quarta-feira, 23 de abril de 2014

Priscila Fantin revela que ficou fora da TV em depressão: “Estava no lugar errado”


Priscila Fantin mostra família em revista de celebridades Dario Zalis/Divulgação/Contigo!

Priscila Fantin revelou que esteve doente no período em que ficou afastada da televisão.
Em entrevista à revista Contigo!, que chega às bancas nesta quarta-feira (23), a atriz, de 31 anos, conta que conseguiu se recuperar com o marido Renan Abreu e o filho Romeo, de apenas dois aninhos.
— Tive depressão. Entendi que estava no lugar errado, que estava vivendo uma imagem que não correspondia à minha essência. Minha terapeuta diz que o Renan me jogou uma corda. Ele me trouxe alegria de viver, coloriu minha vida. 

Fonte: R7

De palhaço, Katy Perry faz crianças chorarem em festa

 
Cantora fez pegadinha em uma festa de aniversário de verdad

Katy Perry deixou crianças às lágrimas em uma festa de aniversário em que se vestiu de palhaço, atacou um homem com um pau e encenou um acidente de carro. De acordo com o site TMZ, que obteve imagens da ocasião, as gravações foram feitas em Los Angeles (EUA), para o videoclipe de Birthday.
Uma testemunha contou ao TMZ que a pegadinha foi realizada em uma festa de aniversário de verdade, de uma criança que completava 5 anos, e que a maioria dos convidados não sabiam do que realmente se tratava. Segundo ela, crianças choraram e pediram para ir embora, e uma mulher ficou visivelmente irritada com as palhaçadas.
Em entrevista na semana passada ao progama Jimmy Kimmel Live, Katy falou sobre ir disfarçada a uma festa, mas não mencionou onde seria e nem deu detalhes sobre a pegadinha.

Fonte: Terra


Avião da Malaysia pode ter aterrado ou caído em terra

Os familiares dos passageiros do voo MH370 da Malaysia Airlines, desaparecido há um mês, pediram ao Governo da Malásia que inicie uma operação de busca do avião no Afeganistão. O pedido surge num momento em que as autoridades já admitem a hipótese do avião ter caído ou pousado em terra e não no oceano Pacífico. Entretanto, um objeto relevante para as investigações foi encontrado no Índico.
"Esperamos que o Governo da Malásia considere a petição e ajude a salvar a vida de 239 pessoas", afirmam os familiares na missiva.
Após um mês de buscas, as autoridades começam a considerar a hipótese de o aparelho ter caído em terra. Há mesmo quem levante a hipótese de o avião ter caído no Afeganistão, presumivelmente na cidade de Kandahar.
Perante a ausência de êxito nas buscas até aqui realizadas, e que não permitiram encontrar um único sinal do aparelho, a equipa internacional admite que os estudos feitos não estejam corretos e que estejam a ser investigadas zonas incorretas.
"A ideia da aterragem num outro local não é impossível, já que não encontrámos um único objeto que pudesse estar relacionado com o voo MH370", afirmaram os investigadores ao jornal "The New Straits Times".
As mesmas fontes garantiram que era difícil determinar se a aeronave havia avançado realmente em direção ao oceano Índico. Se, na verdade, os cálculos apontam nessa direção, a verdade é que muitos dos responsáveis que fazem parte da equipa já duvidam dessa teoria.
Assim, os responsáveis ponderam voltar a reunir-se e repensar tudo de novo, inclusive a hipótese de o avião ter pousado ou caído em terra. "Contudo, a possibilidade de um determinado país estar a esconder o avião parece absurda já que 20 países andam à procura do aparelho", afirmou um dos responsáveis, que admite a hipótese de o avião ter caído numa zona remota.
Por outro lado, os investigadores lamentam que muitos outros países não tenham aceitado o repto de se juntarem às investigações. "As autoridades da Malásia receberam informações muito relevantes de vários países. Contudo, não basta", sublinharam.

"Objeto com interesse"
Entretanto, um "objeto com interesse" foi detetado a sul da cidade de Perth, na costa ocidental australiana, o qual as autoridades admitem poder vir a desvendar o mistério da busca do Boeing 777.
O objeto, de forma retangular, foi descrito como uma "lâmina de metal com rebites". "É suficientemente interessante para que demos uma vista de olhos às fotografias", afirmou o comissário australiano de Segurança e Transporte, Martin Dolan. "Quanto mais nos fixamos nele, mais entusiasmados ficamos", realçou.
O objeto foi recolhido perto de Augusta, a cerca de 300 quilómetros a sul de Perth, segundo revelou à CNN uma fonte das Forças Armadas da Austrália. O objeto está na posse de agentes da polícia e foram enviadas fotografias aos investigadores na Malásia, para serem analisadas e para que decidam os procedimentos futuros.

Fonte: Jornal de Notícias

Mãe de dançarino acusa policiais de matarem seu filho

A auxiliar de enfermagem Maria de Fátima Silva, de 56 anos, mãe do dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, de 26 anos, está prestando depoimento na tarde desta quarta-feira, 23, na 13ª Delegacia de Polícia (Ipanema), responsável pelas investigações. Antes de depor, ela disse ter certeza de que o filho foi torturado e morto por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Pavão-Pavãozinho.
"A UPP é um farsa, uma mentira. Meu filho não morreu de queda. Tenho certeza que (os policiais) torturaram e mataram ele. A morte dele não vai ficar por isso mesmo, vou processar o Estado".
Maria de Fátima disse ainda que quando Douglas foi encontrado no pátio de uma creche no alto da favela seu corpo e seus documentos estavam molhados. "Não choveu entre a noite de segunda e a madrugada de ontem (terça, quando crime teria acontecido). Meu filho teve afundamento na cabeça, um corte no supercílio e está com o nariz machucado, com uma mancha roxa".
Ela disse que não quer que o corpo de Pereira seja maquiado pela funerária para ser velado. O enterro está previsto para as 15h desta quinta-feira, 24, no cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio. "Quero que ele seja enterrado sem maquiagem para que todos vejam o que fizeram com meu filho".
A auxiliar de enfermagem mostrou o laudo preliminar que atestou que a causa da morte do dançarino foi "hemorragia interna decorrente de laceração pulmonar decorrente de ferimento transfixante do tórax devido ou como consequência de ação pérfuro-contundente". O laudo definitivo deverá sair em até 30 dias. "Se esse laudo não apontar exatamente o que aconteceu com meu filho, eu mando desenterrá-lo e fazer outro laudo".
Segundo Maria de Fátima, moradores do Pavão-Pavãozinho contaram terem visto policiais militares usando luvas cirúrgicas. Para ela, a cena do crime foi desfeita propositalmente para dificultar as investigações. "Lavaram a cena do crime. Eu fui militar e sei disso. Tem sangue na parede. Além disso, a ex-namorada dele, mãe de sua filha, disse que ele estava em posição de defesa quando foi encontrado. E para que os PMs estavam de luva cirúrgica? Desde quando PM é perito?"
A mãe de Douglas contou que seu filho tinha uma rixa com policiais da UPP desde 2011, quando estava de moto e foi parado em um blitz. "Quando foi parado, ele respondeu mal a um policial. Por isso, foi levado à sede da UPP, ficou sentado lá dentro e me ligaram. Depois que meu filho foi liberado, o tanque da moto dele estava cheio de areia e tivemos que arrastá-la. A moto foi um presente meu para ele".
Ela disse que sua última lembrança foi vê-lo vestido de coelhinho da Páscoa no programa 'Esquenta' da TV Globo veiculado no último domingo, 20. "Eu até brinquei com ele porque a fantasia era rosa. E ele disse que era uma homenagem para a filhinha dele. Meu filho era muito, muito alegre".

Fonte: Portal A Tarde

Após acusação de agressão, emissora quer rescindir contrato de Dado Dolabella

A história sobre a suposta agressão a um coordenador de produção da novela 'Vitória', da Record, rendeu e o ator Dado Dolabella deve deixar a emissora em breve. Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, do jornal 'O Globo', o departamento jurídico da Record enviou uma notificação ao artista na terça-feira (22), pedindo a rescisão do seu contrato.
O vínculo de Dado com a emissora iria até maio de 2015. Por conta disso, ele ficará apenas sete dias no ar no folhetim. Tudo começou durante as gravações da trama, em Curação, quando Dado teria se envolvido em uma briga com Carlos Henrique Andrade Araújo. O coordenador registrou uma queixa em uma delegacia do Rio, acusando o ator de tê-lo empurrado depois de se irritar porque não havia café no set de filmagem.
Em recente postagem nas redes sociais, Dado negou que tenha se envolvido em alguma confusão e fez uma ironia com o nome do jornal, chamando-o de 'jornal O Bobo': "Enquanto a concorrência desleal tenta minar nosso caminho, seguimos com vitória no coração!! Quanta mentira publicada em um jornal só... Kkkkkk se liga na fonte do KO: Jornal 'O Bobo'. Só rindo mesmo... O clima nas gravações são os melhores possíveis meus amores... Enquanto isso, com o meu primo Victor Bouças na melhor peixaria do Rio embrulhamos o peixe. A maioria é ele q vai pescar!!! 'A força da sua inveja, é a velocidade do meu sucesso'".
Reportagem iBahia

Imagem foi publicada no Instagram; segundo assessor, autor acha cadeiras desconfortáveis

O escritor Ariano Suassuna, de 86 anos, foi fotografado dormindo no chão do Aeroporto Juscelino Kubitscheck em Brasília. A imagem foi publicada por um usuário da rede social Instagram nesta terça-feira (22).
O autor esteve na capital federal na semana passada para ser homenageado na  Bienal do Livro e da Leitura de Brasília. No dia 16, pegou um voo para Recife.
Em entrevista ao Estadão Conteúdo, o genro e assessor de Suassuna, Alexandre Nóbrega, disse que o autor costuma deitar nos chãos dos aeroportos porque acha as cadeiras desconfortáveis. Segundo ele, não houve atrasos.
O escritor nascido em João Pessoa é conhecido por obras como "O Auto da Compadecida" e "A Pedra do Reino", e desde 1990 ocupa a cadeira 32 da Academia Brasileira de Letras.

Fonte: Último Segundo