domingo, 9 de março de 2014

Morre o jornalista Gilvan Ferreira, em Maceió

 
Foto por: Assessoria
 
O jornalista alagoano Gilvan Ferreira faleceu na madrugada deste domingo (09), na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, em decorrências das complicações de um câncer.

Gilvan Ferreira era cearense, tinha 45 anos e exerceu, nos últimos anos, a coordenação da assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Educação. Antes, ele havia atuado nas editorias de Política dos jornais Gazeta de Alagoas e O Jornal, na produção da TV Pajuçara, na Secretaria de Estado da Comunicação e foi correspondente do Jornal do Brasil.

O corpo está sendo velado no cemitério Memorial Parque Maceió, localizado no bairro Benedito Bentes. O sepultamento está marcado para as 16h deste domingo.
 

Fonte: Redação com Assessoria

Descubra aqui se você tem direito à cidadania estrangeira

 
Por motivos pessoais ou profissionais, muitos brasileiros buscam se naturalizar estrangeiros. A regra varia de país para pais e, em boa parte dos casos, para ser considerado cidadão estrangeiro é preciso abrir mão da própria nacionalidade (veja mais na arte abaixo). 

O cidadão do Brasil só mantém a sua condição em casos específicos: se a aquisição dessa outra nacionalidade for por consanguinidade — ou seja, por ascendência (parentesco com pais ou avós) ou por imposição do governo, para exercício dos direitos civis ou como condição para permanecer naquele território.  

O Ministério de Relações Exteriores não tem qualquer estimativa sobre quantos brasileiros buscam a naturalidade em outros países. Segundo o Itamaraty, o ato de se naturalizar é voluntário, o que dispensa o cidadão brasileiro de informar ao Estado a aquisição de outra nacionalidade.  

Em alguns países, como Itália e Alemanha, a obtenção de cidadania depende da existência de laços de sangue — se sua família tiver vindo de um desses países, você tem direito a dupla cidadania, mas deve passar por um longo processo. Para alguns outros locais, é necessária a permanência no país onde se quer ser naturalizado por alguns anos antes de dar início ao processo.  

Cada país tem uma legislação específica sobre o assunto. O R7 elaborou um guia para informar se você pode pleitear outra cidadania, indicando quais os documentos necessários para a naturalização em países como Espanha, Portugal, Itália e Estados Unidos, com informação como os custos envolvidos e o tempo de espera. Confira se você tem direito!

PASSAPORTE ITALIANO
Quem tem direito
Descendentes de italianos pela linha paterna
Descendentes de italianos pela linha materna aos nascidos após 1948 no Brasil
Mulheres casadas com italianos
Filhos nascidos de união não matrimonial (companheiros)
Documentos necessários
Certidão de nascimento
Certidão de casamento dos descendentes
Certidão de óbito (em alguns casos)
Certidão de Naturalização (só para italianos)
Como funciona o processo
A lei italiana permite que o interessado no processo obtenha um visto de moradia no país a partir da Itália. Para tanto, é necessário estar por lá há pelo menos três meses. Os requerentes devem entrar com o pedido no Consulado Italiano. No Brasil, há uma longa fila de espera no Consulado Italiano. O interessado deve reunir os documentos, fazer a tradução juramentada de todos eles e entregar as certidões em um dos consulados italianos quando solicitado.
Quanto tempo leva
Pela Itália – de três meses a um ano
No Brasil – de um a cinco anos
Quanto custa
Na Itália – cerca de R$ 9 mil (passagem, hospedagem e assessoria profissional)
No Brasil – cerca de R$ 2 mil (assessoria profissional)

PASSAPORTE ESPANHOL
Quem tem direito
Filhos de espanhol por origem*
Neto de espanhol
Brasileiros residentes na Espanha**
Bisnetos menores de 18 anos
Casados com espanhol (após residir 1 ano legalmente na Espanha)
Brasileiro que morar por dez anos, de forma legal e ininterrupta, na Espanha
Documentos necessários
Certidão de nascimento do interessado
Certidão de nascimento e casamento dos pais
Folha declaratória de dados assinada pelo pai ou mãe espanhóis
Documento espanhol do pai ou da mãe (passaporte espanhol)
Carteira de identidade para estrangeiros do pai ou da mãe (se residirem no Brasil)
Como funciona o processo
O interessado poderá dar entrada no pedido de cidadania junto ao corpo diplomático espanhol. Os documentos não precisam estar traduzidos. Ao iniciar o processo, o interessado recebe um protocolo com a data de inicio do seu prontuário. Posteriormente, um funcionário do consulado fará contato telefônico para informar a resolução adotada e os próximos passos.
Quanto tempo leva
De três a cinco meses após a entrevista no consulado
Quanto custa
Todos os trâmites para a obtenção da nacionalidade espanhola são gratuitos. Há custos para a obtenção de documentos — caso seja necessário localizá-los na Espanha, valores correm por conta do interessado. Escritórios de assessoria especializada que ajudam e orientam no processo cobram a partir de R$ 800.
Filhos de brasileiros nascidos na Espanha, desde que não registrados no consulado como brasileiros
Desde que residam legalmente na Espanha por pelo menos dois anos
Fonte: Embaixada da Espanha no Brasil – escritórios especializados em cidadania
PASSAPORTE PORTUGUÊS

Quem tem direito
Filhos de mãe portuguesa ou de pai português nascidos no estrangeiro
Netos de portugueses
Estrangeiros casados ou em união estável há mais de três anos com português
Estrangeiros que moram em Portugal por mais de seis anos
Documentos necessários (variam de acordo com o tipo de requisição)
Certidão de Nascimento original (autenticada na Divisão Consular do Itamaraty)
Certidão de Nascimento de pai ou mãe português
Comprovante de residência original
Fotocópia da Carteira de Identidade autenticada em Cartório
Cartão de Assinaturas ou Sinal Público do Cartório
Modelo de formulário fornecido pela Secção Consular
Certidões negativas criminais
Como funciona o processo
O pedido deve ser entregue no Consulado de Portugal da sua área de residência. Os demais passos serão informados pelo consulado. O estrangeiro que pretende adquirir nacionalidade portuguesa por naturalização deve requerê-la ao Ministro da Administração Interna, apresentando o pedido aos serviços consulares da área de residência, se residir fora de Portugal.
Quanto tempo leva
Com a documentação completa, a análise pode durar até três meses
Quanto custa
Todos os trâmites são gratuitos. Há custos para a obtenção de documentos — caso seja necessário localizá-los na Espanha, os valores correm por conta do interessado. Escritórios de assessoria especializada que ajudam e orientam no processo cobram a partir de R$ 800.
PASSAPORTE AMERICANO

Quem tem direito
Filhos de cidadãos norte-americanos
Residente permanente nos EUA (Green Card) por três anos
Cônjuge de um cidadão americano
Participante dos serviços armados dos EUA
Documentos necessários
Certidão de nascimento
Passaporte dos pais
Histórico criminal
PASSAPORTE ALEMÃO
Como funciona o processo
O candidato deve apresentar o pedido para Naturalização N-400 junto ao USCIS (United States Citizenship and Immigration Services), nos Estados Unidos. Na petição, o interessado deve provar que é de bom caráter moral, por meio de seu histórico criminal. No Brasil, só é possível dar entrada em pedidos para visto de entrada.
Quanto tempo leva
O tempo de processamento para a petição N-400 varia de acordo com a localização do USCIS, mas a média típica de espera é entre 4 e 6 meses. Uma vez que a petição N-400 tenha sido processada, a maioria dos candidatos é obrigada a passar por um teste de Inglês e um teste de educação cívica norte-americana.
Quanto custa
A petição custa US$ 595, além de uma taxa adicional de US$ 85 para serviços necessários de biometria — como impressões digitais, fotografia, e a verificação de antecedentes. Os pleiteantes com idade inferior a 14 anos ou superior a 79 anos estão isentos da taxa de biometria.
PASSAPORTE FRANCÊS

Quem tem direito
Filhos de franceses
Portadores de laços familiares que não excedam 50 anos de vínculo de sangue
Filhos de estrangeiros nascidos e presentes na França por pelo menos cinco anos entre 11 anos e a maioridade
Casados com cidadãos franceses
Estrangeiros que viveram pelo menos cinco anos na França
Documentos necessários
Dossiê comprovando vínculo com a França
Certidão de nascimento
Certidão de casamento
Comprovantes de endereço
Comprovantes de trabalho e de cursos
Prova de que fala e escrever bem o Francês
Como funciona o processo
O dossiê deve ser entregue ao governo francês, que dará prosseguimento ao processo. Nenhuma informação é dada antes da entrega dos documentos. Para pedir a cidadania francesa, o interessado tem que estar na França.
Quanto tempo leva
Não há estimativa
Quanto custa
A análise do processo não é cobrada pelo governo francês. Quem quiser optar por escritórios especializados para assessoria pode gastar em média R$ 1.000
Fonte: Embaixada da França no Brasil

Angelina Jolie vai ser operada novamente para evitar cancro nos ovários


Angelina Jolie vai ser operada novamente, desta vez para evitar o desenvolvimento de cancro nos ovários.

A atriz, de 38 anos, fez uma dupla mastectomia, no ano passado, e vai submeter-se a uma nova cirurgia depois de ter descoberto que apresenta 50% de risco de ter alguma doença no aparelho reprodutor.

Angelina, cuja mãe morreu aos 56 anos devido a um cancro no ovário, foi aconselhada pelos médicos a realizar a operação.

«Tenho outra cirurgia que tenho que fazer. Vou aconselhar-me com todas essas pessoas maravilhosas que me têm acompanhado para seguir para a próxima etapa», afirmou a atriz em entrevista à revista Entertainment Weekly.

Numa relação com o ator Brad Pitt desde 2005, Angelina afirmou que a decisão foi tomada a pensar, principalmente, nos seis filhos do casal Maddox, Pax, Zahara, Shiloh, e os gémeos Knox e Viviene.

Fonte: LUX.iol

Imprensa britânica diz que "só um milagre" salvaria Michael Schumacher

A família do ex-piloto Michael Schumacher recebeu uma notícia não muito animadora em relação ao futuro do alemão, de acordo com os jornais britânicos The Telegraph e Daily Mail. Segundo as publicações, os médicos que cuidam do heptacampeão falaram que "só um milagre" poderá salvar o ex-atleta.
De acordo com os jornais, fontes próximas a Corinna, mulher do ex-piloto, e Ralf Schumacher, seu irmão, disseram que ambos consultaram neurologistas em toda a Europa e receberam dos especialistas a informação de que as chances de recuperação são mínimas.
"A família foi informada de que só um milagre pode trazê-lo de volta agora. Até que a família emita uma declaração formal, não poderemos publicar qualquer coisa", disse a fonte à publicação.
Nesta sexta-feira, em comunicado oficial, o hospital informou que o alemão segue no processo de despertar. Essa foi a primeira manifestação após três semanas sobre o estado de saúde do ex-piloto.
O texto do hospital ainda informa que qualquer publicação que não for confirmada pela equipe médica pode ser considerada como não válida.
Schumacher se envolveu em um acidente de esqui no final de 2013, na estação de Méribel, na França. Ele está há 69 dias em coma artificial.

Fonte: UOL

Pelo Instagram, Márcio Garcia anuncia nascimento do 4º filho

Márcio Garcia postou foto dos pezinhos do filho no Instagram Foto: @marciogarciamgp/ Instagram / Reprodução
Márcio Garcia postou foto dos pezinhos do filho no Instagram
Foto: @marciogarciamgp/ Instagram / Reprodução

O ator Márcio Garcia anunciou na tarde deste domingo (9) pelo Instagram o nascimento de seu quarto filho, João, fruto do relacionamento com a nutricionista Andréa Santa Rosa. Segundo o ator, o bebê nasceu em um parto “100% humanizado". 

“Ele chegou!!! Bem vindo João!!! Parabéns minha amada @andreasantarosagarcia por mais um parto 100% humanizado sem bisturi ou sequer anestesia !”, comemorou Márcio ao postar uma foto que mostra os pezinhos do bebê.

“Vc conseguiu mais uma vez e mais uma vez eu estava lá pra viver um momento inenarrável !!!!!! Um domingo iluminado a todos especialmente pro nosso João!!!”, completou o papai.

No sábado (8), o ator havia compartilhado uma foto na rede social enquanto arrumava o quartinho de João na companhia de Andréa. "Arrumando o quarto do bebe ! Quando ele chegar acho que vamos ter que comprar uma van ... Rsrs ! Bom final de semana !!!", postou. 

Márcio e Andréa já são pais de Pedro, 10 anos, Nina, 8, e Felipe, 5..


Ontem Márcio postou foto em meio à bagunça no quarto do bebê Foto: @marciogarciamgp/ Instagram / Reprodução
Ontem Márcio postou foto em meio à bagunça no quarto do bebê




Aos 15, filha de Renato Aragão se exibe com "selfie" na web

Lívian Aragão exibe cinturinha em foto postada no Instagram Foto: @livianaragao/ Instagram / Reprodução
Lívian Aragão exibe cinturinha em foto postada no Instagram

Lívian Aragão, filha caçula do comediante Renato Aragão, completou 15 anos no dia 23 de fevereiro. Pelo Instagram, a atriz parece fazer a contagem regressiva para a festa de comemoração do aniversário.

Neste domingo (9), ela publicou um selfie em frente ao espelho. “5 days... #Livian15  #quecomecemashashtags #eitaaa”, escreveu Lívian na legenda da foto na qual veste um vestido justinho azul marinho que deixa sua cintura bem marcada.

Na pele da personagem Marizé, Lívian fez sua estreia em novelas em Flor do Caribe. 


Lívian é a filha caçula do humorista Renato Aragão Foto: @livianaragao/ Instagram / Reprodução
Lívian é a filha caçula do humorista Renato Aragão

Portal Terra

Governo ameaça Coreia do Norte

Foto de arquivo (foto AP)

O Governo líbio ameaçou bombardear um navio-tanque norte-coreano caso este tente exportar petróleo a partir de um porto controlado pelos rebeldes a leste de Tripoli, num momento de impasse sobre a riqueza petrolífera do país.

Os rebeldes que estão sobre o controlo dos portos do leste da Líbia têm tentado exportar petróleo com o navio-tanque que aportou à mão armada no sábado.

O porta-voz da companhia nacional de petróleo da Líbia, Mohammed al-Harari, disse que o navio podia transportar até 350 mil barris de petróleo.

Porém, o primeiro-ministro líbio, Ali Zeidan, avisou que, «se o navio não respeitar a soberania da Líbia, será bombardeado».


Fonte: A Bola

Um ano sem Chorão, o “marginal alado” do rock nacional



A música brasileira amanheceu em luto profundo no dia 6 de março de 2013. Há exatamente um ano, o rock nacional perdia o talento de Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão, vocalista da Charlie Brown Jr. e um dos últimos guardiões do quesito “atitude”, fundamento necessário à construção da personalidade roqueira. O músico foi vítima de uma overdose de cocaína.
Chorão foi o vocalista e principal letrista do Charlie Brown Jr., banda que formou em 1992, em Santos, no litoral paulista. O grupo lançou 10 álbuns de estúdio e vendeu mais de 5 milhões de cópias. Com o disco “Tâmo Aí Na Atividade”, em 2004, o CBJr foi laureado com o Grammy Latino.
Além da música, o artista se aventurou pelo cinema e escreveu o roteiro do filme “O Magnata”, de 2007. Outra paixão declarada do músico era o skate, tendo participado de diversos campeonatos e sido vice-campeão paulista. O apelido Chorão surgiu quando, antes de se dedicar ao esporte, ele observava os amigos andando de skate. Para caçoar dele, um skatista dizia “não chora”, o que deu origem a alcunha.
Desde que despontou na mídia, a banda deu uma sacudida no enfadonho cenário que circundava o pop rock nacional naquela metade de década de 90. Inteligente, carismático, sagaz e sensível, o músico Chorão foi um dos band leaders mais completos de sua geração. Com habilidade incomum, o vocalista apresentou o discurso que a apática juventude daquele período precisa ouvir. Por meio de canções como, por exemplo, “Dias de Luta, Dias de Glória“, “Céu Azul e “Longe de Você“, o Charlie Brown soube como dialogar com o público e traduzir em música os anseios, alegrias e vontade de fazer a diferença.
Com a morte de Chorão, o rock brasileiro ganhou mais uma lacuna impreenchível.
Você deixou saudades…

Fonte: Cifra Club News

Após acidente de moto, Gisele Itié mostra parafuso em radiografia

"E com vocês, Polly! O parafuso que me faltava", disse ela, sem perder o bom humor

Gisele Itié está se recuperando de um acidente de moto que interrompeu sua lua-de-mel na Tailândia. Neste sábado (8) a atriz compartilhou com seus seguidores nas redes sociais uma radiografia. Na imagem, fica visível um pino em seu pulso. "E com vocês, Polly! O parafuso que me faltava", disse ela, sem perder o bom humor. 

Foto: Reprodução
O acidente antecipou a volta de Gisele e o marido, Emílio Dantas, ao Brasil. Ela pilotava a moto na ilha de Koh Samui, na Tailândia, quando foi atingida por outra moto. A atriz quebrou o punho e levou pontos no joelho.

Fonte: Correio da Bahia

Diego volta a falar sobre homossexuais no BBB

  • Reprodução | BBB
    Diego diz que acha que Cássio é homossexual
O participante Diego voltou a fazer declarações polêmicas no Big Brother Brasil (BBB) na madrugada deste sábado, 8. Ele provocou o colega Cássio, que disse que tem um irmão homossexual e vem defendendo a causa gay no reality show. "Tenho quase certeza que você já 'deu ré no quibe'", disse Diego de forma pejorativa querendo insinuar que Cássio era homossexual. O gaúcho negou. "Não dou não. E se eu desse falaria de boa", disse. Ao que o carioca rebateu: "Está quase lá. No limite".
No dia anterior, Diego disse que atrai homossexuais. "Eu tenho um ímã pra gay. Tô numa balada, chega um gay e me dá um cartão. Na rua, andando, indo trabalhar, um cara parou o carro e me deu um cartão. Mas eu não tenho nada contra. Só que eu não sou".
Diante da postura do colega, Cássio questionou o que Diego faria se tivesse um filho homossexual. "Vou ter que aceitar. Mas vou dizer 'o papai não é'. E vou explicar também que a sociedade não está de braços abertos (para os gays) igual todo mundo acha", disse o brother.
O assunto já causou polêmica no programa quando Diego afirmou que sente nojo ao ver dois homens se beijando. Na ocasião, ele foi questionado por Pedro Bial e disse que não era preconceituoso.
Diego falou para o apresentador que a adoção de filhos por um casal homossexual poderia afetar a criança. Ao que o jornalista rebateu, defendendo esse novo formato de família.

Fonte: Portal A Tarde

Henri Castelli se separa após 2 meses do nascimento da filha

Segundo a coluna Olá, do jornal Agora São Paulo, Henri Castelli finalmente confirmou o fim de seu namoro de um ano com Juliana Despirito, assessora de imprensa.
Henri-Castelli-se-separa-após-2-meses-do-nascimento-da-filha_565x346
A filha deles, Maria Eduarda, nasceu em janeiro deste ano.

Henri também tem outro filho de 7 anos, o Lucas, do relacionamento que teve com a modelo Isabelli Fontana.

Fonte: Cariri Notícias

Médica possivelmente matou nora e filho e depois se matou, diz delegado

O delegado Daniel Cohen, do 91º Distrito Policial, afirmou que a médica pediatra Elaine Moreira Munhoz, 56 anos, é a principal suspeita de matar a nora, Mariana Marques Rodella, 25 anos, o filho, Giuliano Munhoz Landini, 25 anos, e depois se matar no apartamento de luxo onde morava na Rua Passo da Pátria, Alto da Lapa, Zona Oeste de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (7).
"O que foi apurado até agora é que a pessoa [Elaine] estava fazendo tratamento médico. Ela estava descontente com o filho que não estava indo bem na faculdade e na verdade de hoje, possivelmente, ela deva ter matado o filho, mais a namorada do filho e posteriormente cometeu o suicídio", disse.

Delegado Daniel Cohen, responsável pelo caso da morte de três pessoas no Alto da Lapa (Foto: Roney Domingos/G1) 
Delegado Daniel Cohen, responsável pelo caso
da morte de três pessoas no Alto da Lapa
(Foto: Roney Domingos/G1)
"Ela estava fazendo tratamento. Estava com uma certa depressão. Então talvez seja o motivo que desencadeou esse tipo de comportamento", completou o delegado.
O secretário da Segurança, Fernando Grella, foi ao prédio e informou apenas que conhecia a família de uma das vítimas e que foi prestar "solidariedade". Mariana era sobrinha de Mauro Luiz Campbell Marques, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
De acordo com o delegado, Elaine fazia cerca de três sessões de terapia por semana. Ainda segundo Cohen, a polícia investiga manuscritos deixados por Elaine. "Ela deixou frases dispersas em uma série de papéis que a gente apreendeu e vamos verificar se existe a possibilidade de ter alguma conclusão com essas frases, mas são frases dispersas, como se fosse um roteiro para discutir com uma pessoa."
Segundo o delegado, a empregada doméstica da família chegou ao apartamento do segundo andar do prédio por volta das 8h e presenciou os crimes, que ocorreram por volta das 8h20, ligou para a polícia e saiu correndo.
A polícia acredita que Mariana tenha sido morta primeiro, quando dormia, com um tiro embaixo do braço e acima do ouvido direito e, depois, Giuliano, com três tiros, um no rosto, um próximo ao coração e um no braço esquerdo. Ainda segundo o delegado, Elaine se matou com um tiro na boca. O corpo do jovem foi encontrada na sala, o da menina na cama de um dos quartos e o da mãe no quarto do casal.
A arma utilizada nos crimes foi um revólver calibre 38 Taurus e cerca de oito tiros foram disparados. O revólver tem numeração, mas a polícia ainda não havia encontrado registro.
O marido de Elaine, que também é médico, tinha saído para trabalhar e ao chegar ao hospital foi acionado para retornar. Ele afirmou que desconhecia o revólver e que "abomina o uso de armas". Tanto ele como a empregada foram ouvidos pela polícia. A empregada e o marido confirmaram à polícia que a médica tinha sinais de depressão.
O marido afirmou à policia que Elaine apresentava comportamento introspectivo entre o final de 2013 e inicio de 2014. Ela mantinha-se calada e fazia anotações em tópicos como se fossem roteiros de conversas . "Ela escrevia problemas, dois pontos, conversar, como se fosse dar uma palestra", disse Cohen. O médico contou que a mulher tinha a saúde frágil e o delegado afirmou que vai ouvir médicos e psicólogos que cuidaram de Elaine.
Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) Central e até as 22h30 desta sexta-feira não haviam sido liberados para velório e enterro.

Amigos e vizinhos
O médico Rafael Criscuolo, amigo da pediatra , afirmou que ela estava triste antes do carnaval (1º).  "Ela estava um pouquinho triste, mas nada que chamasse atenção. Eu percebi uma coisa muito subjetiva, difícil precisar", afirmou Criscuolo, que trabalhava com a médica na Unidade Básica de Saúde (UBS) Alto de Pinheiros. Segundo ele, ela não tomava remédios e era uma pessoa tranquila.
Giuliano fazia o 4º ano de medicina na Santa Casa, que decretou luto oficial por três dias pela morte do estudante.  "A Diretoria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e sua mantenedora, a Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, se sentem consternadas com a morte trágica do aluno do 4º ano de Medicina, Giuliano Munhoz Landini, e de familiares. A FCMSCSP decreta, nesta data, luto oficial na Instituição por três dias", diz a nota.
  •  
Prédio onde mãe, filho e nora foram mortos (Foto: Roney Domingos/G1) 
Prédio onde mãe, filho e nora foram mortos
(Foto: Roney Domingos/G1)
Mariana era filha de médicos de São José do Rio Pardo, interior de São Paulo, e cursava medicina na Universidade de Santo Amaro. Estudantes da universidade prestaram homenagem à colega em redes sociais.
Segundo vizinhos ouvidos pelo G1, a médica pediatra matou primeiro a namorada do filho enquanto ele passeava com os cães. Quando o rapaz chegou ao apartamento, ela o matou com um tiro no rosto e, em seguida, deu um tiro em sua boca. Vizinhos também relataram ter ouvidos gritos antes dos tiros.
De acordo com Carolina Dias, ex-moradora do prédio onde ocorreu o crime,  o estudante de medicina tinha comportamento exemplar e a família era "super educada" e "tranquila".
"Sempre passeava com o cachorrinho e a namorada", disse Dias. A ex-moradora, que foi ao prédio buscar correspondências, afirmou que nunca ouviu nenhuma briga da família durante os três anos em que morou lá.
O prédio tem um apartamento por andar de 168 metros quadrados e cada unidade está avaliada em cerca de R$ 1 milhão e 300 mil. Dois carros da Polícia Militar e um da Polícia Civil ficaram em frente ao prédio ao longo da tarde.

Fonte: G1