domingo, 29 de dezembro de 2013

Com atraso, Rio inaugura primeiro piscinão contra enchentes

Eduardo Paes na inauguração do piscinão da Praça da Bandeira
Eduardo Paes na inauguração do piscinão da Praça da Bandeira (João Paulo Engelbrecht/Divulgação-Prefeitura do Rio de Janeiro)

Com pelo menos seis meses de atraso, foi inaugurado neste domingo o piscinão da praça da Bandeira, uma das obras propagandeadas como solução para as enchentes numa região do Rio de Janeiro que sempre alaga com as chuvas. As inundações chegam a paralisar o trânsito de veículos em um dos principais pontos de ligação da Zona Norte com o Centro e a Zona Sul da Cidade. No lançamento da obra - que ainda não está 100% concluída - o prefeito Eduardo Paes (PMDB) admitiu que os problemas de drenagem do local ainda estão longe de serem resolvidos.
Paes disse que esse único reservatório não vai acabar com as enchentes na região. Será preciso esperar a conclusão de outros quatro reservatórios na região da Tijuca, além do desvio do curso do rio Joana para a Baía de Guanabara.
“Esse piscinão não vai acabar com enchentes na região. Começa a minimizar o problema. Mas se tiver chuva forte neste verão, a praça da Bandeira ainda está sob risco de alagamento”, disse Paes.

Leia também:

Se o carioca não está livre dos transtornos, pelo que afirmou Paes, pelo menos os turistas e delegações da Copa do Mundo de 2014 podem respirar aliviados. O prefeito disse estar certo de que durante a Copa e a Olimpíada, em 2016, não haverá inundações - muito disso se deve, claro, à época em que ocorrem os eventos, nos meses de junho a agosto, período de poucas chuvas no Sudeste. A expectativa do prefeito ignora o fato de que o período de chuvas sempre pode surpreender. Em abril de 2010, a cidade foi castigada por fortes temporais logo no começo do outono. Na falta de uma garantia de solução, Paes também recorreu ao discurso fatalista normalmente adotado por governantes, de que um volume de chuva muito elevado jamais poderá deixar de causar transtornos. “Para as chuvas muito fortes, não vai ter obra que dê solução", disse. Paes, e os demais governantes, falam de uma variável incontrolável, a chuva, mas não mencionam a parte administrável do problema: as inundações sempre vão ocorrer em alguns locais, mas as mortes têm ocorrido onde não deveria haver construções, como em ocupações clandestinas de encostas ou nas margens de rios.
O objetivo do piscinão da Praça da Bandeira é armazenar o excesso de água das redes pluviais da região em reservatórios - como já ocorre em São Paulo. A vazão será controlada pelo Centro de Operações da Prefeitura do Rio, para minimizar alagamentos. No fim da manhã deste domingo, foi feita uma simulação, na presença de jornalistas, em que três caminhões-pipa foram utilizados para lançar 2 milhões de litros de água no reservatório. As três bombas de drenagem chegaram a ser acionadas, mas o prefeito não esperou o teste ser concluído. Paes estava animado e saiu da visita subterrânea direto para posar para fotos com operários da construtora OAS, responsável pela obra, e discursar sobre a inauguração.
A obra ainda está incompleta. O local vai servir de canteiro de obras para guardar material de construção dos outros reservatórios da Tijuca. A restauração da Praça da Bandeira só deve ocorrer no começo de 2016. Apenas o reservatório subterrâneo está em funcionamento, segundo a prefeitura.
O presidente da Rio-Águas, Marcelo Sepúlveda, órgão municipal que administra o reservatório, estimou que esvaziar o piscinão inteiro (18 milhões de litros) demoraria seis horas. O projeto de controle de enchentes da Grande Tijuca, que é composto por cinco piscinões, foi orçado inicialmente em 292 milhões de reais. Mas até o momento foram gastos apenas 30% desse orçamento, de acordo com o secretario municipal de obras do Rio, Alexandre Pinto. O próximo reservatório a ser inaugurado será o da Praça Niterói - ainda sem prazo para entrega. Os demais piscinões são o da Praça Varnhagem (para evitar o transbordamento do rio Maracanã), do Alto Grajaú (rio Jacó) e da Rua Heitor Beltrão (rio Trapicheiros).

Fonte: VEJA

Lula: '2014 será ano do reconhecimento da seriedade e competência de Dilma'


Elencada como um dos 11 líderes latino-americanos "que deixaram sua marca no ano" em reportagem do jornal espanhol El País, a presidente Dilma Rousseff (PT) foi classificada como uma mulher "de muita coragem", em perfil escrito por seu antecessor e mentor político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo o ex-presidente, Dilma Rousseff terá, em 2014, a chance de ter sua "seriedade e competência" reconhecida.
"Se eu tiver de escolher uma palavra para definir o caráter da presidenta Dilma Rousseff, essa palavra é coragem. Essa companheira lutou desde muito jovem para transformar o Brasil, para melhorar as condições de vida das pessoas mais humildes. Foi perseguida, presa e torturada durante a ditadura, mas nunca abandonou seus ideais", diz Lula, em texto traduzido para o espanhol.
Segundo Lula, Dilma faz parte da vanguarda de mulheres que ocuparam posições de destaque "em uma sociedade acostumada a ver sempre homens nos cargos de liderança", citando seu pioneirismo como secretária de Fazenda de Porto Alegre (RS) e como ministra, até tornar-se a primeira presidente da República.
Principal conselheiro da presidente, Lula elencou os grandes projetos federais gerenciados por Dilma quando ministra de seu governo, como o Luz Para Todos e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), "o maior programa de infraestrutura dos últimos tempos, que garantiu crescimento econômico com uma grande inclusão social".
"Durante seu governo, o País alcançou a cifra de 36 milhões de pessoas resgatadas da miséria absoluta. Em meio à crise mundial, o Brasil da presidenta Dilma é o país mais empenhado na luta contra o desemprego, que caiu para uma taxa de 5,2%", citou Lula.
Para Lula, "2014 será um grande ano para o Brasil, e não apenas pela organização da Copa do Mundo de futebol", pois o País "colherá os frutos que Dilma plantou", como a exploração do pré-sal, as concessões dos aeroportos, ferrovias e portos, assim como investimentos em educação, saúde e saneamento. "Será o ano do reconhecimento da seriedade e competência dessa mulher brasileira de tanta coragem", finalizou.

Fonte: Jornal do Brasil

Nas redes sociais, lutadores enviam mensagens de apoio a Anderson Silva

Emocionado, Lyoto Machida publicou foto ao lado de Anderson Silva e ressaltou a dor pelo amigo  (Instagram/Lyoto Machida)
Emocionado, Lyoto Machida publicou foto ao lado de Anderson Silva e ressaltou a dor pelo amigo

Após fraturar a perna na revanche contra Chris Weidman, nesse sábado, no UFC 168, em Las Vegas, Anderson Silva recebeu várias mensagens de apoio de companheiros de profissão pelo Twitter e outras redes sociais. Lutadores se sensibilizaram com a chocante cena na MGM Grand Garden Arena e desejaram boa recuperação ao Spider.

Junior Cigano, Demian Maia, Antônio Pezão, Renan Barão, TJ Grant, Urijah Faber e outros lutadores demonstraram solidariedade a Anderson Silva. Uma das mensagens mais emocionantes foi feita por Lyoto Machida, via Instagram. O ‘Dragão’ postou uma foto ao lado do ex-campeão dos médios e ressaltou a tristeza pela grave lesão do amigo.

“Realmente, tudo o que vimos foi muito chocante. Todos estamos sentidos, não apenas pela derrota do lutador Anderson, mas pela dor do ser humano Anderson. Queremos apenas a sua saúde. O seu bem estar é a nossa preocupação. Acredito que o que pode nos confortar em um momento desses é entender que as vitórias e derrotas, acertos e erros, alegrias e tristezas, lágrimas e sorrisos são escritas pela mesma mão, ou seja, pelas mãos de Deus. E assim passamos a entender que, apesar da dor do momento, ele não faz nada que não seja pensando em nosso benefício! Oss ao amigo Anderson ‘Spider’ Silva”, publicou Lyoto.

Anderson foi submetido a cirurgia na tíbia neste domingo e ficará afastado por até seis meses. Spider deverá ter alta do hospital em Las Vegas nos próximos dias e voltar ao Brasil.

Confira outros mensagens de lutadores do UFC a Anderson Silva

Junior 'Cigano' dos Santos: “Infelizmente, acabou da pior maneira. Agora é torcer e rezar para que o campeão se recupere da melhor forma possível”.

Renan Barão: “Ainda chocado com a luta de Anderson. O pior para um atleta é se machucar. Vou torcer pela recuperação dele”.

Antônio Pezão: “Agora é torcer pela recuperação do nosso compatriota Anderson Silva. Estou muito triste”.

Demian Maia: “Muito triste ver uma lesão como essa. Desejo a melhor recuperação para Anderson Silva”.

Erick Silva: “Anderson, que Deus te recupere logo. Estamos em oração, primeiramente, pela sua saúde. E estou louco para te ver novamente. Orgulho”.

TJ Grant: Anderson se apresentou inúmeras vezes para fãs maravilhados. Ele é, verdadeiramente, um lutador incrível. E isso não muda seu status de todos os tempos”.

Cezar Mutante: “Boa recuperação ao Anderson. Ninguém merece passar por isso”.

Urijah Faber: “Sinto muito pelo Anderson. Parabéns ao Weidman pela vitória”.

Santiago Ponzinibbio: “Vamos torcer por uma rápida recuperação. Meu respeito para Anderson Silva”.

Ross Pearson: "Meu coração está com Anderson Silva. Pior maneira de deixar esse esporte". 
 
Fonte: Super Esportes

Morte de JK é investigada como assassinato pela Comissão Municipal da Verdade de SP

Matéria Retirada da Agência Brasil

São Paulo – A morte do ex-presidente Juscelino Kubitschek ganhou uma nova explicação em 2013. A versão oficial, segundo a qual JK morreu em agosto de 1976 em um acidente de automóvel, foi contestada pela Comissão Municipal da Verdade de São Paulo Vladimir Herzog. Após uma série de audiências durante o ano para investigar a morte do ex-presidente, a comissão decidiu declarar, em dezembro, que houve assassinato.
A versão oficial sobre a morte afirma que Juscelino e seu motorista, Geraldo Ribeiro, morreram em um acidente de trânsito na Rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, quando o carro em que estava o ex-presidente colidiu com uma carreta, após ter sido fechado por um ônibus.
Para o presidente da comissão, o vereador Gilberto Natalini, no entanto, uma das principais evidências de que houve crime e não um acidente está em perícia que menciona a existência de um fragmento metálico no crânio do motorista do ex-presidente.
Em setembro, a comissão pediu à Justiça a exumação do corpo de Geraldo Ribeiro, o que ainda não foi feito, segundo o vereador, por resistência da família. Mas, em 1996, uma perícia feita pela Polícia Civil de Minas Gerais no corpo do motorista apontou a existência desse fragmento. A explicação dada à época era de que se tratava de um prego do caixão, mas a comissão acredita que possa ser um projétil de arma de fogo.
“Houve contestação, fala-se que isso é uma fantasia, mas a quantidade de fatos e dados que temos da possibilidade de Juscelino ter sido morto é muito grande. Tem coisas que são muito suspeitas de uma morte natural. Por exemplo, a tentativa de forjar, obrigar ou corromper as pessoas para que dissessem que o ônibus bateu no Opala é altamente suspeita. Por que se faria isso?”, questionou o vereador.
A investigação da morte de Juscelino rendeu um documento de 29 páginas, onde foram apresentados os indícios e provas de que o ex-presidente foi assassinado. A comissão ainda pretende encaminhar o resultado para a presidenta Dilma Rousseff e para o Congresso Nacional, pedindo que seja oficialmente reconhecido.
Durante o ano, a comissão municipal também investigou a morte do jornalista Vladimir Herzog, tomando o depoimento, entre outros, de Silvaldo Leung Vieira, autor da foto de Herzog morto, com um cinto no pescoço, o que sustentou a versão do Exército de que ele teria se suicidado nas dependências do Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi), onde estava preso.
No entanto, em março deste ano, a família do jornalista recebeu um novo atestado de óbito, que declarou que Herzog não se suicidou, mas morreu em decorrência de lesões e maus-tratos sofridos durante interrogatório. Em sua homenagem, a comissão inaugurou, em outubro deste ano, a Praça e o Memorial Vladimir Herzog, no centro da capital.
Em dezembro, a comissão também resgatou os mandatos de vereadores de São Paulo que haviam sido cassados ou impedidos de assumir seus mandatos durante o Estado Novo (1937-1945) e a ditadura militar (1964-1985). Em 1937, 19 parlamentares foram cassados com base na Constituição outorgada em novembro daquele ano, que fechou todas as casas legislativas do país. A partir daí, ocorreram cassações ou medidas autoritárias que impediram que vereadores exercessem seus mandatos em quatro ocasiões: 1947, 1951, 1964 e 1969. Ao todo, segundo levantamento da comissão, 42 vereadores foram cassados.
A comissão vai prosseguir em 2014 o trabalho de identificar os logradouros e praças na capital paulista que foram batizados com nomes de torturadores ou de pessoas associadas à ditadura militar, para depois propor a mudança dos nomes. “Queremos propor, em atacado, para a prefeitura e para a Câmara, que toda pessoa envolvida em tortura e que tiver homenagem na cidade tenha seu nome ou homenagem excluído”, disse Natalini.
Para o próximo ano, a comissão municipal também pretende ouvir o atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e ex-governador de São Paulo José Maria Marin, sobre sua atuação durante a ditadura militar e, especialmente, sobre um discurso que fez, em 1975, quando era deputado estadual pela Arena, em que criticou a atuação da TV Cultura, na época dirigida por Vladimir Herzog.
Alguns dias após o discurso, Herzog foi convocado para prestar esclarecimentos no DOI-Codi, onde foi morto. Segundo Natalini, como a comissão de São Paulo não tem poder de convocação, foi encaminhado um pedido para que a Comissão Nacional da Verdade convoque Marin.
A comissão quer ouvir também o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, que foi acusado pelo ex-secretário nacional de Justiça Romeu Tuma Júnior de ter colaborado com a ditadura militar. Em livro, Tuma Júnior diz que Lula foi informante de seu pai, o falecido senador Romeu Tuma, que foi diretor do Departamento de Ordem Política e Social (Dops).
O requerimento para que Lula seja convidado a prestar depoimento já foi aprovado e assinado, mas ainda falta ser encaminhado para o ex-presidente, que poderá declinar, já que se trata de convite e não de convocação. A comissão, segundo Natalini, também pretende ouvir o autor da denúncia.
Outra tarefa da comissão para 2014 será discutir uma forma de identificar os corpos que são enterrados nos cemitérios da capital paulista como anônimos. “Estamos trabalhando para ter um banco de dados genético [projeto de lei proposto pelo vereador do PSDB Mario Covas Neto] daqueles que são enterrados sem identificação para tentarmos identificar essas pessoas”, disse Natalini.
Edição: Davi Oliveira

Miley Cyrus beija dançarina

Miley Cyrus beijou uma das dançarinas de Britney Spears

Um grupo de celebridades marcou presença no show de estreia da turnê "Piece of me" de Britney Spears, na quinta-feira, 27, em Las Vegas, nos Estados Unidos.
 Durante o show, um dos astros desse grupo, se destacou mais que os outros.
 Em um vídeo postado por uma fã no Instagram, no sábado, 28, Miley Cyrus aparece beijando uma dançarina de Britney Spears.
 No vídeo, Miley Cyrus está perto do palco, curtindo o show da princesa do pop,  quando de repente uma das dançarinas que havia descido do palco para interagir  com as pessoas da primeira fila, se aproxima de Cyrus e a beija.
 Sem vergonha, a cantora retribuiu o carinho.

Fonte: O Povo

Rio-Santos tem 42 km de lentidão no litoral norte de São Paulo

Os motoristas que se dirigem ao litoral norte de São Paulo e ao Rio de Janeiro enfrentam longos congestionamentos na noite deste domingo. Segundo o Departamento Estadual de Rodagem (DER), às 19h20, a rodovia Rio-Santos (SP-055) tinha 42 quilômetros de congestionamento, nos dois sentidos, entre os municípios de Caraguatatuba e Ubatuba.

Na rodovia Dr. Manoel Hyppolito Rego (trecho da SP-055 entre Bertioga e São Sebastião), o tráfego era lento do km 200 ao 192, e do km 153 ao 128, no sentido São Sebastião. Já na Padre Manoel da Nóbrega (trecho da SP-055 que vai de Praia Grande a Peruíbe), o tráfego era intenso no sentido Praia Grande.

Principal ligação entre a capital paulista e o litoral do Estado, o Sistema Anchieta-Imigrantes também apresentava problemas na noite deste domingo. Um acidente no quilômetro 57 da rodovia dos Imigrantes causava lentidão no tráfego no sentido litoral. Todas as faixas já foram liberadas no local, mas ainda havia lentidão do quilômetro 58 ao 54. No momento, segundo a Ecovias, concessionária que administra a rodovia, a melhor opção de descida é a rodovia Anchieta. No horário, o tempo de viagem estimado entre São Paulo e Santos era de 42 minutos pela Anchieta, e de 46 minutos via Imigrantes.

Fonte: TERRA

BLOG 'DANCE MANIA', ASSOCIADO AO BLOG 'ANTENADOS


Se você gosta de eletrônica, e quer conferir os lançamentos oficiais do 'Antenados', então CLIQUE AQUI e esteja por dentro de tudo!

Dilma dribla impacto eleitoral ao prorrogar Comissão da Verdade

Prováveis recomendações do relatório final, como a revisão da Lei da Anistia, poderiam aprofundar hostilidades das Forças Armadas e desagradar eleitorado conservador

Decidida com cálculo político, a prorrogação do prazo de funcionamento da Comissão Nacional da Verdade por mais sete meses desvinculou das eleições do ano que vem os efeitos do relatório final das investigações sobre os anos de chumbo. As prováveis recomendações que devem constar no relatório - entre elas a polêmica revisão da Lei da Anistia - poderiam aprofundar as hostilidades entre a ala conservadora das Forças Armadas e desagradar o eleitorado conservador às vésperas da campanha.
Conheça a home do Último Segundo
Dilma prorroga prazo da Comissão da Verdade
Em depoimento secreto, general debocha de Comissão da Verdade
“A presidente Dilma Rousseff detectou um clima pesado e driblou a polêmica. O relatório final - que seria divulgado em maio - poderia criar uma fumaça no processo eleitoral”, diz o cientista político Gaudêncio Torquato, experiente analista dos movimentos de caserna.
Segundo ele, nas duas últimas semanas aumentou a reação de oficiais de pijama, entrincheirados no Clube Militar, no Rio, contra o trabalho das comissões empenhadas em reconstituir o período de arbítrio pela relembrança dos casos de tortura, execuções de militantes da esquerda armada e desaparecimentos forçados. O movimento, diz Torquato, tem como alvo despertar o sentimento corporativo dos militares da ativa.

Delegado do DOI-Codi nega torturas e até que conhecia superior hierárquico

De acordo com a nova Medida Provisória, publicada na quarta-feira, a CNV terá mais 12 meses de funcionamento, completando o trabalho em dois anos e sete meses. Amparada por outras 140 comissões estaduais, municipais e de entidades da sociedade civil, A CNV terá de reconstituir os anos de chumbo pela história das vítimas e romper o impasse que impede a localização do paradeiro dos desaparecidos entre 1968 e 1976.

Documento pode mudar versão sobre descoberta do Araguaia por militares
Bebê deixada em orfanato em 1974 pode ser filha de guerrilheiros
Viúva de Jango diz que exumação é 'resgate da memória'

O relatório final só será conhecido em 16 de dezembro do ano que vem, portanto, já na transição para um novo governo, período propício inclusive para tentar virar a página dos anos de chumbo através de uma saída pactuada com as Forças Armadas.
“O esclarecimento não depende de prazo. Depende das informações de quem matou, torturou ou sumiu com corpos”, diz o presidente da Comissão da Verdade do Rio de Janeiro, Wadih Damous. Segundo ele, o grande obstáculo para elucidação do período está nas Forças Armadas, que “não colaboram e nem abrem seus arquivos”.
“O que sai é na base do saca rolha”, reclama o vereador Gilberto Natalini (PV), presidente da Comissão Municipal de São Paulo. Uma das descobertas, lembra ele, em novembro do ano passado, foi por acaso: a polícia gaúcha investigava o assassinato do ex-coronel do Exército Julio Miguel Molina Dias, ex-comandante do DOI-Codi do Rio, e encontrou na residência deste documentos revelando a entrada (sem registro de saída) do deputado Rubens Paiva no estabelecimento militar e detalhes sobre o atentado ao Riocentro.
Os documentos encontrados com o ex-comandante do DOI-Codi são os mesmos que o Ministério da Defesa vêm, sistematicamente, alegando que foram destruídos pelos órgãos de informação e repressão das três forças.
Há fartura de indícios reforçando suspeitas segundo as quais as principais informações foram retiradas ilegalmente dos arquivos das Forças Armadas e ficaram em poder de oficiais da linha dura que estiveram à frente das operações decisivas da repressão. O caso mais exemplar é do coronel Sebastião Rodrigues de Moura, o Curió, a cara da repressão na Guerrilha do Araguaia. Ele guardou os documentos e só os revelou ao jornalista Leonêncio Nossa, autor de Mata!, a mais completa biografia de Curió.
As informações sobre os desaparecidos são guardadas a sete chaves. O coordenador da CNV, Pedro Dallari, diz que a decisão da presidente Dilma dá mais tempo para a elaboração do relatório final, mas não alimenta a possibilidade de um resultado que possa levar aos corpos.
“Assim como ocorreu em outros países, a comissão não esgotará as investigações. A estratégia é deixar uma cultura para a continuidade das investigações através de novas comissões”, afirma Dallari. A maioria delas encerraria os trabalhos em maio, mas aderiu à prorrogação.
“O prazo foi ampliado porque era muito curto” diz o jornalista Ivan Seixas, ex-preso político e coordenador da Comissão da Verdade paulista. Segundo ele, a decisão de Dilma, “correta e republicana”, indiretamente acaba tirando a possibilidade de o relatório final interferir na eleição.
“O importante é que o Estado brasileiro siga as recomendações que constarão no relatório”, afirma. As duas questões mais polêmicas em debate na CNV são uma medida governamental que abra ou resgate os arquivos das Forças Armadas _ seja através de documentos ou pelo depoimento dos oficiais _ e a possibilidade de mexer na Lei da Anistia (para levar criminosos ao banco dos réus) diante da nova composição do Supremo Tribunal Federal.

Críticas à CNV
O acirramento dos ânimos militares reflete o imobilismo da CNV que, em 20 meses de investigação, apresenta como resultado mais relevante o resgate da imagem do ex-presidente João Goulart, mas patina nas grandes questões e acelera no retrabalho. Os cerca de 500 depoimentos já tomados são, na maior parte, uma repetição dos relatos sobre violações existentes no acervo da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, que disponibilizou à CNV um acervo com 60 mil denúncias.
Nos bastidores, as críticas mais frequentes apontam a falta de audiências públicas que envolvam a população, ações pífias na busca dos desaparecidos e a ausência de interlocutor ou negociador que abra diálogo produtivo com as Forças Armadas.
As poucas audiências até aqui realizadas não acrescentaram informações. Além disso, viraram “palanque” para a ala militar conservadora criticar o governo, como ocorreu nos depoimentos do ex-chefe do Dói-Codi paulista, Carlos Alberto Brilhante Ustra, e do general Álvaro de Souza Pinheiro.
Em 2014, na tentativa de dar rumo às investigações, a CNV retomará as audiências públicas com dois temas barulhentos, a Casa da Morte - centro de tortura em Petrópolis, no Rio - e Guerrilha do Araguaia, o episódio mais forte dos anos de chumbo.
Gaudêncio Torquato diz que a elucidação seria facilitada com o aparecimento de um interlocutor “isento, gabaritado e independente”, capaz de negociar com a área militar. Ele afirma que, passados quase três décadas do fim do regime e às vésperas dos 50 anos do golpe civil-militar, os fantasmas golpistas estão exorcizados e não há riscos de quebra institucional por conta dos anos de chumbo. Mas acha que falta interlocução com a área militar e tem sugestão:
“O nome mais indicado é o do Aldo Rebelo (ministro do Esporte). Sua visão nacionalista e os conceitos de defesa da Amazônia são parecidos com o pensamento das Forças Armadas. Ele tem boa interlocução e é respeitado no meio militar”, afirma o cientista político.
Até o anúncio das sentenças do mensalão, segundo ele, o interlocutor ideal era o ex-deputado José Genoíno, que foi assessor especial do Ministério da Defesa. Os dois, curiosamente, têm suas histórias ligadas a Guerrilha do Araguaia. Aldo, como dirigente do partido que organizou o movimento rebelde, o PC do B, e Genoíno como ex-guerrilheiro.
Torquato acha que o caminho para um entendimento foi azeitado pela presidente Dilma Rousseff ao atender a área militar na questão dos caças, mas aponta que ainda falta o que chama de “um agrado”: o reequipamento das Forças Armadas, que estão sucateadas. O gesto derrubaria as alegações de revanchismo e ajudaria a virar a página do período.

Fonte: Último Segundo

Britney Spears 'presa' a Las Vegas até 2015

Cantora está a pensar mudar de cidade
Cantora está a pensar mudar de cidade Fotografia © Reuters
A cantora vai viver para Las Vegas, Estados Unidos, nos próximos dois anos. Tudo por causa do... trabalho.
Aos 32 anos, Britney Spears continua em alta no mundo da música. A cantora pop acaba de assinar um contrato que a vai obrigar a atuar em 100 espetáculos na cidade norte americana de Las Vegas, até 2015.
Assim, a artista está a pensar reorganizar a sua vida e mudar-se para aquela cidade, a fim de poder cumprir mais facilmente a agenda.

Fonte: DN.pt

Músico baleado em saidinha de banco em 2011 é enterrado em Salvador

O músico baiano Paulo César Perrone Júnior, 35 anos, foi enterrado sábado (28/12) no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. Ele morreu na madrugada, vítima de uma parada cardíaca.
Perrone, que tocava na banda Estakazero, foi vítima de uma saidinha bancária no bairro do Caminho das Árvores, em Salvador, em 2011. Ele levou um tiro na cabeça, disparado pelo assaltante, e teve sérios problemas neurológicos.
Paulo, que era baterista da banda Estakazero, levou um tiro na cabeça e perdeu a coordenação dos movimentos
Paulo, que era baterista da banda Estakazero, levou um tiro na cabeça e perdeu a coordenação dos movimentos
O músico foi vítima do golpe quando saía de uma agência do Bradesco no bairro Pituba, em 19 julho de 2011, após sacar R$ 3 mil. De acordo com a família, as câmeras de segurança do banco mostram que, enquanto o músico conversava com a atendente do caixa, um homem sentado em um banco posicionado em frente enviava mensagens pelo celular.
Depois de sacar o dinheiro, Paulo deixou a agência e foi seguido pelo homem. O músico entrou no carro, e ao parar em um semáforo, roubaram o dinheiro e efetuaram disparos. Um deles atravessou a cabeça do músico, que perdeu massa encefálica e ficou cerca de oito meses internado em estado grave. Ele ficou internado no Hospital Geral do Estado e no Hospital das Clínicas, estava em tratamento domiciliar, mas foi novamente internado em outubro.

Fonte: Jornal do Brasil

Facebook está morto para adolescentes, revela pesquisa

São Paulo - O Facebook está “morto e enterrado” para adolescentes, revela um estudo europeu ao qual o jornal The Guardian teve acesso. Segundo a pesquisa realizada em oito países , jovens entre 16 e 18 anos estão deixando o Facebook de lado e migrando para Twitter, Instagram, WhatsApp e Snapchat.
Daniel Miller, antropólogo europeu que liderou a equipe da pesquisa, observou em seu relatório que os jovens usam o Instagram e o Snapchat no período escolar, e que há uma evasão na rede por conta do uso intensivo do Facebook por parte dos pais.
“O Facebook não está apenas em decadência, está basicamente morto e enterrado. A maioria se sente envergonhada por ser associada à rede”, afirmou Miller ao The Guardian.
“Antes os pais se preocupavam com os adolescentes no Facebook, mas agora eles dizem que suas famílias querem que eles permaneçam lá, compartilhando coisas sobre suas vidas”, disse Miller.
Os entrevistados disseram ao pesquisador que nenhum dos aplicativos supera o Facebook em termos de integração, mas acham que o WhatsApp é mais prático para mandar mensagens, por exemplo.
“O momento crucial na decisão do jovem deixar o Facebook é certamente o dia em que sua mãe lhe envia um pedido de amizade”, aponta o pesquisador.
Por fim, os adolescentes não se importam com os serviços alternativos menos funcionais e sofisticados, e não se preocupam com questões de segurança e privacidade na web, conclui a pesquisa.

Fonte: Exame

Clipe de Valesca Popozuda já conta 690 mil visualizações

  • Reprodução | Facebook
    Clipe foi feito em castelo da Região Serrana do Rio

O clipe Beijinho no Ombro de Valesca Popozuda, já tem mais de 690 mil visualizações, no YouTube, dois dias depois de ser lançado.
O primeiro clipe da funkeira foi gravado no Castelo de Itaipava, Região Serrana do Rio de Janeiro e teria custado cerca de R$ 437 mil. Durante o clipe, a cantora contracena com um tigre e um falcão.
A coreografia e cenografia de Beijinho no Ombro parecem ser inspirados em clipes de Beyoncé e Lady Gaga.

Fonte: Portal A Tarde

Atriz Claudia Jimenez deixa CTI e deve ter alta nos próximos dias

O final de ano de Claudia Jimenez pode ser tranquilo e em família. A atriz, que foi submetida a uma cirurgia de emergência na última sexta-feira (27), para a colocação de um marca-passo no coração, deve ter alta nos próximos dias.
O cirurgião cardiovascular Edson Nunes, responsável pelo caso, comentou o estado de saúde de Claudia. "Acho que em dois ou três dias, ela terá alta. Estamos apenas monitorando alguns exames dela e, tudo se normalizando, ela vai para casa", disse. 

A atriz precisou ser operada por conta de uma bradicardia - arritmia com diminuição de frequência cardíaca. "O coração dela apresentou um ritmo muito lento, insuficiente para manter até a pessoa de pé. Implantamos um marca-passo definitivo, e o quadro dela está evoluindo bem, dentro do esperando", disse o médico. 
Na manhã deste domingo (29), Claudia Jimenez deixou o centro de terapia intensiva (CTI) do Hospital Pró- Cardíaco, onde estava internada, e foi transferida para um quarto, onde permanece em observação.
Embora esteja evoluindo bem, o médico ainda não sabe quando a atriz poderá voltar a gravar a novela "Além do Horizonte". "Ela está bem. Está um pouco tristinha por ter sofrido novamente com esse problema do coração. Mas está bem. Quero primeiro liberá-la para ir para casa, acompanhar sua evolução e só depois vamos pensar na retomada de todas as suas atividades normais", disse.

Fonte: Correio da Bahia

Anderson Silva pede privacidade e diz que não comentará sobre adeus

Anderson tentava retomar o cinturão dos médios, que havia perdido em julho para Weidman Foto: Reuters
Anderson tentava retomar o cinturão dos médios, que havia perdido em julho para Weidman

A Zuffa, LCC, empresa proprietária do UFC, publicou na tarde deste domingo comunicado sobre a situação de Anderson Silva, que no último sábado sofreu fratura na perna esquerda em derrota para Chris Weidman em revanche pelo cinturão dos médios. De acordo com o texto, o brasileiro não tomou decisão sobre a possibilidade de aposentadoria depois do segundo revés e pediu privacidade enquanto se recupera.


"Anderson está profundamente tocado pela manifestação de apoio de seus fãs e toda a comunidade do MMA. Não houve nenhuma decisão imediata sobre o seu futuro, e ele gentilmente pede privacidade neste momento enquanto ele lida com sua lesão e se prepara para voltar para casa para se recuperar", informou a Zuffa.

Anderson fraturou a perna esquerda ao acertar chute no joelho de Weidman no UFC 168. Imediatamente após o golpe, o ex-campeão dos médios desabou no octógono com as dores da fratura. Levado a um hospital de Las Vegas, o brasileiro passou por cirurgia que inseriu a haste intramedular em sua tíbia esquerda. A fíbula quebrada foi estabilizada.

Fonte: TERRA

Selena Gomez tem lúpus, afirma site

  • | Ag. A TARDE
    Cantora teria cancelado a turnê para tratar da doença
Fontes próximas a Selena Gomez afirmaram ao site Popdust que a cantora tem lúpus e que havia cancelado sua turnê pela Austrália para tratar da doença.
A cantora teria descoberto há alguns anos que tem a doença e, recentemente, ela vinha sentindo muita dor nas articulações, com inchaço facial e fadiga, o que motivou o cancelamento dos shows australianos.
A fonte informou ao site que Selena está precisando de um tempo para tratar a doença e cuidar de sua saúde.
Lúpus é uma doença rara, incurável, autoimune e mais frenquente em mulheres que homens. A pessoa que é diagnosticada com a doença precisa de tratamento constante.

Fonte: Portal A Tarde

Assessora de Justin Bieber diz que notícia de aposentadoria é falsa

"Justin é um rapaz de 19 anos que trabalha duro e que gostaria que seu recente movimento de arrecadação de fundos para os filipinos tivesse mais atenção da mídia do que especulações de aposentadoria. Sobre as recentes postagens no Twitter sobre sua 'aposentadoria', Justin sentiu que esta era a melhor maneira de responder à última leva de matérias exageradas e imprecisas sobre ele. Ele optou por canalizar sua frustração brincando com esse rumor sem fundamento. (...) Mas 20 minutos depois ele se deu conta de que os fãs ficaram confusos e achou melhor esclarecer que estava brincando", diz o texto. - G1
Allison Kaye, da Scooter Braun Projects - empresa que assessora o artista - diz que essa notícia não passou de uma 'brincadeira'. Alguns sites afirmaram que o anúncio da aposentadoria foi para promover o documentário "Justin Bieber's Believe", que estreou nessa quarta-feira (25) nos cinemas americanos.
Justin Bieber 'desabafou' em seu Twitter, dizendo que 'a mídia fala muito' dele, inventam um monte de mentiras só para levá-lo ao fracasso. "... mas eu nunca vou deixar vocês. Ser um belieber é um estilo de vida".


A grande derrota: Anderson Silva quebra a perna em luta com Chris Weidman


Chris Weidman e Anderson Silva (foto retirada da Folha de São Paulo)

29 de dezembro - A luta do UFC 168 (em Las Vegas), pelo visto, foi muito esperada, a ponto de os telespectadores ficarem acordados na madrugada deste domingo.
Mas Anderson Silva não teve sorte dessa vez, foi aplicar um chute no lutador Chris Weidman, quebrou a perna, e saiu do octógono em uma maca.
Chris levou o cinturão dos médios para casa, e irá lutar contra Vitor Belfort.