quarta-feira, 16 de março de 2016

Eliminada do 'The Voice Kids', ex-Chiquitita critica participante do programa


Júlia Gomes, eliminada do 'The Voice Kids', causou polêmica nas redes sociais neste domingo (13) durante a transmissão do reality musical. A ex-Chiquitita criticou o participante Wagner Barretos. “Apelação ver pai tirando a dentadura para aparecer em rede nacional, but [mas, em inglês]... é isso", escreveu no Twitter.
Como a declaração não foi bem recebida por alguns dos seus seguidores, Júlia disse que era melhor “não ser muito sincera”. No entanto, na segunda-feira (14), a adolescente de 14 anos garantiu que sua conta foi hackeada.
“Ontem, enquanto eu ensaiava pro meu pocket show com meu amigo @jonnymacari, no mesmo horário em que passava o The Voice Kids, a minha conta do Twitter foi invadida, algumas horas depois tive o conhecimento e meus pais tomaram as providências para ter a conta de volta e deletaram os comentários assim que conseguiram recuperar a conta. Torço muito para todos meus amigos participantes do The Voice Kids, gosto muito do Wagner, não assisti ao programa ontem, mas meu avô gravou para mim", disse ela.
De acordo com a assessoria da atriz, os pais da menina já estão tomando as devidas providências. "Hackearam a conta dela. Só algumas horas depois conseguiram pegar a conta de volta. A mãe já tomou as medidas cabíveis a isso e a mesma colocará um comunicado oficial. Até porque ela nem assistiu o programa ontem, estava em um trabalho e tem como provar isso", disse.

Fonte: Correio do Estado

Dilma explica conversa com Lula e diz que divulgação de áudio por Moro viola a lei

O Palácio do Planalto divulgou nesta quarta-feira (16) nota em que explica o teor da conversa telefônica entre a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente e agora ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, gravada pela Operação Lava Jato e divulgada após o juiz federal Sérgio Moro retirar o sigilo do processo.
A nota afirma que a conversa teve "teor republicano", repudia "com veemência" a divulgação e diz que a Presidência vai adotar medidas para reparar o que classificou como "flagrante violação" da lei e da Constituição Federal.
De acordo com a Presidência, o termo de posse de Lula como novo ministro-chefe da Casa Civil foi encaminhado para que ele assinasse caso não pudesse comparecer à cerimônia, marcada para esta quinta-feira (17).


Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência, a cerimônia de posse do novo ministro está marcada para amanhã, às 10h, no Palácio do Planalto. "Uma vez que o novo ministro, Luiz Inácio Lula da Silva, não sabia ainda se compareceria à cerimônia de posse coletiva, a Presidenta da República encaminhou para sua assinatura o devido termo de posse. Este só seria utilizado caso confirmada a ausência do ministro", diz o comunicado.
Junto com Lula vão tomar posse os novos ministros da Justiça, Eugênio Aragão e da Secretaria de Aviação Civil, Mauro Lopes. Além disso, o cargo da chefia de gabinete pessoal terá status de ministério e será ocupado por Jaques Wagner.
"Assim, em que pese o teor republicano da conversa, repudia com veemência sua divulgação que afronta direitos e garantias da Presidência da República. Todas as medidas judiciais e administrativas cabíveis serão adotadas para a reparação da flagrante violação da lei e da Constituição da República, cometida pelo juiz autor do vazamento", completou.

Fonte: Correio da Bahia

Jovem que teve rosto reconstruído depois de acidente é criticada por nova aparência

Uma jovem que teve o rosto reconstruído depois de sofrer um acidente de carro publicou uma mensagem de repúdio a quem comete bullying contra ela por causa de sua nova aparência. 
A escocesa Chloe Thompson, 19 anos, se recuperou completamente dos graves ferimentos que sofreu quando tinha 12 anos. Feliz com sua nova aparência, ela posta fotos nas redes sociais em poses sensuais e faz selfies, como muitas outras pessoas, mas está sendo bastante criticada.
"Plastificada", "fake", "barbie de araque" e "boneca inflável" são alguns dos comentários maldosos, disse o site 'Daily Mail'.


Grave acidente
Chloe tinha 12 anos quando o carro em que ela estava bateu em uma árvore. Ela sofreu múltiplas fraturas e teve o rosto desfigurado. Segundo informações do 'Daily Mail', o estado dela era tão grave que os médicos removeram sua face para reconstruir a estrutura óssea do rosto. 
Essa foi apenas uma das cirurgias que a escocesa teve que se submeter ao longo de anos de recuperação. "Ninguém pode imaginar o que passei. Foram oito anos de sofrimento, entre cirurgias e processos de reabilitação", escreveu Chloe em um desabafo.
Chloe precisou passar por cirurgias para realinhar as pernas, fraturadas no acidente, e ficou usando cadeira de rodas por um tempo.

Críticas e desabafo
Vários anos e cirurgias depois, a escocesa conseguiu se recuperar, virou esteticista e se dedicou à própria aparência, atraindo a atenção de pessoas maldosas.
Na sua página do Facebook, Chloe fez um desabafo e compartilhou sua história. "A foto à esquerda é de como eu fiquei depois de um acidente de carro, aos 12 anos. Eu tive que ficar assim por alguns anos ouvindo todo tipo de disgnóstico pessimista. Tive inúmeras fraturas ósseas e tive que ficar em uma cadeira de rodas por um ano, além de resconstruir a face!"
"Então, acho que estou me saindo bem e estou feliz com minha aparência, pois eu nunca imaginei que ficaria tão bem de novo. Sendo assim, me deixem em paz. Nunca tinha tocado nesse assunto com muitos dos meus amigos e agora tive que me abrir para todo o Facebook. Se você tiver alguma coisa para dizer, me mande e-mail agora".
A mãe de Chloe, Jennifer McLean, elogiou a declaração corajosa da filha. "Você é uma inspiração para todos, inclusive para mim... Tudo que você passou... Eu amo você e sua beleza interior. Não posso dizer o quanto eu te admiro e não há palavras suficientes para expressar o quanto sou orgulhosa de você".

Bailarina amputada volta a dançar graças a prótese inovadora


Uma prótese específica para dançar ballet clássico, feita sob medida, devolveu a uma jovem no Brasil o sonho de ser bailarina. Em 2003, Melina Reis teve um acidente de viação e, devido a complicações e 20 cirurgias depois, sofreu uma amputação na perna esquerda. Mas a jovem, na altura com 18 anos, não desistiu e consultou o médico especialista em próteses José André Carvalho em busca de uma solução.
José André Carvalho, que é diretor do Instituto de Prótese e Órtese de Campinas, aceitou o desafio.
"Consultei a literatura e não há nada publicado em relação à confeção de um pé para uso de sapatilha de ponta", conta o especialista, citado pelo jornal britânico “Independent”.
Para desenvolver a prótese, que fica na posição de ponta, foi preciso aplicar conceitos de biomecânica e cálculos matemáticos, diz o médico. O pé direito de Melina Reis foi utilizado como molde e a prótese foi feita a partir de uma mistura de resina, fibra de carbono e gesso.
“O desafio é ela conseguir manter-se equilibrada sobre a prótese usando apenas um centímetro quadrado como área de apoio”, explica José André Carvalho.

Após alguns testes e ajustes, a prótese ficou pronta e encaixou perfeitamente dentro da sapatilha de ballet clássico. Menos de uma semana depois do fim dos testes com o novo pé de bailarina, a jovem voltou às aulas de ballet..
"Foi maravilhoso. Senti-me viva de novo. Parece que estou a viver um sonho, nem parece que é verdade. A maior dificuldade é o nervosismo, a emoção, que não dá para controlar muito bem, além da questão do equilíbrio, claro", conta Melina Reis.

Fonte: TVI 24

Caso de Polícia: Professor de música é preso por estupro em menina de 11 anos


Nesta terça-feira, 15, a Polícia Civil de Iporá prendeu um professor de música de Iporá que cometeu estupro em uma aluna de 11 anos.
O delegado Ramon Queiroz relatou para esta reportagem que na manhã desta terça-feira, a adolescente e seu pai procuraram a Polícia Civil e informaram que o citado professor de música da adolescente teria aproveitado que a mesma estava sozinha em casa e, sob o pretexto de querer ver seu caderno, teria agarrado a mesma e tocado em seu corpo, jogado na cama e pulado em cima da mesma.
A adolescente gritou e pediu para que o professor não fizesse aquilo. Após isso, o professor teria proposto dar de presente a adolescente um teclado para que a mesma consentisse com a relação sexual.
Assim que informada, a equipe da Polícia Civil saiu em procura do professor e conseguiu localizá-lo. O mesmo foi ouvido e confirmou a veracidade dos fatos. Foi lavrado o auto de prisão em flagrante contra o professor. Segundo o delegado Ramon Queiroz, é possível que ele tenha aliciado outras crianças, haja vista que começam a chegar denúncias de que o fato é corriqueiro.
O delegado pede que, caso os pais percebam ou tenham ciência de algum fato ocorrido com seus filhos, que procure a Delegacia de Polícia para que seja verificada a situação. A atitude da adolescente em avisar o pai e a polícia foi extremante importante para se chegar a autoria e para que fosse possível a prisão do mesmo. Vale dizer que, conforme a lei, mesmo que não haja conjunção carnal, considera-se estupro este tipo de conduta, com abordagem e toques que visem isso.
O delegado Ramon Queiroz afirmou para a reportagem que o nome da adolescente e do acusado serão preservados para garantir a integridade de ambos.

Fonte: Oeste Goiano

Moro divulga grampo de conversa de Lula e Dilma; ouça


A Operação Lava Jato monitorou conversas telefônicas entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que sugerem tentativa de influência no Ministério Público e no Judiciário e também conversa desta quarta-feira, 16, entre o ex-presidente e a presidente Dilma Rousseff e o ministro.
"Trata-se de processo vinculado à assim denominada Operação Lava Jato e no qual, a pedido do Ministério Público Federal, foi autorizada a interceptação telefônica do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de associados", registra o juiz Sérgio Moro.
Moro registra que Lula sabia ou desconfiava que era monitorado. "Rigorosamente, pelo teor dos diálogos gravados, constata-se que o ex-presidente já sabia ou pelo menos desconfiava de que estaria sendo interceptado pela Polícia Federal, comprometendo a espontaneidade e a credibilidade de diversos dos diálogos."

O juiz da Lava Jato remeteu o conteúdo referente a Lula para o Supremo Tribunal Federal (STF), após ele ser nomeado ministro da Casa Civil, nesta quarta-feira. "A interceptação foi interrompida." O juiz registra que "alguns diálogos sugerem que tinha conhecimento antecipado das buscas efetivadas em 4 de março de 2016." Neste dia, o ex-presidente foi alvo da Operação Aletheia e levado coercitivamente para depor. Sua casa e a dos filhos passaram por buscas.

Influenciar
"Observo que, em alguns diálogos, fala-se, aparentemente, em tentar influenciar ou obter auxílio de autoridades do Ministério Público ou da Magistratura em favor do ex-presidente", afirma Moro.
Ele pondera, no entanto, que "não há nenhum indício nos diálogos ou fora deles de que estes citados teriam de fato procedido de forma inapropriada e, em alguns casos, sequer há informação se a intenção em influenciar ou obter intervenção chegou a ser efetivada".
Um dos casos citados envolve uma ministra do STF. "Há, aparentemente, referência à obtenção de alguma influência de caráter desconhecido junto à Exma. Ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal, provavelmente para obtenção de decisão favorável ao ex-presidente na ACO 2822, mas a eminente Magistrada, além de conhecida por sua extrema honradez e retidão, denegou os pleitos da Defesa do ex-Presidente."
Há ainda citação do presidente do STF, Ricardo Lawandowski. "De igual forma, há diálogo que sugere tentativa de se obter alguma intervenção do Exmo. Ministro Ricardo Lewandowski contra imaginária prisão do ex-Presidente, mas sequer o interlocutor logrou obter do referido Magistrado qualquer acesso nesse sentido. Igualmente, a referência ao recém nomeado Ministro da Justiça Eugênio Aragão ("parece nosso amigo") está acompanhada de reclamação de que este não teria prestado qualquer auxílio."
Moro destaca ainda que fez essas referências apenas para deixar claro que as aparentes declarações pelos interlocutores em obter auxílio ou influenciar membro do Ministério Público ou da Magistratura não significa que esses últimos tenham qualquer participação nos ilícitos, o contrário transparecendo dos diálogos".

"Isso, contudo, não torna menos reprovável a intenção ou as tentativas de solicitação."

O juiz da Lava Jato levantou sigilo sobre os áudios. "Observo que, apesar de existirem diálogos do ex-Presidente com autoridades com foro privilegiado, somente o terminal utilizado pelo ex-Presidente foi interceptado e jamais os das autoridades com foro privilegiado, colhidos fortuitamente."
E remeteu a parte referente a Lula ao STF. "Diante da notícia divulgada na presente data de que o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria aceito convite para ocupar o cargo de Ministro Chefe da Casa Civil, deve o feito, com os conexos, ser remetido, após a posse, aparentemente marcada para a próxima terça-feira (dia 22), quando efetivamente adquire o foro privilegiado, ao Egrégio Supremo Tribunal Federal."


Fonte: Portal A Tarde

Banda XCalypso apresenta primeira música com novo trio de vocalistas


A banda XCalypso lançou na tarde desta quarta-feira (16) na internet a música "O Estranho", a primeira apresentada pelo grupo com o novo trio de vocalistas atuando ao lado do guitarrista Ximbinha. Escute a música "O Estranho" aqui.
A gravação tem a pernambucana Leya Emanuelly como voz principal. O trio de vocalistas conta ainda com os paraenses Gêh Rodrigues e Carla Maués, última integrante a ser apresentada.
O grupo XCalypso renovou sua formação cerca de três meses após o guitarrista Ximbinha anunciar a mudança de nome e o novo projeto musical - seu primeiro sem a ex-mulher Joelma, com quem tocava na banda Calypso.
A primeira vocalista do grupo foi Thábata, cantora de Mossoró com quem Ximbinha encerrou oficialmente a parceria em 30 de janeiro por "divergências conceituais", de acordo com nota oficial divulgada pela banda.

Fonte: G1

"Não sou gay", diz ex-BBB Renan

Se durante o confinamento Renan deixou dúvidas sobre quem seria a "pessoa" a quem ele devotou amor, aqui fora, e por isso se conteve, ao ser eliminado na noite de terça-feira (15) ele tratou de acabar com o mistério.
"A pessoa é uma mulher com quem errei muito. Eu gosto dessa pessoa. Eu estava fora do Brasil, a gente estava conversando. O tempo todo desconfiavam da minha sexualidade. Como trabalho na área da moda passo por isso o tempo todo. Homem não pode falar não para uma mulher. Eu não sou gay", garantiu.
O modelo contou que sentiu sua eliminação já ao ser indicado para o paredão contra Geralda e Ronan.
"Devido a tudo o que rolou lá dentro e porque a Ana Paula é querida, achei sim que ia sair. Mas eu sei da minha luta. Sabia que teria uma forte pressão".
Renan acredita que agiu corretamente em seu voto, colocando Geralda no paredão.
"Agi totalmente com meu coração. Tentei defender a Cacau. Dona Geralda começou o jogo amiga de todo mundo. Disse algumas vezes que eu e Matheus éramos os preferidos dela. E fui vendo que não era bem assim. Ou você joga limpo e direto, como Ronan faz e a Ana fazia, ou deixa de fazer tipo e joga sujo".
O bonitão assegurou que não planejou ou forçou a expulsão de Ana Paula, que o agrediu com dois tapas no rosto.
"Na noite em que ela me deu os tapas, ela me provocou direto, a noite inteira e em momento nenhum eu pensei em irrita-la. Achava que se ela tivesse que sair, seria comigo no paredão".
Para Renan, ter ficado sozinho no quarto assistindo a tudo o que falavam, mudou completamente sua concepção do jogo. E o fez entender um pouco melhor o que Ana Paula sentiu.
"O pessoal assistindo ali é totalmente diferente de assistir na casa. Até entendo o fato da Ana ter mudado depois disso, só não entendo a maneira como ela trata as pessoas. Não sei como ela vai me tratar aqui fora, na verdade a gente não tem conversa".
Matheus destacou ainda que achou que seria agredido pela mineira na primeira briga.
"Aquele copo que Ana quebrou, na primeira briga que tivemos, era pra quebrar na minha cara. Dá pra ver que ela não mede as consequências, ela estava irritando a casa toda, era um inferno conviver com ela. Eu em momento nenhum tentei provocá-la para me bater".
Ele não escondeu que ficou mais à vontade sem a oponente na casa. 
"Fiquei mais leve com o tempo e depois que a Ana saiu o ambiente ficou mais leve. Como experiência o que levo é de que nada está tão ruim que não possa piorar. Vi que a convivência com pessoas de comportamento totalmente diferente do meu é complicada".
Ao saber pelos repórteres que Ana Paula enfim arrumou o primeiro emprego - como repórter do Vídeo Show - ele não deixou de comentar.
"Que bom que agora está trabalhando, 35 anos sem trabalhar, né? Já passou da hora".
A amizade com Matheus vai continuar fora do confinamento, mas Renan criticou o amigo.
"Matheus está totalmente errado. Gosto dele, mas falei pra ele tentar ser mais correto. Tanto ele quanto Dona Gê estão sendo falsos no jogo". 
Decidido a retomar a rotina de modelo, Matheus quer se dedicar também às novas oportunidades.
"Quero continuar minha carreira de modelo e deixar a vida me levar. Se surgir alguma coisa, preciso primeiro aprender para não fazer feio". 
Na torcida por Cacau, ele acredita que Munik levará o prêmio de R$ 1,5 milhão.

"Ela é muito esperta".

Fonte: Portal O Dia

'Fico feliz que a justiça tenha sido feita', diz Taís Araújo, sobre prisões


O titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio, Alessandro Thiers, afirmou, na manhã desta quarta-feira (16), que apenas um grupo foi responsáveis por ofensas racistas na Internet a Thaís Araújo, Maria Júlia Coutinho e Sheron Menezes. Em entrevista à imprensa no início da tarde na Cidade da Polícia, Subúrbio do Rio, ele detalhou a operação em sete estados que aconteceu mais cedo e teve cinco presos - quatro com mandados e mais um em flagrante. Já Taís comentou brevemente a operação no início da tarde.
Procurada pela TV Globo, a atriz não gravou entrevista, mas disse: "Fico feliz que a Justiça tenha sido feita. Espero que crimes desse tipo, contra qualquer mulher negra, não fiquem impunes".

saiba mais


Segundo Thiers, ao todo, a ação teve quatro prisões. A operação aconteceu em sete estados: Rio, Paraná, Santa Catarina, Bahia, Minas, São Paulo e Rio Grande do Sul. A ação tinha como objetivo cumprir quatro mandados de prisão e 11 de busca e apreensão.
"É o mesmo grupo [que ofendeu Taís, Sheron e Majú]. A intenção era chamar atenção. Escolhiam pessoas públicas, com notoriedade e seus integrantes se mobilizavam. Havia um código de conduta, se eles não participassem (das ofensas) eram punidos", diz o investigador.


A ação
Foram presos homens em Santa Catarina, São Paulo, Bahia e Rio Grande do Sul. O detido em Porto Alegre foi preso em flagrante por ter acervo de vídeos com imagens de pedofilia. Os investigadores teriam ficado "horrorizados" com vídeos de crianças de 1 a 5 anos.
Thiers disse que, "em pleno século XXI nada justifica a atitude" do grupo. O titular da DRCI afirmou ainda que a prisão foi uma demonstração de força das polícias de todo o Brasil e que nada na web é anônimo.
"Tudo que acontece na internet deixa rastro. É importante que as pessoas registrem os casos na delegacia", afirmou, De acordo com ele, o "grupo é imenso" e outras pessoas ainda podem ser presas.
Às 8h51, um homem já tinha sido preso, na cidade de Brumado, na Bahia. Em São Paulo, um dos suspeitos de liderar o grupo que cometeu ataques racistas, que é menor de idade, foi apreendido em Jandira. Ele foi encaminhado para a Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC).
Um jovem de 20 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (16) em Sertãozinho (SP) por suspeita de envolvimento nos ataques racistas ocorridos na internet contra a atriz Taís Araújo. Segundo a Polícia Civil, o suspeito é administrador de um grupo no Facebook que postou mensagens de conteúdo racista na página da atriz.

Um dos alvos de prisão no Paraná é de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O suspeito já está preso desde dezembro de 2015 pelo crime de pedofilia e também será investigado por essa prática criminosa. Outro mandado de busca também foi cumprido em São José dos Pinhais.

Tiago foi preso na Bahia nesta quarta-feira (10)
(Foto: Divulgação / Polícia Civil)
No Rio Grande do Sul, os mandados de busca e apreensão foram executados em Porto Alegre e Cachoeira do Sul, na Região Central. Na capital, um suspeito de praticar os crimes foi levado à delegacia para prestar depoimento e acabou preso por posse de material pornográfico ilegal. Com ele, foi apreendido um computador. No fim da manhã, os agentes fizeram mais uma prisão em Navegantes, Santa Catarina.

Fonte: G1

Marcelo Adnet cria 'Game of Nomes', série ainda mais confusa que 'Game of Thrones' (VÍDEO)


Vídeo retirado da página do programa 'Tá no Ar'
Marcelo Adnet entrou de cabeça nos diálogos de Game Of Thrones para criar uma versão paralela ainda mais complica de acompanhar. Duvida? Então dá uma olhadinha no vídeo acima.
Em Game Of Nomes, os personagens não tempo para nada além de se apresentar. Bem, o motivo é meio óbvio, certo?


"Poder, traição, luxúria e muitos, mas muitos personagens. A série onde nem os atores conseguem se entender. Imagina você".
Mais um esquete que vem para comprovar a ótima fase do Tá no Ar.

Fonte: Brasil Post

Gêmeas idênticas querem ficar grávidas ao mesmo tempo... do mesmo homem


As gêmeas idênticas Anna e Lucy DeCinque dividem a mesma cama, o mesmo telefone celular, o mesmo estilo de cabelo, a mesma dieta e... o mesmo namorado!
Em entrevista ao programa "The Insight", em TV da Austrália, as mulheres de 30 anos voltaram a surpreender ao afirmar que planejam ficar grávidas juntas. Do mesmo homem.

A justificativa:
"Se eu ficar grávida, Lucy terá que ficar grávida em seguida. Porque nossos corpos precisam ser o mesmo corpo", disse Anna.
O namorado de quem Anna e Lucy pretendem engravidar se chama Ben Byrne, é mecânico e também gêmeo, mas não idêntico.


Anna e Lucy dizem que ainda não é o momento para engravidar, mas que, quando ele chegar, será para as duas.
"Teria que ser exatamente da mesma forma, mesmo que tenhamos que fazer fertilização juntas", comentou Anna.
As gêmeas ganharam fama após serem eleitas "as mais idênticas do mundo" por uma TV do Japão, que usou tecnologia avançada de reconhecimento de rostos para chegar ao resultado. 
De acordo com o "Mirror", as duas já gastaram mais de R$ 600 mil em procedimentos estéticos para ficar ainda mais parecidas.

Governo Federal disponibiliza R$ 10,9 milhões para acelerar diagnóstico de microcefalia nos estados

Incentivo do Ministério da Saúde será de R$ 2.200 por caso suspeito e deverá ser utilizado na busca ativa dos casos, transporte e diagnóstico. Ação, que será realizada em parceria com o MDS, vai agilizar a concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC)
O Ministério da Saúde e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome lançam, nesta terça-feira (15), uma ação para acelerar a identificação e o diagnóstico de 4.976 crianças com suspeita de microcefalia, além de garantir o encaminhamento das famílias para obtenção de benefícios assistenciais. Serão repassados aos estados R$ 2,2 mil por caso suspeito notificado para busca ativa das crianças, transporte, hospedagem e diagnóstico por imagem. A previsão é que o investimento total seja de R$ 10,9 milhões.
A portaria interministerial que estabelece a Estratégia de Ação Rápida para o Fortalecimento da Atenção à Saúde e Proteção Social das Crianças com Microcefalia prevê que os estados façam a busca ativa de todos os casos em investigação ou confirmados de microcefalia até agora, com o encaminhamento para os serviços de reabilitação, até 31 de maio. O plano busca ainda oferecer às crianças e suas famílias proteção social e instrução para solicitação do Benefício de Prestação Continuada (BPC).
De acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, a ação integrada entre as redes do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Assistência Social (SUAS) possibilitará que os bebês notificados sob suspeita de microcefalia sejam submetidos, de maneira mais rápida, para a confirmação ou a exclusão do diagnóstico. “Este apoio adicional é um estímulo para os gestores localizarem as crianças, levá-las para fazer o diagnóstico e encaminhá-las para os serviços complementares, de saúde e de proteção social. Além de importante para dar celeridade ao conhecimento de cada caso, essa é uma questão humanitária, para que as famílias saibam se seus filhos notificados sob suspeita estão ou não com microcefalia”.
Pelo acordo, os estados receberão duas parcelas de R$ 1.100,00 por criança identificada, submetida a exame diagnóstico e direcionada para os programas de estimulação precoce e reabilitação, nos meses de março e abril. Cada unidade federativa deverá ajustar o cumprimento da iniciativa com os municípios com base nos casos notificados, nas respectivas Comissões Intergestores Bipartites (CIB).
Os recursos serão disponibilizados pelo Ministério da Saúde, por meio de teto extra de Média e Alta Complexidade e deverão ser utilizados para a realização dos exames de imagem que confirmam a microcefalia, como a ultrassonografia transfontanela e/ou tomografia. Também devem ser usados no transporte dos pacientes para fazer o diagnóstico, e cobrir despesas para o cumprimento da Estratégia.
A Estratégia estabelece que as crianças confirmadas com microcefalia e suas famílias sejam direcionadas pelos profissionais de saúde para os Centros de Referência em Assistência Social (CRAS). Nessas unidades, elas poderão ser incluídas nos serviços de proteção social do Ministério do Desenvolvimento Social, e, também, orientadas para a possível obtenção do Benefício de Proteção Continuada (BPC). No valor de um salário mínimo, este auxílio é oferecido a pessoas com deficiência comprovada, com renda per capita familiar de R$ 220,00.
A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, destacou o imediato engajamento da rede de Assistência Social, por meio das equipes que compõem mais de 10 mil unidades, em todo o país, para a localização e identificação dos casos. Ela anunciou a realização de mutirões nos estados com maior número de casos notificados de microcefalia, como ocorreu no último final de semana nas cidades de Recife/PE, Salvador/BA, Fortaleza/CE e São Luís/MA. “Estamos construindo um caminho em que a criança, sendo diagnosticada com microcefalia, possa ser encaminhada para um conjunto de profissionais, para a realização de diagnóstico, tanto para a atenção especializada de saúde como para acolhimento e proteção social, inclusive das famílias, e, também, para subsidiar um eventual benefício, como o BPC”.
O instrumento válido para a solicitação do benefício será o laudo circunstanciado, emitido em duas vias por médico vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS) e assinado pelo responsável médico do estabelecimento autorizado. Uma via deverá ser entregue ao responsável pela criança, e a outra, encaminhada ao gestor estadual do SUS, para a atualização do caso nos dados da vigilância epidemiológica.

MONITORAMENTO – O Ministério da Saúde estabeleceu, ainda, que o monitoramento dos resultados da Estratégia, com os casos diagnosticados, será realizado por meio de planilhas a serem enviadas semanalmente pelos gestores estaduais à pasta. Além disso, há previsão de acréscimo de recursos aos estados em que houver a notificação de casos em investigação, conforme explicou o secretário de Atenção à Saúde, Alberto Beltrame.
“Os R$ 2,2 mil que o Ministério da Saúde está disponibilizando aos estados e municípios é o suficiente para as necessidades de localização das crianças com o respectivo diagnóstico, incluindo transporte, hospedagem, remuneração de profissionais, eventualmente pagar a sedação para exames como tomografia e a elaboração do laudo circunstanciado. E, ainda, o valor vai possibilitar a melhor forma de planejamento da assistência à saúde e de proteção social das crianças e suas família, além de subsidiar o encaminhamento para a concessão de benefício”, explicou o secretário.
Os estados que não conseguirem realizar o diagnóstico e encaminhamento para os serviços de reabilitação dos casos notificados - durante a vigência da portaria - terão os valores, que forem pagos antecipadamente, descontados dos seus respectivos tetos de Média e Alta Complexidade. Novos casos notificados também serão incluídos na estratégia.

Fonte: Segs

BBB16: Renan é eliminado


O modelo Renan somou seis pontos e foi eliminado no sétimo paredão do "BBB16", realizado nesta terça-feira (15). Ronan e Geralda permanecem na casa e na disputa pelo R$ 1,5 milhão. Mais votado em todas regiões do país, Renan foi o nono participante a deixar a casa. 
O paredão desta noite foi o quarto a ser contabilizado a nível regional e o último formado por três brothers. De acordo com o resultado oficial da TV Globo, Renan recebeu 55,47% dos votos na região Norte, 52,24% no Nordeste, 57,07% no Centro-Oeste, 52,74% no Sudeste e 49,86% no Sul. Os votos enviados por telefone e SMS somaram 51,42% dos votos e acrescentaram mais um ponto para o paulista.
Poucos minutos antes de anunciar o resultado da votação, o apresentador Pedro Bial ressaltou: "Ronan foi um mero espectador [neste paredão]. A disputa foi entre Geralda e Renan e mobilizou mais de 92 milhões de votos".

Formação
A formação do terceiro e último paredão triplo começou com o reaparecimento de Renan, que ficou escondido no segundo andar da casa durante todo o dia. O modelo foi o último brother a fazer o raio-x na manhã deste domingo e, de acordo com as instruções de Pedro Bial, teve de indicar alguém direto para a berlinda. Ao retornar à casa, ele escolheu dona Geralda para disputar seu primeiro paredão: "Eu estava assistindo vocês e tive algumas surpresas. Eu preciso testar essa pessoa. Vou indicar dona Geralda".
Em seguida, o anjo Matheus imunizou Cacau na votação, dizendo: "O meu critério é sempre proteger as pessoas que eu gosto. Hoje, vou proteger a Cau, que é uma pessoa de quem eu gosto muito. Ela é minha parceira neste programa e quero que ela continue aqui por muito tempo".
Então, foi a vez da líder da semana Munik mandar Renan para o paredão triplo desta semana. "Há um tempo atrás ele era a pessoa mais distante de mim na casa. A gente se aproximou há pouco tempo, tem apenas alguns dias. Então, não seria justo indicar outra pessoa em vez dele", justificou a goiana
Ronan foi o participante mais citado no confessionário, com três votos da casa, e completou o trio de emparedados. 

Brother desaparecido
No programa da última quinta-feira, Pedro Bial anunciou uma vantagem para o participante que fosse o último a gravar o raio-x no dia da formação de paredão. "No domingo de manhã, o último participante a fazer o 'raio-x' será levado para o segundo andar, onde poderá assistir a tudo o que acontece na casa, e só voltará pouco antes da votação. Antes da bênção do anjo [Matheus], o brother que passou o dia no segundo andar terá de indicar alguém para o paredão", explicou.
Com a indicação extra, o paredão seria formado por três competidores pela terceira vez no "BBB16". Bial anunciou, ainda, que este seria o último paredão triplo desta edição. Esta foi a segunda vez que um brother teve a oportunidade de ficar escondido no segundo andar, assistindo a tudo o que acontece na casa, no "BBB16". A jornalista Ana Paula também foi beneficiada com a vantagem depois de vencer um paredão falso contra Ronan.

O modelo cobiçado
De Amparo, no interior de São Paulo, Renan Oliveira é um modelo de 29 anos. Antes do início do programa, um dos amigos do paulista avisou que nenhuma das mulheres selecionadas pela produção do programa o agradaria. Ao chegar na casa, Renan chamou a atenção de todos, principalmente Munik, por sua beleza. No início do confinamento, o brother foi considerado homossexual por alguns dos competidores, mas afirmou que é heterossexual e que não se relacionaria com outro homem.
Mesmo tendo dito que não ficaria com Munik por ter alguém especial fora da casa, o modelo conseguiu resistir por um tempo mas acabou beijando a sister após uma das festas. Porém, o romance entre eles não engatou, pois o brother se arrependeu no dia seguinte e parecia estar mais interessado em Juliana. Sem se envolver com a dançarina, Renan afirmou que pretende reatar seu antigo relacionamento após o fim do programa.
No jogo, Renan foi muito próximo de Adélia, Juliana, Tamiel e Matheus. Seuprincipal desafeto na casa foi Ana Paula, com quem protagonizou diversas brigas, discussões e troca de ofensas até que a mineira fosse expulsa do programa por agredi-lo. Ao ver seus amigos saírem do programa, o paulista chegou a pensar em desistir do reality.
O brother foi líder por três semanas consecutivas e, assim como Ana Paula, obteve a vantagem de se esconder no segundo andar para assistir a tudo o que acontecia na casa durante sua ausência.

Fonte: UOL

BOMBA: Lula é confirmado como Ministro da Casa Civil


Investigado por envolvimento ilícito com empreiteiras condenadas na Operação Lava Jato, Luiz Inácio Lula da Silva aceitou o convite de Dilma Rousseff para integrar o governo federal após reunião realizada na manhã desta quarta-feira (16), no Palácio da Alvorada. A informação foi confirmada pelo governo federal. De acordo com o Partido dos Trabalhadores (PT), a posse será realizada na próximoa terça (22). 

Leia também

Inicialmente cotado para substituir Ricardo Berzoini na Secretaria de Governo da Presidência, o ex-presidente assume o posto até então ocupado por Jaques Wagner, que agora irá comandar a chefia do gabinete.
O comunicado divulgado pelo Planalto também informa que o cargo de ministro da Secretaria de Aviação Civil será deixado por Guilherme Walder Mora Ramalho e comandado pelo deputado federal Mauro Ribeiro Lopes. "A presidente da República presta homenagem e agradecimento ao dr. Guilherme Walder Mora Ramalho pela sua dedicação", diz a nota.
Com o novo cargo, o ex-presidente passa a contar com foro privilegiado na Justiça, o que impede que ele seja julgado por qualquer instância judicial que não seja o Supremo Tribunal Federal. Assim, não cabe mais ao juiz federal Sérgio Moro, o mesmo que autorizou a obrigatoriedade de seu depoimento e o maior símbolo da Operação Lava Jato, o julgamento dos supostos crimes dos quais é acusado. 
A decisão vem menos de duas semanas após Lula ter se visto no centro das investigações da força-tarefa que investiga esquema de propina instalado dentro da Petrobras, que culminou com uma condução coercitiva – quando o suspeito é forçado a prestar depoimento – contra o ex-presidente à Polícia Federal. 
A investigação sobre Lula levou a um acirramento dos ânimos entre grupos defensores e contrários ao governo Dilma. No dia da condução coercitiva, em 4 de março, protestos se espalharam por São Paulo e Curitiba – cidade onde a Lava Jato está concentrada – e levaram movimentos antagônicos a atos de violência. O temor de conflitos em protestos se tornou uma realidade e foi a tônica dos discursos de Dilma e seus ministros ao longo da semana.
Os ânimos ficaram ainda mais acirrados na quinta-feira (10), após o Ministério Público pedir a prisão preventiva de Lula – rejeitada pela Justiça, que repassou a análise do pedido a Sérgio Moro. E impulsionou os atos contra a Dilma e o PT, os maiores já realizados na história do País, ocorridos no último domingo.

Longa negociação
A reunião, iniciada por volta das 9h, foi longa. Só após mais de sete horas de negociação direta com a presidente Dilma Rousseff, Lula optou por aceitar assumir a Casa Civil no lugar de Jaques Wagner, cargo que ocupava desde outubro passado. Ele, que deixou a reunião no Alvorada e seguiu para Salvador para celebrar o seu aniversário, irá assumir a chefia do gabinete pessoal de Dilma.
Desde que tiveram início os rumores sobre Lula integrar o governo Dilma, a Casa Civil foi apontada como a principal alternativa para que o ex-presidente integrasse o governo. O ministério de Dilma passará por uma pequena reforma com o ingresso do maior símbolo do PT, mas ainda não são conhecidos os detalhes das mudanças.


Dúvidas
Lula amanheceu o dia, depois da reunião de quatro horas e meia de ontem à noite com a presidente Dilma Rousseff, ainda muito reticente a assumir um cargo no Planalto. "Lula está em uma dúvida atroz. Ele está com muitas dúvidas sérias", reconheceram interlocutores do ex-presidente. Apesar disso, todos os integrantes do núcleo de articulação política do governo tentavam convencê-lo para dizer "sim".
O apelo da presidente Dilma a Lula foi "dramático", atestam fontes do Planalto. A alegação da chefe do Poder Executivo é de que a presença do ex-presidente na equipe seria uma espécie de "bala de prata" de sua gestão. Também participaram da reunião os ministros da Fazenda, Nelson Barbosa, e da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini.


O ministro Aloizio Mercadante, da Educação, protagonista do último problema enfrentado por Dilma por conta da delação premiada do senador Delcidio Amaral, chegou cedo ao Alvorada, mas não participou da mesma reunião de Dilma e Lula.
Em sua página no Twitter, o líder do governo na Câmara, José Guimarães, escreveu: "Ministro (Jaques) Wagner, no dia do seu aniversário, mostra grandeza e desprendimento ao deixar a Casa Civil! Lula novo ministro da pasta!"

Fonte: Último Segundo