sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Dance Mask promete encerrar em grande estilo o Carnaval do Music Park

Dance Mask promete encerrar em grande estilo o Carnaval do Music Park

Os DJs australianos do projeto Feenixpawl, autores de hits como “In my mind”, com mais de 13 milhões de visualizações no YouTube, e o precoce holandês Oliver Heldens, autor de sucessos como “Gecho” e apontado por feras como Tiësto como uma das maiores promessas da música eletrônica, são apenas duas das cinco atrações internacionais confirmadas no festival Dance Mask, baile de máscaras que promete reunir milhares de pessoas na próxima terça-feira, 17 de fevereiro, na noite de encerramento do Carnaval Music Park, em Jurerê Internacional, Florianópolis. 
“Nossa ideia é agradar diferentes públicos da música eletrônica, desde quem curte um House mais comercial, até os mais entendidos da cena que curtem Techno e outras vertentes mais alternativas”, explica Jorge Junior, um dos organizadores da Dance Mask. Esse batalhão de DJs vai se dividir em três diferentes espaços do complexo Music Park: Palco Principal, Pacha e Terraza. E como o próprio nome já sugere, é obrigatório o uso de máscaras para entrar na festa, que, segundo a organização, deve reunir até 8 mil pessoas.
No palco principal, as apresentações mais aguardadas são de Oliver Heldens, Goldfish (África do Sul) e do belga Romeo Blanco, um dos residentes do famoso festival Tomorrowland, que com seu carisma e sets enérgicos sempre levanta a multidão. Na pista da Pacha destaque para a dupla curitibana Hands Up e para o catarinense Ciskko. Já no cultuado Terraza, área assiduamente frequentada pelos ouvidos mais exigentes, que veneram principalmente o Deep House e o Techno, quem deve surpreender é o curitibano Fabo, dono do hit “Where I Stand”; o paulista Camilo Rocha; e catarinense Renee, mais conhecido no meio pelo codinome Idee. 
A abertura dos portões do Music Park será às 20h. Os ingressos estão à venda a partir de R$ 60 pelo site Blueticket (www.blueticket.com.br) ou através do tele-vendas (48) 4052-9001. Outras informações e reservas: (48) 3282-2054.

Fonte: Portal Da Ilha

Amanda se compara com Aline: "Tem que comer muito arroz e feijão para chegar perto de mim"

Foto: Reprodução / Tv Globo

Durante conversa nesta sexta-feira, Amanda se comparou com Aline, sua “rival” dentro da casa. Após receber conselhos de Tamires e Angélica para lidar melhor com as críticas que a namorada de Fernando vem fazendo, Amanda diz que o casal já não lhe afeta mais.
- Eu olho para eles (Aline e Fernando) e não consigo ter sentimento. Eles não me incomodam em nada. Nem um pouco. -

Angélica discorda da empresária, mas ela não arreda o pé:
- Estou fazendo tudo normal. Agora, se eu chego e ela fica fazendo piadinha é porque ela está incomodada. -

Tamires intervem, finalizando o assunto:
- Eles tentam te incomodar em momentos decisivos. -

Amanda não se dá por vencida:
- Ela tem que comer muito arroz e feijão para chegar perto de mim.

Happenings levam festas e música eletrônica a museus do Rio

Happenings levam festas e música eletrônica a museus do Rio
Nesta quinta, festa Apéro une música e artes visuais na Casa Daros.
Casa França-Brasil tem Performance 360º com dez artistas sonoros.

Carlos Gualda, do projeto Carrot Green (Foto: Divulgação/Diego Batista)


Quem não está em clima de carnaval, tem uma boa opção cultural no Rio este ano: happenings em museus. Uma balada com pegada autoral e artística em horário nada convencional, com apresentações de artistas visuais e DJs e produtores musicais latino-americanos da nova cena eletrônica é o que promete a festa Apéro, que inicia sua temporada 2015 nesta quinta-feira (12) na Casa Daros.
O happening, que une música e artes visuais, volta ao museu com edições mensais, uma tendência do verão carioca que leva música eletrônica a museus e centros culturais.
Na primeira edição de 2015 o Apéro recebe a dupla paulista Selvagem, formada por Milos Kaiser e Trepanado; o duo carioca IOIA, do produtor musical Omolu e da artista visual Glaucia Mayer; o também carioca Carlos Gualda, conhecido pelo seu projeto Carrot Green; o paulista Guigo Freire, do selo Klak; e Lincoln Otoni, curador e DJ residente da Apéro. Julio Parente é o artista visual convidado e assina a ambientação do evento, unindo iluminação e projeção.
O formato de festas em museus e em espaços dedicados a arte, ainda pouco explorado no Rio, tem bem sucedidas versões em Nova York, como a Warm Up, no Moma, onde se pode encontrar até Thom Yorke dando uma de DJ; o Late-Night Art, na Art Gallery de Alberta, em Ontario, no Canada; ou ainda o Green Sunset, no Mis em São Paulo. Segundo os organizadores, a festa Apéro provou o potencial desse tipo de evento, que combina com o espirito descontraído e aberto a novidades do carioca. Na primeira temporada, em 2014, o evento levou 700 pessoas à Casa Daros em sua última edição. Em 2015, os organizadores prometem uma versão ampliada do evento e uma programação que contará com artistas, DJs e produtores musicais nacionais e internacionais, além do horário estendido até 1h.

IOIA, Omolu e Glaucia Mayer (Foto: Divulgação/IOIA)


Serviço
Apéro
Quinta-feira (12), das 18h à 1h
Restaurante Mira, no Museu Casa Daros
Rua General Severiano 159, Botafogo 
Informações: (21) 2275-0737
Entrada: R$ 20
Também a Casa França-Brasil entrou no ritmo dos happenings, com eventos de “experimentação sonora em torno do paradigma barulho e silêncio e suas
práticas da performance ao vivo, baseadas na máxima DIY (do it yourself – faça você mesmo).


Performances em 360º
O centro da Casa França-Brasil terá uma ocupação de palcos circulares em 360º com performances de dez artistas sonoros que mostrarão um repertório que vai desde o eletrônico a experimentações eletroacústicas, e a vertentes do rock, do erudito, do punk e do jazz.
“Em 2015 a investigação principal das performances passeiam pelo improviso, o aleatório e as ações indeterminadas”, afirmam os organizadores.
Mas nas galerias, em contraponto com as performances sonoras, o tempo desacelera no ritmo do refúgio e do silêncio para a introspecção das obras expostas do O Grivo e Cadu.


Serviço
Happenings 2015
Casa França-Brasil
Rua Visconde de Itaboraí 78, Centro
Informações (21) 2332-5120

Sexta (27)
Exposições das 10h às 20h
Performances 360º a partir das 14h

Sábado (28)
Exposições das 10h às 20h
Performances 360º
15h, João Paulo de Mendonça
15h30h, Daniel Puig
16h, DEDO
16h30m, Ale Fenerich & Manuel Falleiros
17h, Romano
17h30, Negalê
18h, Felipe Vilasanchez
18h30, Siri
19h, Dudu Tsuda
19h30, Chelpa Ferro & convidados


Domingo (1º de março)
Exposições das 10h às 20h
Performance 360º
16h, Claudio Dauelsberg & Antônio Ziviani 
Festa de encerramento – DJ set
A partir das 19h, Wladimir Gasper

Fonte: G1

Silviano confessa: 'Sempre desejei ser o pai de José Pedro'

Zé Alfredo (Alexandre Nero) tem certeza de que Silviano (Othon Bastos) está por trás de todo o plano contra ele. Para somar, o Comendador descobre que o mordomo foi marido de Maria Marta(Lilia Cabral). Desconfiado do que ainda pode acontecer, Zé quer se prevenir e saber se é realmente pai dos três filhos com a aristocrata.
Para isso, o Comendador convoca Silviano, Marta, Clara (Andreia Horta), Lucas (Daniel Rocha) ePedro (Caio Blat) para fazer o exame de DNA na Império. Ao saber do chamado, o mordomo não nega e confessa: "Sempre desejei ser o pai de José Pedro". Será que o exame vai dar positivo? Não perca a cena, que vai ao ar na segunda-feira, 23 de fevereiro.

Fonte: Olhar Direto

BaianaSystem lança clipe da música 'PlaySom'; assista

A banda BaianaSystem lançou clipe da música 'PlaySom' na terça-feira (9). Em entrevista ao site iBahia, o guitarrista do grupo, Robertinho falou sobre a nova canção e garante que ela não foi criada para ser a música do Carnaval, mas sim um hit para celebrar o momento. 
"Não utilizamos essa conotação de música do Carnaval. A gente não trabalha com esse entendimento. Acho que, às vezes, tem um momento que queremos ouvir ou tocar uma música e de repente, o ouvinte tem nas mãos uma música nova e quer contemplar uma coisa mais antiga. Lançamos aquilo que em nosso entendimento serve para ocasião", explica Robertinho.


(Foto: Divulgação)


Furdunço
Na noite do último domingo (8), o grupo foi até a Barra para arrastar uma multidão no Furdunço. A Baiana (como é chamado pelos fãs) levou ao delírio uma legião de foliões, que fizeram da oportunidade o primeiro dia da Folia de Momo de 2015.
Apesar de a banda não ter um rotulo do axé, 'característica que move o Carnaval', Ricardinho revelou que a festa é um mercado com o qual eles tentam dialogar.
"A gente já vem participando do Carnaval desde 2010. Não somos do universo do axé, mas é uma vertente que tentamos dialogar. Saímos sem corda, sem bloco", comentou o guitarrista, que ainda vai se apresentar na sexta-feira (13), Campo Grande, domingo (15), Periperi, e segunda (16), Pelourinho.
O músico ainda aproveitou para falar sobre a atitude de alguns artista em voltar a fazer uma apresentação sem cordas. Para ele, este tipo de comportamento é contraditório para alguns artistas.
"Tem muita dessas pessoas que estão voltando a um trio sem corda têm um discurso muito demagógico. Muitas delas usaram desse sistema por muito tempo e agora, por uma questão mercadológica, por não dar mais dinheiro, estão tendo uma postura de levar a ideia do trio sem cordas. Não pensaram assim 'temos que salvar o Carnaval' e sim sentiram no bolso para fazer diferente", finalizou.


Fonte: Correio Da Bahia

'Tubaína na Rua' reúne música e comida boa no sábado

No sábado, dia 21, o Tubaína Bar promove um delicioso churrasco de rua, com comida e bebida boa e muita música. O "Tubaína na Rua" acontece a partir das 13h na calçada em frente ao restaurante, sendo comandado pelo chef Felipe Grecco. A entrada é Catraca Livree os pratos custam até R$ 25.
O público pode se deliciar com os lanches mais famosos do Tubaína: o sanduíche de pernil, o hambúrguer vegano, o hambúrguer Tubaína, o espeto vegano e a linguiça caseira servida no pão artesanal com vinagrete ou em pedacinhos com tartar de banana.
O hambúrguer normalmente custa R$ 26, mas no evento custa R$ 19. Já o combo do sanduíche e uma tubaína fica R$ 21, e o combo do sanduíche e um chopp artesanal Funeral Brew sai por R$ 25. O evento conta com a participação da Tubaína Jazz Club fazendo a trilha sonora.




Para saber como vai estar o tempo no dia do evento, acesse a Climatempo.

SERVIÇO
O QUE
Tubaína na Rua
QUANTO
Catraca Livre
ONDE
Tubaína Bar
Rua Haddock Lobo, 74
Cerqueira César - Centro
São Paulo
Estação Paulista (Metrô - Linha 4 Amarela)
VER NO MAPA
Sáb 21/02 às 13:00
ADICIONAR À MINHA AGENDA DO GOOGLE
OBSERVAÇÃO

A entrada é Catraca Livre e os pratos custam até R$ 25.

Bell Marques: 'Vai levar uns dez anos para associarem que saí do Chiclete'

Bell Marques (Foto: Joilson César/Ag Haack)
Bell Marques (Foto: Joilson César/Ag Haack)
Bell Marques continua animadíssimo em fazer parte de mais um carnaval em Salvador. O cantor de 63 anos, que já se apresentava antes mesmo do tipo de música que faz ser classificado como axé - gênero que está completando 30 anos em 2015 - conversou com o EGO no camarim do trio elétrico, pouco antes de colocar os foliões do circuito Barra Ondina para pular nesta sexta-feira, 13. Entre os assuntos, a suposta crise do axé, a atual relação com os integrantes do Chiclete com Banana e o nervosismo que ainda permanece mesmo com tantos anos de estrada.

Caio Castro com Bell Marques
(Foto: Daniel Delmiro e Francisco Cepeda / AgNews )

Quem marcou presença no trio de Bell foiCaio Castro, sempre presente no Carnaval de Salvador. "É meu quinto carnaval seguido e este ano estreia o filme que rodei aqui na Bahia. Não sinto dificuldade em pegar o sotaque (falando como um baiano), só não sei se usei corretamente as expressões daqui. Fiz o filme e fiquei me sentindo um baiano".
Com relação ao assédio feminino durante o carnaval, o ator foi discreto: "Não percebi diferença" e ao ser questionado se estava curtindo a folia solteiro, ele despistou e fez o sinal de fechar a boca com ziper e continuou a dançar.

Frio na barriga
Bell fez sua estreia na folia desde ano na quinta-feira, 12, no circuito Campo Grande. Foi a primeira vez desde que saiu do Chiclete que ele de apresentou la. "O cantor fica extremamente tenso, até mais nervoso que o publico. Mas uso a frase: 'divirta-se' e faço meu show. A Bahia inteira estava la ontem".
Nesta sexta, 13, assim que anoiteceu ele subiu e saudou os fãs. "Este carnaval será inesquecível para todos. Vamos comemorar essa nova historia entre nós", disse, antes de cantar a musica que dá nome ao bloco e cantar por mais de 4 horas.

"É meu quinto carnaval seguido, e este ano estreia o filme que rodei aqui na Bahia. Não sinto dificuldade em pegar o sotaque (falando como um baiano), só não sei se usei corretamente as expressões daqui. Fiz o filme e fiquei me sentindo um baiano".

Assédio feminino durante o carnaval?: "não percebi diferença". Está curtindo o carnaval solteiro? - fez o sinal de fechar a boca com ziper e continuou a dançar.

Chiclete com banana
Bell acha que ainda é cedo para possiveis duetos com sua antiga banda. "Muita gente ainda não sabe que saí do chiclete com banana, foram 36 anos com eles e acho que ainda vai levar uns 10 para associarem essa mudança. Converso com eles por telefone, mas ainda vai levar uns anos para cantarmos ou sermos fotografados juntos, para que as pessoas possam assimilar essa transição", analisa.

Sem crise
O cantor não crê que o axé esteja em crise. "Todos os anos dizem que o axé está em crise, mas se existe para mim passa ao lado. Todo ano acabo vendendo todos os abadás dos meus trios, tenho 120 shows para fazer em 11 meses, não consigo participar dos programas na mídia por conta da agenda cheia. As pessoas acham que quando o artista está na mídia é que está em alta, mas é o contrário, ele vai aos programas para aumentar o número de shows e quando consegue some para dar conta da agenda", revela.

Ele é a favor da alternância entre os ritmos que fazem sucesso. "É importante que haja essa alternância, agora o sertanejo está dando espaço à sofrência. No carnaval cantamos de tudo, qualquer coisa combina em cima do trio".

No ano em que o carnaval baiano comemora as tres decadas do Axé, Bell não deixa de ressaltar a importância dos precursores baianos. "Temos uma musicalidade muito forte e Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa e Maria Bethânia abriram um grande caminho e prepararam o tapete para os artistas que vieram depois e conquistaram as grandes massas".
Bell Marques (Foto: Ego)
Bell Marques (Foto: Joilson César/Ag Haack)
Caio Castro com Bell Marques em cima do trio no carnaval de Salvador, Bahia (Foto: Daniel Delmiro e Francisco Cepeda / AgNews )

Temporada de 2015 do reality 'Superstar' ganha novos jurados

No lugar do cantor Fábio Jr. e do vocalista do 'Capital Inicial' Dinho Ouro Preto, entrará o pagodeiro Thiaguinho e o cantor da RPM Paulo Ricardo, permanecendo em seus devidos lugares a cantora Ivete Sangalo e a apresentadora Fernanda Lima.
Superstar tem o objetivo de divulgar bandas vindas de várias partes do Brasil, e a banda vencedora ganha dinheiro e um contrato com a Som Livre.
A 2ª temporada do programa ainda não tem data para entrar no ar.
No ano passado, a banda vencedora foi Malta, que lançou o single 'Diz Pra Mim', que é tema dos personagens Caíque e Laura, interpretados por Sérgio Guizé e Nathália Dill na novela Global 'Alto Astral'

Susana Vieira faz dieta e emagrece sambando


Quem não gostaria de ficar magra para o Carnaval, não é mesmo? Susana Vieira conseguiu! A atriz da Rede Globo emagreceu seis quilos para desfilar no Carnaval 2015. Aos 72 anos de idade, ela posou para ensaio de fotos como Rainha de Bateria da Grande Rio, escola de samba pela qual vai desfilar na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. Após realizar as fotos, Susana Vieira explicou como funciona sua dieta. Afinal de contas, qual é o segredo, hein? Como emagrecer seis quilos para desfilar na folia? Sambando?

"Comecei minha dieta em dezembro do ano passado. Já pensando no Carnaval 2015. Faço a dieta dos pontos. O objetivo era emagrecer seis quilos. E consegui! Alcancei os resultados porque fui disciplinada, eu me alimentei de três em três horas, levei lanchinho de casa com receitas super gostosas para comer durante os ensaios da peça e fiquei de olho nos pontos diários permitidos pela dieta, que consulto no aplicativo no meu celular. Com disciplina e sambando muito, consegui", declarou a estrela das novelas da TV Globo.

Susana Vieira também declarou que vai manter a dieta após o Carnaval. "Estou pronta e ansiosa para arrasar na Marquês de Sapucaí", acrescentou a estrela. Via Instagram, ela exibiu fotos nesta semana onde aparece acompanhada de seus quatro cachorros. A atriz da Globo chama seus animais de estimação de bebês. O detalhe das imagens é o seguinte: são fotos de Susana Vieira magra, seis quilos a menos. "A turma toda agora... Alongamento com meus bebês pela manhã! Eu e Sthefany no alongamento hoje de manhã", escreveu. Vieira é apaixonada porpets. Após terminar o quase casamento com Sandro Pedroso, está solteira. Nas fotos do Instagram, dá para perceber que o rosto da atriz está mais fino e os braços bem magrinhos. Emagreceu mesmo

Fonte: Surgiu (Entretenimento)

Fãs criticam edição de foto de Marina Ruy Barbosa


A atriz Marina Ruy Barbosa é a capa da revista Boa Forma na edição de fevereiro. Ela não se importou em exibir a barriga e pernas de fora. Apesar de ser admirada e “invejada” por sua beleza, a foto que Marina postou em sua rede social "Instagram" gerou vários comentários pelo exagero na edição.
"Ficou exagerado.", afirmou uma internauta. "Forçaram no Photoshop", comentou outro. Marina justificou-se: "Ps: Sobre a cintura, o casaco em cima deu a impressão que está menor, mas é só ilusão de ótica gente!", escreveu a atriz.

Fonte: Ribeirão Preto Online

Grazi Massafera garante que não está junto com Cauã Reymond

Instagram/Divulgação

Tenho uma pena da Grazi Massafera. Sofro, sofro… É que a coitada ainda não conseguiu a deixa para contar que, “sim”, está juntinho do mais que tudo Cauã Reymond. E, pior, a última declaração dada à revista Joyce Pascowitch deixa praticamente claro de que não rendeu. Gorou. Foi pro brejo. E a culpa? Bom, deles não estarem juntos eu não sei. Mas a bonita falou que nós, jornalistas, não deixamos as celebridades contarem novidade alguma. Estamos sempre um passo à frente, querendo dar furos e mais furos. Bom, eu só tenho uma coisa a dizer, e preparem-se que é podre, se fosse pra “dar” algo relacionado ao Cauã… É… Assim… Achei melhor deixar quieto!

“Sempre vão publicar fotos nossas porque temos uma filha juntos. Não reatamos. Não estou namorando. Até poderia, mas não acontece porque (os jornalistas) antecipam tudo, então a coisa acaba antes de começar”, garantiu a loira.

* Por Janaína Laurindo
Cris, te segura, mas nem tanto porque pelo que ela disse a coisa com o Cauã ainda não engatou a primeira.
Fabio Bartelt/Divulgação

Fabio Bartelt/Divulgação

Fabio Bartelt/Divulgação

Marvel não pagará à Sony para ter Homem-Aranha em seus filmes


O estúdios Marvel não irão pagar nada à Sony Pictures para ter o Homem-Aranha em seus filmes, incluindo as bem-sucedidas franquias “Capitão América” e “Os Vingadores”. A informação, que detalha o acordo entre as gigantes do entretenimento, divulgado na última terça (10), é do site da revista “Variety”.
Há anos aguardado pelos fãs, o acordo beneficia os dois lados. Segundo as fontes ouvidas pela publicação, a Sony não terá de pagar à Marvel o que acumular com as bilheterias de seus novos filmes do personagem a partir de agora,
Ao mesmo tempo, a Disney —que controla a Marvel— não cederá à Sony nenhuma parde das receitas provenientes dos novos longas que contarem com a participação do Homem-Aranha.
Ainda segundo a publicação, o presidente de produção da Marvel, Kevin Feige, não irá receber a mais por seu trabalho enquanto estiver “emprestado” à franquia “Homem-Aranha” da Sony, cujo próximo filme será lançado em 2017.
A ideia incial da Marvel era desembolsar alto para reaver os direitos do personagem, que foram adquiridos com exclusividade pelaSony em 1999. Mas as negociações, em curso desde outubro, caminharam para um arranjo que beneficia ambas as partes, sem perdas consistentes em bilheterias.
Especula-se que o acordo é, em parte, resultado do fraco desempenho de “O Espetacular Homem-Aranha 2″ (2014), o menos visto dos cinco longas do herói aracnídeo.

Acordo

Histórico, o arranjo possibilita, por exemplo, que o Homem-Aranha entre para o time dos Vingadores e os vindouros filmes da saga. Rumores dão conta de que o super-herói já pode aparecer na terceira parte da saga, “Os Vingadores: Infinity War”, ou em “Capitão América 3: A Guerra Civil”—este baseado em uma HQ que conta com a aparição do Homem-Aranha.
No novo acordo, caberá à Sony Pictures continuar a financiar, distribuir e ter controle criativo final dos filmes do Homem-Aranha. As produtoras também estão estudando a presença de outros personagens da Marvel nos filmes. A trama será co-produzida por Kevin Feige, presidente de produção da Marvel, e Amy Pascal, ex-CEO da divisão de cinema da Sony Pictures, que renunciou ao cargo recentemente e desempenhará apenas o papel de produtora.
Desde que estreou seu primeiro filme, em 2002, a Sony Pictures já arrecadou mais de US$ 4 bilhões no mundo com os cinco longas do Homem-Aranha, o maior sucesso na história da produtora.
Após a divulgação da parceria, a Marvel anunciou que mudou a data de quatro novos filmes do estúdio. “Thor: Ragnarok” será lançado no dia 3 de novembro de 2017, “Pantera Negra” tem como nova data o dia 6 de julho de 2018 e “Capitã Marvel” ficou para o dia 2 de novembro do mesmo ano. Em 2019, será a vez de “Inumanos”, programado para 12 de julho de 2019.
Após migrar para o universo em que nasceu, em 1962, nos quadrinhos, o Homem-Aranha já tem data para aparecer pela primeira vez em um novo longa da Marvel: 28 de julho de 2017. As informações são do UOL.

Fonte: Link Da TV

Andressa Urach deixou a RedeTV! para negociar vaga com a Record, diz jornal

<p>Andressa Urach anunciou, na última quinta-feira (12), que pediu demissão da RedeTV! para dar um tempo da carreira na TV, mas este pode não se o real motivo pelo qual a loira vai deixar a bancada do "MuitoShow" em breve.</p><p>Segundo o jornal "Extra", a apresentadora está buscando uma vaga na Record, agora que se converteu e foi batizada na Igreja Universal do Reino de Deus, e deseja emplacar um novo projeto por lá.</p><p>Aliás, a modelo já está negociando uma participação no programa "The Love School", que é apresentado por Cristiane Cardoso, filha de Edir Macedo - dono do canal da Barra Funda e fundador da instituição religiosa.</p><p>E não para por aí. Urach também decidiu deixar o emprego porque não estava disposta a trabalhar na cobertura de Carnaval da RedeTV!, de acordo com o blog do jornalista Fernando Oliveira.</p><p>Vale lembrar que a programação da folia no canal será comandada por Antonia Fonetelle e Ronaldo Ésper, que também haviam sido escalados e já confirmaram presença.</p><p>Andressa, no entanto, negou os rumores. Confira, nas próximas páginas!</p>

Andressa Urach anunciou, na última quinta-feira (12), que pediu demissão da RedeTV! para dar um tempo da carreira na TV, mas este pode não se o real motivo pelo qual a loira vai deixar a bancada do "MuitoShow" em breve.
Segundo o jornal "Extra", a apresentadora está buscando uma vaga na Record, agora que se converteu e foi batizada na Igreja Universal do Reino de Deus, e deseja emplacar um novo projeto por lá.
Aliás, a modelo já está negociando uma participação no programa "The Love School", que é apresentado por Cristiane Cardoso, filha de Edir Macedo - dono do canal da Barra Funda e fundador da instituição religiosa.
E não para por aí. Urach também decidiu deixar o emprego porque não estava disposta a trabalhar na cobertura de Carnaval da RedeTV!, de acordo com o blog do jornalista Fernando Oliveira.
Vale lembrar que a programação da folia no canal será comandada por Antonia Fonetelle e Ronaldo Ésper, que também haviam sido escalados e já confirmaram presença.

Fonte: Rondônia Dinâmica

Ex-BBB Yuri nega affair com Dany Bananinha: 'Nunca ficamos'


O ex-BBB Yuri Fernandes negou que esteja tendo um caso com Dany Bananinha. Os dois foram vistos em uma festa no último final de semana, no Rio de Janeiro.
"Somos apenas amigos, nunca ficamos. Não sei de onde tiraram isso", garantiu ao “Ego”.
O lutador afirmou que não está pensando em se relacionar com ninguém no momento. “Estou solteiro, trabalhando muito, com duas empresas, uma de suplementos e outra de biocimento, e estou indo viajar agora para fazer presença vip no Carnaval de Florianópolis, ou seja, super correria, estou com outro foco."
O moço está solteiro desde o fim conturbado do namoro com a ex-bailarina do Faustão, Angela Sousa, em outubro - na época, a jovem acusou o então companheiro de tê-la agredido. Já Dany se separou do sertanejo Mariano, da dupla com Munhoz, em janeiro deste ano.

Fonte: Tribuna Hoje

Em livro, Valéria Valenssa fala sobre alcoolismo do pai e depressão

Aniversário Boni - Valeria Valenssa e Hans Donner (Foto: Claudio Andrade/Fotorio News)
Valeria Valenssa e Hans Donner: paixão avassaladora
(Foto: Claudio Andrade/Fotorio News)
Aonde vai, Valéria Valenssa é reconhecida. Afinal, a atriz e bailarina ficou internacionalmente conhecida como a Globeleza, musa das vinhetas de carnaval da Globo na década de 1990. Impossível não lembrar o gingado elegante dessa carioca, que mesmo nua, capenas com o corpo pintado, nunca pareceu vulgar. Até chegar ao posto, no entanto, uma estrada tortuosa teve que ser percorrida por ela.

E é isso que Valéria conta em "Valéria Valenssa, uma vida de sonhos", sua biografia, lançada na última semana. Em vários trechos do livro escrito por Laura Bergallo e Josiane Duarte traz vários depoimentos da atriz em primeira pessoa. Valéria contra sobre sua infância na Pavuna, nas aulas de handbol, do sonho de ser uma estrela e da dificuldade financeira, além das constantes brigas em casa por conta do alcoolismo do pai. "Meu pai chegava em casa ‘alegre’. Minha mãe não o deixava entrar. Ele tinha que dormir no carro. Lembro de muitas vezes em que ele me chamava, pedia para eu abrir a porta da casa. Mas eu não podia fazer isso, senão minha mãe brigava comigo também. Meu pai era muito bonito, as mulheres viviam dando em cima dele, e minha mãe sempre foi muito ciumenta. Teve uma vez em que estávamos todos no supermercado e, quando chegou a hora de pagar, meu pai disse para minha mãe ir com a gente para o carro. Como ele estava demorando, ela me pediu para ir atrás dele. Quando cheguei, vi que ele estava paquerando a moça do caixa. Na minha inocência, achei aquilo estranho e fui contar para a minha mãe. Acabou dando uma enorme confusão; eles foram brigando dentro do carro até chegarmos em casa. Depois desse dia, nunca mais tive a mesma
relação com meu pai. Eu costumava esperá-lo chegar à noite do trabalho, na hora do Jornal Nacional, e tirava os sapatos dele. Depois desse dia, nunca mais fiz isso", relata ela em um dos muitos capítulos de completa franqueza.
Valéria não poupa elogios ao marido Hans Donner, por quem sempre nutriu uma paixão avassaladora. "Nunca imaginei que fosse ficar com ele. Eu idealizava e pensava em arrumar alguém parecido, que me tratasse como ele me tratava. O Hans é um gentleman, muito educado. A maneira como ele agia comigo, de abrir a porta para mim... acho que isso me encantou. E eu me perguntava: será que um dia vou encontrar um homem como esse? Além do mais, ele tinha aqueles incríveis olhos azuis. Eu ficava hipnotizada pelos olhos dele! Sempre sonhei com aquele amor romântico, das flores, dos presentes...", derrama-se, em mais um depoimento.

Valéria Valenssa na década de 1990 (Foto: TV Globo)

A Globeleza dos anos 1990 também fala sobre o momento de depressão em função da fama. "Eu, já famosa, tinha tudo, mas me faltava algo. Havia vezes em que, mesmo eu recebendo muitos elogios e muito carinho, quando ia dormir, me sentia solitária; faltava algo indefinível dentro de mim. Eu ficava buscando alguma coisa que me preenchesse. Quanto mais eu tinha, mais queria. É uma cegueira, não tem controle. Não importa quantas matérias e entrevistas tivesse feito, mas sempre queria ser a capa, era uma coisa meio doentia. Posso falar com propriedade porque eu vivi isso. Tive fama, dinheiro, viajei muito, e ainda assim sentia que faltava alguma coisa", conta ela:

A depressão veio com a demissão da Globo. Valéria não aceitava que de uma hora para a outra iria deixar de ser famosa e ficou seis meses apática com a vida. "Naquele momento, eu achava que a vida não tinha sentido. Os meninos me alegravam, me distraíam. Mas a depressão era profunda. Até eu cair na realidade de que a família era o mais importante, demorou um tempo. Foi um período difícil. Eu estava descontrolada", relata. Segundo Valéria, as coisas só começaram a clarear ao tornar-se evangélica: "Eu lia a Bíblia, orava sozinha, orava com os meninos em casa. Foi natural a forma como Deus agiu na minha vida. Esse Deus em que eu creio me tirou da depressão. Não sinto mais falta da fama, nem do sucesso que fazia como Globeleza. Esse tempo passou".

Fonte: EGO