segunda-feira, 4 de abril de 2016

Morre a atriz Tereza Rachel, aos 80 anos, no RJ


A atriz fluminense Tereza Malka Bradwain Taiba de la Sierra, de 80 anos, faleceu neste sábado (2), mas a notícia só chegou hoje aos jornais. Estava internada no Rio de Janeiro desde dezembro do ano passado por complicações no intestino.

Vida
Tereza nasceu em 19 de agosto de 1935 na cidade de Nilópolis, em uma família de imigrantes judeus. Foi casada com um espanhol e posteriormente com o cineasta Ipojuca Pontes.
Começou sua vida artística em 1955, atuando na peça Os Elegantes, de Aurimar Rocha (morto em 1979). Sua carreira na televisão se iniciou em 1966, na novela da extinta TV Excelsior 'A Pequena Karen'. Começou a ter reconhecimento nacional ao atuar na novela 'O Rebu' (1974) como Lupe, uma das suspeitas de ter matado a personagem Sílvia, vivida por Bete Mendes. É muito lembrada pelas suas personagens que demonstravam vilania e desvio de conduta, como a Rainha Valentine, de 'Que Rei Sou Eu?' (1989) e a neurótica Francesca de 'A Próxima Vítima' (1995).
Quando interpretava a personagem Clô Hayalla, de 'O Astro', em 1978, sofreu um acidente automobilístico em junho daquele ano. Sofreu apenas escoriações no corpo e voltou às gravações da novela dias depois.
Fundou em 1971 o Teatro Tereza Rachel, que tinha em cartaz muitas peças aclamadas pela crítica durante os anos 80 e hoje é propriedade da Igreja Universal desde 2001, pois a atriz estava com problemas de manutenção do teatro.

Tereza Rachel em cena da novela A Próxima Vítima

A atriz como a Rainha Valentine, de Que Rei Sou Eu?

Em sua residência
Na pele de Rebeca, de Caras e Bocas

Atuando em sua primeira novela global, O Rebu

Tereza no set de Era Uma Vez, em 1998

Nenhum comentário: