quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Família brasileira é encontrada morta dentro de carro em Orlando, nos EUA

O casal Marcio Ferraz do Amaral, de 45 anos, Cledione Ferraz do Amaral, de 34 anos, e a filha, de 10 anos, foram achados por um dos proprietários da casa, que era alugada havia quase cinco anos pela família. A história foi revelada na edição desta quarta-feira do jornal "Correio Braziliense”.
Amaral era piloto de avião no Brasil e a mulher dele trabalhava em um parque temático da Disney em Orlando. O G1 entrou em contato com a polícia norte-americana, que disse que não poderia passar detalhes do caso.
De acordo com o noticiário local WFTV, a polícia de Orange County acredita que a família já estivesse morta havia pelo menos três semanas. Segundo o jornal, um representante do condomínio onde viviam os Amaral sentiu um cheiro forte na residência e chamou a polícia. Os corpos foram encontrados já em decomposição.

Não havia sinais de arrombamento da residência ou de ferimentos nas vítimas. Segundo a imprensa local, a polícia trabalha com a hipótese de que as mortes tenham sido resultado de duplo homicídio seguido de suicídio.
O condomínio onde a família morava é considerado de luxo – tinha um campo de golfe, lago e vista para área verde. Um aluguel de uma casa de quatro quartos e piscina na região custa US$ 1,8 mil [cerca de R$ 4 mil], segundo sites de locação de imóveis de Orlando.
A emissora de TV "Wesh", de Orlando, noticiou nesta segunda-feira (9) que a outra dona da residência alugada pela família, Fran Mastro, afirmou que os Amaral estavam com o aluguel atrasado havia vários meses e que o casal disse em um contato feito com ela que passava por dificuldades financeiras.

'Sonho realizado'
A irmã de Cledione, Suênia Ruppenthal, morou em Planaltina, no Distrito Federal, com a irmã, e disse que recebeu a notícia da morte da família na segunda-feira (9), por meio de uma parente de Amaral que vive nos EUA.
Eles se adaptaram bem aos Estados Unidos, gostavam de lá, era o sonho deles. Ela dizia que estavam felizes, eles se amavam. Não se vê uma foto deles tristes"
Suênia Ruppenthal, irmã de Cledione, achada morta ao lado do marido e da filha nos EUA
"Estou em choque", disse. "A família foi pega de surpresa. Meus pais também estão em estado de choque e não conseguem falar."

Suênia disse que conversava sempre com a irmã e que ela dizia estar feliz. "Eles se adaptaram bem aos Estados Unidos, gostavam de lá, era o sonho deles. Ela dizia que estavam felizes, eles se amavam", diz. "Não se vê uma foto deles tristes."

Cledione nasceu no Paraná e Amaral era de São Paulo, onde eles se conheceram e tiveram uma filha.
"O sonho dela era ser comissária de bordo. Moramos em Planaltina [no Distrito Federal], mas ela foi para São Paulo e conseguiu realizar o sonho. Lá, conheceu o marido", disse. "Eles viveram em São Paulo por volta de seis anos e de lá foram para os Estados Unidos com a filha, em 2009."
A irmã diz que não acredita na hipótese sugerida pela imprensa americana de que as mortes tenham sido duplo homicídio seguido de suicídio. "Nunca houve agressividade. Ele era apaixonado por ela. Nunca houve algo que desabonasse ele. "

Reprodução de perfil em rede social de irmã de mulher morta nos Estados Unidos (Foto: Reprodução)Reprodução de perfil em rede social de irmã de mulher morta nos Estados Unidos (Foto: Reprodução)

"Dói ver a mídia divulgar duplo assassinato com suidício. A gente não sabe a forma que foi. Pode ser qualquer coisa. Não viram agressão física, a casa tinha gás interno para aquecimento, pode ter sido intoxicação, talvez eles estivessem saindo de casa."
A polícia aguarda a conclusão de testes de DNA para confirmar a identidade das vítimas e a causa das mortes. Segundo Suênia, o laudo com o resultado da morte da família ficará restrito à família. "A gente quer manter a lembrança deles, a família alegre. Feliz como sempre", disse.

Reprodução de página da internet do condomínio onde a família vivia em Orlando (Foto: Reprodução) 
Reprodução de página da internet do condomínio onde a
família vivia em Orlando (Foto: Reprodução)
 
Traslado
Suênia disse que entrou em contato com o Itamaraty, que informou que não pode intervir financeiramente para fazer o traslado ou a cremação dos corpos. "Eles disseram que podem ajudar com orientação e com trâmites do consulado de lá", disse.
"O consulado passou o valor da funerária, que é US$ 8 mil para cada corpo", disse. "Tem que ir até os EUA, tem a casa deles, tem que providenciar toda a papelada. Somos uma família humilde e não temos condições, são quase R$ 60 mil."
Segundo a irmã, alguns amigos estão tentando intervir junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e associações de direitos humanos para pressionar o Itamaraty. "Alguns amigos estão entrando em contato com embaixadas para ajudar no visto, com passaporte de emergência", diz. "Está difícil."

Fonte: G1

Hits De Balada - 2013 - Move On

(P)2013

Bolsas nos EUA fecham em queda por movimento de realização de lucros


NOVA YORK, 11 Dez (Reuters) - As ações dos Estados Unidos registraram a maior queda em um mês nesta quarta-feira, com operadores embolsando ganhos recentes após um acordo orçamentário em Washington remover uma das razões de curto prazo para que o Federal Reserve, banco central do país, dê continuidade ao atual ritmo de estímulos econômicos.
O índice Dow Jones recuou 0,81 por cento, a 15.843 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 1,13 por cento, a 1.782 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 1,40 por cento, para encerrar a 4.003 pontos.
Foi a maior queda diária para cada um dos três índices desde 7 de novembro.
Em setembro, o Fed citou como um dos motivos para manter o ritmo de compra de títulos a possibilidade de a economia sofrer um baque caso os parlamentares não fechassem um acordo sobre orçamento.
O acordo orçamentário bipartidário alcançado na noite de terça-feira pode dar fim a três anos de confrontos políticos e instabilidade fiscal em Washington, que culminaram em outubro na paralisação parcial do governo. A proposta pode ser votada na Câmara dos Deputados já na quinta-feira.
"Há estabilidade no lado fiscal, pelo menos no futuro imediato", disse o estrategista de mercado do Prudential Financial, Quincy Krosby.
Ela disse que é plausível que o banco central norte-americano comece a retirar o estímulo em janeiro ou março, mas "o mercado está cada vez mais fixado na ideia de que o Fed vai puxar o gatilho nesta reunião".
O último comunicado do Fed neste ano deve vir em 18 de dezembro, ao fim de uma reunião de dois dias.
O estímulo do Fed tem tido papel instrumental no rali que colocou o S&P 500 no caminho para fechar 2013 com o melhor desempenho anual em mais de uma década.
 

Fonte: Reuters

Reginaldo Rossi é diagnosticado com câncer no pulmão

 Rossi está internado no Recife Foto: AgNews
Rossi está internado no Recife
Reginaldo Rossi foi diagnosticado com câncer no pulmão, informou nesta quarta-feira (11) a assessoria de imprensa  do Hospital Memorial São José, no Recife. 

Segundo boletim médico divulgado hoje, Reginaldo Rossi foi diagnosticado com um carcinoma de pequenas células – tumor primário e maligno – no pulmão.  O diagnóstico é resultado da biópsia feita no nódulo retirado da axila direita do cantor no último dia 04 de dezembro. 

Ainda segundo o comunicado, devido ao crescimento rápido do tumor, a equipe médica, liderada pelo Dr. Jorge Pinho, já iniciou a quimioterapia antineoplásica, com duas drogas. O procedimento será realizado por três dias seguidos, com novas repetições a cada 21 dias. 

Esse tipo de tumor, apesar de agressivo e de rápido crescimento, responde bem ao tratamento que será aplicado. Não será necessária nova cirurgia, nem radioterapia. De acordo com o Dr. Jorge Pinho, o cantor recebeu o diagnóstico com dignidade e tranquilidade. “Estou pronto para a batalha e tenho certeza que vencerei”, disse Reginaldo Rossi.

O cantor, de 69 anos, voltou no domingo para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) coronária. Após sofrer um derrame pleural, que se caracteriza pelo acúmulo de líquido no pulmão, o cantor foi internado no dia 27 de novembro. 

Conhecido como o Rei do Brega, Rossi está em atividade desde 1964. Entre seus maiores sucessos estão GarçomEm Plena Lua de Mel e A Raposa e as Uvas.

Colaborou com esta notícia o internauta Bruno Calado, de Caruaru (Pernambuco), que participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

Fonte: TERRA

Grande nome do jazz, Jim Hall morre aos 83 anos

SÃO PAULO, SP, 11 de dezembro (Folhapress) - O guitarrista americano de jazz Jim Hall morreu aos 83 anos hoje em Nova York, segundo sua mulher, Jane Hall, anunciou hoje à agência de notícias Associated Press.
Hall foi um dos principais guitarristas da era moderna do jazz e influenciou músicos como Pat Metheny e Bill Frisell.
Segundo Jane, com quem era casado há 48 anos, Hall morreu enquanto dormia em seu apartamento em Manhattan. A causa da morte não foi divulgada. Ele deixa a mulher e uma filha, Devra Hall Levy, que também era a sua empresária.
Apesar da idade, o guitarrista trabalhou até bem pouco antes da morte. No último mês, fez apresentação com o seu trio no Lincoln Center, em Nova York, tendo John Abercrombie e Peter Bernstein como guitarristas convidados. Para janeiro, Hall estava planejando fazer uma turnê pelo Japão com o baixista Ron Carter, seu parceiro de longa data.
Em 2004, Hall, que começou a tocar guitarra aos 10 anos, foi o primeiro guitarrista de jazz moderno a ser nomeado "mestre do jazz" pela associação National Endowment for the Arts, maior reconhecimento nos Estados Unidos para músicos do gênero.
Desde os anos 1960, Hall liderava seu trio de jazz. Ao longo da carreira, Hall tocou ao lado de artistas como a cantora Ella Fitzgerald, os saxofonistas Sonny Rollins, Gerry Mulligan, Ornette Coleman e Paul Desmond e o pianista Bill Evans.

Fonte: Diário do Sudeste

Kate Winslet: nasce terceiro filho da atriz

O terceiro filho da atriz de cinema Kate Winslet nasceu neste sábado (7), em Londres. Segundo o assessor de imprensa, tanto Kate Winslet como seu filho passam bem. Kate Winslet ficou grávida aos 37 anos de idade do seu terceiro marido, o sobrinho do bilionário Richard Branson.
Kate Winslet

Nasce terceiro filho da atriz Kate Winslet

O casamento de Kate Winslet com Ned Rocknroll aconteceu em dezembro do ano passado, logo em seguida, a atriz anunciou sua gravidez. Ela já é mãe de Mia Honey, fruto do casamento com Jim Threapleton, e Joe Alfie Winslet Mendes, do casamento com Sam Mendes. Seu último casamento foi em Nova York e seu amigo, o ator Leonardo DiCaprio foi quem a levou para a cerimônia.

Logo após seu casamento, Kate estreou a comédia Para Maiores - Movie 43. Por conta da gravidez, Kate Winslet se afastou um pouco do cinema, mas já tem planos para o próximo ano. A atriz vai estrear em Divergente, um filme de aventura e ficção científica baseado em um romance de Veronica Roth e dirigido por Neil Burger.
 
Os Paparazzi

Parados por alagamentos, motoristas são vítimas de ladrões no Rio


Presos no engarrafamento por conta de pontos alagados, motoristas enfrentam desde a manhã desta quarta-feira arrastões e saques na rodovia Presidente Dutra e avenida Brasil, no Rio. Até as 15h, não havia informações de feridos.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, dez homens armados fizeram arrastões na via Dutra, na altura do bairro Jardim América, por volta das 8h30. Eles atacaram pelo menos seis carros. Levaram bolsas, mochilas, celulares, dinheiro e pertences das vítimas. Em seguida, fugiram a pé.
Vídeos mostram manhã de caos no Rio
Chuva cancela aulas em mais de 300 escolas da rede pública do Estado do Rio
Chuvas inundam casas, deixam alunos sem aulas e moradores ilhados no Rio
Prefeito decreta estado de calamidade em Nova Iguaçu (RJ)
Até o início da tarde, pelo menos dois caminhões tinham sido saqueados. Um deles no trevo das Margaridas, no entroncamento do retorno da avenida Brasil e da entrada da via Dutra, altura de Cordovil, também na zona norte do Rio.
A PM diz que as primeiras informações são de que moradores da favela Cidade Alta estariam saqueando frangos de um caminhão da Rica, que enguiçou na via alagada. A polícia, no entanto, ainda não conseguiu chegar ao local por causa do engarrafamento.
Na via Dutra, outro caminhão tombou no canteiro central, altura do km 184, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. Até agora, não há informações sobre saque dessa carga.
O comando do BPVE (Batalhão de Policiamento em Vias Especiais) informou em nota que reforçou o patrulhamento nas principais vias expressas da capital nesta quarta. Mais cedo, eles prenderam um homem embaixo da passarela 19 da avenida Brasil, altura da Cidade Alta, zona norte.
Wallace Pena Lima, 31, estava com um revólver calibre 38 abordando motoristas que passavam pela via. Foram recuperados dinheiro, joias e celulares. O caso foi registrado na 22ª DP (Penha).
A PM disse ainda que equipes dos Batalhões de Choque e da Barra da Tijuca circulam pela avenida Brasil e pelas rodovias Washington Luís e Presidente Dutra com o apoio de 30 motocicletas.

MANIFESTAÇÃO
Moradores de Nova Iguaçu interditam desde o início da tarde a via Dutra, em ambos os sentidos, no trecho do km 194, para protestar pela falta de investimentos da prefeitura da cidade. O município é um dos mais atingidos por enchentes no Estado. A Polícia Rodoviária Federal informou que reforçou o policiamento na localidade e sobrevoa a região de helicóptero.


Editoria de Arte/Folhapress





Fonte: Folha de São Paulo

Restos mortais de Paul Walker são devolvidos à família, diz site

O ator Paul Walker lança 'Velozes e furiosos 5' em Roma, na Itália, em 2011 (Foto: AP Photo/Andrew Medichini) 
Paul Walker lança 'Velozes e furiosos 5' em Roma,
em 2011 (Foto: AP Photo/Andrew Medichini)

Os restos mortais de Paul Walker já estão sob responsabilidade de sua família após deixarem o serviço médico legal de Los Angeles, informa nesta terça-feira (10) o TMZ. O ator, famoso pela franquia "Velozes e furiosos", morreu aos 40 anos no dia 30 de novembro, após um acidente de carro na Califórnia. De acordo com o site, os restos mortais estão em um necrotério local e a família ainda vai decidir o local para onde serão encaminhados.
Na hora da batida, Walker ocupava um banco do passageiro de um Porsche Carrera GT que pegou fogo ao se chocar em um poste e uma árvore. Os primeiros indícios apontam que o automóvel, conduzido por seu amigo Roger Rodas, um empresário e piloto de corridas de 38 anos oriundo de Santa Ana (El Salvador), trafegava em grande velocidade, embora as causas do acidente estejam sendo investigadas. Rodas também morreu.

A autópsia revelou que, ao contrário do motorista, Walker não morreu na hora, mas por causa das consequência dos traumatismos e das queimaduras causadas pelo impacto. A morte de Walker obrigou a Universal Studios a suspender indefinidamente a produção da sétima parte de "Velozes e furiosos". O filme tinha como data prevista de estreia o dia 11 de julho de 2014 e a gravação ainda não tinha sido concluída. Walker interpretava um dos personagens principais do filme, Brian O'Conner.

MAPA Paul WAlker (2/12) (Foto: Editoria de Arte/G1)
Resultado da autópsia
O departamento de polícia de Los Angeles informou que Walker morreu por ferimentos após "lesões traumáticas e térmicas" decorrentes do impacto e explosão no acidente. A autópsia esclareceu que ele não morreu apenas com o impacto do acidente. O ator foi queimado até a morte, segundo o laudo. Rodas morreu de múltiplas lesões traumáticas sofridas no momento da batida.
O legista Ed Winter garantiu que resultados toxicológicos serão divulgados em seis a oito semanas. Segundo ele, em relato ao jornal "Los Angeles Times", os dois morreram "em questão de segundos".

Os dois só foram reconhecidos por causa dos registros das arcadas dentárias. Ainda não foram revelados os detalhes da causa do acidente. A polícia já havia descartado a hipótese de que Walker estivesse em um racha quando o carro bateu. Um comunicado relatou que o Porsche Carrera GT era o único carro no local naquele momento.
"A velocidade foi um fator no acidente", disse o gabinete do xerife de Los Angeles à rede CNN. Um comunicado das autoridades afirmou que o resgate chegou quando o veículo ainda estava pegando fogo. Após apagarem as chamas, os bombeiros encontraram dois ocupantes, que foram declarados mortos no local. Walker e Rodas estavam a 140 km/h, segundo fontes que investigam o caso, ouvidas pela revista "People".

O site da Reach Out Worldwide afirmou que o evento do sábado, no qual Walker estava antes de morrer, era destinado a beneficiar as vítimas do tufão Haiyan, nas Filipinas. O ator criou a entidade em 2010 para ajudar pessoas afetadas por catástrofes naturais.

Stevie Wonder faz minishow no meio da rua para acompanhar saxofonista piauiense


No último domingo, o saxofonista piauiense fez um dueto com um músico mais que ilustre: Stevie Wonder. João Filho tocava na porta de um restaurante em Brasília quando viu o americano chegar para almoçar. Ele continuou tocando quando Wonder sacou uma gaita para acompanhá-lo. No repertório, estavam canções como Garota de Ipanema, de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, além de Wave, de Tom. O vídeo foi publicado no YouTube de João.

"O cara é super gente boa. Foi uma honra e tanto", escreveu o piauiense na página.

Wonder estava na cidade para participar de um festival que aconteceu no último sábado no CCBB.

Fonte: Diário de Pernambuco