quarta-feira, 23 de março de 2016

Klebber Toledo garante que só fica pelado em cena: 'Nunca mandei nudes'




Em "Êta Mundo Bom!", Klebber Toledo tem movimentado as redes sociais e arrancado elogios de internautas nas cenas em que aparece pelado na pele de Romeu. Em sua vida pessoal, no entanto, o ator garante, em conversa com o Purepeople, ser mais discreto que seu personagem na trama de Walcyr Carrasco.
Se muitos famosos, comoFernanda Lima, admitem trocar fotos sensuais com os parceiros para dar uma apimentada na relação, o paulista flagrado em clima de romance comMonica Iozzino show do Maroon 5 em São Paulo, garante que não é adepto da prática. "Nunca mandei nudes", afirma.
Ele conta ainda que, apesar do assédio das fãs nas redes sociais, nunca recebeu nenhuma foto mais ousada. "Tenho uma equipe que administra minhas redes sociais e filtra as mensagens, então não recebo", explica em entrevista ao Purepeople.

Tapa-sexo é usado em cenas quentes: 'Cuidado especial'
Em entrevista ao jornal "Extra", o ator explicou como acontecem as gravações de cenas em que parece estar pelado para o público. "São realizadas com um cuidado especial. Tudo é feito para deixar a gente mais confortável e ao mesmo tempo a cena ficar mais real possível. Podemos ou não usar o tapa-sexo, e eu optei por usar. Fica a critério do ator. O número de pessoas no set é reduzido também", explicou Toledo.

Fonte: Purepeople

Dance Mania: Open Your Mind (U.S.U.R.A.)

Capa do single
É a música mais conhecida do grupo italiano U.S.U.R.A., formado em 1990 e extinto em 1998. Mesmo sem letra, Open Your Mind ficou muito conhecida pela sua melodia e pela batida dançante da época, atingindo o 2º lugar nas paradas de sucesso italianas.

'Atores que já faleceram': Regina Dourado, de Anjo Mau (1997)

Anjo Mau foi uma novela da Globo exibida em 1997. É a 2ª versão da novela homônima que também foi exibida pela emissora, em 1976. Além de Glória Pires, Kadu Moliterno e Alessandra Negrini, teve também a atriz Regina Dourado, que interpretou a mãe de Nice (Glória), Alzira, que escondia um segredo que só os telespectadores sabiam no início da novela: ela foi vítima de um estupro no passado e engravidou de Nice, porém diz à sua filha que a adotou.


Regina Maria Dourado nasceu em Irecê, no interior do estado da Bahia, em 22 de agosto de 1953. Além de Anjo Mau, ela fez novelas como 'Pai Herói' (1979), 'Renascer' (1993), 'Tropicaliente' (1994), 'Explode Coração' (1995) - onde fez muito sucesso com o bordão de sua personagem Lucineide, Stop Salgadinho, 'Esperança' (2002) e 'América' (2005), sua última novela na Globo. Após América, se mudou para a Record, onde participou das novelas 'Bicho do Mato' (2006) e 'Caminhos do Coração' (2007).

Regina Dourado e Raul Cortez em cena da novela 'Esperança' (2002)

A atriz numa foto de 2003
Regina Dourado como Alzira em 'Anjo Mau' (1997)

Regina Dourado na novela 'Felicidade' (1991)

Regina Dourado e Walter Breda em 'América' (2005)
Regina Dourado em 'Renascer' (1993)
Se afastou mais da televisão para se tratar de um câncer de mama, que lhe acometia desde 2003. Um de seus seios ficaram comprometidos após o tratamento e na manhã de 27 de outubro de 2012, aos 59 anos, veio a óbito no Hospital Português da Bahia, em Salvador, deixando apenas um filho, Leonardo Dourado, atualmente com 32 anos.

Luciana Gimenez é criticada por jornal inglês: 'Destruidora de lares'


'História dela é uma prova deprimente que a fama pode ser conquistada sem nenhum talento ou esforço', diz 'Daily Mirror'
Luciana Gimenez foi duramente criticada por uma reportagem do tabloide britânico "The Mirror" nesta quarta-feira (23). A apresentadora que afirma manter amizade com Mick Jagger, pai de seu primogênito, Lucas, de 16 anos, foi chamada de "destruidora de lares" e a responsável pelo fim do casamento do cantor com Jerry Hall. A assessoria de imprensa da artista não foi encontrada pelo Purepeople para comentar a matéria.
A reportagem do jornal diz que na época do nascimento de Lucas, Luciana alegou que desconhecia o fato de Mick ser casado legalmente. "O que para uma modelo imersa na cultura popular, parece surpreendente", provoca a matéria. Segundo o tabloide, esse foi o motivo de Luciana - mãe ainda de Lorenzo, de 5 anos - não ter sido convidada para o casamento de Jerry com Rupert Murdoch.
Para a cerimônia foram chamadas outras ex-namoradas do líder do Rolling Stones. Luciana e Mick se relacionaram por oito meses de acordo com o jornal, mas a artista já afirmou ter namorado o roqueiro por quatro anos.

'Fama pode ser conquistada sem talento', disparou a publicação
Em outra parte, a reportagem volta a provocar a apresentadora, que mora em quartos separados do marido, Marcelo de Carvalho. "Atualmente ela apresenta uma atração na TV e vive uma vida de luxo. Mora em São Paulo e o seu marido é um milionário e seu chefe na televisão", diz a matéria. O jornal cita ainda os imóveis do casal em Nova York e no litoral brasileiro, classificados como milionários.
Luciana, já criticada ao postar foto de biquíni, recebeu ainda outra forte crítica da publicação. "A história dela é uma prova deprimente que a fama moderna pode ser conquistada sem nenhum talento ou esforço. Somente com uma dose de descaramento", disparou o jornal.

Fonte: Purepeople

Após abandonar novela, Wolf Maya pode deixar a Globo


Um dos grandes diretores da Rede Globo está prestes a ficar sem emprego. De acordo com o site Notícias da TV, o diretor e ator Wolf Maya, 62 anos, está com o futuro incerto na emissora.
Segundo a publicação, o contrato do diretor - que trabalhando há 37 anos na Globo - vence no início do ano que vem, mas não há previsão de renovação. O motivo seria por conta do descomprometimento do artista.
O site afirma que Maya abandonou a novela "I Love Paraisópolis", no qual atuava como diretor de núcleo, e deixou a produção nas mãos do codiretor-geral Carlos Araújo. Além disso, segundo atores da emissora, ele sumiu do Projac e ficou meses sem dar as caras nos estúdios.
Em recente entrevista, o diretor até chegou a falar sobre o caso e afirmou que tirou um "período sabático" para se dedicar a uma peça em cartaz no Rio. No entanto, conforme fontes do site, ele não está nem sendo remunerado.

Fonte: Portal A Tarde

Galã nos anos 90, Nico Puig reaparece nu em ensaio


Longe das câmeras desde 2014, quando participou do reality "Aprediz" (Record), o galã dos anos 90, Nico Puig, agora com 43 anos, reapareceu completamente nu em um ensaio fotográfico do projeto "The male nude project".
Comandado pelo fotógrafo Sergio Santoian, o TMNP vem "causando" nas redes sociais. Com fotos de modelos e personalidades ousadas sem roupa, o projeto virou calendário e agora pode ser transformado em revista.
Nico é conhecido por gerar suspiros entre as adolescentes da década de 90, quando ele protagonizava novelas e seriados. O ator já foi protagonista da novela "Olho por olho", "Malhação" e "Sex appeal", minissérie que revelou Luana Piovani.

Fonte: Portal A Tarde

Ex-empresária de Anitta alfineta cantora em rede social


Parece que está longe de acabar o caso do preenchimento labial de Anitta. Na noite desta terça-feira, 22, a ex-empresária da cantora, Kamilla Fialho, usou o Instagram para dar uma "leve" alfinetada na funkeira. Ela publicou uma foto na qual aparecia com os lábios bem grandes.
"Boa noite, gente! Gostaram do meu preenchimento? Estou na moda (risos)", escreveu Kamilla, que há quase dois anos enfrenta um processo contra a cantora, devido às desavenças contratuais.
Vendo que o caso tinha chamado a atenção de muitos internautas, a empresária acabou apagando a foto.

Repercussão
Nas redes sociais, o nome de Anitta foi um dos mais citados por horas. A cantora até acabou sendo associada a alguns animais e virou meme.
Além disso, preocupada com a repercussão negativa, uma clínica de estética de São Paulo deu entrevista ao site Ego e contou que ela chegou a procurá-los para um novo procedimento, que não aceitou fazer o tratamento.

Fonte: Portal A Tarde

Ex-namorado posa com Geisy Arruda e fala sobre reconciliação: ‘Estamos tentando’


Parece que o jogo virou para Geisy Arruda e Ricardo Souza. O ex-casal (ou atual?), que terminou o relacionamento há quase dois anos trocando farpas, voltou a se encontrar. Nesta tarde, o empresário publicou em seu perfil no Instagram uma foto em que aparece ao lado da loira. Ao EXTRA, ele admitiu que os dois estão ficando novamente. — A gente está tentando, mas não vou falar muito para não estragar esse lance —, afirma ele: — Postei a foto pela consideração e carinho que tenho por ela.
Geisy Arruda e Ricardo Souza namoraram no início de 2014, e a modelo engravidou, mas perdeu o bebê aos três meses. Após o aborto espontâneo, ele chegou a dizer que não havia mais motivos para procurá-la, mas mudou de ideia. — Eu assumo: fui eu quem tomou a iniciativa para que a gente voltasse a se falar, senti saudade — explica ele.
Segundo Ricardo, o casal ainda não pensa no futuro, e tem aproveitado cada dia. — A gente está deixando rolar, a Geisy é uma mulher de personalidade forte. Deixamos nas mãos de Deus. O que Ele quiser, vai ser. — entrega o empresário.
Geisy Arruda está prestes a estampar a capa de abril da “Sexy”, e Ricardo Souza conta que a loira conversou com ele sobre a proposta, mas garante que em nenhum momento ficou com ciúme. — Eu nunca tive problemas com isso. Respeito muito o trabalho da Geisy, só quero o bem dela e não há motivos para ciúme.

Fonte: Extra

Chico Buarque aceita pedido de desculpas de Claudio Botelho


São Paulo - Chico Buarque aceitou o pedido de desculpas publicado no Facebook pelo ator Claudio Botelho, que reativou nesta terça, 22, sua conta.
Na rede social, Botelho comentou o incidente de sábado, em Belo Horizonte, quando um comentário seu revoltou parte da plateia, o que interrompeu a peça Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos.
"Não tenho nenhum direito de inferir, pressupor, fazer ilações com nada que se refira ao autor, seja Chico ou qualquer outro artista que me autorize a trabalhar com sua obra", anotou.
"Falhei com minha responsabilidade, com Chico, falhei com o teatro e com a música."
Segundo a assessoria de Chico, o pedido de desculpas pode ser levado em consideração em um futuro pedido de uso de músicas feito por Botelho.

Como está a escritora de sua autobiografia 'Depois Daquela Viagem'?


A foto é de Valéria Piassa Polizzi, que escreveu o livro 'Depois Daquela Viagem' e o publicou em 1997. Esse livro retrata sua vida a partir de 1986, ano que se tornou soropositiva e já vendeu 300.000 cópias em todo Brasil, sendo lançado também na Itália, Portugal, Espanha, Áustria e nos países da América Latina, sendo considerado um sucesso de vendas.
A escritora já foi cronista e colunista da revista Atrevida durante oito anos.

Abaixo, Valéria presta depoimento para a novela de Manoel Carlos, 'Viver a Vida', exibida pela Rede Globo, em 2009.

Valéria nos dias atuais
Em seu blog (Meus Quipus), a escritora declarou que muitas pessoas que a conhecem se surpreendem ao vê-la. "Vira e mexe as pessoas me procuram com essa pergunta: Se ainda estou viva. Sim! Vivinha da Silva. Trilhando meus caminhos por esse planeta, acabo de fazer 45 anos (com hiv há 29). Tomando o coquetel diariamente, fazendo exercícios físicos, me cuidando (...)". Na mesma postagem, Valéria foi casada com um austríaco de nome Markus e sua separação ocorreu recentemente. É adepta à meditação.
A escritora ainda dá muitas palestras sobre o vírus HIV nas escolas, em programas de TV e em vários sites e seu livro 'Depois Daquela Viagem' ainda é muito lembrado.

Nesta foto, a escritora está com o mesmo núcleo de amizade descrito em seu livro
Na Índia, com seu ex-marido, Markus, em 1999

Cadê a 'Cidinha' de Caminho das Índias?


Alguns já se perguntam: onde está Eva Todor, a atriz que fez Dona Cidinha na novela de Glória Perez, 'Caminho das Índias' (2009)? Dona de um extenso currículo estabelecido desde 1975 na televisão com várias novelas, séries e minisséries, a atriz se encontra afastada de sua profissão desde 2012, quando fez sua última novela, 'Salve Jorge', também de Glória. O motivo é que há poucos anos, Eva foi diagnosticada com mal de Parkinson e hoje depende dos cuidados de seus funcionários.

Quem é Eva Todor?
Pra quem não sabe, Todor é apenas seu sobrenome artístico. Seu nome completo é Éva Fodor Nolding. Nascida em Budapeste (Hungria) em 9 de novembro de 1919, veio com sua família ao Brasil quando tinha 10 anos, já que seu país natal enfrentava dificuldades logo após o fim da Primeira Guerra Mundial.
Eva, aos 11 anos
Começou na carreira artística quando tinha 10 anos de idade, tornando-se uma bailarina. Ingressou no teatro aos 14 anos, quando fez sua primeira peça, 'Quando Vale uma Mulher' (1934), de Luiz Iglesias, seu primeiro marido. Desse ano em diante, fez muitas outras peças, até que em 1960 estreou no cinema em um filme chamado 'Os Dois Ladrões'. Seu último filme foi 'Meu Nome Não é Johnny', o qual traz Selton Mello como o ator principal.
Em 1975 gravava as primeiras cenas da primeira versão da novela 'Roque Santeiro', criada por Dias Gomes, mas não foi ao ar em decorrência da censura feita pela ditadura militar, fazendo com que sua estréia na televisão ocorresse em 1977, na novela das sete Locomotivas, de Cassiano Gabus Mendes.
Eva Todor, aos 57 anos, como Kiki Blanche em Locomotivas, novela que marcou sua estréia na televisão (1977)
Eva Todor no centro da mesa, ao lado de Aracy Balabanian e Carmen Silva (à direita) e Lucélia Santos (à esquerda) durante as gravações de Locomotivas (1977)
Eva Todor ao lado de Tônia Carrero, Eva Wilma, Leila Diniz, Odete Lara e Norma Bengell na passeata dos cem mil (1968), protestando contra a ditadura militar, no Rio de Janeiro. (foto da UOL)
Eva foi casada duas vezes: o primeiro com Luiz, falecido em 1958; e o segundo com Paulo Nolding, outra figura importante no mundo teatral, morto em 1989. Viveu com os dois até o final de suas vidas e não teve filhos.

"Você Sabia?": a boneca Jessie pertenceu à mãe de Andy


Na segunda sequência do filme Toy Story 2, os bonecos Bala no Alvo (um cavalo), Mineiro e Jessie entram em cena, pois estes estavam ao lado de Woody na antiga série fictícia 'O Rodeio de Woody'. A Jessie escondeu por muito tempo a tristeza que é a de um brinquedo abandonado, e no seu caso, fora esquecida debaixo da cama pela sua antiga dona. O mais provável no filme é que essa antiga dona da boneca é a mãe de Andy, Sra. Davis. Se repararmos bem, o chapeu que Andy usa é o mesmo que sua mãe tinha quando criança em um dos flashbacks de Jessie. Mas como esse chapéu chegou até Andy? Provavelmente a Sra. Davis tenha dado de presente para seu filho.

Matheus é eliminado do ‘Big Brother Brasil 16’


O mineiro Matheus não sobreviveu ao paredão triplo desta terça-feira (22) do Big Brother Brasil 16. Ele disputava a berlinda contra a professora Geralda. O engenheiro eletricista de 27 anos acabou deixando o programa e, com isso, está fora da briga pelo prêmio máximo, de R$ 1,5 milhão.
Matheus e Geralda, curiosamente, foram os dois participantes que entraram com o programa já em andamento, após vencerem uma votação aberta ao público.
A formação do 9º paredão do programa ocorreu após a revelação do segredo de Laham. Ronan foi o único a adivinhar que se tratava de um participante falso – Laham é um ator, de origem libanesa – e foi premiado com um jantar de pizza. A líder da semana, Maria Claudia, indicou Geralda. E Matheus foi o mais citado no confessionário, ao receber três votos da casa.
Matheus estava num paredão pela primeira vez. Já Geralda saiu como uma das vencedoras do paredão triplo da última semana. Ela e o curitibano Ronan seguiram na disputa, enquanto o modelo Renan acabou eliminado.
Além do sobrevivente do paredão, restam mais três participantes na casa: Munik, Ronan e Maria Claudia. A final do programa será em 5 de abril.
Matheus foi o mais votado em todas as seis regiões – Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste, Sul e votos por SMS. Os porcentuais oscilaram entre 61% e 71%.

Fonte: Bem Paraná

‘Queria sair de forma digna’, diz Jô Soares, sobre fim de seu programa


RIO - Jô Soares diz que quer evitar o desgaste de um formato que ele mesmo ajudou a popularizar no Brasil, o talk-show.

— Queria sair de forma digna e não de maneira melancólica. Deixar saudade e não incômodo — afirma o apresentador, aos 78 anos.

A declaração vem a reboque do fim do “Programa do Jô’’. A última temporada da atração, segundo ele acordada com antecedência, estreia na próxima segunda-feira. E deixa a grade definitivamente em dezembro. Na própria segunda, ele entra no estúdio para gravar a primeira entrevista. Depois de enfrentar problemas de saúde que o tiraram do ar por mais de um mês em 2014, Jô diz que volta “tinindo”. Por tinindo leia-se também sem receio de falar de política, assunto que o transformou em alvo de críticas no ano passado. “Agora quero trazer pessoas contra e a favor do impeachment’’, adianta. Há 28 anos à frente de talk-shows, o humorista — que comandou o “Jô Soares onze e meia”, no SBT, antes de seguir para a Globo, em 2000 — evita adiantar o que fará a partir do ano que vem. Atualmente, Jô dirige uma peça, prepara um livro e diz que a TV ainda é uma de suas prioridades.

Como foi decidido o encerramento?
Há dois anos, ao renovar meu contrato, conversei com a emissora e concluímos: “Vamos ter que marcar uma data para encerrar o programa”. Achamos que dois anos seria o tempo ideal para não correr o perigo do desgaste. Queria sair de forma digna e não de maneira melancólica. Prefiro deixar saudade do que incômodo. As pessoas falam com carinho até hoje do “Viva o Gordo” (1981-1987), do “Planeta dos homens” (1976-1982), do “Faça humor, não faça guerra” (1970-1973). Quero isso para o “Programa do Jô”.

Qual balanço faz dos 28 anos à frente dos talk-shows?
É quase impossível fazer um balanço. Entrevistei personalidades como Fernando Henrique Cardoso, Dom Helder Câmara... Lula foi 13 vezes ao programa, a última às vésperas das eleições. Teve aquela entrevista com a Dilma que causou a maior celeuma (em junho do ano passado). Até o Collor eu entrevistei antes de ele ser presidente. Depois ele que não quis ir mais.

Você sofreu com as críticas de que teria sido pouco contundente ao entrevistar a presidente Dilma Rousseff?
Não vou deixar de entrevistar um presidente em nenhuma circunstância, e não posso ficar abalado por críticas. A função jornalística é trazer fatos e não tomar posição. Por exemplo, agora quero trazer pessoas contra e a favor do impeachment. Mas não tomei partido na entrevista com a Dilma. Fiz as perguntas que tinha que fazer, perguntas duras. Ela foi se safando. Não entrei em debate com ela, não era essa a minha função.

O que o público pode esperar deste último ano do programa? Planeja edições comemorativas?
Vou voltar quente. A situação política do país vai pautar entrevistas. O Brasil passa por uma crise imensa. Nem na época do Collor foi tão grave. E vou trazer ainda convidados que fizeram a história do programa. A única reforma por que passamos foi a diminuição de um bloco de entrevistas nos últimos dois anos. São 28 anos no ar. Quando chegarmos ao fim, serão 15 mil entrevistas.Vai convidar as pessoas que mais foram ao programa? E as que nunca entrevistou? Quem quer levar?

Estamos levantando os convidados mais frequentes, e o Ziraldo encabeça a lista. Tem várias pessoas que gostaria de entrevistar de novo. Chico Buarque é uma delas. É meu amigo, mas não vou ficar pressionando. Nada pior do que atazanar alguém para ir ao programa.

Uma das críticas ao programa era que você falava mais do que o entrevistado. O que acha disso?
O programa depende muito do convidado e da reação da plateia. Eu só falo quando o convidado não fala. Senão ficaria um programa mudo. Mas claro que me envolvo, sou humano. E procuro agir da forma mais relaxada possível.

Já começou a sentir saudade do “Programa do Jô”?
Saudade não cabe ali. Estou no começo de uma nova temporada. Prefiro deixar saudade nos outros.

Quais são seus projetos profissionais para o ano que vem?
A minha primazia sempre é a TV. E agora estou ocupado e preocupado com o “Programa do Jô”. Gosto muito de uma frase do Pedro Malan: “O futuro tem por ofício ser incerto”.


‘“As pessoas falam com carinho até hoje do ‘Viva o Gordo’, do ‘Planeta dos homens’, do ‘Faça humor, não faça guerra’. Quero que seja assim com o ‘Programa do Jô’”’
- JÔ SOARESSobre como quer que o programa seja lembrado

Pretende descansar antes de começar um novo projeto na TV?
Para mim, sabático não é um ano, é você descansar aos sábados (risos).

O que pode adiantar sobre o livro que está escrevendo?
É um livro muito ligado a política. E diante do que está acontecendo agora terei que dar uma guinada na história.

Você também está envolvido com uma nova peça...
Estou dirigindo “Histeria”, do inglês Terry Johnson, que trata do encontro entre Salvador Dalí e Freud em 1938. Também vou dirigir uma peça de Shakespeare, “Troilo e Créssida”.


Em 2014, você passou três semanas internado por conta de uma pneumonia que resultou numa septicemia. Como está a sua saúde agora?
Volto tinindo. Aquele foi um ano pesado. Além do problema de saúde, perdi um filho (Rafael Austregésilo Soares, aos 50 anos, em outubro de 2014). Posso dizer que este ano já está sendo muito melhor.

Você completou 78 anos em janeiro. A idade pesa de alguma forma?
Não perco tempo pensando nisso. Mas claro que espero fazer 79 anos.

Fonte: O Globo

João Guilherme Ávila revela por que não apresentou Larissa Manoela para o pai no começo do namoro!


Quer saber o motivo? A gente te conta!
Larissa Manoela e João Guilherme, protagonistas da novela "Cúmplices de um Resgate" (SBT), vivem fazendo os seus fãs se derreterem com uma série de declarações para lá de apaixonadas nas redes sociais e não cansam de provar que o namoro entre a dupla está firme e forte. Ainda assim, uma novidade em especial acabou deixando os seguidores do casal super curiosos: o gato, que é filho do cantorLeonardo, só chegou a apresentar a amada para o pai após três meses de namoro. Mas calma, se você achou que o sertanejo não aprovava o namoro dos pombinhos, se enganou.
Segundo o próprio João Guilherme Ávila, em entrevista ao TV Fama, o motivo da amada e o sogro só terem se conhecido agora foi a agenda super corrida do cantor, que vive fazendo shows em diversas cidades do Brasil e não encontra muito tempo para ficar em casa: "Meu pai viaja muito, faz muito shows. Então é bem difícil a gente se ver", contou o ator mirim, que além de atuar na tv também já está seguindo os passos do pai na música.
Bom, uma coisa é certa... Agora os dois estão oficialmente apresentados e pelo visto, se deram super bem! Nós amamos ver o João e a Lari cada vez mais unidos, né?

Fonte: Purebreak

Eri Johnson se casa no civil: 'É muito doido casar!'


Eri Johnson deu adeus a solteirice e se casou em um cartório de Belo Horizonte com Alice Souto. Os dois se casaram no civil na tarde desta terça-feira (22). Davi, filho de Alice, acompanhou o casal. A festa será dia 2 de abril na igreja Santa Margarida Maria, na Lagoa, Zona Sul do Rio de Janeiro, e a cerimônia será celebrada pelo padre Fábio de Melo, amigo do casal.

Ao EGO, Eri falou sobre o sim. "Foi muito emocionante. É muito doido casar, uma sensação louca, um turbilhão de felicidade. Por enquanto foi só no civil mesmo, para a família, especialmente a família dela, que é de Belo Horizonte. Foi algo bem restrito para tios, vó, tia, especialmente os parentes dela que são de Belo Horizonte. Vamos deixar para a família carioca a festança do dia 2 de abril no Rio, que aí será o casamento na igreja mesmo."

Apesar de ser um cinquentão - ele tem 55 anos e a noiva 25- a ansiedade não é menor para ele. "Não se dorme nunca. Você vai dormir pensando nisso, acorda pensando nisso, sempre tem alguém te perguntando sobre isso. Só paro de pensar quando subo ao palco com meu espetáculo, mas saindo do teatro já volto a pensar. É como eu disse, casamento é uma loucura. Ainda não está tudo pronto para o dia 2, cada dia é algo novo que muda e que faz para tudo ser perfeito."

EGO NAS REDES SOCIAIS

Quanto a lua de mel, nada foi definido ainda. "A gente se casa dia 2 de abril e na semana seguinte é a semana de provas da Alice. Vamos pensar nisso mais pra frente", contou Eri sobre a mulher, que está no sétimo ano de Medicina.

Apresentados por amigos em comum
O ator e a noiva se conheceram em Minas Gerais, onde mora seu empresário. Eri e Alice são amigos antigos mas o estalo só veio agora. "Nunca procurei uma mulher para casar. Alice apareceu e ela é ótima. Já vem pronta, com um filho que eu adoro."
Depois de casada, Alice vai transferir o curso de Medicina para o Rio e um herdeiro não está descartado. "Vamos ter um filho", avisou Eri Johnson.

Fonte: EGO