terça-feira, 10 de novembro de 2015

Após assistir a novo "Star Wars", fã em estado terminal morre aos 32 anos

O jovem Daniel Fleetwood, de 32 anos, que sofre de um câncer terminal

Daniel Fleetwood, o fã de "Star Wars" em estado terminal que assistiu ao novo filme da saga, "O Despertar da Força", primeiro que todo mundo, morreu na segunda-feira (10), aos 32 anos.
O norte-americano foi vítima de um agressivo e raro câncer que tomou 90% de seus pulmões. Em julho, os médicos lhe deram apenas dois meses de vida.
A notícia foi divulgada por sua mulher, Ashley Fleetwood, no Facebook. "Daniel esteve em uma luta impressionante no fim. Ele agora está com Deus e com a força. Ele falecer durante seu sono e em paz. Ele sempre será meu ídolo e meu herói". Junto com a mensagem, Ashley postou sua última selfie com o marido.
A intensa campanha para que o fã pudesse assistir ao filme dois meses antes da estreia comoveu o diretor J. J. Abrams. Fleetwood recebeu a Disney na quinta-feira (5), em sua casa no Texas, e conferiu uma versão bruta de "O Despertar da Força".
O último pedido de Daniel se tornou viral nas redes sociais nas últimas semanas com a tag #ForçaParaDaniel, que recebeu o apoio dos atores Mark Hamill (Luke Skywalker), Peter Mayhew (Chewbacca) e o novato John Boyega.
Quando soube da morte de Daniel, Boyega disse no Twitter: "Feliz que você tenha chegado a ver o filme, mais importante que você dormiu em paz. Deus abençoe você, cara. Você me inspirou".
Com a notícia de sua morte, quatro dias depois da exibição do filme, a hashtag voltou aos assuntos mais comentados, inclusive no Brasil: "Ele está com a força agora", lamentou um usuário. "A galáxia amanheceu triste hoje", escreveu outra.


Fã fiel
Em entrevista à TV americana KPRC, Daniel contou ser fãde Star Wars desde a época da infância. Não a toa, ele já era conhecido da região por sempre aparecer nos jornais como exemplo de fidelidade -- enfrentando filas para conseguir assistir o filme nas primeiras sessões e fazendo festas temáticas da franquia. "Eu apenas amo Star Wars. Com todas as minhas forças", disse ele.
Não foi a primeira vez que J.J. Abrams ficou sensibilizado com um fã em estado em terminal. Em 2013, ele conseguiu que Daniel Craft, fã de Star Trek, pudesse assistir a sequência "Além da Escuridão" antes da estreia. Ele também viu uma versão não finalizada no filme e morreu poucos dias depois.
Fonte: UOL

Nenhum comentário: