domingo, 18 de maio de 2014

Morreu Stephen, o rapaz que angariou 3,6 milhões de euros contra o cancro

Stephen Sutton, um jovem com cancro terminal, morreu na quarta-feira, depois de lutar durante quatro anos contra a doença. Antes, angariou 3,6 milhões de euros para ajudar jovens com cancro, cumprindo um dos objetivos na sua lista de "coisas a fazer antes de morrer".
Aos 15 anos foi-lhe diagnosticado um cancro no intestino. O cancro acabou por espalhar-se pelo corpo até tornar-se incurável. Stephen decidiu então criar uma lista de 46 desejos que se propôs a cumprir. Um deles era viver o máximo de tempo possível. Um outro: angariar donativos para ajudar o Teenage Cancer Trust, uma instituição de caridade para ajudar jovens com cancro.
Stephen lançou a campanha no seu facebook, página que ia atualizando sempre que concretizava mais um objetivo. A "Stephen"s Story" foi ganhando seguidores até mais de um milhão. Ao todo arrecadou 3,2 milhões de libras (3,6 milhões de euros).
Stephen tornou-se assim um dos jovens mais conhecidos no Reino Unido. Dos 46 desejos da sua lista, realizou uma boa parte, entre eles tocar bateria diante de 90 mil pessoas durante a final da Liga dos Campeões no estádio de Wembley em 2013, abraçar um elefante e saltar de paraquedas.
Numa recente entrevista ao jornal "Daily Mail", Stephen disse que estar perto de morrer era "assustador, mas ao mesmo tempo incrivelmente revigorante. Estar tão próximo da morte apenas reforçou todos os sentimentos para fazer o máximo com o que temos."
No domingo, Stephen foi hospitalizado. Morreu na madrugada de quarta-feira com 19 anos.
Nesse mesmo dia, a mãe escreveu no Facebook: "O meu coração transborda de orgulho, mas está partido devido à dor pelo meu corajoso, altruísta, inspirador filho que morreu calmamente a dormir às primeiras horas desta manhã."
Ao longo dos últimos meses, Stephen ganhou vários prémios pelo trabalho na luta contra o cancro e conheceu algumas personalidades britânicas, incluindo o primeiro-ministro, David Cameron. "Estava determinado a não desperdiçar um minuto, a não desperdiçar uma hora ou um dia", disse o primeiro-ministro sobre Stephen após a sua morte. "Era absolutamente inspirador, fez coisas extraordinárias por caridade e conhecê-lo foi um enorme privilégio."
Numa das publicações no Facebook, no dia 22 de abril, Stephen escreveu a partir da cama do hospital: "É uma pena que o fim tenha chegado tão de repente. Ainda há tantas pessoas a quem ainda não agradeci apropriadamente ou me despedi. Peço desculpa por isso", lamentou.
"Continuarei a lutar enquanto puder e quero que saibam que estou num mentalmente num bom sítio e confortável com a situação", continuou. "É tudo da minha parte. Mas a vida tem sido boa. Muito boa".

Fonte: Jornal de Notícias

Suíços rejeitam o salário mínimo mais alto do mundo

Resultados oficiais mostram que 76,3% dos suíços rejeitaram a proposta

  Os eleitores foram mais sensíveis aos argumentos dos patrões e do Governo

Os eleitores suíços rejeitaram, liminarmente, a introdução de um salário mínimo no país que, a ter sido aprovado, seria o mais alto em todo o mundo.
Segundo os resultados finais , pouco mais de 23% dos eleitores que neste domingo foram às urnas votaram a favor da iniciativa – uma percentagem bastante inferior ao que apontavam as sondagens. "Este é um voto da razão", reagiu Christophe Darbellay, líder do Partido Democrata-Cristão, ouvido pelo jornal Le Temps, indicando que esta era "uma proposta nefasta sobretudo para quem queria proteger".  
A proposta da União Sindical Suíça (USS) previa que ninguém na Suíça pudesse ganhar menos do que 22 francos (18 euros) por hora, o que para um trabalhador a tempo inteiro (42 horas semanais) equivaleria a uma remuneração mensal de 4000 francos (3270 euros).
Um valor que é muito acima do que é pago em qualquer outro país do mundo – no Luxemburgo, que detém o salário mínimo mais alto da UE, a remuneração é de 1921 euros –, mas que a USS assegurava ser o mínimo para que um trabalhador possa “viver com dignidade” face ao elevado custo de vida no país, sobretudo nas grandes cidades. Os sindicatos sublinhavam ainda que a medida teria um impacto reduzido, já que apenas 9% dos trabalhadores recebem abaixo dessa fasquia.
Os eleitores foram, no entanto, mais sensíveis aos argumentos do Governo e das confederações patronais, para quem a imposição desta medida levaria ao aumento do desemprego (que na Suíça é apenas de 3,2% da população activa) e à perda de competitividade da economia suíça. Alguns sectores, em particular a agricultura, avisaram mesmo que não tinham condições para pagar salários tão altos, pelo que se a medida fosse aprovada, corriam risco de extinção.
O Partido Socialista, que apoiou a iniciativa dos sindicatos, reconheceu que o voto demonstra que os suíços continuam a preferir que os salários sejam determinados pelas convenções colectivas de trabalho. Mas a deputada Ada Marra dizia ao Le Temps que a discussão teve o mérito de forçar os grandes retalhistas "como o Aldi, o Lidl ou a H&M a adaptar os salários" que pagam aos seus trabalhadores.

Fonte: Público.pt

Campos, RJ, terá abraço simbólico no Dia da Doação de Leite Materno

Nesta segunda-feira (19) é comemorado o Dia Mundial da Doação de Leite Materno. No Hospital dos Plantadores de Cana, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense do estado, um abraço simbólico vai acontecer, já que lá funciona o banco de leite humano do município. O abraço será na frente do hospital, às 10h.
Em média, o banco precisa de 10 a 12 litros de leite humano por dia, mas as doações não ultrapassam os dois litros diários. Cerca de 35 bebês precisam se alimentar com o leite. O leite humano, é único, existem fórmulas que até se aproximam dele, mas nunca igual ou com a mesma importância e nutrientes. Os nenéns que precisam desse alimento são crianças que estão internadas nas unidades de tratamento intensivo e intermediária do Hospital dos Plantadores de Cana.

Fonte: G1

Anitta segue trocando mensagem com cantor do One Direction

De acordo com a coluna 'Retratos da Vida', do jornal 'Extra', deste domingo (18), revelou que cantora Anitta está trocando mensagem diariamente com o cantor Niall Horan, do One Direction, desde que ele deixou o Brasil após a turnê do grupo.

Reprodução/Twitter

Ambos trocaram beijos e carícias em uma festa no Rio de Janeiro depois da apresentação da banda em sua recente passagem pelo país. O casal têm se comunicado pelo Whatsapp e também pelo Skype. A cantora está empolgada com um possível relacionamento e já fala em encontrá-lo no exterior.
Fonte: Bonde.com.br

"Seu Barriga" cobra aluguel de Patricia Abravanel no "Domingo Legal"

Foto: Reprodução / Instagram
Celso Portiolli e Edgar Vivar, o Seu Barriga
Celso Portiolli e Edgar Vivar, o Seu Barriga

O ator mexicano Edgar Vivar, o eterno Seu Barriga da série mexicana "Chaves", voltou a interpretar o famoso personagem, passeou pelo Complexo Anhanguera e cobrou o aluguel de artistas do SBT. A brincadeira foi exibida no "Domingo Legal", deste domingo (18).
"Pague o aluguel", disse Vivar a Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, o dono do SBT. "Você veio cobrar o aluguel? Mas não é comigo. É com o meu pai", devolveu Patrícia.
Edgar Vivar --ou o Seu Barriga-- ainda cobrou o aluguel de outros artistas da emissora, como Eliana e Celso Portiolli, que lhe acertou uma torta na cara.
Vivar está no Brasil para divulgar um jogo da franquia de "Chaves". Aos 65 anos, Edgar não pensa em se aposentar e já está programando um novo show para o Brasil. "Ainda não posso dizer quando será, mas acontecerá em breve", disse ele, aos risos.
Sempre assediado pelos fãs no aeroporto e nas ruas, o ator elogiou o público brasileiro. "Toda vez que venho aqui recebo amor, carinho. Tenho uma relação muito cordial com os fãs brasileiros. Sou muito tímido, mas no Brasil fico diferente, as pessoas aqui são muito intensas. Me sinto retribuindo", declarou.
 
Fonte: Tribuna Hoje

Corpo de dançarina de funk morta após lipoaspiração é enterrado no Rio


Namorado é amparado por amigos e familiares no enterro de Mary Morena (Foto: Urbano Erbiste / Agência O Globo)Namorado é amparado por amigos e familiares no enterro (Foto: Urbano Erbiste / Agência O Globo)

O corpo da dançarina de funk que morreu na sexta-feira (16) após uma cirurgia para colocar próteses de silicone e uma lipoaspiração em um hospital da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, foi enterrado às 11h45 deste domingo (18), em Ricardo de Albuquerque, no Subúrbio. O namorado de Zulmariana Oliveira, de 26 anos, conhecida como Mary Morena, disse que ia pedir a jovem em casamento no dia do aniversário dele, 6 de julho.

Jovem é enterrada no Subúrbio (Foto: Mariucha Machado / G1) 
Namorado (de lenço rosa) enterra Mary Morena no
Subúrbio do Rio (Foto: Mariucha Machado / G1)
 
"O tempo todo ela estava sorrindo, a gente brigava e voltava sempre muito bem. Na verdade, ela estava sempre sorrindo para vida. A gente tinha planos de casar. Eu ia pedi-la em casamento no dia do meu aniversário. Eu já estava vendo as alianças, ia ser uma surpresa pra ela. A gente ia comprar uma casa juntos, já tínhamos o dinheiro guardado", revelou Walace Alfredo Valadares, que é jogador de futebol e tem uma loja de conveniência.
A mãe da jovem disse muito emocionada que a filha era uma mulher guerreira e que tinha muita saúde.
"Vamos sempre lembrar dela com alegria, pois ela era assim. A gente tinha nossos problemas mas estávamos sempre juntas. Eu acho que o sofrimento não acaba aqui, só está começando. Eu não sei se vai dar muito certo viver sem minha filha", afirmou Márcia Mendes.

Mary Morena faleceu na noite desta sexta-feira (17). (Foto: Reprodução / Facebook) 
Mary Morena morreu na sexta-feira
(Foto: Reprodução / Facebook)

A dançarina morava em Irajá, no Subúrbio do Rio, e era integrante dos grupos Absolutas do Funk e Tamy e as Delícias. De acordo com o primo de Mary, André Chareet, dez amigas da vítima já haviam feito cirurgias com o mesmo médico que operou a funkeira.

“A gente só vai ter a verdade do que realmente aconteceu com o laudo do Instituto Médico Legal (IML). Por enquanto, não podemos julgar nem acusar ninguém sem provas", afirmou.
Amiga e companheira de grupo de Mary, Tamires Bastos, de 21 anos, afirmou que faria a cirurgia no mesmo hospital. "Eu já fui neste médico, eu entrei no consultório ele ficou sem me olhar por uns 15 minutos. Ele já olhou pra mim e disse que eu precisava mudar, porque era grande. Ele me disse que a Mulher Jaca, a Mulher Filé já tinham feito a cirurgia lá, mas eu não confirmei com elas. Eu estou revoltada com esse médico. Ele me disse que eu não precisava estar com todos os exames pra fazer. Eu ia fazer a lipo, mas não vou fazer mais nada. Não vou brincar com a vida. O sonho dela era ficar famosa”, disse.

Familiares e amigos se despedem de Mary Morena (Foto: Mariucha Machado/G1)Familiares e amigos se despedem de Mary Morena (Foto: Mariucha Machado/G1)
 
Familiares levam caixão de dançarina de funk em cemitério (Foto: Mariucha Machado / G1)Familiares levam caixão de dançarina de funk em cemitério (Foto: Mariucha Machado / G1)
 
Perícia
De acordo com Leonardo Adame, produtor do grupo Tamy e as Delícias, Mary tinha pedido liberação para realizar a cirurgia e voltaria a trabalhar em junho. Adame afirmou que o consultório onde foi realizada a cirurgia não possuía UTI e Mary teve complicações após a operação. A cirurgia, de acordo com o produtor, teria custado em torno de R$ 7 mil.
O Centro Médico da Barra informou, por meio de nota, que tem todos os "equipamentos necessários para o atendimento de emergências e o ressucitamento de pacientes" e que mantém com o "Hospital Cardiobarra, localizado na mesma rua, em frente, um contrato de prestação de serviços para a remoção de pacientes quando necessário" (leia a íntegra da nota abaixo).

De acordo com informações da 16ª DP (Barra da Tijuca), uma perícia foi realizada no local e testemunhas serão intimadas para depor. As investigações estão em andamento para apurar as circunstâncias.

'Vida acabou', diz mãe
"Senhor...te rogo..misericórdia.....acalme a dor dentro de mim...me carregue no colo....pois esta muito difícil suportar.....minha vida acabou hoje!!!!", escreveu Márcia Mendes, mãe de Mary, no Facebook.

Leia a íntegra da nota do Centro Médico da Barra:
"A direção do Centro Médico da Barra lamenta o falecimento da paciente Zulmariana Cherret, se solidariza com a família e informa ter adotado todos os procedimentos, disponibilizando toda a sua infraestrutura, equipamentos e seu corpo médico em socorro da paciente.
É importante registrar que além de contar com todos os equipamentos necessários para o atendimento de emergências e o ressucitamento de pacientes, a clínica ainda mantém com o Hospital Cardiobarra, localizado na mesma rua, em frente, um contrato de prestação de serviços para a remoção de pacientes quando necessário. No entanto, é importante lembrar que, no momento de ocorrências como a registrada com  Zulmariana, a prioridade deve ser para o atendimento da paciente e para a sua estabilização para só então proceder com a remoção.
Na sexta-feira, dia 16 de maio, a paciente deu entrada no centro cirúrgico para se submeter a uma substituição de próteses de silicone nas mamas em conjunto com mini-abdoômen. O médico responsável pela cirurgia foi o Dr. Luiz Antônio Lima, que não integra o corpo clínico do Centro Médico da Barra e é locatário do centro cirúrgico para a realização de procedimentos em alguns de seus pacientes. Segundo o médico, a operação correu dentro do esperado e, após a liberação pelo médico, a paciente ainda chegou a sair do centro cirúrgico para conversar com familiares. No entanto, quatro horas depois, Zulmariana se sentiu mal e após a adoção de todos os procedimentos de socorro, faleceu na sala de recuperação pós-operatória de causa ainda desconhecida."

Fonte: G1

De peruca rosa, Rihanna aparece sem sutiã em jogo de basquete


 Rihanna apareceu sem sutiã em um jogo de basquete, na quinta-feira (15), em Los Angeles. A cantora chamou a atenção porque, além de uma peruca cor-de-rosa, ela acabou saindo de casa sem sutiã e deixando os seios em evidência na blusinha branca.
 
 
Durante a partida do Oklahoma City Thunder contra o Los Angeles Clippers, a popstar não largou o copo de bebida e também combinou a cor da unha com a da peruca que estava usando. A blusa curtinha deixou a mostra a barriguinha de Rihanna, que se divertiu durante o evento.
 
 
Fã do esporte, essa não é a única partida de basquete que a cantora presenciou. Na sexta-feira (9), enquanto assista outro jogo, Rihanna deixou cair no chão o celular do presidente e chefe da comissão policial de Los Angeles. O aparelho quebrou e para compensar, ela fez uma doação de 25 mil dólares para um fundo de caridade.
 
 
O presidente pediu para que a cantora autografasse o celular quebrado e depois colocou o telefone em um leilão. Até quinta-feira (15), o objeto tinha recebido lances de até 57 mil dólares.
 
Fonte: Cenário MT

Reféns e familiares são liberados e rebelião acaba após 26 horas em SE

Chega ao fim a rebelião no Complexo Penitenciário Advogado Jacinto Filho (Compajaf) após mais de 26 horas de motim. Alguns detentos já sentenciados foram transferidos para outras unidades prisionais de Sergipe no início da tarde deste domingo (18). Os quatro agentes que estavam reféns foram libertados, um deles foi solto no fim da manhã e os demais por volta das 13h.
“Prefiro não informar quantos foram transferidos nem para onde eles vão por questões de segurança. Todos os agentes reféns foram soltos, dois deles com ferimentos leves. Os familiares também foram liberados e nós estamos fazendo uma triagem, conferindo a documentação deles para que eles possam ir para as suas casas”, afirma o comandante-geral da Polícia Militar de Sergipe, coronel Maurício Iunes. A transferência foi uma exigência dos rebelados, que também reivindicam melhores condições de tratamento e menos regras para a entrada das visitas.
Segundo Iunes, a rebelião começou 11h de sábado (17) e chegou ao fim por volta de 13h30 deste domingo (18). “Após a triagem dos familiares, os policiais vão entrar para fazer uma varredura no presídio e a contagem dos presos”, informa.
No total, 126 familiares entre crianças, mulheres e idosos, que estavam no Compajaf para visitação no sábado, só puderam deixar a unidade no fim da rebelião. “Os familiares não são considerados reféns apesar terem sido impedidos de sair porque muitos podem ter ficado para proteger os parentes presos”, explica Iunes.

Fonte: G1

Deputado Jair Bolsonaro compartilha foto polêmica no Facebook. Vejam!

Blogger Yoani Sanchez lança o primeiro jornal digital em Cuba

 
Yoani Sanchez quer fazer um jornal para "falar da necessária transição" de Cuba

Yoani Sanchez, a famosa blogger de oposição ao Governo cubano, vai lançar o primeiro jornal digital independente na ilha comunista, a 21 de Maio.
A publicação on-line terá o nome 14ymedia, por causa do ano de lançamento, mas também por ser no 14º piso num prédio em Havana que a blogger, nomeada pela revista Time em 2008 como uma das 100 pessoas mais influentes no mundo, tem denunciado casos de corrupção, de censura e de desrespeito pelas liberdades individuais pelo Governo agora comandado por Raúl  Castro.
“Será um caminho difícil, nas últimas semanas assistimos a uma propaganda oficial para diminuir e até demonizar o nosso trabalho na tentativa de transformar a comunicação social”, escreveu Sanches no seu blog Generación Y.
A ideia de fazer um jornal digital surgiu quando “estava a discutir com um amigo sobre a importância do jornalismo na situação cubana actual”, diz Sanchez. “Ele queria-me convencer a entrar num partido de oposição e eu lembrei-o que um repórter não deve ter qualquer tipo de militância.” Depois desta conversa, decidiu criar o jornal.
Será “um espaço para falar de Cuba dentro de Cuba”, promete Yoani Sanchez. “Um meio que esperamos que venha a ajudar e acompanhar a necessária transição que vai acontecer no nosso país. Um espaço dedicado à história de uma realidade onde há pessoas como o meu amigo, mas também outros que aplaudem o sistema actual, por convicção, oportunismo ou medo.”
Reinaldo Escobar, marido de Yoani Sanchez, faz parte da equipa de jornalistas – no total são 11. Além de dois jornalistas profissionais, participam um dentista, um engenheiro civil e um cabeleireiro, esclareceu Sanchez à Reuters. A equipa não será remunerada. “Isto não é ganhar a vida; é uma paixão.”
Seis dos nove jornalistas que vão trabalhar na publicação já foram interpelados por agentes de segurança do Estado, disse Sanchez. “Foram pressionados por agentes, que para tentar dissuadi-los disseram-lhes que eu era uma má pessoa” afirmou à Reuters.
A fim de se evitar mais problemas com as autoridades cubanas, a publicação não terá escritório em Havana, nem conexão por e-mail: os repórteres escreverão as notícias nos seus telemóveis privados, enviarão para o servidor do site acedendo ao wi-fi público em hotéis locais.
A crítica pública sobre o sistema comunista cubano pode ser considerada propaganda ao inimigo e é punível com penas de prisão duras. As autoridades cubanas consideram geralmente todos os adversários como “mercenários” a serviço dos Estados Unidos e já denunciaram Yoani Sanchez como a ponta de lança de uma “ciberguerra” lançada por Washington contra Cuba.
Com financiamento inicial de 110 mil euros, o site foi concebido na Europa. O financiamento veio de pequenos doadores. “Não aceitamos nenhum dinheiro dos governos, somente a partir de pessoas ligadas ao jornalismo”, disse Sanchez à agência Reuters.
Apesar dos esforços, a maioria dos cubanos não poderá ler a nova publicação. Numa população de 11,2 milhões, só 2,6 milhões têm acesso à Internet. E mesmo assim, o Governo controla quais os sites que podem ou não ser visualizados. 

Fonte: Público