sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Barcelona goleia o Santos e Neymar joga apenas 16 minutos com Messi

O Barcelona goleou o Santos por 8 a 0 - na primeira partida de Neymar ao lado de Messi. A última vez que o clube paulista perdeu por este placar foi há quase 60 anos.

O Barcelona goleou o Santos por 8 a 0 - na primeira partida de Neymar ao lado de Messi. A última vez que o clube paulista perdeu por este placar foi há quase 60 anos.
Antes do jogo o Barcelona apresentou o elenco e a comissão técnica para a nova temporada. Destaques para o argentino Tata Martino, o novo técnico, e para o principal reforço da equipe: Neymar. Muito aplaudido.
Mas logo veio a frustração da torcida. O esperado encontro entre Messi e Neymar foi adiado. O brasileiro ficou na reserva. E de lá, entre um bocejo e outro, viu o ex-time ser totalmente dominado pelo atual.
A torcida do Santos já sabia que o compromisso seria difícil, principalmente agora que o time não tem Neymar. Mas ela jamais imaginava que o clube sairia com uma derrota histórica. No intervalo, mudanças no atacado. E Neymar entrou em campo. O melhor do Brasil e o melhor do mundo jogaram juntos durante 16 minutos. Não chegou a ser um show, mas se vê que será questão de tempo.
“Tivemos poucos minutos juntos, mas deu para o entrosamento melhorar um pouquinho”, diz Neymar.
Depois da saída de Messi, Neymar continuou até o final. Ele não marcou, mas viu o placar dobrar. Mas quatro gols: Barcelona 8 e Santos 0.
“Tô muito feliz. É, são grande jogadores, são grandes pessoas, me receberão bem. É isso que me deixa mais entusiasmado ainda”, finalizou o atacante brasileiro.

Fonte: Jornal Nacional

Justin Bieber recebe críticas por suposto playback

Justin Bieber - Divulgação


A performance do cantor Justin Bieber na cidade de Nova Jersey no dia 31 de julho, tem sido alvo de críticas. Tudo porque, segundo a crítica especializada, o astro teria se limitado a dublar suas músicas em boa parte do show.
Vários repórteres que foram assistir ao show, afirmaram que Justin não usou vocais durante o show da "Believe Tour". Entre os repórteres que lá estavam, Masfin Fekadu afirmou que "Bieber parecia estar dublando". Segundo ele, o seu jeito lento de dançar não estava de acordo com as batidas, e em alguns momentos, estava parecendo entediado. "Estava cumprindo acordos - apenas outro dia, apenas outro show esgotado".
Outro repórter do jornal local, Chris Jordan, disparou críticas negativas para o show, dizendo que quando se trata de Bieber cantando, não há realmente muito para se acreditar. Ele afirmou que sua voz é fina e esganiçada, e praticamente desaprovou sua dança: "Infelizmente, sua dança não é muito melhor. Ele parecia não saber se devia se juntar à sua equipe de dançarinos com força total ou apenas limitar-se a deixá-los fazer todo o trabalho".

As informações foram retiradas da Zero Hora RS.

Essa não foi a primeira vez que Justin Bieber usou playback nos seus shows. Anteriormente, saiu uma matéria na Yahoo, em que seu vômito desmascarou seu playback. Leiam já esse "Flashback"

Vômito de Justin Bieber desmascara “playback” picareta e nosso espírito anestesiado

Desde que comecei a escrever profissionalmente em 1995, nunca deixei de colocar minha opinião sincera em tudo o que produzi. O tempo resolveu ajudar e ofereceu uma gama infindável de assuntos a respeito dos quais nunca me furtei de oferecer meus 'pitacos'. Para o desprazer de muitos, um deles se tornou recorrente: jamais me conformei com a letargia que vem continuamente contaminando o espírito das pessoas em todos os campos. É como se grande parte da Humanidade estivesse sendo lentamente anestesiada e perdendo a sua capacidade de indignação contra aquilo que julgue errado.
Semana passada ocorreu algo que, a princípio, pode parecer uma notícia como outra qualquer, daquelas que você dá de ombros, como se fosse algo corriqueiro e banal. Esperei por alguns dias na esperança de que tal "ocorrência" causasse algum tipo de reação — qualquer uma — nas pessoas, mas não aconteceu nada. Não houve qualquer tipo de alvoroço como ocorreu no passado, quando uma dupla de gaiatos chamada Milli Vanilli foi desmascarada em pleno palco, em 1989, pelo mesmo motivo e teve que devolver todos os prêmios que ganhou, foi processada — posteriormente, descobriram que as vozes da dupla nos discos eram de outras pessoas - e relegada ao ostracismo, a ponto de um de seus integrantes ter cometido suicídio por conta da depressão resultante.

Leia a notícia aqui e assista ao vídeo abaixo:


Sim, eu sei que você neste exato momento vai dizer "pô, mas todo mundo sabe que ele faz playback", "quem se importa com Justin Bieber além de meninas desmioladas de treze anos" e outras coisas do gênero. Sim, eu sei, mas também sei que a questão aqui não é o que representa este moleque para o imaginário pop infantil dos dias de hoje. Sinto que vou dar um nó na sua cabeça, mas tudo o que você leu na notícia em si e no vídeo me deixou pensando em arrumar um foguete para Saturno e abandonar este planeta o mais rápido possível. Acho que vou começar a doar esperma para a formação de uma nova ração interplanetária.
Calma, vou explicar...
Mais do que ser flagrado fazendo playback em um show de sua própria turnê, Bieber e seu vômito nojento escancararam o quanto as plateias nos dias de hoje encaram o ato de subir ao palco e mostrar suas músicas como uma extensão única daquilo que assistem na TV. A espontaneidade e o caráter genuíno de um show foram substituídos pela picaretagem tecnológica dos videoclipes, e isto fugiu completamente ao controle do bom senso. As pessoas são tão facilmente manipuladas em "não pensar e não sentir" que simplesmente aceitam que seus ídolos subam ao palco e façam aquilo que sempre fizeram nos clipes da TV: dublagem. E desembolsam uma grana alta para serem enganados.
Ao contrário do que aconteceu na época do Milli Vanilli, ninguém criticou a picaretagem de Bieber. Não houve qualquer sinal de indignação. Nada. Apenas um comunicado da assessoria do cantor, que alegou que o moleque bebeu... leite estragado!!! Todo mundo aceitou o playback como se fosse muito natural um artista idolatrado por milhares de crianças — tanto em termos físicos como mentais — trapacear e ainda cobrar ingressos caros para isto. Todo mundo em silêncio, quietinho, anestesiado e penalizado. Cheguei a ler comentários de um monte de gente elogiando o cantor — a sério, sem ironias - por conseguir cantar e vomitar ao mesmo tempo. Dá vontade de ir embora deste planeta mesmo, não?
E você pode acreditar: a maioria dos astros pop apela para este tipo de engodo. Incapazes de manter um mínimo de qualidade em relação ao que apresentam nos discos — no estúdio, todas as imperfeições são corrigidas por traquitanas eletrônicas e programas de manipulação de áudio cada vez mais sofisticados, como Melodyne, Auto-Tune, Pro Tools e o cacete a quatro -, gente como Madonna, Britney Spears, Jennifer Lopez e até mesmo o finado Michael Jackson passaram a levar para o palco um tipo de espetáculo que nada mais é que um videoclipe encenado "ao vivo", tendo na plateia baba-ovos idiotas, que se transformaram nos coadjuvantes perfeitos para tais picaretagens.
A farsa está tão descontrolada que até mesmo bandas de rock que sempre primaram pela energia espontânea de suas apresentações se renderam a esta presepada. Conversando com integrantes das equipes de apoio que trabalharam em shows de bandas internacionais que passaram pelo Brasil nos últimos tempos, fiquei estarrecido com um sem número de casos de instrumentos, backing vocals e até mesmo vozes principais pré-gravados.
E no teatro então? Acredite: já assisti a um musical em que não apenas as canções, mas também os diálogos eram em playback. Foi o fim da picada!
Pode me chamar de "ingênuo", "idiota", "cretino", "invejoso", do que você quiser. Não tem problema, não me importo com isto. Enquanto eu viver, vou continuar a defender o palco como um lugar onde o artista tem que mostrar a sua arte de modo genuíno, com os erros e acertos decorrentes disto.
Se você quer continuar a ser enganado — e a pagar uma fortuna por isto -, o problema é todo seu...

Essa reportagem foi feita em 3 de outubro de 2012.

E essa foi a matéria que prova realmente que ele usou playback nesse show. Quem usa uma vez, usa duas três quatro etc etc! E pelo relato dos repórteres citados acima, ele deve ter usado sim o playback! Ééh Bieber. Você já era!

Falando no garoto problema - Depois de show, astro teen Justin Bieber faz tatuagem nova.

O cantor teen Justin Bieber fez tatuagem de uma rosa? Pois é, sua nova tatuagem é uma rosa. O cantor fechou o braço esquerdo nesta sexta-feira, 2, em New Jersey.

EGO - Sem camisa e de calça baixa, Justin Bieber fez dança sensual com suas bailarinas durante show nesta quinta-feira, 1º. O cantor se apresentou pela segunda noite seguida com ingressos esgotados no Prudential Center.

Braço tatuado de Justin Bieber (Foto: Instagram/ Reprodução) 
Braço tatuado de Justin Bieber

Braço tatuado de Justin Bieber (Foto: Instagram/ Reprodução) 
Bieber exibe braço tatuado



Justin Bieber em show em New Jersey, nos Estados Unidos (Foto: AKM-GSI Brasil/ Splash News)Justin Bieber em show em New Jersey antes de fazer a nova tatuagem

"Afinal, todo mundo faz o que quer né? Se ele acha que vai ficar lindo, ok! Não tá mais aqui quem falou"

Empresário tenta afastar Justin Bieber de rapper problemático

O empresário de Justin Bieber, Scooter Brauns, está cansado de Lil Twist afundar o astro teen. Segundo o site TMZ, ele gostaria que Bieber se afastasse do rapper.

Justin Bieber não quer se afastar do amigo Foto: The Grosby Group
Justin Bieber não quer se afastar do amigo

Twist foi acusado de agredir uma garota na mansão de Bieber em Calabasas. Esse seria apenas um exemplo do comportamento inadequado do rapper, que já teve problemas por dirigir em alta velocidade, fumar maconha, entre outros.

O cantor diz que não vai se afastar do amigo. O empresário, por sua vez, tenta fazê-lo entender que Twist pode denegrir sua imagem.

Fonte: Terra

"Não consigo entender o porque das meninas ficarem tão eufóricas ao vê-lo, mesmo ele sendo tão problemático. Olhem aí outro problema: ele não quer se afastar de más influências, que só o colocam para baixo. Realmente, a cada problema que aparece na mídia, ele se supera. Ele inova. Inova nos problemas, mas não melhora seu comportamento, que só anda piorando. Daqui a pouco, ele cairá no ostracismo se continuar desse jeito. Cuspindo em fãs, cuspindo em DJ, andando com pessoas que já agrediram alguém (no caso do Twist, ele agrediu uma mulher) etc etc! Só de listar os problemas dele, eu já ando até cansado de digitar."

VEJA A MATÉRIA DO TV FAMA SOBRE O RECENTE PROBLEMA DO CUSPE EM UMA FÃ NA SACADA DO HOTEL. INCRÍVEL, PRA NÃO DIZER O CONTRÁRIO:

'Amor à Vida': Alejandra joga Ciça de penhasco e ameaça matar Paulinha

Alejandra (Maria Maya) nunca foi boazinha em Amor à Vida e vai mostrar de vez suas garras nos próximos capítulos da trama. Depois de sequestrar Paulinha (Klara Castanho) e matar um homem na frente dela, ela joga Ciça (Neusa Maria Faro) de um penhasco. A cena acontece quando a filha de Paloma (Paolla Oliveira) convence Ninho (Juliano Cazarré) a dar um passeio e acaba tentando fugir.

Alejandra esbraveja que foi Ciça quem deu a ideia para a menina e tenta matá-la. "Sei perfeitamente que foi você, velha maluca, que botou a ideia de fugir na cabeça da Paulinha. Mas se pensa que vai sair dessa, está muito enganada. Você tentou me prejudicar. Mas é descartável", ameaça. A enfermeira implora para que ela não faça nenhuma maluquice. "Está pensando que me comove? Você já era", afirma.

Alejandra vai mostrar que é realmente má em 'Amor à Vida' Foto: TV Globo / Divulgação
Alejandra vai mostrar que é realmente má em 'Amor à Vida'



A boliviana empurra Ciça, que cai do penhasco em direção ao mar. Ela entra no carro para voltar ao cativeiro e não vê um pescador achando a enfermeira desmaiada e ensanguentada. Ele a leva para o hospitall e Ciça é entubada. Quando volta para a casa onde estão, briga com Paulinha e Ninho. Ela ainda ameaça matar a menina. "Se você cair no papo dessa garota de novo, se me colocar em risco, eu desisto de tudo, Ninho. E dou um jeito na Paulinha como dei na Ciça", fala.

"E aí, já tá com saudade da Ciça?", diz Alejandra para Paulinha. A menina questiona o que aconteceu. "O que eu faço com qualquer pessoa que atrapalha os meus planos. Você lembra o que aconteceu com o cara da estrada, não lembra? Pois é, eu vim aqui só pra te avisar que eu não peguei a foto do Bruno à toa. Se tentar fugir de novo, se aprontar mais alguma para cima de mim, se não fizer direitinho o que eu disser, eu mando dar um jeito no seu pai. Entendeu, garota? Não brinca comigo, porque as minhas brincadeiras são bem mais perigosas que as suas", completa.

Fonte: Terra

EUA lançam alerta devido a ameaça da Al-Qaeda

Os Estados Unidos emitiram hoje um alerta mundial a todos os seus cidadãos devido à ameaça de um ataque da Al-Qaeda no Médio Oriente ou no Norte de África no mês de agosto.

O alerta foi feito menos de 24 horas depois de o Departamento de Estado norte-americano ter dado instruções a várias das suas embaixadas, nomeadamente naquelas regiões, para que permaneçam fechadas no próximo domingo devido a uma ameaça terrorista não especificada.
No alerta aos cidadãos, em vigor até 31 de agosto, o Departamento de Estado adverte para a "possibilidade de ataques terroristas, particularmente no Médio Oriente e no Norte de África" ou "na Península Arábica". "A informação atual sugere que a Al-Qaeda e organizações afiliadas continuam a planear ataques terroristas" e que os "esforços" para os realizar podem concentrar-se "no período entre agora e finais de agosto". "Recorda-se aos cidadãos norte-americanos a possibilidade de os terroristas atacarem os sistemas de transportes públicos e outras infraestruturas turísticas", lê-se no alerta.
O Departamento de Estado sublinha também que os Estados Unidos continuam a "trabalhar estreitamente com outros países em face da ameaça do terrorismo internacional, incluindo da Al-Qaeda".
Na quinta-feira à noite, o Departamento de Estado anunciou ter dado instruções a 18 das suas embaixadas e consulados para que permaneçam encerradas no domingo, dia de trabalho normal nos países muçulmanos.
Entre os países visados estão Afeganistão, Arábia Saudita, Argélia, Bangladesh, Egito, Iémen, Iraque, Israel, Kuwait, Líbia e Turquia.

Fonte: Economico

'Amor à Vida': Mateus Solano posta foto de Félix em cemitério

Personagem em foto postada nesta sexta-feira Foto: Instagram / Reprodução
Personagem em foto postada nesta sexta-feira
Foto: Instagram / Reprodução
O ator Mateus Solano usou sua página no Instagram para postar, na tarde desta sexta-feira (2), uma foto em que aparece na pele do vilão Félix, de Amor à Vida, em um cemitério. A novela, que completa três meses no ar em agosto, é exibida ao ar de segunda à sábado, às 21h, na TV Globo.

Na imagem, o personagem de Solano aparece com terno todo preto, óculos escuros e segura com as duas mãos um buquê de flores secas. Na legenda, o ator escreveu "Félix no cemitério".

No capítulo exibido na quinta-feira (1º), Edith (Bárbara Paz) divulgou fotos do marido, Félix, com outro homem, expondo a homossexualidade do personagem.

Fonte: Terra

De volta! Elle DeGeneres apresentará cerimônia do Oscar em 2014

Dona de um carisma inabalável e também da voz de uma das personagens mais amadas do cinema (a 'peixinha' Dory, de 'Procurando Nemo'), Elle DeGeneres  saiu do posto de atriz mediana para o trono de um dos nomes mais queridos do showbizz americano, ao comandar com maestria o talk show 'The Ellen DeGeneres Show', transmitido aqui no Brasil pelo canal a cabo GNT.
E, aproveitando o hype merecido em torno do nome da loura, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood a convocou para apresentar a cerimônia do Oscar em 2014, marcada para o dia 2 de março. Lembrando que Ellen já esteve à frente da premiação em 2007.
Ellen DeGeneres está de volta à cerimônia de entrega do Oscar, sete anos após sua estreia
Ellen DeGeneres está de volta à cerimônia de entrega do Oscar, sete anos após sua estreia
"Há poucos artistas hoje que têm o dom de Ellen para a comédia, com brilho e humanidade", elogiaram em nota os produtores da 86ª edição do Oscar, Craig Zadan e Neil Meron. Sendo assim, fica confirmada a reprovação do comediante Seth MacFarlane  (criador da série 'Uma família da pesada' e do filme 'Ted') à frente da cerimônia em 2013. Recheada de polêmicas, a apresentação de Seth teria 'passado do ponto', segundo a mídia americana.

Fonte: Jornal do Brasil

Siemens afirma que governo de SP 'deu aval' a cartel do metrô, diz jornal

A empresa alemã Siemens apresentou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) documentos em que afirma que o governo de São Paulo sabia e deu aval à formação de um cartel para licitação de obras do metrô no estado, segundo reportagem publicada nesta sexta-feira (2) pelo jornal "Folha de S.Paulo".
Em entrevista coletiva na manhã desta sexta, o secretário chefe da Casa Civil do governo de São Paulo, Edson Aparecido, disse que o governo nega ligação com o suposto cartel em licitações do Metrô, que a apuração sobre as denúncias está sendo feita também pela Corregedoria do Estado e que a investigação do Cade está sendo usada como "instrumento de polícia política". Em resposta às declarações, o Cade disse em nota que "repudia" acusações de "instrumentalização política" das investigações.
Presidente da Corregedoria de São Paulo, Gustavo Ungaro afirmou que o estado é parte interessada no processo, "uma vez que, se confirmado o cartel, o estado de São Paulo terá sido vítima deste conluio de empresas privadas". Ele disse também que uma ação será proposta pela Procuradoria Geral do Estado para que o governo estadual tenha acesso aos documentos, uma vez que "as solicitações feitas pela Corregedoria não foram até o momento atendidas".
Secretário de Transportes no governo Covas, Claudio de Senna Frederico afirma que não pode confirmar ou não se houve a formação de cartel entre as empresas para a construção do Metrô. Diz que desconhecia o fato até então e que não houve nenhuma conivência ou consentimento da pasta na época.
Em nota, o PSDB afirmou que "nunca compactuou, nem nunca há de compactuar, com o erro e com a falta de conduta ética" e que ao governo de São Paulo "interessa buscar ressarcimento e punir os eventuais responsáveis pela suposta formação de cartel". O partido disse que "causa estranheza, no entanto, que o Cade se negue a fornecer o conteúdo das investigações para que a Corregedoria de São Paulo faça seu trabalho" e criticou o órgão por fazer "vazamentos seletivos" com o "claro objetivo de confundir e de produzir efeitos políticos e eleitorais".
O ex-governador de São Paulo José Serra divulgou nota na qual endossa "integralmente as declarações já feitas pelo Governo de São Paulo". Além disso, negou ter tido qualquer informação sobre irregularidades. "Não tomamos em nenhum momento conhecimento de qualquer cartel feito por fornecedores e muito menos se deu aval a qualquer coisa nesse sentido", disse Serra.
A empresa alemã Siemens divulgou nota em que afirma ter conhecimento das investigações do Cade sobre um suposto cartel em licitações no Metrô de São Paulo, mas nega ter sido fonte das informações divulgadas na imprensa de que teria fornecido documentos e provas do conluio.
O G1 está tentando ouvir todos os envolvidos na denúncia.
A negociação entre a empresa alemã e representantes do estado está relatada em diários entregues às autoridades brasileiras, diz a "Folha". Em julho, segundo a publicação, a Siemens denunciou ao Cade a existência de um cartel para a construção e a manutenção de linhas de trens e metrô e também para a compra de equipamentos ferroviários em São Paulo e no Distrito Federal.
De acordo com a reportagem, o cartel em São Paulo teria sido formado em 2000, no governo de Mário Covas (PSDB), para a construção da linha 5 do Metrô. A empresa, segundo o jornal, teria assinado um documento em que garantiria a imunidade caso o esquema fosse descoberto.
O Cade apontou, afirma ainda o jornal, que o esquema se estendeu ao governo de Geraldo Alckmin (2001-2006) e também ao primeiro ano do governo de José Serra (2007).
O ex-secretário de Transportes durante o governo Covas, Cláudio de Senna Frederico, afirmou à "Folha de S.Paulo" que não tinha conhecimento do cartel. O governo Alckmin disse ao jornal que, se confirmado o esquema, pedirá a punição dos envolvidos. Serra não foi localizado, de acordo com a publicação.
Conforme reportagem da "Folha", a Siemens apresentou às autoridades a lista de 18 empresas, sendo algumas de um mesmo grupo, e 23 executivos que teriam participado do cartel. Subsidiárias de multinacionais como a francesa Alstom, a canadense Bombardier, a espanhola CAF e a japonesa Mitsui estão na relação, de acordo com o jornal.

Secretário critica Cade
Edson Aparecido disse que está ocorrendo "um processo de vazamento seletivo" que afirmou ser "absolutamente inacreditável" por ferir o acordo de leniência feito com a empresa investigada. "Acaba fazendo um processo de vazamento seletivo, que nós temos acompanhado pela imprensa", disse o secretário. "A ação não nos parece que seja de esclarecimento, mas seja muito mais de uma ação política".
Segundo ele, uma reunião na quarta (1º) foi realizada com oito procuradores do Ministério Público, com o presidente do Metrô, com o presidente da CPTM, com a Procuradoria Geral do Estado e com o corregedor de São Paulo para conseguir acesso a documentos do Cade. Aparecido disse haver "desvirtuamento" do papel do conselho, que deveria "garantir a livre concorrência" e não trabalhar como "instrumento de polícia política".
A Procuradoria do estado, de acordo com o secretário, deve tomar medida judicial para obter as informações junto ao Cade. Ele disse acreditar que será impetrado um mandado de segurança.
"O estado de São Paulo é o maior interessado. [...] Se houve irregularidade, vai ter o ressarcimento dos cofres públicos", disse o secretário. Para ele, há "uma tentativa de desmoralizar o programa de mobilidade urbana". "É uma troca de informações de funcionários e empresas. Não diz ali que havia esse tipo de conhecimento por parte do governo de São Paulo".
Indagado se o governador Geraldo Alckmin (PSDB) sabia da suposta ligação de funcionários com o esquema , Aparecido disse que não. Ele também disse que a memória do ex-governador Mário Covas está sendo "enxovalhada" e se disse indignado com a afirmação de que funcionários do governo na época da gestão Covas tivessem relação com o cartel.
"A Corregedoria já está apurando, está ouvindo pessoas físicas e jurídicas citadas na reportagem", disse o secretário.

Secretário de Covas desconhece cartel
Secretário de Transportes no governo Covas, Claudio de Senna Frederico afirma que não pode confirmar ou não se houve a formação de cartel entre as empresas para a construção do Metrô. Diz que desconhecia o fato até então e que não houve nenhuma conivência ou consentimento da pasta na época.
"Faz 13 anos isso. Houve uma licitação, uma empresa ganhou, os trens foram fornecidos no preço e prazo contratados e, agora, surgiu uma informação, que está sendo investigada, de que teria havido um acordo, um entendimento entre eles (as empresas). Eu não posso dizer que houve, nem que não houve. Eu não fui informado de nenhum acordo, mas certamente já vi isso acontecer muitas vezes na vida", disse ele ao G1.
"O que eu vi do lado de cá foi um fornecimento, como qualquer outro. A linha 4 foi a mais barata, e com resultado", afirmou
"Se existia uma conversa entre eles ou não, eu não tinha o conhecimento. Com frequência eles pediam reuniões para esclarecimento de detalhes. Se eles tinham uma combinação por trás, eu não sabia e isso não foi feito através da secretaria", afirmou.
"Quando os fornecedores falam em governo, é uma palavra amorfa, não se sabe quem. Da minha parte não havia ciência e nem de meus subordinados".

Cade analisa documentos
O Cade informou nesta sexta-feira ao G1 que analisa desde o começo de julho documentos que apontam suspeitas de envolvimento de 13 empresas na formação de cartel para supostas fraudes em seis licitações para aquisição de trens, além de manutenção e construção de linhas ferroviárias e de metrô, em São Paulo e no Distrito Federal.

Em São Paulo, segundo o Cade, irregularidades teriam ocorrido na construção da primeira fase da linha 5 e da extensão da linha 2 do metrô da capital paulista, além da aquisição de trens pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).
O Cade informou que o processo é sigiloso e que, por isso, não pode confirmar se a empresa envolvida é a Siemens. O conselho confirma que a investigação começou após a assinatura de um acordo de leniência, que equivale a uma delação premiada.
De acordo com o Cade, não é possível afirmar, no atual estágio de apuração, a abrangência do suposto cartel em licitações para aquisição de carros de trens, manutenção e construção de linhas de trens e metrôs.
O conselho disse que o atual inquérito administrativo é uma fase preliminar de investigação. "Apenas após a análise de todo material apreendido pelo Cade durante a operação de busca e apreensão realizada no dia 4 de julho e eventual instauração de um processo administrativo é que poderão ser identificadas as empresas e pessoas físicas envolvidas, os projetos e cidades afetadas e o período em que o cartel teria atuado", diz o Cade em nota.

Alstom afirma que está colaborando
A Alstom esclareceu que recebeu um pedido do Cade para apresentar documentos relacionados a um procedimento administrativo referente à lei concorrencial. A empresa disse que está colaborando com as autoridades.

Fonte: G1

A atriz Larissa Maciel anunciou a sua gravidez através da rede social

A atriz Larissa Maciel usou seu perfil no Instagram, nesta sexta-feira (2), para compartilhar com seus fãs e seguidores sua alegria com a chegada do primeiro filho.
Casada desde 2008, com o empresário André Surkpam, a atriz vibrou ao confirmar sua gravidez postando foto de um par de sapatinhos de crochê vermelho. "Sim, é verdade. Estou grávida e muito feliz!", escreveu ela. Quem também comemorou sua gestação foi a empresária, Marcia Marbá. "Família muito feliz! Muita saúde e felicidade!".


A atriz Larissa Maciel anunciou a sua gravidez através da rede social
 
A atriz Larissa Maciel anunciou a sua gravidez através da rede social


Larissa está no ar na minissérie "José do Egito", da Record, onde dá vida à personagem Sati. Para o papel, a atriz passou por uma transformação radical no seu visual tendo que raspas seus cabelos. A transformação foi feita no salão de Celso Kamura, hairstylist queridinho de famosas como Angélica eGrazi Massafera.
Em entrevista à revista "Quem", a atriz contou que está adorando o novo visual. No seu blog, Larissa contou que tem se inspirado no cabelo da atriz Anne Hathaway. "Olho as fotos dela, para ver como ela está deixando crescer e vejo se vai funcionar comigo", contou.

Fonte: Puredepeople

FBI usa 'táticas de hackers' para espionar suspeitos, diz jornal

O FBI (polícia federal dos EUA) está usando "táticas de hacker" para obter informações sobre suspeitos, como ativar remotamente microfones de telefones celulares, segundo reportagem publicada nesta sexta-feira (2) pelo "Wall Street Journal".
O jornal afirma ter vistos documentos judiciais e ter falado com pessoas envolvidas nos programas, que incluem mandar "spyware" (softwares espiões) para computadores e celulares.
As táticas são usadas sob autorização judicial, segundo os envolvidos, e são cada vez mais usadas, principalmente na investigação de casos de crime organizado, pornografia infantil ou ações de contraterrorismo.
O FBI recusou-se a comentar as informações.

Fonte: G1

Neymar e Messi ficam pouco juntos, mas Barça humilha

Quando topou trocar parte do pagamento de Neymar por dois amistosos contra o Barcelona, o Santos pensou na exposição internacional, mas não contava que fosse passar vergonha. Nesta sexta-feira, quando Neymar e Messi jogaram juntos pela primeira vez, o time catalão foi um relógio quase perfeito. A cada sete minutos, criou uma chance clara de gol. Como o argentino perdeu três e o brasileiro colocou uma bola no travessão, a conta foi 8 a 0 no Camp Nou.
Completamente dominado, o Santos não chegou à área adversária no primeiro tempo, até criou três chances no segundo, mas não conseguiu parar a intensa troca de passes do Barcelona. Na primeira partida com força máxima, o time espanhol, agora treinado por Gerardo Martino, voltou a mostrar a mesma característica encantadora da época de Pep Guardiola e deu um show memorável para ganhar o Troféu Joan Gamper.
Messi começou como titular, mas Neymar só entrou no intervalo, quando o jogo já estava 4 a 0. Os dois atuaram juntos por 16 minutos e trocaram passes apenas uma vez. O brasileiro deu uma assistência para Fábregas, bateu o escanteio que acabou com gol de Adriano e colocou uma bola no travessão.
Depois de levar 8 a 0, o Santos volta ao Brasil para, na quarta-feira, encarar o Corinthians, time que lhe aplicou a maior goleada de sua história: um 11 a 0, em 1920. A partida será válida pelo Campeonato Brasileiro.
O JOGO - Conhecido pelo futebol do tic-tac, o Barcelona foi um relógio quase perfeito e decidiu que faria um gol a cada sete minutos. Só não conseguiu cumprir a "meta" porque Messi perdeu três chances claras.
A contagem começou aos sete minutos. Pedro tentou o passe em profundidade, a bola desviou em Rafael Galhardo e chegou do jeito que Messi queria. O craque driblou Aranha e empurrou para o gol vazio. Um minuto antes, Pedro havia perdido gol na cara do goleiro, depois de belíssima tabela com Sanchez dentro da área.
Léo atrapalhou o relógio catalão e antecipou o segundo gol. Aos 11, Daniel Alves recebeu nas costas dele e cruzou. O lateral tentou tirar e mandou de coxa, encobrindo Aranha. Pelo menos fez um golaço, para não sair da rotina do time da casa.
Quando o cronômetro chegou aos 21 minutos era hora de o Barcelona fazer mais um gol. O Santos ajudou saindo errado. Messi recebeu mano a mano com Edu Dracena e só rolou para Alexis Sánchez, que deu um tapa no canto esquerdo de Aranha.
Basta conhecer a tabuada para saber que aos 28 minutos era a vez do quarto gol. De Sánchez para Alba e do lateral para Pedro, livre no meio da área, empurrar para as redes, já sem goleiro.
Na tentativa de marcar o quinto, o Barcelona fez graça aos 35 minutos. Rodou a bola como quis na frente e dentro da área santista até que Iniesta deu um passe de gênio para Messi, com uma cavadinha que encobriu o pobre Rafael Galhardo. O argentino, porém, estragou o compasso. Livre, bateu fraco, em cima de Aranha.
A nova tentativa atrasou um minuto. Foi aos 43, desta vez depois de uma troca de passes ainda mais incrível. O lance acabou quando Daniel Alves cruzou na área a atordoada defesa santista deixou Messi e Pedro livres. O argentino cabeceou, mas novamente sem força, nas mãos de Aranha.
Passados 45 minutos de jogo, o Santos só havia assistido ao Barcelona jogar. Nenhum santista sequer conheceu a área em que estava Valdés. Thiago Ribeiro, que estreava, mal tocou na bola e saiu aos 34, para entrar Willian José. Nas contas de time da casa, a posse de bola catalã foi de 67%.
Para o segundo tempo, os dois times, juntos, mudaram 14 jogadores. Neymar entrou no lugar de Pedro e passou a jogar ao lado de Messi pela primeira vez. O relógio, porém, não atrasou. Aos 7 minutos, lá estava Fábregas, para receber o passe de Sánchez e bater para o fundo das redes, fazendo o quinto gol.
O que era para ser o sexto atrasou um pouco. Aos 15 minutos, Messi saiu na cara de Vladimir. Tentou fazer o de sempre, dando uma cavadinha para encobrir o goleiro. Mas o santista já sabia do truque, esticou a mão e pegou.
Seria o último lance de Messi no jogo. Depois de marcar um gol e perder três, o argentino saiu ovacionado aos 16 minutos. Nesse tempo, fez apenas uma boa troca de passes com Neymar, que aplaudiu o companheiro quando ficou sozinho como protagonista da equipe.
Por conta da saída de Messi o relógio atrasou um pouco. Mas a sequência continuou. Aos 22, Messi recebeu pela esquerda da área, parou na frente de Cicinho e tocou na hora certa para Fábregas, que chegou dando um tapa na bola e pegou Vladimir no contrapé. Era o sexto.
O sétimo poderia ter vindo novamente com Fábregas. Mas como o relógio marcava 24 minutos, a cobrança de falta explodiu na trave. O árbitro também não quis tirar as coisas de ritmo. Aos 25, não deu pênalti claro de Cicinho sobre Neymar.
Adriano agradeceu. Afinal, o sétimo gol tinha que sair aos 29. Primeiro Neymar pedalou na área, deixou Edu Dracena na saudade, mas teve o passe interceptado. Na cobrança de escanteio, rolou para o lateral-esquerdo, que carregou a bola para o meio e bateu de direito, na caixa, sem chances para o estático Vladimir.
Como o Barcelona estava já com um time inteiro reserva, o oitavo gol atrasou um minuto. Aos 37, Fábregas rolou para Dongou só escorar embaixo da trave. Neymar tentou recolocar as coisas no lugar aos 43. Recebeu na área, bateu forte, mas mandou no travessão.
O Santos, que jogou pouco melhor no segundo tempo, ameaçou três vezes. Na melhor, Cícero cabeceou meio sem jeito e Pinto se esticou para trabalhar na única vez na partida.

FICHA TÉCNICA:

BARCELONA 8 X 0 SANTOS
BARCELONA - Valdés (Pinto); Daniel Alves (Montoya), Piqué (Bartra), Mascherano (Bagnack) e Alba (Adriano); Busquets (Song), Xavi (Sergi Roberto) e Iniesta (Fábregas); Sánchez (Nieto), Messi (Dongou) e Pedro (Messi). Técnico - Gerardo Martino.
SANTOS - Aranha (Vladimir); Galhardo (Cicinho), Edu Dracena, Durval (Gustavo) e Léo (Mena); Arouca (Alan Santos), Cícero, Leandrinho (Léo Cittadini) e Montillo (Pedro Castro); Nilton (Giva, Victor Andrade) e Thiago Ribeiro (Willian José, Gabriel). Técnico - Claudinei Oliveira (interino).
ÁRBITRO - Javier Estrada Fernandes (Espanha).
GOLS - Messi, aos 7, Léo (contra), aos 11, Alexis Sánchez, aos 21, e Pedro, aos 28 minutos do primeiro tempo. Fábregas, aos 7 e aos 22, Adriano, aos 29, e Dongou, aos 37 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Adriano e Victor Andrade.
RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.
LOCAL - Camp Nou, em Barcelona (Espanha).

Fonte: Portal A Tarde

Sem Cory Monteith, 'Glee' chegará ao fim após a sexta temporada

As últimas semanas não estão sendo de boas notícias para os fãs de 'Glee'. Após a morte súbita de Cory Monteith, um dos principais atores da série, o presidente da Fox, emissora que produz a atração nos Estados Unidos, confirmou que ela está com os dias contados.
Segundo Kevin Reilly, 'Glee' será encerrada em maio de 2015, após a já confirmada sexta temporada, cuja estreia está prevista para setembro de 2014.
Finn, personagem de Corey, morrerá no terceiro episódio da quinta temporada, que estreia em 26 de setembro nos Estados Unidos. Os executivos da série já garantirão que aproveitarão a ocasião para abordar o polêmico tema do abuso de drogas na trama da série teen.
Sem Cory Monteith, 'Glee' só terá mais uma temporada e terminará em 2015
Sem Cory Monteith, 'Glee' só terá mais uma temporada e terminará em 2015

Fonte: Jornal do Brasil

Carandiru: advogada apresenta policiais com invalidez para defesa de PMs

A defesa dos 25 policiais que são julgados desde segunda-feira acusados por 73 mortes no terceiro pavimento do Pavilhão 9 da Casa de Detenção de São Paulo, em 1992, abriu a sua explanação nesta sexta-feira com a apresentação de policiais militares portadores de deficiência física, adquirida no desempenho de suas funções. Cerca de 20 deles, em cadeiras de rodas e portando muletas, sentaram-se na plateia e foram apresentados pela advogada Ieda Ribeiro de Souza aos jurados da seguinte maneira: "mesmo nessa condição, estes senhores se orgulham de ser da corporação, de ser da Polícia Militar". Eles fazem parte da Associação dos Policiais Militares Portadores de Deficiência.
Desde o início, a estratégia da defesa é mostrar quem os policiais trabalham em condições nem sempre ideais para a sua segurança e que são apaixonados pelo ofício que desempenham. "Muitos deles estão nessas condições ou mortos", afirmou ela.

http://f.i.uol.com.br/fotografia/2012/10/01/194513-970x600-1.jpeg
Essa é uma das fotos de depois do massacre do Carandiru


Sobre os réus, a advogada disse que os considera hoje como pessoas da família. "Já são mais de 18 anos que faço a defesa de vocês. Na mente desses senhores, todas as vezes que entram em confronto, podem ficar certos que aparece a imagem dos familiares que estão aqui presentes", afirmou.
Ela lembrou que os réus só estão sendo julgados porque disseram: "eu atirei". Segundo ela, outros, que negaram ter atirado, sequer foram a julgamento. "O promotor vem aqui e diz que das 73 mortes pelas quais os réus estão sendo acusados, como por encanto, caíram para 52. Sequer o Ministério Público tem certeza, por que vou exigir desses homens que saibam exatamente como aconteceram aquelas mortes?".
De acordo com o processo, dos 111 mortos naquela tarde, nove deles não foram atingidos por armas de fogo. Além disso, o promotor Fernando Pereira da Silva, responsável pela acusação, pediu na manhã de sexta-feira que a morte de 21 desses presos deixassem de ser imputadas aos acusados. Segundo ele, três foram mortos por armas brancas - durante a briga entre os presos - outros quatro morreram fora do andar e 14 outros foram mortos do lado direito do pavimento, local em que os policiais acusados, da Rota, não teriam atuado.
"Parabéns para a Justiça. Essas 30 mortes vão ficar impunes. Outras duas, no primeiro andar também. São 30 ‘mortezinhas’ que não ficaram esclarecidas e não vão ficar nunca. Nunca vi nenhuma entidade investigar quem são os responsáveis pelas nove mortes que ocorreram antes de a polícia entrar no local."
Nos debates, tanto acusação quanto defesa citaram o confronto balístico para saber de onde teriam partido os tiros que mataram os detentos. Porém, a advogada Ieda de Souza afirmou que a defesa necessitava dessas provas, lembrando a repercussão internacional que o caso teve na época.
“Se eu, Brasil, sou incompetente para fazer isso, manda para os Estados Unidos. Mas é mais fácil pegar o avião, vir aqui e dizer que somos incompetentes e que foi o maior massacre a detentos do mundo”, disse a advogada. “É mais fácil tornar esse caso político”, completou.
Em relação à identificação dos presos no momento da invasão, a defesa insistiu na incapacidade de os policiais enxergarem por conta da escuridão do local. Ieda, inclusive, apagou as luzes do plenário para tentar exemplificar isso. “É apenas uma dica básica de como eles encontraram o pavimento, com barulho de vozes altas e sem conseguir ver nada”, argumentou.

Julgamento 
O quinto dia do julgamento dos 25 policiais militares acusados por 73 das 111 mortes ocorridas em 2 de outubro de 1992, na Casa de Detenção de São Paulo, nesta sexta-feira, está reservado para o debate entre acusação e defesa dos réus, que deve se estender por até 10 horas. Depois disso o conselho de sentença se reúne para definir o futuro dos réus. A decisão deve sair por volta das 2h deste sábado.
Esta é a segunda etapa do julgamento, que começou em abril com a condenação de 23 policiais militares - todos integrantes do 1º Batalhão de Choque (a Rota - Rondas Ostensivas Tobias Aguiar). Eles receberam uma pena de 156 anos de prisão, em regime fechado, por conta de 13 das 15 mortes ocorridas no primeiro andar do prédio. Todos recorrem da sentença em liberdade.
Nessa primeira etapa, os policiais receberam a pena mínima para cada homicídio, que é de seis anos, somada a mais seis anos por impossibilitarem a defesa das vítimas. Os 12 anos foram multiplicados pelas 13 mortes para se chegar ao resultado final da sentença. Na ocasião, o júri ainda absolveu três PMs denunciados: Roberto Alberto da Silva, Eduardo Espósito e Maurício Marchese Rodrigues, seguindo recomendação do próprio Ministério Público. A justificativa é que eles não atuaram no 1º andar do pavilhão com a tropa.

Fonte: Jornal do Brasil

Snowden recebe várias ofertas de trabalho, diz advogado

São Paulo - Os primeiros dias de Edward Snowden como um homem livre envolvem não apenas sua saída do aeroporto de Sheremetyevo, após 39 dias na área de trânsito, mas também ofertas de emprego ao ex-agente da NSA.
O senador russo e advogado de Snowden, Anatoly Kucherena, já havia falado semana passada que o informante planejava se estabelecer na Rússia.
Ontem, Kucherena revelou ao New Republic que Edward Snowden, na verdade, possui muitas ofertas de trabalho, especialmente os que remetem à mídia.
Um dos lugares mais curiosos que ofereceu uma vaga a Snowden é o VKontakte, a versão russa do Facebook. Não apenas a maior rede social do país, o site também dá acesso a um grande acervo de músicas, séries e filmes pirateados, além de ser ponto de encontro da oposição do país.

Edward Snowden
Edward Snowden: seu advogado, Anatoly Kucherena, já havia falado semana passada que o ex-agente da NSA planejava se estabelecer no país

A contratação do ex-agente é vista como mais uma adesão para o plano do VKontakte de se manter como meio de livre expressão, confrontando a tentativa de controle da rede social por parte do governo russo.
O advogado de Edward Snowden informou que passará as ofertas ao ex-técnico para que ele decida o que fazer. Arranjar um trabalho foi apenas uma consequência lógica dos planos do informante de se estabelecer no país, que possuem como marco inicial o asilo de um ano anunciado pela Rússia e que Snowden pôde ver, finalmente, nas mãos de Kucherena sob a forma de documentos que comprovam a decisão.

Fonte: EXAME (Abril)

Filme sobre homofobia tem exibição gratuita nesta sexta

O curta-metragem 'Da Alegria, do Mar e de Outras Coisas', de Ceci Alves, será exibido gratuitamente nesta sexta-feira, 2, em Salvador. O filme que trata sobre a homofobia será exibido na Mostra de Clips e Vídeos + Troca de Ideias, realizada por alunos da Unijorge. O evento acontecerá, às 18h30, na Livraria Saraiva do Salvador Shipping. A entrada gratuita.

  • Da Alegria, do Mar e de Outras Coisas relata o caso de uma travesti assassinada

O filme relata o caso da travesti baiana Júnior da Silva Lago, 22 anos, a "Luana", assassinada por homens armados, quando foi atacado na praia com a também travesti Jocimar Oliveira do Carmo, a "Joice", que sobreviveu.
A historia é recontada através da travesti Nem, que faz shows de dublagem, e vê a também travesti, Joy, ser morta pelos homens. Estrelam o filme os atores paulista Rodolfo Lima e pernambucano Rodrigo Porto Cavalcanti.
O curta é uma produção baiana contemplada no último edital de demanda espontânea do Fundo de Cultura do governo do Estado da Bahia. Da Alegria também ganhou menção honrosa do Cine Futuro, em 2012.

Fonte: Portal A Tarde

Veja as mudanças na Estrada do Coco

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Lauro de Freitas - através das secretarias de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (Settop) e de Infraestrutura (Seinfra) - realiza um conjunto de obras e adequações para ordenamento no trânsito, no km 3,5 da Estrada do Coco (próximo ao supermercado Maxxi Atacado), com o objetivo de desafogar o fluxo no local. Foi reduzido o canteiro, ampliada a baia de ônibus - tanto na profundidade quanto no comprimento - e foram instalados três abrigos.
Com isso, foi liberada uma faixa de parada, sem interferir na circulação da estrada. A Settop e a Seinfra ainda irão realizar um trabalho de conscientização no local.
 O aposentado João Dias, de 68 anos, que mora no bairro de Portão e pega ônibus todos os dias naquele local, está satisfeito. “Aqui está bem melhor, com mais conforto. Espero o ônibus sentado e tranquilo. Até se o ônibus atrasar dá para esperar com calma”, afirma.

Fonte: Correio da Bahia

Grã-Bretanha quer impedir que Kelly Clarkson fique com joia de Austen

O governo britânico está tentando impedir a cantora pop norte-americana Kelly Clarkson de retirar do país um raro anel de ouro e turquesa que pertenceu à escritora Jane Austen, no século 19.
A cantora, primeira vencedora do programa de calouros "American Idol", há mais de uma década, comprou a joia em um leilão no ano passado, por mais de 150 mil libras (US$ 227 mil).
O ministro britânico da Cultura, Ed Vaizey, proibiu temporariamente a exportação do anel, e pediu a um comprador do próprio Reino Unido que se apresente e mantenha a peça no país.

A vencedora do primeiro 'American idol' Kelly Clarkson (Foto: AP) 
A vencedora do primeiro 'American idol' Kelly
Clarkson (Foto: AP)


"Ela [Jane Austen] é uma das nossas maiores escritoras e dos nossos maiores tesouros nacionais, e acho que as pessoas vão lamentar muito" se o anel deixar a Grã-Bretanha, disse Vaizy à rádio BBC na sexta-feira.
O anel é uma das três joias ainda existentes que sabidamente pertenceram à autora de "Orgulho e preconceito" e "Razão e sensibilidade". Ele está acompanhado de documentos que descrevem sua história dentro da família.
Os compradores têm até 30 de setembro para cobrir o valor de 152.450 libras que Clarkson pagou pelo anel. Se nenhum comprador privado ou institucional aparecer até lá, a licença de exportação será concedida a Clarkson, que se diz uma "grande fã" de Austen.
Mas a decisão sobre a autorização pode ser adiada até 30 de dezembro caso haja provas de que algum comprador britânico tem a firme intenção de arrecadar a quantia necessária. Nenhum porta-voz de Clarkson foi localizado para comentar.

Fonte: G1

Condenado a prisão perpétua, Ariel Castro diz ser doente mas não um monstro

Ariel Castro ouviu o juiz afirmar que não há lugar para ele neste mundo a não ser a prisão. E ouviu Michelle Knight, uma das três mulheres que raptou, violou e manteve presas durante vários anos, dizer-lhe que o seu inferno vai começar agora. O sequestrador de Cleveland foi nesta quinta-feira condenado a prisão perpétua, sem liberdade condicional, e mais 1000 anos de prisão.
Em tribunal, Ariel Castro pediu desculpa às vítimas, mas garantiu não ser um monstro, insistindo que não é mau nem violento e que foi vítima de abusos quando era criança. “Estão a pintar-me como um monstro. Não sou um monstro. Sou doente”, disse o antigo motorista, de 53 anos, que compareceu em tribunal de uniforme laranja e barba.

 
Ariel Castro, em tribunal Aaron Josefczyk /Reuters

A audiência foi muito emotiva e ficou marcada pelo depoimento de Michelle Knight, a única das três vítimas a comparecer em tribunal. “Durante 11 anos, estive no inferno. Agora o teu inferno está a começar. Vais viver no inferno pela eternidade”, disse Michelle Knight, de 32 anos. “A partir deste momento, não vou deixar que me afectes. Vou seguir a minha vida e tu morrerás um bocadinho todos os dias.”
A sentença surge depois de Ariel Castro ter chegado a acordo com o tribunal para evitar a pena de morte, ao dar-se como culpado de 937 crimes.
Castro raptou Michelle Knight, Amanda Berry e Georgina DeJesus entre 2002 e 2004. Berry tinha 16 anos, DeJesus 14 e Michelle Knight 21.

As mulheres (assim como uma criança de seis anos, filha de Castro e de Amanda Berry) foram libertadas em Maio, depois de uma delas, Berry, ter conseguido pedir ajuda a um vizinho que acorreu ao chamamento, apesar de ter pensado tratar-se de uma discussão doméstica.

Fonte: Público

Esperança de vida cresce mais no Nordeste que no resto do Brasil

A esperança de vida ao nascer aumentou quase 13 anos na região Nordeste entre 1980 e 2010, mostra estudo divulgado hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Apesar disso, a região tem um dos piores resultados entre as regiões do país (71,2 anos em 2010), atrás apenas da Norte (70,8 anos).

No país, a esperança de vida ao nascer passou de 62,5 anos, em 1980, para 73,8 anos em 2010 -acréscimo de 11 anos, 2 meses e 27 dias no período. “A melhora nessas regiões foi significativa, até porque tinham resultado bem inferior aos das demais localidades”, afirma Fernando Albuquerque, gerente do IBGE.

Segundo ele, os principais propulsores do aumento da esperança de vida no Nordeste e no Norte foram melhoras no saneamento básico, assistência à saúde, programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, e o aumento da escolaridade. As regiões que possuíam o melhor cenário em 2010 eram a Sul (75,8 anos) e a Sudeste (75,4 anos). No Centro-Oeste era de 73,64 anos.

Estados
Na análise por Estados, os piores resultados ocorrem no Maranhão (68,7 anos), Alagoas (69,2 anos), Piauí (69,8 anos), Roraima (69,9 anos) e Rondônia (70,3 anos). “São regiões com baixo IDH [Índice de Desenvolvimento Humano], aonde o acesso à saúde é mais complexo. São Estados que precisam mais urgentemente de investimentos em saúde pública”, afirma.

Outro problema, cita, é a baixa escolaridade. A pesquisa mostra ainda que a maior esperança de vida ocorre em Santa Catarina (76,8 anos), Distrito Federal (76,2 anos), São Paulo (76 anos), Rio Grande do Sul (75,9 anos) e Espírito Santo (75,6 anos). “Os Estados do Sul têm tradicionalmente a maior esperança porque são regiões desenvolvidas e que possuem mais qualidade de vida. Nesses locais, há menos registros de óbitos violentos”, afirma o especialista do IBGE. Ele diz que outros Estados como São Paulo e o Rio de Janeiro, por exemplo, apesar de serem potências econômicas têm o resultado prejudicado por causa do registro de mortes violentas, seja por acidentes de trânsito ou homicídios.

VEJA O RESULTADO POR ESTADO EM 2010, EM ANOS
Santa Catarina 76,8
Distrito Federal 76,2
São Paulo 76,0
Rio Grande do Sul 75,9
Espírito Santo 75,6
Minas Gerais 75,4
Paraná 75,3
Rio de Janeiro 74,1
Rio Grande do Norte 74,0
Mato Grosso do Sul 73,8
Goiás 73,2
Mato Grosso 72,5
Amapá 72,5
Ceará 72,4
Bahia 71,9
Acre 71,8
Tocantins 71,8
Pará 71,2
Paraíba 71,2
Pernambuco 71,1
Sergipe 71,0
Amazonas 70,6
Rondônia 70,3
Roraima 69,9
Piauí 69,8
Alagoas 69,2
Maranhão 68,7