domingo, 12 de janeiro de 2014

Presidente do PT pede doações à militância para ajudar Genoino

O presidente do PT, Rui Falcão, divulgou nota oficial na última sexta-feira (10/01), no site do partido, em que “conclama os militantes, filiados, simpatizantes e amigos(as) do PT a contribuírem para o pagamento da multa injustamente imposta ao companheiro José Genoino Neto”.
Ex-deputado federal, Genoino foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a pagar R$ 468 mil por sua participação no processo do mensalão, mas o valor foi reajustado pela Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal para R$ 667.513,92.
>> Família de Genoino cria site para receber doações para pagar multa
O valor deve ser pago até o dia 20 deste mês. Segundo Falcão, “embora indevida e, além disso, desproporcional, trata-se de sentença judicial, obrigando, portanto, ao seu cumprimento”.
“Como o PT, em virtude da lei, não pode utilizar recursos próprios e nem do Fundo Partidário, propomos esta corrente de solidariedade que deve, igualmente, estender-se aos companheiros José Dirceu, Delúbio Soares e João Paulo Cunha”, diz a nota assinada pelo presidente petista, que apontou também as contas onde podem ser feitas as doações.

Fonte: Jornal Do Brasil

"Que bonito héin? E o dinheiro que ele roubou do Brasil?"

Jovens aderem ao Dia Internacional Sem Calças no Metrô


Dia Internacional Sem Calça No Metrô
Em Londres, jovens participam da manifestação pacífica
PUBLICADO EM 12/01/14 - 18h31

Uma situação inusitada foi vista por frequentadores de metrô de algumas cidades do mundo: vários jovens entraram sem calças nas estações. Apesar do frio, jovens de Paris, Londres, Praga, Viena, Bruxelas, Tóquio e Hong Kong participaram.
Anualmente, essa manifestação por liberdade nos metrôs vem acontecendo me cidades de todo o mundo. Em 2013, um evento no facebook indica que São Paulo participou da manifestação. Na descrição do evento, a autora conta que a intervenção urbana surgiu em 2002 idealizada pelo grupo Improv Everywhere.

Fonte: O Tempo

Oferta de WhatsApp para PC é um vírus que rouba os dados bancários

Os pesquisadores do Laboratório de Pesquisa da ESET América Latina acabam de identificar um golpe online voltado a usuários brasileiros. Trata-se de um e-mail, supostamente do WhatsApp, que promete o uso do aplicativo de mensagens instantâneas para o PC. Na prática, o objetivo é instalar um Trojan (Cavalo de Troia) na máquina dos usuários, voltado a roubar informações bancárias pessoais.
O e-mail utilizado pelos cibercriminosos oferece de forma gratuita o WhatsApp para PCs e sugere que o usuário baixe o aplicativo em um link (conforme imagem abaixo).
Virus - WhatsApp
O laboratório da ESET identificou que o arquivo executável – chamado “Whatsapp” – é um código malicioso, identificado pelas soluções ESET como Win32/TrojanDownloader.Banload.
WhatsApp - vírus
Uma vez executado, o sistema descarrega outro código malicioso: Win32/Spy.Banker.AALL. Trata-se de um Trojan capaz  de roubar informações pessoais, especificamente, relacionadas a dados bancários. Segundo os especialistas da ESET, os levantamentos demonstram que centenas de pessoas já foram infectadas pelo malware.
Para Raphael Labaca Castro - Coordenador de Awareness & Research da ESET América Latina, os usuários precisam ficar atentos para não cair nesse tipo de golpe. “Se a proposta é muito boa, pouco usual ou duvidosa, é conveniente desconfiar antes de dar o clique e verificar se a informação é verídica”, alerta. O aplicativo WhatsApp somente pode ser usado oficialmente em smartphones (iPhone, BlackBerry, Android e Windows Phone, como consta em seu site oficial), completa o executivo.

Fonte: Tribuna Hoje