sexta-feira, 6 de junho de 2014

Pressionado, Neymar diz que transforma vaias em aplausos

Neymar segurou muito a bola e não teve um bom desempenho no estádio do Morumbi

Além de velocidade, dribles, passes e finalizações, o atacante Neymar disse que também tem praticado outra especialidade na seleção brasileira: transformar vaias em aplausos.
Questionado após a vitória de 1 a 0 sobre a Sérvia em amistoso no Morumbi se havia ficado chateado com as vaias da torcida à seleção após o primeiro tempo, o atacante do Barcelona disparou: “Que nada! Já estou transformando elas em aplausos”.
De fato, ao término da partida os jogadores da seleção correram em direção à torcida e foram aplaudidos pela maior parte dos 67 mil torcedores que lotaram o Morumbi.
Na partida da última terça-feira contra o Panamá, em Goiânia, a torcida começava a vaiar a equipe quando Neymar transformou as vaias em aplausos ao abrir o placar numa bela cobrança de falta.

ANSIEDADE
 
O técnico do Brasil, Luiz Felipe Scolari, admitiu que está “ansioso” para o início da Copa do Mundo no próximo dia 12, e disse para seus jogadores para que “vivam intensamente, abracem seus parentes” durante a folga até domingo.
A seleção volta a treinar na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), na tarde de domingo, visando a partida de estreia no Mundial contra a Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo.

“SÉRVIA PRECISA DE AJUDA”
Chamou atenção antes do início da partida uma faixa carregada pelos jogadores da seleção sérvia com a frase “Sérvia precisa de ajuda", escrita em inglês.
O apelo dos jogadores do país, que no fim do século passado foi assolado por guerras, se refere às vítimas das enchentes que já mataram dezenas de pessoas recentemente lá.
O governo da Sérvia, assim como o da vizinha Bósnia, pediram ajuda internacional para o resgate das vítimas de uma das piores enchentes da história dos Balcãs.

SEM PADRÃO FIFA

Se nos 12 estádios que receberão partidas do Mundial a Fifa impõe exigências rigorosas de condições de trabalho para a imprensa, a partida desta sexta no Morumbi, organizada pela CBF, foi no sentido contrário.
A Internet não funcionou durante a maior parte do jogo na sala de imprensa, que ainda por cima fica localizada quase ao nível do campo, perto de uma das bandeirinhas de escanteio, dificultando a visão da partida.

Fonte: Terra

China deporta artista que protestou em Tiananmen


Guo Jian terminou uma obra de arte sobre a repressão sangrenta ocorrida a 4 de junho de 1989
Guo Jian terminou uma obra de arte sobre a repressão sangrenta ocorrida a 4 de junho de 1989 / Reuters
O artista sino-australiano Guo Jian, que foi detido em Pequim dias antes do 25.º aniversário dos protestos de Tiananmen e que estivera presente na manifestação pró-democracia em 1989, será deportado para a Austrália após 15 dias sob custódia.
A informação foi avançada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Austrália, que garantiu prestar todo o apoio consular ao ativista durante a detenção.
"Percebemos que o senhor Guo ficará detido durante 15 dias e depois vai ser-lhe pedido que abandone a China", afirmou fonte do ministério, citada pela BBC.
Guo Jian, de 52 anos, foi detido pela polícia chinesa dois dias depois de o "Financial Times" ter publicado um artigo com o seu testemunho sobre os 25 anos do massacre de Tiananmen, em que revelava ainda que tinha terminado uma obra de arte sobre a repressão sangrenta ocorrida a 4 de junho de 1989.  No entanto, o Governo chinês garante que o artista foi detido devido a "problemas com o visto".
As autoridades chinesas tinham pedido para os ativistas não prestarem declarações à imprensa e aos jornalistas para não escreverem artigos sobre a efeméride, numa altura em que se assistiu ao aumento da censura no país.

Três ativistas libertados
Nas últimas semanas e antes da passada quarta-feira, dia da efeméride, vários ativistas - advogados, jornalistas, estudantes e artistas - foram detidos pela polícia numa tentativa de evitar manifestações relativas à passagem do 25.º aniversário dos protestos de Tiananmen.
Vários sites que mencionavam o massacre também foram bloqueados e o acesso ao Google ficou condicionado.
Entretanto, na quinta-feira foram libertados três ativistas detidos há cerca de um mês devido a um encontro sobre os protestos pró-democracia em Tiananmen, após os apelos dos EUA e da União Europeia. Os escritores Liu Di e Hu Shigen e o investigador da Academia Chinesa de Ciências Sociais, Xu Youyu, foram libertados sob fiança, após terem sido acusados de "causarem tumultos". Dois outros ativistas que marcaram presença na reunião continuam, contudo, detidos.
A 4 de junho de 1989, os estudantes chineses manifestaram-se de forma pacífica na Praça de Tiananmen, apelando a uma reforma democrática. Mas depressa a ação foi reprimida, o que resultou num massacre perpetrado pelo exército, com uma estimativa de centenas de mortos e feridos nunca confirmada pelas autoridades. 

Fonte: Expresso

Divulgado primeiro trailer de "Isolados", filme de terror com Bruno Gagliasso

Divulgado primeiro trailer de "Isolados", filme de terror com Bruno Gagliasso
Nesta quinta-feira (5) o longa brasileiro "Isolados" teve seu primeiro trailer divulgado. Estrelado pelo ator Bruno Gagliasso e a atriz Regiane Alves, o longa traz um misto de suspense e terror.
O enredo da trama conta a história de um casal que decidem passar férias isolados em uma serra. Lauro e sua namorada, a artista plástica Renata, desde que chegam ao local, acompanham uma sequência de ataques que assustam e assombram os moradores da localidade, além dos turistas. Todos ataques bastante violentos e misteriosos.
Um atrativo do elenco do filme é a presença do querido ator falecido recentemente José Wilker, além de outros atores já conhecido dos telespectadores da TV, e também dos longas nacionais, como Orã Figueiredo, Sílvio Guindane e Juliana Alves.
O filme estréia no dia 18 de setembro nos cinemas do país, e tem na sua direção A direção Tomas Portella, com roteiro de Mariana Vielmon.


 Fonte: Diário 24 Hrs

50 Cent imita Angelina Jolie em Maléfica em sátira

Share on facebook Share on twitter Share on email
50 Cent and Angie Maleficent
Divulgação

Quem vestiu melhor? Hahaha

50 Cent é um dos rappers mais conhecidos do mundo, e também leva uma carreira de ator razoávelmente bem sucedida. Convidado da noite dessa quinta-feira, 05, do talk-show Jimmy Kimmel Live, Curtis Jackson (seu nome real) foi lá para falar de seus projetos nas telonas, e revelou uma parceria surpresa com a Disney.
LOL: CONHEÇA O LADO MAIS VIRAL DO E! ONLINE BRASIL
Isso mesmo: ele e Jimmy, na maior cara de pau, apresentaram o trailer de Malefiftycent, na qual 50 vive uma versão alternativa da vilã Malévola, que no filme real é papel de Angelina Jolie. Hilário! (ASSISTA AO VÍDEO ABAIXO)
ANGELINA JOLIE E SUA EVOLUÇÃO DE ESTILO ANTES DO GLAMOUR
Você tem um grande projeto no cinema pela frente, não é?”, diz o apresentador. “Sim, este vai ser grande!”, diz o rapper antes de passar o trailer fictício, no qual aparece usando os icônicos chifres da personagem, com direito até a risada maligna (muito bom!). Acredite, ele vestido de Malévola é IMPERDÍVEL!

Fonte: E! Online

Casal suspeito de roubar carro de Miley Cyrus é identificado


O casal suspeito de ter roubado o carro da cantora Miley Cyrus, um Maserati Quattroporte avaliado em cerca de US$ 135 mil (cerca de R$ 303 mil), foi identificado e a polícia já investiga o seu envolvimento no crime. As informações são do site TMZ.
Tylor Scott e Naomi Charles, de 19 e 21 anos respectivamente, foram presos na quinta-feira (5). O rapaz, que já tem ficha na polícia por roubos no Arizona, aparentemente foi quem instigou a suposta namorada, com quem aparece trocando beijos em fotos divulgadas nesta sexta-feira (7) pelo mesmo site. Um vídeo também mostra o casal, de porte atlético, treinando boxe. 
A polícia local afirma que os ladrões entraram na casa, roubara o carro e jóias. É a segunda vez em sete meses que Miley é roubada. Na última vez, a estrela pop teve um prejuízo avaliado em US$ 100 mil. 

Fonte: Terra

Freira Cristina Scuccia vence "The Voice" italiano

Freira Cristina Scuccia vence "The Voice" italiano


Cristina Scuccia, a freira sensação de 25 anos concorrente no "The Voice" italiano, venceu esta quinta-feira o concurso com 62% dos votos do público. A religiosa esperou pela aprovação do Papa Francisco para continuar em prova.
A religiosa voltou a contar "No one", de Alicia Keys, a música que lhe garantiu a presença no "The Voice", na fase inicial do concurso.
Cristina Scuccia impressionou o público e o júri do programa com a sua poderosa voz e simpatia. . Esta quinta-feira, a freira derrotou os concorrentes os outros concorrentes Tommaso Pini, Giorgia Pino e Giacomo Voli
Segundo as regras do programa "The Voice", durante a fase de seleção, o júri não pode ver os concorrentes que cantam virados de costas.
O cantor deve começar a atuação e só vira a cadeira quando um dos elementos do júri decide apadrinhá-lo. Cristina suscitou de imediato o interesse do júri, que ficou surpreendido quando descobriu que a concorrente usava hábito no meio do palco.
"É mesmo uma freira verdadeira?", perguntou a jurada Raffaella Carrà . "Com certeza", respondeu Cristina, que esperou por um telefonema do papa Francisco para saber se poderia continuar no programa.

Fonte: Jornal de Notícias

Princesas sauditas presas por rei usam internet para pedir liberdade

Duas das quatro filhas do rei Abdullah bin Abdul Aziz, da Arábia Saudita, que denunciaram em março estar presas pelo pai, postaram na quinta-feira (5) um vídeo no YouTube em que pedem ajuda à comunidade internacional para serem libertadas. Assista à gravação (em inglês).
Sahar e Yawaher Bint Abdullah Al-Saud acusam o pai de mantê-las encarceradas há 13 anos, junto com outras duas irmãs (Maha e Hala), em duas casas no interior do palácio real da cidade de Jidá.
Usando um hijab (véu que cobre o cabelo) no vídeo, Sahar denunciou que o rei e seus meios-irmãos Mutaib e Abdelaziz as estão privando de comida e água há mais de uma década.
"Estamos destilando água do mar e comendo comida vencida", comentou Sahar no vídeo. "Estão nos matando de fome."

As princesas Sahar e Yawaher Bint Abdullah Al-Saud da Arábia Saudita denunciam condições as quais são submetidas pelo rei Abdullah em vídeo divulgado no YouTube (Foto: Reprodução/YouTube/Free The Princesses)Princesas Yawaher e Sahar Bint Abdullah Al-Saud, da Arábia Saudita, denunciam condições às quais são submetidas pelo pai, o rei Abdullah, em vídeo divulgado no YouTube (Foto: Reprodução/YouTube/Free The Princesses)

Além disso, a princesa criticou que "o mundo inteiro está vendo o que acontece e esperando que algum tipo de tragédia aconteça".
A outra irmã presente na gravação, Yawaher Bint Abdullah Al-Saud, pede à Organização das Nações Unidas (ONU), a organizações de direitos humanos, ativistas, líderes e governos que "venham e vejam por eles mesmos o ato criminoso que está sendo cometido aqui nesta casa".
Yawaher continuou sua declaração e acusou a comunidade internacional de ser "responsável e cúmplice do rei saudita e de seus filhos nesse ato criminoso".
"Não aceitamos o argumento de que seja uma disputa familiar. Não podemos ser sequestradas e chamarem isso de disputa familiar, nos negando direitos humanos, comida, água, o direito de viver ou de nos movimentar", lamentou Sahar.
Ela assegurou que seus protestos não vão parar e que, para isso, usará a internet, cujo acesso lhe é permitido, segundo ela, para desacreditá-la.

Carta a Obama
A ex-mulher do rei saudita, a jordaniana Alanoud Alfayez, de 57 anos, chegou a enviar uma carta ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pedindo ajuda para libertar suas quatro filhas.
"Alguém tem que intervir. Minhas filhas não são criminosas, não mataram ninguém", escreveu. "Há 13 anos, Sahar, Maha, Hala e Jawaher estão sob prisão domiciliar, morrendo de fome e precisam ser libertadas imediatamente", declarou Alanoud, que vive em Londres desde o divórcio, em 2003.
Segundo diplomatas na Arábia Saudita, as princesas estão detidas em Jidá, mas podem circular com guarda-costas.
Lord Anthony Lester, que foi advogado da ex-mulher de Abdullah, explicou que há oito anos já havia tentado libertar as jovens, mas o rei recusou-se a cooperar.

Fonte: G1

Modelo está de olho em Neymar: 'Bruna Marquezine que se cuide'

A modelo Cris Mello, ex-participante do "Teste de Fidelidade", da Rede TV!, realizou um ensaio de fotos inspirado na Copa do Mundo e afirmou que seu sonho é conhecer o craque Neymar.
Para isso, ela avisa que não poupará esforços. "A Bruna Marquezine que se cuide porque vou fazer de tudo para realizar esse sonho".
Natural de Nova Odessa, no interior de São Paulo, Cris mora atualmente no Rio de Janeiro e vai marcar presença na final do Mundial, que será realizada no Maracanã. "Quem sabe conheço o Neymar?", especula ela.



Fonte: Tribuna Hoje

Portadores de HIV comemoram aprovação de lei contra discriminação

Mulher portadora de HIV fala sobre nova lei que pune discriminação (Foto: Reprodução/TV Morena)Portadores de HIV dizem que lei traz sentimento de justiça (Foto: Reprodução/TV Morena)


Entrou em vigor na terça-feira (3) uma lei que trata como crime a discriminação contra portadores do vírus da AIDS. A partir de agora quem discriminar pessoas portadoras do vírus HIV pode ser condenado à prisão.
A Lei Federal, que acaba de ser publicada, prevê pena de um a quatro anos de reclusão. A proposta levou mais de uma década para ser aprovada pelos deputados e senadores. Só este ano em Mato Grosso do Sul foram registrados 140 casos. No ano passado foram quase 500 e em 2013 também. Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) mostram que 718 mil pessoas são portadoras do vírus HIV no Brasil.
Pela lei, ninguém pode recusar, cancelar ou impedir a inscrição de alunos com HIV tanto em creches quanto em estabelecimentos de ensinos públicos ou privados.
Negar emprego, demitir ou segregar pessoas por causa da doença, divulgar a condição do portador do vírus com a intenção de ofender a dignidade, recusar ou retardar atendimento à saúde para quem tem AIDS. Para quem já sofreu com o preconceito e precisa esconder o rosto por vergonha a lei representa um avanço e traz o sentimento de justiça.
Em entrevista à TV Morena, uma mulher, que prefere não mostrar o rosto, soube que tem AIDS há cinco anos. Ela conta que foi infectada pelo ex-marido e o único amigo que ela decidiu contar da doença, se afastou.
"Até mesmo por ser um sexo oposto, eu optei por contar pra ver qual seria a reação. E essa pessoa se afastou de mim." Outra mulher conta que também foi infectada pelo ex-marido durante a gravidez.

O filho do casal nasceu com AIDS. Agora, nove anos depois, a criança está sofrendo preconceito na escola porque um ex-namorado da mãe contou o fato para alguns vizinhos.
"É chato pelo meu filho que é menor de idade, e ainda não tá apto a entender tudo isso, né? Ele não tem culpa do que aconteceu, e eu não quero passar essas coisas pra ele. E as pessoas agem de má fé, acha que está prejudicando a gente que é adulto, afinal ele está prejudicando uma criança e não é isso que eu quero pro meu filho", lamentou.
O advogado Lucas Rosa explica que apesar de a lei prever prisão para os condenados, isso não deve acontecer. "Obrigatoriamente a pessoa condenada por este crime vai ter o direito de substituir a pena privativa de liberdade pela pena restritiva de direitos. No mais das vezes é uma prestação pecuniária, prestação de serviços à comunidade, com multa ou sem multa, a pessoa não cumprirá pena na prisão neste caso. Isso é certo", informou.

Fonte: G1

Desaparecidos - Ibiza

Reality show mostrará mulheres dando à luz na selva

Foto: Reprodução / iG

O cenário ideal para um parto tranquilo e feliz para mãe e bebê não é o de um hospital tradicional, com intervenções médicas e anestesia. Pelo menos é assim que pensam os casais que participarão do novo seriado do canal americano Lifetime, “Born in the Wild” (Nascidos na Selva, em português). Para eles, o melhor caminho é dispensar o auxílio médico, optando por dar à luz em verdadeiros paraísos naturais, longe da civilização.
Tudo começou com o sucesso de um vídeo publicado em fevereiro do ano passado chamado "Birth in Nature: Natural Birth" (Nascimento na Natureza: Parto Natural, em português), que já tem mais de vinte milhões de visualizações no Youtube. Nele, Simone, uma mulher que está em trabalho de parto, aparece em uma lagoa prestes a dar à luz o quarto filho apenas com a presença e o conforto de sua família.
“Como e por que eu escolhi realizar meu parto na natureza tem a ver com a minha jornada interior ao longo da gravidez. Eu senti que a minha vida inteira se preparou para esse momento específico. Foi quando eu finalmente me senti inteira e em paz”, conta Simone na descrição do vídeo.

Segurança
De acordo com o jornal britânico Daily Mail, médicos e especialistas da área têm se oposto à proposta do seriado já que as histórias dos participantes poderiam estimular que outros casais tentem fazer o mesmo em casa, colocando em risco a saúde da mãe e do bebê.
Eli Lehrer, vice-presidente do Lifetime, afirmou que todas as medidas necessárias serão tomadas pela equipe de produção do seriado para garantir que as futuras mamães e os recém-nascidos estejam em segurança o tempo todo. Mães de primeira viagem, por exemplo, não podem participar da atração. Além disso, Lehrer garante que uma equipe médica estará presente no momento do parto, no caso da mulher precisar ser encaminhada imediatamente ao hospital mais próximo.

Fonte: Tribuna Da Bahia

Morre no Rio Adele Mara, mãe da ex-BBB Fani Pacheco

Fani Pacheco e a mãe (Foto: Reprodução/Instagram)

Morreu na quinta-feira (5), Adele Mara, mãe da ex-BBB Fani Pacheco. A notícia foi dada por uma amiga da ex-participante do Big Brother Brasil no Twitter oficial de Fani, e confirmada mais tarde por ela.

"Muito obrigada a todos que nos ajudaram! Fizemos tudo o que podíamos por minha mãezinha Adele! #adelemeuorgulho #adeleminhaguerreira", escreveu Fani ao contar que o enterro deve acontecer às 13h, no cemitério Jardim Saudade.
O anúncio foi dado por volta das 21h por uma amiga de Fani: "Oi gente. Thaís aqui! Infelizmente não conseguimos. Tia Adele faleceu, peço a todos que mandem muita força para Fani em energia.  Ela vai precisar", escreveu.
"Ela (Fani) disse que quem quiser pode ir. Estamos muito tristes, mas precisamos cuidar da Fani agora. Ela manda agradecer a força e a boa vontade de vocês. Diz que vocês foram incríveis. Pena que não conseguimos. Orem muito pela Fani agora. Beijos, Tatá", escreveu.
A mãe da ex-sister estava internada com infecção generalizada há alguns dias, e Fani chegou a fazer uma corrente virtual de orações para ajudar a mãe, que descobriu um câncer este ano, e sofria há cerca de três décadas de esquizofrenia.

Fonte: Revista Quem

Filho de Ronaldo operado

Filho de Ronaldo operado

O filho do ex-jogador Ronaldo Fenômeno, Ronald Lima, foi operado ao apêndice.

Filho de Ronaldo e Milene Domingues, que “postou” uma foto, Ronaldo Lima foi operado de emergência em São Paulo.
«Agradeço a preocupação de todos!! Meu filhão passou mal ontem e teve que ser operado ao apêndice, a cirurgia foi rápida e tranquila. Apesar do enorme susto pois sou uma mâe um pouco "exagerada" rs ele está se recuperando muito bem. Muito obrigada pelo carinho.»

Fonte: Diário Digital

Artista que costurou vagina em performance durante seminário em universidade recebe ameaças

Espectadores presenciam o momento em que a artista 'costura' a vagina
Raíssa teve vagina costurada (Foto: Reprodução/Facebook)

A artista que costurou a própria vagina com uma bandeira do Brasil dentro durante uma performance intitulada de “Xereca Satânik”, campus de Rio das Ostras (RJ) da Universidade Federal Fluminense (UFF), está sofrendo ameaças. Segundo o jornal Extra, Raíssa voltou para Minas Gerais, onde mora, e evita dar entrevistas por conta do assédio.

A manifestação artística foi realizada no dia 28 de maio por integrantes Coletivo Coyote e gerou polêmicas após ser divulgada na internet. Na performance, a artista insere uma bandeira do país no órgão genital, costura, com a ajuda de colegas, e queima a flâmula em uma fogueira.

"As pessoas dizem que vão matar, dar tiros. Ameaçam os filhos dela. Ela corre riscos brabos mesmo, recebe ameaças pela internet. As pessoas são malucas. A Raíssa põe o corpo dela como forma política, ela é uma guerrilheira dos nossos dias. Admiro ela por isso. Espero que não haja uma caça às bruxas" defendeu em entrevista ao Extra o chefe do Departamento de Artes e Estudos Culturais do Instituto de Humanidades e Saúde da UFF, Daniel Caetano.

Segundo os organizadores, a performance fazia parte da festa de confraternização do "II Seminário de Investigação e Criação do Grupo de Pesquisas UFF/CNPq: Cultura e Cidade Contemporânea - arte, política cultural e resistências" e se tratava de um protesto contra a violência e os estupros registrados na região da própria universidade.

Defesa
Além do professor chefe do departamento de Artes, os professores do curso de Produção Cultural de Niterói divulgaram apoio à manifestação. Em nota, eles se dizem espantados com a reação ao “Xereca Satânik”.

“Causa-nos espanto o grau de estranheza e criminalização com a qual tanto a perfomance da artista Raíssa, quanto a própria universidade foram tratadas nos últimos dias. Por se tratar de um espaço de experimentação de linguagens e reflexão - com seus evidentes riscos de choque à moral e ao senso comum -, é justamente na universidade onde devem ser expostos os descontentamentos, estimulados os debates, e negados quaisquer vícios de censura”, diz nota.

Um texto divulgado no Facebook na terça-feira (3), o professor Daniel Caetano diz que o evento foi uma “performance para chocar” e declarou “apoio total aos organizadores”.
Fotos mostram pessoas nuas em festa (Foto: Reprodução/Facebook)


"A costura de partes do corpo, inclusive da região genital, não é novidade para qualquer pessoa que tenha lido mais de um parágrafo sobre arte contemporânea posterior aos anos 1970. Sugiro a quem quiser saber mais sobre o assunto que pesquise os trabalhos de pessoas como Marina Abramovic e Lydia Lunch. A performance tinha como um dos objetivos denunciar a constante violência contra mulheres na cidade de Rio das Ostras, onde as ocorrências de estupros estão entre as maiores do país. O caso é que foram feitas e divulgadas fotos do evento - o que deu a ele uma dimensão política e social que vai muito além dos muros do Pólo, tornando-se tema de blogs sensacionalistas e da imprensa marrom", escreveu o professor.
Cartazes de apoio à performance apresentada na UFF
Grupo apoia performance (Foto: Reprodução/Facebook)

Fonte: Correio da Bahia