domingo, 3 de agosto de 2014

Primeiro americano infectado com ébola chega aos EUA

O médico Kent Brantly deixou que uma compatriota sua fosse tratada com um soro experimental, de que só havia uma dose.
Kent Brantly recebeu uma transfusão de sangue de um adolescente que sobreviveu ao vírus JONI BYKER/SAMARITAN'S PURSE/AFP

Um médico norte-americano que foi infectado com o vírus do ébola na Libéria chegou aos Estados Unidos para ser tratado no centro especializado do Hospital da Universidade de Emory, em Atlanta.
Kent Brantly, 33 anos, estava na Libéria desde Junho, mas em meados de Julho foi colocado em isolamento depois de ele próprio ter suspeitado de que tinha sido infectado com o vírus.
Na semana passada, o jovem médico recebeu uma transfusão de sangue de um adolescente de 14 anos que tinha sobrevivido ao vírus, depois de ter sido tratado pela equipa de Kent Brantly fazia parte.
“O rapaz e a sua família queriam poder ajudar o médico que lhe salvou a vida”, disse Franklin Graham, presidente da organização evangélica Sataritan’s Purse.
A ideia, experimental, é fazer uma transfusão de sangue a partir de um sobrevivente, esperando que o sistema imunitário do receptor consiga combater a infecção.
Uma outra cidadã norte-americana, a missionária Nancy Writebol, será também levada da Libéria para os Estados Unidos. Writebol ficou infectada também em meados de Julho, e começou a ser tratada com um soro experimental na semana passada – como só estava disponível uma dose desse soro, o médico Kent Brantly cedeu-a a Nancy Writebol.
Um dos seus amigos, Kent Smith, disse à CNN que Brantley deve ser tratado como um herói: “Ficaria surpreendido se não tivesse sido essa a atitude dele.”

Fonte: Público.pt

Beyoncé lança remix com indireta sobre briga no elevador


No final do mês de julho, Nicki Minaj adiou o lançamento de um single. O motivo, desconhecido na ocasião, acaba de ser revelado: ela estava trabalhando com Beyoncé em um remix de Flawless que caiu na web neste sábado (2). A letra possui diversas indiretas, incluindo uma sobre a briga familiar da popstar em um elevador. 


"Of course sometimes s*** goes down when it's a billion dollars on the elevator", diz Beyoncé no início. Em tradução livre, seria algo como "É claro que às vezes m**** acontece quando há bilhões de dólares em um elevador". 
Nicki não fica atrás e também solta uma alfinetada ao se auto-intitular "rainha do rap" (posto que tem sido frequentemente atribuído a Iggy Azalea) em um dos versos.

Fonte: Terra


Meryl Streep faz aulas de guitarra para viver roqueira no cinema

Além de cantar um rap no musical Into The Woods, que ganhou seu primeiro trailer nesta semana, em breve Meryl Streep também aparecerá tocando guitarra nas telonas. De acordo com o Hollywood Reporter, a atriz está aprendendo a tocar guitarra para viver uma rock star no filme 'Ricky and the Flash'.
Na trama, a atriz vai contracenar pela primeira vez com sua filha Mamie Gummer(Foto: Divulgação)

Na trama, a personagem de Streep tentará se reconciliar com os filhos após negligenciá-los por um longo período - um deles será vivido por Mamie Gummer, filha da atriz na vida real. Esta será a primeira vez que as duas vão contracenar juntas, já que em 'A Difícil Arte de Amar' (1986), Mamie apareceu ainda com menos de dois anos.
Ainda segundo a publicação, a produção está apenas esperando Meryl concluir suas aulas de guitarra para poder iniciar as gravações.
Dirigido por Jonathan Demme (O Silêncio dos Inocentes) e com roteiro de Diablo Cody (Juno), 'Ricki and the Flash' tem estreia prevista para junho de 2015 nos Estados Unidos. Também estão confirmados no elenco nomes como Kevin Kline, Hayse Jack, Luke Webb.

Fonte: Correio Da Bahia