segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Monica Iozzi é condenada a pagar R$ 30 mil a ministro após comentário político

Purepeople - Quando o assunto é política, Monica Iozzi está sempre à frente para dar suas opiniões, que estão sempre gerando burburinho nas redes sociais. Mas desta vez, a atriz, que já deu início as gravações da série "Vade Retro" comTony Ramos, foi condenada a pagar uma multa de R$ 30 mil e mais custas do processo e honorários advocatícios ao ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes.
É que a ex-apresentadora do "Vídeo Show" publicou uma foto de Mendes em seu perfil do Instagram, com uma faixa vertical semelhante a de um estacionamento proibido, e associou sua imagem à prática de crimes de violência social. No post, a ex-affair de Klebber Toledo criticou habeas corpus dado ao médico Roger Abdelmassih: "Se um ministro do STF faz isso, nem sei o que esperar".
Segundo a colunista Keila Jimenez, do "R7", Mendes abriu processo contra ela pedindo indenização por danos morais. O juiz que analisou o caso disse que Monica poderia dar sua opinião política, mas não "violar a dignidade, a honra e a imagem " do ministro.

Atriz não teme mudar visual por personagens
Para a série "Vade Retro", prevista para ir ao ar em 2017, Iozzi precisou passar por uma mudança em seu visual: diminuiu o comprimento dos fios e escureceu os cabelos. Anteriormente, a artista havia clareado mais as madeixas, mas todas essas transformações não são um problema para ela já que é tudo para os novos personagens na TV.
"Sou vaidosa, mas se precisar cortar e raspar o cabelo, não tenho o menor problema com isso", disse Monica à revista "Glamour".

(Por Rahabe Barros)

Nenhum comentário: