quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Veja a primeira foto oficial de Matheus Nachtergaele como Joãosinho Trinta

Matheus Nachtergaele como Joãosinho Trinta (Foto: Divulgação/Fox Film do Brasil) 
Matheus Nachtergaele como Joãosinho Trinta
(Foto: Divulgação/Fox Film do Brasil)

A distribuidora Fox Film do Brasil divulgou nesta quinta-feira (27) a primeira foto oficial de Matheus Nachtergaele na pele de Joãosinho Trinta (1933-2011) e anunciou que a cinebiografia do carnavalesco tem previsão de estrear em 23 de outubro.
De acordo com a sinopse oficial, "Trinta" conta a história do "primeiro desfile de Joãosinho Trinta no posto de carnavalesco de uma das mais tradicionais escolas de samba do Rio, a Salgueiro". A marcante apresentação na Sapucaí aconteceu em 1974.

Até então, o protagonista do filme era conhecido como Joãosinho das Alegorias e trabalhava como assistente de Fernando Pamplona na Salgueiro. A trama retrata este período inicial "mostrando sua ida ao Rio, suas apresentações de ballet, seu desejo pelos holofotes e os aplausos, até o inovador desfile 'O Rei da França na Ilha da Assombração'", descreve o material de divulgação. Além de Nachtergaele, "Trinta" tem no elenco nomes como Paolla Oliveira, Ernani Moraes, Paulo Tiefenthaler, Milhem Cortaz, Fabrício Boliveira e Mariana Nunes.

João Clemente Jorge Trinta nasceu em São Luís (MA), em 23 de novembro de 1933. Trabalhou como escriturário na capital maranhense até se mudar para o Rio de Janeiro, em 1951, onde fez dança clássica no Teatro Municipal e montou peças como “O Guarani”, de Carlos Gomes, e “Aida”, de Giuseppe Verdi.
Ele começou a carreira no carnaval como assistente de Pamplona e de Arlindo Rodrigues. Naquela época, foi campeão em 1965, 1969 e 1971. Dois anos depois, em 1973, assumiu  como carnavalesco da escola de samba e fez parceria com a artista plástica Maria Augusta. Com o enredo “Eneida: amor e fantasia”, conquistaram o terceiro lugar no carnaval do Rio. Finalmente, no ano seguinte viria o título, e o bicampeonato aconteceu em 1975, com o trabalho "O Segredo das minas do Rei Salomão."

27 de fevereiro de 2006 - Afastado do Carnaval desde 2004, em razão de um derrame, Joãosinho apareceu na Marquês de Sapucaí em um carrinho motorizado junto a outros cadeirantes no desfile da Vila Isabel, escola campeã daquele ano (Foto: Dida Sampaio/AE) 
Joãosinho na Sapucaí em 2006
(Foto: Dida Sampaio/AE)

Joãosinho Trinta saiu do Salgueiro após problemas com a diretoria da escola de samba e seguiu para a Beija-Flor, onde teve uma carreira de sucesso e de campeonatos com o parceiro figurinista Viriato Ferreira.
Com ousadia e enredos luxuosos, Joãosinho Trinta passou a ser chamado de gênio e reinou no Rio, conquistando ainda os títulos de 1976, 1977, 1978, 1980 e 1983. Ele ainda teve destaque com dois trabalhos carnavalescos que ficaram com a segunda colocação, em 1986 e em 1989.
Joãosinho Trinta morreu em 17 de dezembro de 2011, aos de 78 anos, em São Luís, em razão de um choque séptico, infecção generalizada, e apresentava quadro de pneumonia e infecção urinária.

Em 1993, ele já havia sofrido uma isquemia, e por isso não pôde participar do carnaval. Em novembro de 2004, sofreu um AVC (acidente vascular cerebral). Em julho de 2006, sofreu outros dois AVCs, foi internado no Rio e transferido para o Hospital Sarah Kubitschek, em Brasília. Em maio de 2011, passou 37 dias internado no Hospital UDI, em São Luís, com quadro de pneumonia e insuficiência cardíaca.
A última participação de Joãosinho Trinta no carnaval do Rio foi em 2005, na Vila Isabel, com o enredo “Singrando em mares bravios... E construindo o futuro”, que lhe rendeu a 10ª colocação.

Fonte: G1

Cadela vítima de maus-tratos ganha 'um dia de carinho' e vídeo vira hit

8 comentários
Cachorro (Foto: Reprodução/YouTube)Vídeo que mostra 'um dia de carinho' fez interessados em adotar Pat se multiplicarem (Foto: Reprodução/YouTube)

Uma cadela vítima de maus-tratos que ganhou "um dia de carinho" em Ibiúna, cidade a cerca de 80 km de São Paulo, virou hit na internet. O vídeo "estrelado" por ela e produzido pela Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal conseguiu atrair a atenção desejada em prol da defesa dos animais.

Publicado em dezembro, ele teve até as 18h desta quinta (27) mais de 170 mil vizualizações e mostra a cadela abandonada Pat em um parque movimentado, ao lado de uma placa com os seguintes dizeres: “A Pat já conheceu o lado mau do ser humano. Mostre pra ela o lado bom. Faça um carinho”.
No vídeo, crianças, ciclistas e frequentadotes do parque param para brincar e dar atenção ao animal. No fim, a associação pede: "Doe. Adote. Apadrinhe".
Pat foi encontrada acorrentada e desnutrida na zona rural da estância turística de Ibiúna junto à mãe e à irmã. Elas foram localizadas por uma das fundadoras do abrigo MaxMello, para onde foram levadas e onde passaram a receber os cuidados necessários.

Cadela Pat (Foto: Reprodução/YouTube) 
Cadela Pat (Foto: MaxMello/Divulgação)

Um dos responsáveis pelo abrigo, Thiago Bocatto, de 31 anos, diz que assim que o vídeo foi colocado no YouTube muitos interessados o procuraram com a intenção de adotar Pat. Ele e os outros voluntários do abrigo, no entanto, preferiram mantê-la no local.
Apesar disso, Bocatto conta que agora ela possui uma "madrinha": uma mulher que decidiu arcar com todos os custos de alimentação e medicação da cadela. "Justamente pelo fato das três [Pat, irmã e mãe] viverem no abrigo, fica complicado colocá-la para adoção sozinha. Preferimos que elas vivam juntas aqui, porque não se desgrudam para nada. Por isso, optamos por oferecer apenas o apadrinhamento", diz.
O vídeo, segundo ele, serve tanto para incentivar a adoção como para divulgar o trabalho da institição, que vive de doações. Atualmente, o abrigo, aberto em 2005, conta com 323 cães, 18 gatos e duas porcas.

Fonte: G1