quinta-feira, 12 de junho de 2014

Marcelo sofre racismo após gol contra: “tinha que ser preto”

Apesar da vitória por 3 a 1, a estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014 gerou uma repercussão negativa nas redes sociais. Na jogada que definiu o único gol da Croácia no duelo, a bola desviada pelo croata Jelavic tocou o pé do lateral Marcelo e foi direto para o fundo das redes do goleiro Júlio César. Após o lance, internautas usaram o Twitter para atacar o atleta com comentários racistas contendo o termo
"tinha que ser preto". 
"Tira esse Marcelo de campo. Depois vai dizer que sou racista, mas tinha que ser preto", afirmou um usuário. "Tinha que ser preto para manchar o nome do Brasil", reforçou outro. "Tinha que ser preto. Depois reclama de racismo, mas só faz merda", disse um dos internautas. "Se fosse branco não faria uma merda dessas", comentou outro.
Alguns dos tuiteiros reproduziram comentários feitos por familiares após o lance. "Foi ele que fez o gol contra? Tinha que ser preto! (gente, alguém segura a minha mãe?)", publicou um deles. 
Apesar da maioria racista, houve usuários que citaram o termo para defender Marcelo e condenar o preconceito. "Então os torcedores falaram 'tinha que ser preto' no gol do Marcelo, mas não falaram 'tinha que ser preto' nos dois gols do Neymar?", questionou uma internauta.
"Nojo desse pessoal que falou 'tinha que ser preto' porque o cara fez gol contra", lamentou outra. "A meia desse 'preto' vale mais do que a tua casa, relaxada", atacou um tuiteiro. "Branco também erra", afirmou outro.

Fonte: Terra

Brasil vira e ganha da Croácia

SÃO PAULO - Com gols de Neymar e Oscar, a seleção brasileira virou o placar contra a seleção da Croácia e ganhou a primeira partida da Copa do Mundo por 3 gols, contra apenas um gol contra, feito pelo zagueiro Marcelo nos primeiros 11 minutos de jogo. Neymar fez o primeiro da seleção aos 19 minutos do primeiro tempo, que terminou empatado.
Na volta para o segundo tempo, o árbitro Yuichi Nishimura marcou penalidade máxima do croata Lovren, em cima do jogador Fred. Cobrado por Neymar, o segundo gol do Brasil que cobrou o pênalti veio aos 25 minutos.
No finzinho da partida, aos 45 minutos de segundo tempo e 90 de partida, o jogador Oscar fez o terceiro gol em Pletikosa, goleiro da seleção croata.

Fonte: DCI.com.br

Elogiada por estrelas de Hollywood, Cleo Pires diz ter problemas com autoestima: "Me sinto pressionada"

Elogiada por estrelas de Hollywood, Cleo Pires diz ter problemas com autoestima: "Me sinto pressionada"
No último final de semana a bela Cleo Pires representou o Brasil no tapete vermelho da 42ª edição do "AFI Life Achievement Award", em Los Angeles, e posando com estrelas como Morgan Freeman, Eva Longoria e Melanie Griffth, foi extremamente elogiada por sua beleza e simpatia.
Apesar dos elogios e do destaque na imprensa internacional, Cleo revelou em entrevista à revista Contigo!, que não consegue se ver como as pessoas a descrevem, e que tem problemas com sua autoestima.
Sobre tapetes vermelhos e grandes eventos glamurosos como o que esteve presente, a bela declarou: "Primeiro, eu sinto muita preguiça de me arrumar. Segundo, tenho um problema seríssimo de autoestima baixa. Eu me sinto pressionada em situações assim, com toda essa gente famosa e linda. Eu me sinto um peixe fora d'água. Mas, por outro lado, encaro como um desafio, como uma jornada espiritual. Sei que será bom pra mim", disse ela.
Mas mesmo com este sentimento, Cleo aparece sorridente nas imagens, com um look longo e branco assinado por Gloria Coelho. De acordo com informações, Morgan Freeman teria focado encantado com a beleza da morena. "Você é muito linda!", teria dito ele ao conhecê-la. Ao que Cleo reverenciou: "Para mim, é muito importante estar aqui. Você é um deus no nosso meio!".
Eva Longoria também teria se encantado pela brasileira. "Você é tão bonita. Posso tocar no seu rosto?", disse a estrela. Além de Eva, Melanie tera pedido à Cleo que contasse o significado de suas tatuagens. "Elas foram muito doces!", ressaltou Cleo.
Desacompanhada no evento, sem o namorado Rômulo Neto, Cleo ainda falou sobre sua carreira e sobre estar pensando em seguir caminhos internacionais. "Quero expandir meus horizontes. Não acho bom ficar no mesmo lugar de rainha. Conquistei, é isso e acabou. Por mais que eu seja muito ruim em testes, ainda que tenha evoluído bastante, é um superdesafio", afirmou.

Fonte: Diário 24 Horas

Adolescente de 15 anos cria empresa após ganhar US$ 100 mil com bitcoin

 Adolescente de 15 anos cria empresa após ganhar US$ 100 mil com bitcoin


Com apenas 15 anos, Erik Finman comanda uma equipe com mais de 20 funcionários (incluindo programadores, designers e animadores) e atraiu mais de 100 usuários ativos para o site.
“Algumas pessoas não conseguem compreender como um garoto de 15 anos poderia fazer algo assim”, disse Finman ao site Mashable. “O que muita gente não entende é que, jovem ou velho, você pode criar o que quiser sem barreiras de entrada na internet.”

O site Botangle foi lançado em maio deste ano e permite que usuários aprendam sobre vários assuntos, desde programação, aulas de dança a novos idiomas em vídeos e chats. Segundo o jovem, a ideia surgiu depois de desejar ter mais aulas que as da grade de sua escola, em Idaho, Estados Unidos.

“Eu usei as facilidades da internet para pessoas como eu poderem ter acesso a uma grande experiência de aprendizado seja de Idaho, Nova York ou até mesmo na África”, disse.

Ator Otaviano Costa atinge ladrão com coco

Otaviano Costa caminhava tranquilamente com a mulher, Flávia Alessandra, pelo calçadão de Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro, quando avistou um ladrão roubando o cordão de um turista. Em um ato intempestivo, o apresentador atirou o coco que trazia nas mãos direto na cabeça do bandido.


"Por volta das onze e meia da manhã, um garoto passou por mim em uma bicicleta, arrancou o cordão de uma pessoa e saiu correndo. Daí peguei o coco, que era bem grande, mirei e acertei o alvo. Nem pensei direito! Ele caiu tonto no chão e os policiais o prenderam", conta Otaviano, que passava um final de semana romântico ao lado de Flávia no Hotel Fasano, também localizado no bairro de Ipanema.

"Contando assim até se torna algo engraçado, mas é extremamente triste. O Brasil deveria estar em festa por conta da Copa do Mundo, mas passa por uma crise absurda", analisa o apresentador. Após o incidente, ele foi ovacionado pelas pessoas que presenciaram a cena, mas pediu cautela nos elogios.

"Não sou um herói! Só agi instintivamente. No domingo (8), por exemplo, presenciamos a mesma situação na orla e, por coincidência, eu estava com uma maçã na mão. Os porteiros falavam: 'Joga nele'. Tive o meu dia de Crocodilo Dundee, mas não virei um justiceiro", brinca.

Fonte: Purepeople

Oprah Winfrey é ativista em filme sobre Martin Luther King

Credito:  
Oprah Winfrey é ativista em filme sobre Martin Luther King - Foto: www.cinemanews2.com.br( )

SÃO PAULO, SP - A apresentadora de TV americana Oprah Winfrey fará o papel de uma ativista em um novo filme sobre Martin Luther King, "Selma", produzido por ela mesma.

Oprahy, vencedora de diversos Emmys por seu programa de talk show "The Oprah Winfrey Show", já foi indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante por seu papel em "A Cor Púrpura" (1985), além de ser homenageada na cerimônia da Academia em 2012 com o prêmio humanitário Jean Hersholt.

Segundo o jornal "The Guardian", o novo projeto focará na luta pelos direitos de voto na cidade Selma, no Alabama, em meados da década de 1960.

As manifestações que começaram na cidade, lideradas por Luther King, chegaram à capital do Estado, chamando a atenção do resto dos EUA e influenciando na aprovação, em 1965, do Voting Right Act, decreto proibindo a discriminação de eleitores.

O ator David Oyelowo -que já atuou ao lado de Oprah em "O Mordomo da Casa Branca" (2013)- interpretará Luther King no filme. A apresentadora, por sua vez, será Annie Lee Cooper, uma ativista que se destacou por dar um soco no xerife local, quando ele se recusou a registrar seu voto.

Também estão escalados para o elenco o Tom Wilkinson ("Conduta de Risco") como o então presidente Lyndon B Johnson, Tim Roth ("Pulp Fiction") e Cuba Gooding Jr. ("Homens de Honra"), em papeis ainda não definidos.

Fonte: TN Online