segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Jogador croata é suspenso por gritos nazistas e ficará fora da Copa

Josip Simunic (Foto: Getty Images)

O jogador Josip Simunic, da Croácia, foi suspenso pela Fifa nessa segunda-feira (16/12) e não jogará a Copa do Mundo no ano que vem. Ele foi acusado de entoar gritos nazistas durante a comemoração pela classificação croata, em novembro.
Na ocasião, logo após a vitória sobre a Islândia, Simunic pegou o microfone durante as festividades e puxou gritos que ficaram conhecidos no período em que a Croácia foi aliada dos nazistas, na Segunda Guerra Mundial. Expressões como “preparados!” e “pela pátria!” foram entoadas pelo jogador.
Para a Fifa, o jogador fez referência à ideologia, apesar do próprio zagueiro ter negado essa intenção. “A saudação foi discriminatória e ofendeu a dignidade de um grupo de pessoas no que diz respeito à raça, religião ou origem, infringindo claramente o artigo 58 do Código Disciplinar da Fifa”, afirmou a entidade em comunicado.
O croata e seu clube, o Dínamo Zagreb, disseram que o único propósito dos gritos do jogador foi o de exaltar seu “amor à pátria”. No entanto, a entidade que administra o futebol mundial não entendeu desta forma. Como a punição começa logo na Copa do Mundo, o jogador não irá participar da competição. Ele também terá de pagar 30 mil francos suíços (aproximadamente R$ 70 mil) como multa.
A Croácia está no grupo A do mundial e estreia justamente contra o anfitrião Brasil, logo depois da abertura da Copa do Mundo, em São Paulo. Os europeus ainda buscarão a vaga na segunda fase diante de México e Camarões.

Fonte: Época Negócios

André Marques emagrece dez quilos e continua na luta contra a balança

O ator e ex apresentador do Vídeo Show, André Marques, quer se manter longe das câmeras, pelo menos por enquanto.
Segundo informações do jornal 'O Globo', André Marques pretende fazer um retorno triunfal diante das câmeras. Mas no momento, o ator se encontra recluso para se concentrar na luta contra a balança. “Ainda não estou malhando, por causa de dores nas costas e nos joelhos. E só vou tirar foto depois que perder mais uns dez quilos”, disse o ex-apresentador do Video Show”.
André Marques se afastou das câmeras voluntariamente. Segundo ele, para cuidar da saúde. 
O ex-apresentador revelou ainda que já perdeu dez quilos. 
Atualmente, o Vídeo Show é apresentado Zeca Camargo, que deixou a bancada do Fantástico para assumir a nova missão.
 
Fonte: Momento Verdadeiro

China: médicos implantam mão de paciente na perna por 1 mês

Médicos conseguiram reimplantar com sucesso a mão de um homem depois de prendê-la à perna deste por um mês na China. Xiao Wei teve a mão decepada em um acidente de trabalho em 10 de novembro. As informações são do site do jornal Daily Mail.​
Cirurgias incríveis: mexicano recupera movimentos após transplante de braços
Foto: Reuters

Em um hospital de Changde, os médicos se disseram incapazes de reimplantar a mão e o encaminharam a um hospital maior, em Changsha.

Os cirurgiões afirmaram que poderiam fazer a cirurgia, mas não no momento devido aos ferimentos do chinês. Eles então implantaram a mão na perna do paciente para que ela não morresse.

"Seus ferimentos eram graves. Nós claramente tínhamos que tratar os ferimentos antes de fazer a cirurgia", diz um dos médicos ao jornal.


Um mês depois, Wei tinha se recuperado o suficiente para passar pela cirurgia. Apesar do sucesso do reimplante, ele ainda precisará de outras cirurgias. Os médicos, contudo, estão confiantes de que ele se recuperará plenamente.

Fonte: Terra

Argentinos chamam de "ridícula" decisão que salvou Fluminense do rebaixamento

A decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que tirou quatro pontos da Portuguesa pela escalação do meia Héverton e, consequentemente livrou o Fluminense do rebaixamento à Série B, ganhou destaque no site do diário argentino Olé. A página classificou a situação como "ridícula".


No texto, a publicação trouxe detalhes como o fato de torcedores do Fluminense terem comemorado a decisão do tribunal. Além disso, o site lembrou que o tricolor carioca havia sido o campeão nacional no ano passado, e foi rebaixado dentro de campo após uma péssima campanha.


Com a decisão do STJD de tirar quatro pontos da Portuguesa, o Fluminense ganhou o direito de disputar a primeira divisão do ano que vem. Entretanto, cabe recurso, e o time rubro-verde aguarda os próximos capítulos a serem disputados nos tribunais.

Fonte: TERRA

Redatora morre após trabalhar três dias seguidos na Indonésia

A redatora da agência de marketing Y&R Indonésia Mita Diran faleceu após trabalhar três dias seguidos sem parar, segundo informações publicadas pelo site adlan.tv. Segundo a publicação, a jovem morreu após uma combinação de muitas horas de trabalho e consumo excessivo de energético.
Pelo Twitter, a redatora chegou a escrever uma mensagem afirmando que já estava trabalhando há 30 horas, mas seguia forte.
30 hours of working and still going strooong.
— Mita Diran (@mitdoq) December 14, 2013
Em sua página official no Twitter, a empresa afirmou que Mita era “uma talentosa redatora”, além de dizer que “estivemos na residência de Mita nesta noite e expressamos nossos sinceros pêsames”.
It is a great loss and we wish Mita's family the faith and strength in each other in going through this extremely difficult time.
— Y&R Indonesia (@yrindonesia) December 15, 2013

Fonte: Portal Vivo (TERRA)

Corpo de criança é encontrado em grota no bairro de Fernão Velho, AL

Corpo de criança foi achado  no bairro do Fernão Velho.  (Foto: Jonathan Lins/G1) 
Corpo de criança foi achado no bairro do Fernão
Velho. (Foto: Jonathan Lins/G1)


O corpo de uma criança foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (16), em uma grota no bairro de Fernão Velho, em Maceió. A suspeita é que o corpo seja de Rodrigo Amireli dos Santos, 8, que desapareceu na ultima sexta-feira (13).
Populares passavam pelo local, conhecido por região Goiabeirra, e acharam o corpo. Eles acionaram a Polícia Militar, que deslocou uma equipe para o local, que fica em frente à casa onde Rodrigo morava.
Segundo a polícia, o corpo está em uma área de matagal, no chão, e com a cabeça virada para baixo. A PM informou que a suspeita é que a vítima seja o menino que desapareceu porque, pelos relatos de familiares, o chapéu e a sandália são semelhantes aos que ele usava quando sumiu.

Sandália foi encontrada próxima ao local onde estava o corpo (Foto: Jonathan Lins/G1) 
Sandália foi encontrada próxima ao local onde
estava o corpo (Foto: Jonathan Lins/G1)

A tia de Rodrigo, Luana dos Santos Bezerra, disse que ele saiu para ir na casa de um amigo e não voltou mais. O menino, segundo a tia, foi visto pela última vez entrando em um carro branco não identificado. “Ele era um menino tranquilo e morava com a tia-avó depois que a mãe e o pai foram mortos".
O local onde o corpo está foi isolado. Os militares do 4º Batalhão da PM aguardam a chegada dos institutos de Criminalística (IC) e Médico Legal (IML).

Fonte: G1

Musa de Hitchcock Joan Fontaine morre aos 96 anos

A atriz Joan Fontaine em foto de 5 de setembro de 1983, no Festival de Deauville (AFP/Arquivos, Mychele Daniau)


Los Angeles — A vencedora do Oscar Joan Fontaine, ícone da era de ouro de Hollywood por protagonizar clássicos de Alfred Hitchcock, morreu neste domingo, aos 96 anos.
A assistente da atriz, Susan Pfeiffer, informou ao jornal Hollywood Reporter que a estrela faleceu de causas naturais em sua casa de Carmel, norte da Califórnia.
Nascida no Japão, filha de pais britânicos, Fontaine se mudou em 1919 para a Califórnia, onde ela e sua irmã mais velha, a também estrela de cinema Olivia de Havilland, tiveram uma bem sucedida carreira cinematográfica.
Fontaine e de Havilland são as únicas irmãs a conquistar um Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.
Fontaine começou a carreira de atriz nos últimos anos de sua adolência, com papéis fundalmentalmente menores e depois em filmes classe B nos anos 1930.
Sua carreira decolou na década de 1940 pelas mãos do célebre diretor Alfred Hitchcock.
Impressionado com a expressividade de seu olhar, Hitchcock incluiu Fontaine em seu primeiro filme americano, uma adaptação de 1940 do romance "Rebecca, a mulher inesquecível", de Daphne du Maurier. Ela recebeu uma indicação ao Oscar por sua interpretação de uma esposa perseguida pelo fantasma da falecida mulher de seu marido.
Um ano depois, a atriz recebeu um Oscar por seu papel em "Suspeita", que protagonizou ao lado de Cary Grant. Foi a única atriz a ganhar um Oscar por um filme dirigido pelo rei do suspense.
Apesar de sua irmã atingir a fama antes dela, Fontaine foi a primeira a conseguir a estatueta dourada, derrotando Olivia de Havilland, que havia sido indicada na mesma categoria por "A porta de ouro" (Hold Back The Dawn), de Mitchell Leisen.
A hostilidade entre das duas irmãs ficou visível na cerimônia de entrega do Oscar.
"Eu congelei. Olhei para o outro lado da mesa, onde Olivia estava sentada. 'Levanta', sussurrou ela de forma imperativa", contou certa vez Fontaine.
"Toda a animosidade que havíamos sentido uma em relação à outra durante a infância... voltou de repente como imagens de um caleidoscópio... Senti que Olivia atravessaria a mesa para me agarrar pelos cabelos", acrescentou.
Olivia só veio a ganhar seu primeiro Oscar em 1946, por seu papel como a amante de um piloto da Segunda Guerra Mundial no filme "Só resta uma lágrima" (To Each His Own), também de Leisen.
Fontaine depois contou que sua irmã a destratou quando tentou parabenizá-la.
"Ela me olhou nos olhos, ignorou minha mão, agarrou seu Oscar, se virou e foi embora", relatou.
As irmãs também eram rivais no amor. O excêntrico magnata Howard Hughes, que saiu por um tempo com Havilland, pediu Fontaine várias vezes em casamento.
"Eu me casei primeiro, ganhei um Oscar antes que a Olvia e se morresse primeiro, sem dúvida ela ficaria lívida porque eu também teria ganhado dela nisso", comentou Fontaine em outra ocasião.
Com sua carreira cinematográfica em declínio na década de 1950, Fontaine se voltou para a televisão e fez várias aparições em musicais da Broadway, como "O leão no inverno".
Mulher fora do comum, Fontaine tinha licença de piloto, era campeã de voo em balão aerostático, uma jogadora de golfe competente, licenciada em design de interiores e cozinheira formada pelo Cordon Bleu.
Casada em quatro ocasiões, se divorciou de seu último marido, Alfred Wright em 1969 e chegou a declarar que "o casamento, como instituição, está tão morto quanto um dodô" (ave extinta).
Fontaine teve uma filha, Deborah, em 1952 e adotou uma menina peruana, Martita, que fugiu de casa em 1963.

Fonte: AFP

Casamento do Latino custará mais de 1 milhão de reais

Casamento do Latino custará mais de 1 milhão de reais
Na foto: Latino e sua futura esposa Rayanne Morais. Crédito da Imagem: Anderson Borde / AGNews


De acordo com Leo Dias, Latino gastará mais de um milhão de reais no seu casamento com Rayanne Morais, previsto para acontecer em 2014, no mês de março. Latino alugará o luxuoso hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. A festa contará com uma média de 500 convidados, entre familiares e várias celebridades como o empresário Roberto Justos.
A cerimônia será celebrada por um pastor - a noiva é evangélica-  e terá como um dos padrinhos o apresentador Roberto Justus. E não para aí. A cereja do bolo ficará por conta de um detector de metais na entrada, por onde todos convidados deverão passar. Estão vetados celulares e câmeras fotográficas.
Em uma entrevista recente cedida à revista QUEM, Latino falou sobre o esquema de privacidade planejado para o grande dia. "Realmente pedimos aos nossos convidados que não levem máquinas, mas não é por antipatia, não (risos). Nossa festa terá um backdrop com fotógrafos e máquina de revelação instantânea. Assim, os convidados vão poder levar fotos do casamento como uma das lembranças da festa", disse o cantor, que confirma que, para entrar na festa haverá um sistema de identicação "anti-penetras".
"Gosto de saber dos preparativos para a festa, mas a Rayanne que ficar mais em cima dos detalhes", disse Latino. "A cerimônia será celebrada pelo Chris Duran, que era cantor e hoje é pastor."

Fonte: Ache Belém