder a informações privadas deu-se apenas entre utilizadores com ligações entre si.
O erro foi encontrado por um utilizador, através do programa "White Hat" que oferece recompensas, no mínimo de 500 dólares (cerca de 380 euros) por cada "bug" encontrado.
O prémio é oferecido com base na "severidade e creatividade" do erro.

Fonte: Jornal de Notícias

Moradores fecham BR e testam a paciência de quem sai de Salvador

Foto: Angelo Pontes
O engarrafamento tirou o bom humor de quem fugia do São João em Salvador
 
O engarrafamento tirou o bom humor de quem fugia do São João em Salvador
Quem preferiu sair nessa sexta-feira (21/6) cedo com destino aos festejos juninos nas cidades do interior do Estado precisou contar com muita paciência. Isto por que os moradores do bairro de Águas Claras fecharam a BR-324, na altura do km 616, sentido Feira de Santana, próximo à cratera.
O trânsito no local está deficiente desde quando uma grande cratera cedeu três faixas da pista da BR-324, em Pirajá, e as obras no local ainda não têm previsão de concerto. A Polícia Rodoviária Federal já tinha pedido aos motoristas para evitarem passar pelo local por conta da cratera, mas, nessa sexta-feira (21/6) pela manhã, os motoristas foram surpreendidos por um protesto que parou o trânsito por algumas horas.
Alguns moradores de Águas Claras resolveram fechar as pistas queimando pneus e expondo cartazes pedindo segurança, passarela e atenção do poder público. Eles protestavam pelo atropelo de um jovem ocorrido no último dia 19, no local. Os moradores aproveitaram para pedir uma passarela para que os pedestres atravessem as pistas com segurança.
O trânsito, que continuava parado, só foi liberado depois da chegada de agentes do Corpo de Bombeiros que, após dialogar em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e Militar, convenceram os manifestantes a liberarem o trânsito e o fogo foi apagodo e retirados os restos de pneus que obstruíam a pista.
O engarrafamento atingiu a Avenida Bonocô e alguns bairros da capital. As reivindicações dos moradores de Águas Claras serão repassadas aos órgãos administrativos para que providência seja tomada com relação aos pedidos.
No mês passado, os moradores do bairro pararam a BR-324 para manifestar o assassinato de um rapaz em uma loja onde a vítima trabalhava e que a polícia ainda não tinha tomado providências para descobrir quem matou o rapaz. Na oportunidade, os moradores pediram segurança das autoridades e ressaltaram que a criminalidade tem aumentado no local, inclusive com assaltos à luz do dia.
Até o restabelecimento das obras de recuperação da cratera no quilômetro 618 da BR-324, a Via Bahia vai reduzir suas tarifas em 50% cobradas na praça de pedágio do quilômetro 597, em Simões Filho. A medida, anunciada em nota no final da manhã dessa sexta-feira (21/6), decorre de determinação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), publicada nessa sexta-feira (21/6) no Diário Oficial da União.
Com as novas tarifas, que já estão em vigor, a menor tarifa (para motocicletas, motonetas e bicicletas) passa a ser de R$ 0,50. De automóvel, caminhonete e furgão, a tarifa fica em R$ 0,90. Os veículos mais pesados terão ônus de 1,40 a R$ 2,7 (sem reboque) e de R$ 3,60 a R$ 8,10, quando há reboque ou semirreboque.
Sobre a cratera, a ViaBahia afirmou em nota que “a equipe de engenheiros e técnicos da concessionária trabalham intensamente pare realizar a escavação e chegar ao local comprometido, que está situado a nove metros de profundidade, e solucionar o problema do rompimento de uma galeria de águas pluviais que passa por baixo da rodovia”.

Fonte: Tribuna da Bahia

Manifestação: balanço inclui danos a 4 viaturas, mais de 40 pontos, 40 orelhões e lojas depredadas

A maioria dos 20 mil manifestantes que decidiram tomar as ruas do Centro de Salvador na tarde de quinta-feira era de cidadãos querendo fazer história, mas a minoria que saiu com o espírito de baderna conseguiu fazer muito estrago. Lojas saqueadas, ônibus incendiados, pontos de ônibus depredados e outros tantos prejuízos que ficaram na conta dos pequenos empresários e do próprio cidadão, que pagará o conserto através do dinheiro público — veja abaixo o balanço das depredações.


Ponto de ônibus depredado no Campo Grande. Como este, mais de 40 foram danificados pelos vândalos

O governador Jaques Wagner (PT) refutou o argumento de que as depredações teriam sido uma resposta à violência empregada pela Polícia Militar nos confrontos que marcaram a manifestação. “Após o protesto, na Avenida Sete não havia mais policiais, e mesmo assim houve casos de vandalismo. Como aconteceu também no Rio Vermelho, onde não havia nada programado em relação ao evento. Na minha opinião, esse rio não corre para um lugar bom”, disse. O governador detalhou o que de patrimônio público estadual ficou quebrado com a ação dos vândalos, mas disse não ter contabilizado ainda o valor total do prejuízo.

O prefeito ACM Neto (DEM) também preferiu evitar contabilizar os prejuízos. “A prefeitura vai tranquilamente, como já começamos a fazer, a limpar as ruas, vamos recuperar tudo que eventualmente tenha sido danificado ontem em Salvador. Praças, abrigos de ônibus, algumas placas oficiais. Não tenho estimativa de preço, mas não é nada que fuja da possibilidade da prefeitura de dar uma resposta imediata”, disse. O CORREIO, contudo, teve acesso ao relatório preparado por sua equipe de governo


Orelhões foram danificados no Largo do Rosário

Em entrevista, o prefeito afirmou que não pretende proteger praças e esculturas públicas hoje, quando se espera uma nova manifestação. “Não tem sentido. A praça pública é pública. Ela só tem razão de ser se toda pessoa puder dela desfrutar. Não tem sentido fazer vedação. O que a gente pede é que as pessoas cuidem da cidade. O espaço público pertence a todos, não ao governo, e sei que a grande maioria dos manifestantes tem essa compreensão”, disse. O prefeito avaliou o movimento social como “legítimo” e “nobre”, e ponderou que a minoria “não irá macular este processo”.

Lojas
A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL) contabiliza ao menos 30  lojas apedrejadas e quatro saqueadas na região da Avenida Sete e Carlos Gomes.  O total do prejuízo será detalhado na semana que vem.


Trailer da Desal foi virado também no Rosário

O presidente da entidade, Antoine Tawil, lamentou o ocorrido. “Na Avenida Sete, a maioria são pequenos empresários, que vivem daquilo. Depenar a loja não é mais manifestação pacificar para reivindicação de direitos, isso já é ação de vândalos”, disse. Ele afirmou ter feito uma solicitação oficial ao comando da PM por reforço na segurança da região para o dia de hoje.

Dilma Rousseff pede policiamento para minoria...

... ou seja, os que estão praticando o vandalismo, mas ela esquece do passado dela, onde ela saqueou banco, que ela a mesma minoria de hoje... Praticou os mesmos vandalismos de hoje, junto com os amigos com quem anda! Hoje está doendo na pele né?

http://livrepensar.files.wordpress.com/2010/11/blogue-dilma-dilma-juventude-hg-divulgacao-20100531.jpg