terça-feira, 6 de agosto de 2013

Sobe para 12 o número de mortos em explosão de prédio na Argentina

A explosão provocada por um vazamento de gás em um prédio de dez andares nesta terça-feira no centro de Rosário, na Argentina, matou 12 pessoas e feriu outras 63.
O juiz de instrução de Rosário, Juan Curto, confirmou o número de mortos, que poderiam seguir aumentando já que há 15 moradores desaparecidos, motivo pelo qual os trabalhos de resgate continuarão durante toda a noite.
Os feridos permanecem internados em quatro hospitais de Rosário onde estão sendo atendidos, em sua maioria, de fraturas múltiplas, politraumatismos e contusões, segundo o ministro da Saúde da província de Santa Fé, Miguel Ángel Cappiello.
As equipes de resgate trabalham na busca de possíveis novas vítimas entre os escombros da explosão, que afetou outros edifícios da região e pôde ser ouvida há mais de 40 quarteirões de distância.
Em declarações à imprensa, a prefeita de Rosário, Mónica Fein, confirmou que a causa da explosão foi "uma fuga impressionante" de gás, embora tenha ponderado que, "a Justiça que deverá determinar os motivos".
Nesse sentido, Curto afirmou que a principal linha de investigação "recai sobre o bombeiro gasista que trabalhava no complexo de edifícios nos momentos prévios à tragédia" e que já foi detido pela polícia.
Em visita ao local, o governador de Santa Fé, Antonio Bonfatti, assegurou que o cenário no centro da cidade "é de destruição em massa", e destacou o trabalho das equipes de resgate que trabalham com cães para determinar se ainda há pessoas presas entre os escombros.
"Pude ver o cenário do edifício e não poderia descrevê-lo com outras palavras, é uma deflagração enorme", ressaltou.
A forte detonação fez com que 11 escolas próximas ao local fossem esvaziadas diante do risco de uma nova explosão, posteriormente descartada por técnicos do Ente Nacional Regulador do Gás (ENARGAS) e da empresa distribuidora Litoral Gás.
Em entrevista à agência oficial "Télam", o interventor da ENARGAS, Antonio Pronsato, disse que "assim que a região for esvaziada começará a perícia técnica para determinar as causas e com isso as responsabilidades".
A procuradoria ordenou a intervenção no sistema da empresa distribuidora para verificar se algum morador realizou alguma ligação denunciando um vazamento de gás antes da explosão.
O porta-voz de Litoral Gás, José María González, apontou à possibilidade de "o gás ter se concentrado em um ambiente fechado e, por isso, não ter sido percebido pelos moradores do edifício".
Foram até Rosário o ministro argentino de Defesa, Agustín Rossi, e o secretário de Segurança, Sergio Berni, que expressaram "solidariedade com todos os afetados e os familiares das vítimas" em nome do governo nacional.
Eles estavam acompanhados de um grupo da Polícia Federal especializado em busca e resgate. Cerca de 500 agentes vão proteger e dar assistência no local do acidente.

Fonte: Terra

SP: família de PMs é enterrada sob comoção e indignação

Casal de PMs, filho e avó foram enterrados em Rio Claro, no interior de São Paulo Foto: Bruno Santos / Terra
Casal de PMs, filho e avó foram enterrados em Rio Claro, no interior de São Paulo
Os policiais militares Luís Marcelo Pesseghini, 40 anos, Andréia Regina Bovo Pesseghini, 35 anos, o filho do casal, Marcelo Eduardo Pesseghini, 13 anos, e a mãe de Andréia, Benedita Oliveira Bovo, 65 anos, foram enterrados nesta terça-feira, em Rio Claro, no interior de São Paulo. Todos morreram a tiros entre a noite de domingo e o início da tarde de segunda-feira, em casa, na zona norte da capital paulista. Bernardete Oliveira da Silva, 55 anos, tia-avó do garoto, também assassinada, foi enterrada na capital paulista, também nesta tarde. Investigações preliminares da Polícia Civil apontam indícios de que o garoto matou os quatro e, em seguida, se suicidou.

Fonte: TERRA

Cobra de 45 quilos mata duas crianças no Canadá

Uma cobra píton de 45 quilos causou a morte de duas crianças por sufocamento no Canadá. Após ter fugido de seu cativeiro, a cobra deslizou e entrou pelo telhado de uma casa, entrando na sala, onde os dois irmãos estavam dormindo.
Nesta terça-feira, foram realizadas autópsias em Barthe Noah, de 5 anos, e Barthe Connor, de 7. As investigações acreditam que a cobra se assustou ao cair da tubulação de ventilação e se agarrou ao que tinha mais próximo, o que provocou o sufocamento das crianças.
De acordo com Alain Tremblay, sargento da polícia do Canadá, os irmãos estavam visitando a casa de um amigo, cujo pai é proprietário de uma loja de animais exóticos no andar inferior. Tremblay afirmou que a cobra fica em um cativeiro no segundo andar da casa e não na loja, como informado anteriormente.
O porta-voz do Departamento de Recursos Naturais, Steve Benteau, afirmou que não havia nenhuma permissão para que uma píton fosse criada em um apartamento. O departamento assinalou que apenas zoológicos podem ter este tipo de serpente.
Tremblay explica que a cobra escapou do cativeiro por um pequeno buraco no teto que estava conectado ao sistema de ventilação. Ao deslizar, a cobra rompeu a tubulação e caiu em cima das crianças. Fonte: Associated Press.

Menino com câncer morre dois dias após ser padrinho dos pais


Garoto morreu nos braços da mãe dois dias após o casamento


Quando ouviram dos médicos que o filho de dois anos tinha apenas algumas semanas de vida, os americanos Christine Swidorsky e Sean Stevenson resolveram homenageá-lo. Eles decidiram adiantar seu casamento, que seria em julho de 2014, para o último sábado (2) — assim Logan poderia participar.
Padrinho do casamento, o garoto chegou para a cerimônia no colo de sua mãe e, em seguida, passou para o colo da avó, enquanto segurava seu coelhinho de pelúcia favorito. Christine afirmou que a cerimônia, ocorrida em Pittsburgh, era uma maneira de celebrar a vida de Logan.
Mas dois dias depois do casamento, ela teve de anunciar a morte de seu filho. Em sua página no Facebook, ela disse que o garoto morreu em seus braços, na noite segunda-feira.

Remédio para leucemia em crianças só tem estoque para seis meses

— Ele agora está com os anjos e não está mais sofrendo. Sean e eu ficamos com ele no colo durante todo o dia e o medicamos para que ele ficasse mais confortável. E então às 20h18 (21h18 no horário de Brasília), ele deu seus últimos suspiros nos meus braços.

Leucemia
Logan sofria de leucemia mieloide aguda e, nos seus dois anos de vida, foi submetido a diversos exames e cirurgias.
Em entrevista ao jornal local Pittsburgh Post-Gazette, Christine disse que ter o filho como padrinho de seu casamento foi um "sonho realizado".
— É um momento que não vamos esquecer jamais. Somos abençoados a cada dia que ele fica conosco.
Após a cerimônia, o casal agradeceu às pessoas que doaram presentes, comida e artigos de decoração para o casamento.

Fonte: R7

Ataques a bomba deixam mais de 50 mortos no Iraque

Ataques com carros-bomba contra mercados movimentados e ruas comerciais em Bagdá e em torno da capital iraquiana mataram pelo menos 51 pessoas e feriram mais de 100 nesta terça-feira, disseram fontes médicas e policiais. Ondas de ataques coordenados que matam dezenas de pessoas se tornaram mais comuns no Iraque nos últimos meses.

Esses ataques se multiplicaram no Iraque desde o início do ano, deixando mais de mil mortos em julho, o maior número mensal de vítimas fatais desde 2008, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). O Ministério do Interior, que disse que o Iraque está enfrentando uma "guerra aberta" alimentada pela violência sectária, reforçou a segurança na capital nesta semana, com o fechamento de estradas e a implantação de policiais e helicópteros adicionais.



Bombas explodiram em distritos no norte, leste e sul da capital em rápida sucessão na noite desta terça-feira (horário local), em áreas congestionadas com consumidores e religiosos perto de uma mesquita. Um dos ataques atingiu uma praça no centro de Bagdá, onde um carro-bomba estacionado matou 5 e feriu 18 pessoas. Em um bairro de maioria xiita ao sul, outro carro-bomba explodiu perto de uma loja que vende sorvete, após o fim do jejum do Ramadã.

Em Nahrawan, 30 quilômetros a sudeste de Bagdá, militantes atacaram uma rua comercial movimentada com um carro-bomba. No norte da capital, uma bomba explodiu perto de um mercado lotado.

Ondas de ataques coordenados que matam dezenas de pessoas se tornaram mais comuns no Iraque nos últimos meses. Militantes sunitas tentam recuperar a força em sua insurgência contra o governo liderado pelos xiitas desde o início do ano e foram encorajados pela guerra civil na vizinha Síria, que tem alimentado tensões sectárias no Oriente Médio.

Fonte: Terra

Fim dos conflitos armados é desafio para povo colombiano

Bogotá – A Colômbia está entre as cinco maiores economias da América do Sul. A pobreza diminuiu quase 33% nos últimos cinco anos e o país já não faz parte da lista dos dez países mais desiguais do mundo. Melhorias que se fazem notar no aquecido mercado da construção civil da capital e no centro financeiro vigoroso.
Por outro lado, persiste o conflito armado mais longo da América Latina. Em quase meio século de guerra, o resultado foi milhares de vítimas e violações perpetradas. O programa Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, esteve em algumas regiões em que a guerra continua e conheceu os contrastes do país.
A reportagem constatou os problemas enfrentados por mais de 12% da população diretamente atingida pela guerra. Em meio às negociações de paz entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), colombianos apoiam o processo e esperam pelo fim do conflito, que já vitimou milhares de pessoas.
Muitas delas são vítimas de deslocamento interno, minas terrestres, sequestros, desaparecimentos, massacres, recrutamento de crianças, violência sexual e execuções extrajudiciais. Esses crimes foram cometidos tanto por militares quanto por paramilitares e guerrilheiros. Há vítimas e agressores de todos os lados.
O governo colombiano aposta na negociação para terminar o conflito e, na semana passada, admitiu a responsabilidade do Estado nas violações de direitos humanos. As Farc também disseram, em Havana, onde se concentra a mesa negociadora, que a guerrilha está sensível às “demandas das vítimas”. Entre as promessas e o diálogo, a população se mobiliza. Vítimas se organizam para reconstruir a memória dos que perderam para a guerra.

Fonte: Agência Brasil

Rihanna usa fantasia em Carnaval de Barbados

A cantora Rihanna usou uma fantasia estilosa para curtir o Carnaval de Barbados nesta segunda-feira, 5. Paparazzos fizeram fotos de Rihanna no Carnaval de Barbados. Detalhe para o corpo perfeito da cantora caribenha. Ela é apaixonada por Barbados. E adora voltar às origens para curtir o Carnaval na cidade. Desta vez a fantasia da folia contou com um biquíni branco, detalhes em rena, óculos de sol e muitos acessórios espalhados pelo corpo. A diva Rihanna com penas e cristais passou o dia todo desfilando pelas ruas de Barbados.

Rihanna Barbados Carnaval

Rihanna em Barbados no 'Carnaval'

Através das redes sociais, a morena festejou o momento único. "Cropover 2013", escreveu a estrela. A festa popular de Barbados tem muitas semelhanças com o Carnaval do Brasil. Em 2011, Rihanna curtiu o Carnaval de Barbados ainda mais à vontade, com menos roupa. Marmanjos de plantão são só elogios para as fotos da beldade. "Mulher perfeita. Corpo perfeito. Sensualidade. Ela é mágica", elogiou Ricardo Lacerda, via Facebook. "Como pode ter essa barriguinha tão perfeita, hein? Rihanna é show, Carnaval, Musa", escreveu Jéssica Sampaio.

A mulher mais atraente do mundo está com um novo álbum, com músicas inéditas, e com turnê de shows que vai viajar pelo mundo. Unapologetic chega às lojas para venda em novembro. A capa do novo álbum, com Rihanna sem roupa, ainda dá o quê falar.

Fonte: Os Paparazzi

No Twitter, Chris Brown fala em desistir da carreira

O rapper Chris Brown escreveu em seu perfil no Twitter que pode abandonar a carreira musical em breve. “Não se preocupe, América, esse álbum X será provavelmente o meu último álbum”, escreveu sobre o disco que será lançado em 20 de agosto. “Ser famoso é incrível, quando se é por sua música e talento. Estou cansado de ser famoso por um erro que cometi aos 18 anos. Estou bem e já superei isso!”, postou, em provável referência à agressão a Rihanna em 2009, então sua namorada. Na época, Brown tinha 19 anos, mas o post pode ter sentido figurativo -- ele pode se referir a erros cometidos quando se é bastante jovem.

Reprodução/Twitter
Tweet de Chris Bown



Reprodução/Twitter
Tweet de Chris Bown










O desabafo de Brown pode ser motivado pela detenção, por 45 minutos, sofrida pelo cantor nesta segunda-feira. Ele deveria se apresentar à polícia nesta terça pela acusação de ter fugido após um acidente de carro em maio, quando negou seus dados de seguro e carteira de habilitação ao motorista do veículo em que bateu com seu Range Rover. Como estratégia para evitar ser fotografado, ele se entregou um dia antes do esperado, segundo o site americano TMZ.
A próxima audiência sobre o caso foi marcada para o dia 15 de agosto. Depois de sua passagem pela polícia, o rapper foi visto saindo de uma casa noturna ao lado de uma loira desconhecida, segundo o tabloide Daily Mail.

Fonte: VEJA

"Daqui um dia, vão olhar para Chris Brown, depois de desistir da carreira, e vão se perguntar assim:
- Fulano, você conhece aquele homem?
- Eu não, eu nunca vi ele na vida.
Kkkkkkkkkkkkk' já que é assim né?"

Veto de Obama a punição contra Apple causa perda de US$ 1 bilhão à Samsung

Veto de Obama a punição contra Apple causa perda de US$ 1 bilhão à Samsung
iPad 2, um dos modelos que haviam sido banidos



A administração do presidente americano Barack Obama vetou uma punição à Apple que havia sido imposta por infração de patentes da Samsung pela ITC (International Trade Comission), agência reguladora do comércio exterior dos EUA, e causou reações do governo coreano e do mercado.

Caso o veto não tivesse sido realizado, a Apple ficaria proibida de importar os modelos iPhone 4 e o iPad 2 da China (onde são fabricados) para o mercado americano.

A Samsung está fazendo apelação contra a medida.

É o primeiro veto presidencial a uma determinação da ITC desde 1987.

A decisão pegou acionistas de surpresa e causou uma perda de US$ 1 bilhão no valor de mercado à empresa sul-coreana, por causa da queda de suas ações, como mostrado pelo "Wall Street Journal".

A queda foi de 0,93% no valor dos papéis da companhia.

O governo sul-coreano pronunciou-se sobre o veto: "Expressamos nossa preocupação sobre o impacto negativo que uma decisão como essa poderia ter sobre a proteção de direitos intelectuais", disse em comunicado divulgado pela Reuters o Ministério de Comércio, Indústria e Energia da Coreia.

Para a ITC, que havia definido o banimento no começo de junho, a Apple estava infringindo uma patente pertencente à Samsung sobre a transferência de dados por redes celulares.

O iPhone 4 é a penúltima geração do celular da Apple (a atual é o iPhone 5). O iPad 2 é a antepenúltima geração do tablet --a quarta e atual geração é denominada apenas iPad.

Ambos os modelos ainda são comercializados pela companhia nos EUA e em outros mercados, como o Brasil.

Outros modelos que haviam sido incluídos no banimento eram o iPhone 3GS, o iPhone 3G e o iPad de primeira geração com 3G.

A Samsung disse que ficou "decepcionada" com o fim da proibição. "A decisão da ITC reconheceu corretamente que a Samsung tem negociado de boa fé e que a Apple continua indisposta a licenciar ", afirmou a empresa em um comunicado.

A Apple comemorou a notícia e elogiou a administração "por levantar-se a favor da inovação". E acrescentou: "A Samsung estava errada ao abusar do sistema de patentes dessa maneira."

No ano passado, um tribunal federal dos EUA determinou que a Samsung pagasse US$ 1,05 bilhão à Apple por infração de patentes, valor posteriormente reduzido a US$ 450 milhões e que ainda será julgado, em novembro.

Fonte: UOL notícias

Para a PM, menino foi à escola após matar pais em São Paulo

A Polícia Militar diz acreditar que o garoto Marcelo Pesseghini, de 13 anos, suspeito de matar os pais policiais, a avó e a tia na Zona Norte de São Paulo e se matar nesta segunda-feira (5) foi à escola pela manhã após já ter assassinado os parentes. O coronel Benedito Roberto Meira afirmou em entrevista ao SPTV que câmeras de segurança mostram uma pessoa, que seria Marcelo, estacionando o veículo da mãe à 1h15 da madrugada de segunda. A pessoa sai após as 6h30, com uma mochila nas costas e entra na escola. O vídeo, no entanto, não permite confirmar com exatidão que a pessoa é o garoto.
Para a Polícia Militar, as mortes dos parentes de Marcelo aconteceram entre a noite de domingo (4) e a madrugada de segunda. Um dos indícios é o fato de o pai de um colega de  escola ter dado carona a Marcelo ao final da aula de segunda. A testemunha prestou depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e contou que Marcelo pediu para que ele não buzinasse diante da casa porque seu pai estaria dormindo.
O coronel Benedito Meira afirmou que está descartada a possibilidade de vingança. “Nós descartamos possibilidade de retaliação por parte de facção. A casa não estava revirada, não há sinais de arrombamento", afirmou.

Disparo
Andréia Regina Bovo Pesseghini, de 36 anos, o sargento da Rota Luís Marcelo Pesseghini, a mãe da policial militar, Benedita de Oliveira Bovo, de 67 anos, a tia da policial, Bernadete Oliveira da Silva, de 55 anos, e o filho do casal, de 13 anos, foram encontrados mortos em duas casas da família que ficam no mesmo terreno, na Brasilândia. Por volta das 10h30, os corpos das vítimas continuavam no Instituto Médico Legal central, na Zona Oeste de São Paulo.
Os corpos devem ser liberados na tarde desta terça e serão velados no cemitério Gethsemani, no km 23 da via anhanguera, em São Paulo. Só Bernadete Oliveira da Silva será enterrada neste cemitério. Os demais corpos serão levados para Rio Claro, no interior do estado, em comboio pela Polícia Militar.
Segundo o coronel Benedito Meira, o menino era canhoto e o disparo foi feito do lado esquerdo da cabeça dele e a arma estava debaixo do corpo do adolescente", falou Meira. No entanto, ele ressaltou que a polícia não descarta que outras linhas de investigação possam aparecer nos próximos dias. No boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil consta que o adolescente encontrado morto "empunhava a arma na mão esquerda, debaixo do corpo".

Nesta terça-feira, Fábio Luiz Pesheghini, irmão de Luís Marcelo, afirmou que o sobrinho não era canhoto. "Pelo que eu sei ele era destro. Eu tenho quase certeza que ele era destro”, disse. Segundo Fabio, o sobrinho era “tranquilo, uma criança normal, que não dava trabalho para os pais, mal saía de casa”. Ele disse desconhecer se o irmão e a cunhada recebiam ameaças.
O adolescente tinha fibrose cística, doença genética que afeta o funcionamento de secreções do corpo, levando a problemas nos pulmões e no sistema digestivo. Segundo o capitão Laerte Araquém Fidelis Dias, do 18º Batalhão da 1ª Companhia da Polícia Militar, na Freguesia do Ó, a cabo Andréia, que era subordinada a ele, recebeu a previsão de que o filho só viveria até os quatro anos. Dias a definiu como uma funcionária exemplar.
"Excelente funcionária, alegre, trabalhadora e esforçada. Mesmo a gente sabendo deste problema do filho - o primeiro parecer médico é que ele viveria quatro anos - ela tinha o astral lá em cima", disse o capitão. Ele afirma ter encontrado com o menino duas ou três vezes, que não aparentava fisicamente ter qualquer problema e o definiu como tímido.
O capitão Dias trabalhava com Andréia há dois anos. Segundo ele, ela estava afastada das ruas por um problema de coluna - a cabo possuía pinos metálicos na coluna e fazia fisioterapia no Hospital das Clínicas. Ele disse nunca ter ouvido relatos de problemas conjugais.

Investigações
O carro da família, um Corsa Classic prata, foi estacionado na rua da escola onde estudava o filho do casal, a cerca de 5 km de distância do local do crime. Segundo o comandante da PM, o adolescente chegou a ir à escola no período da manhã, pois foi encontrado na mochila dele um bilhete com orientações para os pais.
"O DHPP vai ter condições de apurar quem estacionou o veículo no local. Essa outra pessoa que estacionou pode ser um adulto, talvez até mesmo da família, ou que conheça a família. Pode ser ele", disse Meira, para justificar que outras linhas de investigações para o crime não sejam descartadas.
O comandante da PM negou que os policiais militares mortos tivessem problemas psicológicos ou mesmo que já tenham sido investigados pela Corregedoria da corporação.

Indícios
Ainda segundo o comandante da PM, ao menos duas armas foram apreendidas na residência, um revólver calibre 32, encontrado em uma mochila junto com outros pertences do menino logo na porta de entrada, e uma pistola calibre .40, de propriedade da Polícia Militar mas que estava de posse da cabo. "O revólver era da policial, que ficou com a arma do pai, após o falecimento dele", explicou Meira.
O oficial afirmou que foram efetuados ao menos cinco tiros dentro da casa, todos compatíveis com um pistola .40. Apesar disso, apenas exames de balística deverão comprovar se os disparos foram feitos pela pistola encontrada sob o corpo do garoto morto. "O que os peritos apuraram aqui é que não tem nenhum estojo diferente do de .40 na residência."
Além disso, a perícia localizou cinco cartuchos de pistola .40 deflagrados, além de um carregador com outros projéteis não deflagrados e mais um na câmara de disparo da arma, perfazendo um total de 14, justamente a capacidadetotal de um carregador.
Além do exame de balística da arma, um conjunto de provas e perícias deverá ser realizada ainda na madrugada desta terça-feira, segundo Meira. "Por exemplo, o exame toxicológico dos corpos. Será que essas pessoas tomaram algum tipo de medicamento, alguma substância que as deixaram adormecidas?", questionou.

Cinco são achados mortos em casa de PMs na Zona Norte de SP. Casal de policiais e filho de 12 anos estão entre as vítimas.  (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo)Movimentação policial em frente ao imóvel (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo)