quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Cantora afirma que ex-namorado ajudou Jim Morrison a se matar

 Cantora afirma que ex-namorado ajudou Jim Morrison a se matar

A cantora Marianne Faithfull fez uma revelação sobre a morte do cantor da banda The Doors Jim Morrison que chocou os fãs. De acordo com a cantora, o seu ex-namorado foi responsável pela morte do astro. Como? Este ex-namorado de Marianne era traficante, e segundo ela, a overdose e a morte acidental de Morrison foi causada por ele. O lider do The Doors morreu em 1971 na capital da França, Paris.
Marianne foi uma figura bastante popular na cena musical londrina nos anos de 60 e 70, fez esta confissão à revista musical britânica Mojo, para um artigo publicado na edição de setembro desta revista, que já está à venda.
A cantora explicou que em 1971 viajou a Paris com seu namorado na época, Jean de Breiteuil, um vendedor de drogas que tinha vários famosos entre seus clientes.
Breiteuil explicou que precisava ir ver Morrison em sua casa, e ela decidiu não ir porque teve um mau pressentimento.
"Pensei, 'tomarei um Tuinal (barbitúricos) e não irei'", explicou. "E ele foi ver Jim Morrison e o matou. Quero dizer, estou certa de que foi um acidente. Pobre diabo. A heroína era muito forte? Sim. E morreu", disse Faithfull, que acredita que "todos relacionados à morte daquele pobre homem morreram. Exceto eu".
Jim Morrison foi encontrado morto na banheira de seu apartamento em Paris aos 27 anos e seu túmulo no cemitério Pere Lachaise da capital francesa atrai milhares de pessoas fascinadas pelo artista.
Junto com o The Doors o cantor americano gravou seis discos. Algumas das canções da banda com Morrison ficaram conhecidas mundialmente e permanecem como clássicos do Rock, como  "Light My Fire", "L.A.Woman" ou "Hello I Love You".

Fonte: Diário 24hrs

Humorista Dani Calabresa é internada em São Paulo


A humorista e repórter do programa 'Custe o Que Custar' (CQC) da Band, Dani Calabresa, está internada em um hospital de São Paulo. De acordo com informações da coluna Olá, do jornal Agora São Paulo, a loira passou mal na noite de domingo (3) .
A humorista sofreu uma vertigem posicional, que danifica canais semicirculares, a parte interna do ouvido. Segundo pessoas próximas da paciente, o problema de saúde em questão não é grave.
Ainda na unidade de saúde, a humorista foi substituída pelo colega Felipe Andreolli na bancada do CQC, no programa que foi ao ar na última segunda (4).
Ainda na noite de ontem, Dani Calabresa tranquilizou os fãs e escreveu uma mensagem no Twitter. "Tô melhorandinho. Obrigada pelo carinho e mensagens positivas! Vou tentar assistir ao CQC hoje as 22:30. Beijo e saúde para nóis todos", escreveu.
Ainda não há previsão de alta para a humorista.

Correio da Bahia