terça-feira, 21 de junho de 2016

Dance Mania: com Avant Garde (GET DOWN)

Artista: Avant Garde
Música: Get Down
Ano: 1999

Ex-goleiro Bruno se casa!

Minas Gerais - O ex-goleiro Bruno, condenado por mandar matar a modelo e sua ex-amante Elisa Samudio, se casou no último sábado, em Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais.
Bruno Fernandes, ex-Flamengo, que cumpre pena de 22 anos por ter cometido o crime, em 2013, se casou com a dentista carioca Ingrid Calheiros, com quem começou um relacionamento amoroso durante o processo sobre o caso.


A cerimônia contou com a presença de parantes e amigos dos noivos, pré selecionados pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) e apresentada à direção da unidade prisional. Além do atleta, um outro colega de cela também se casou. O evento duplo teve acompanhamento de uma banda de louvor cristã. Após o casamento, foi servido um almoço aos participantes. A refeição foi preparada anteriormente por voluntários e internos do regime semiaberto. O cardápio não foi divulgado.
Segundo o TJ-MG, já foram realizadas nesta unidade quatro cerimônias de casamentos que contaram ao todo com a participação de 17 casais. Não foram permitidas fotos do ato.


Bruno foi condenado pela Justiça mineira, em março de 2013, a 17 anos e 6 meses em regime fechado por homicídio triplamente qualificado — por motivo torpe, asfixia e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima — , a outros 3 anos e 3 meses em regime aberto por sequestro e cárcere privado e ainda a mais 1 ano e 6 meses por ocultação de cadáver. A pena foi aumentada porque o goleiro foi considerado o mandante do crime, e reduzida pela confissão do jogador. Eliza desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi achado. Ela tinha 25 anos e era mãe do filho recém-nascido do goleiro Bruno, de quem foi amante. Na época, o jogador era titular do Flamengo e não reconhecia a paternidade.

Fonte: Jornal Meia Hora

Mãe repudia bilhete de escola escrito na agenda dos filhos


Rio - Um bilhete que teria sido escrito por uma coordenadora de escola, no Rio, tem causado polêmica na Internet. No recado, a professora pede para uma mãe cortar o cabelo dos seus filhos. "Peço-lhe, se possível, aparar ou trançar o cabelinho dos meninos. Eles são lindos, mas eu ficaria mais feliz com o cabelo deles mais baixo ou preso", escreveu na última quinta-feira. A mãe repudiou o bilhete nas redes sociais e disse que as crianças sofreram preconceito no colégio.
"Como eu gostaria que meus filhos não passassem por nenhum tipo de preconceito, como eu gostaria de protegê-los desse mundo cruel, como eu gostaria de afastar gente ruim travestido de bonzinhos antes que eles tivessem o desprazer de ter contato. Eu não posso protegê-los de tudo, mas sempre vou lutar por eles", destacou a mulher em rede social.
Os internautas apoiaram a mãe e sugeriram que ela denunciasse a professora. "Estou perplexa!", disse um dos usuários. "Temos que protestar, estou até tremendo de raiva", disse em outro comentário.

Fonte: Jornal O Dia

Onça é morta após participar de cerimônia da Tocha Olímpica


Manaus - Uma onça que participou de uma cerimônia com a tocha olímpica em Manaus, no Amazonas, na manhã de segunda-feira, foi morta logo após o evento. De acordo com o Comando Militar da Amazônia (CMA), o animal teria fugido da coleira e avançado em um militar durante operação de resgate no interior do Zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva, conhecido como Cigs. 
A fuga teria acontecido logo após a exibição, quando militares tentavam colocá-la numa caminhonete para voltar para seu habitat natural. Uma equipe de tratadores, composta por veterinários especializados no trato, foi ao resgate da onça. Tranquilizantes foram disparados no animal, que mesmo dopado foi em direção a um dos militares. A onça Juma, como era conhecida, foi abatida com um tiro de pistola.
Como outra onça, apelidada de Simba, ela havia sido acorrentada e apresentada ao público durante a cerimônia. Após a morte do animal, o Comando Militar da Amazônia determinou a abertura de processo administrativo para apurar os fatos relacionados ao incidente.
O Exército diz que abriu um processo administrativo para investigar a morte do felino. Segundo o portal Amazônia Real, o Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) não havia autorizado a participação de Juma no evento e poderá multar a corporação.

A tocha
Uma das passagens da Tocha foi no Centro de Instrução de Guerra na Selva durante o percurso do fogo olímpico até o barco, onde passou pelo Encontro das Águas. No local, Juma estava acompanhado de um dos tratadores e ficou bem próximo a um dos participantes do revezamento. 

Revolta nas redes sociais
Após a confirmação do abatimento do animal foi gerada uma onda de protestos nas redes sociais, condenando a participação de onças no evento e também a atitude dos militares. Mais tarde, em Iranduba, o revezamento da tocha teve a participação de golfinhos.
“Só estão se pronunciando por causa da repercussão. Quão desnecessário foi pôr a onça lá? Pergunta se em outro país teve isso? Ora, me poupe, menos uma vida só para diversão humana e esta m*rda que só trouxe prejuízo até agora”, ponderou uma internauta.
O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio-2016 usou as redes sociais na tarde de ontem para repercutir a morte da onça-pintada. “Erramos ao permitir que a Tocha Olímpica, símbolo da paz e da união entre povos, fosse exibida ao lado de um animal selvagem acorrentado. Essa cena contraria nossas crenças e valores. Estamos muito tristes com o desfecho que se deu após a passagem da tocha. Garantimos que não veremos mais situações assim nos Jogos Rio-2016”, disse o comitê em uma série de postagens no Twitter e no Facebook.

Onças não são tão domesticáveis
Em entrevista à BBC Brasil, o biólogo João Paulo Castro explicou que Juma pode ter fugido após se estressar. “Não é saudável nem recomendável submeter um animal a uma situação como essas, com barulho e muitas pessoas em volta”, disse. “Muitas vezes a onça já vive numa situação precária e estressante no cativeiro, o que é agravado num cenário de agitação.”
Segundo Castro, é um erro tratar onças como animais domesticáveis. Ele afirma que são necessárias várias gerações em cativeiro para que uma espécie se acostume a conviver com humanos. O biólogo diz que onças apreendidas devem ser devolvidas à natureza ou levadas a refúgios, onde possam ficar soltas em amplos espaços. 
Um veterinário de Manaus que já trabalhou com o Exército e pediu para não ser identificado defendeu o órgão das críticas. Segundo ele, ao cuidar de animais resgatados, a corporação assume uma função que deveria ser de outros órgãos públicos. Ele diz que os militares são muito cuidadosos com os animais e que a burocracia impede que muitos sejam devolvidos à natureza.

Fonte: Jornal O Dia

Tom Veiga, o Louro José, faz tatuagem em homenagem a esposa e ela reprova: 'Odiei'

Tom Veiga, o homem por trás do personagem Louro José, resolveu homenagear a esposa, Alessandra Veiga, fazendo uma tatuagem com o rosto dela. Entretanto, a homenagem foi feita de uma maneira um pouco diferente. Veiga usou a foto da esposa e personalizou com La Catrina, representação humorística do esqueleto de uma dama da alta sociedade.


Veiga compartilhou uma foto da tatuagem pronta e comemorou a conclusão da homenagem: 'Acabou! Valeu irmão @chicomorbene', escreveu ele na legenda. Ele também compartilhou a foto original na postagem.
Porém, Alessandra não curtiu a homenagem feita pelo marido. "Odiei!!!! Eu já tinha pedido pra você não fazer tattoo de 'Catrina' com meu rosto. Você tem direito de gostar e querer tatuar isso, mas com outro rosto, uma personagem, sei lá. Respeito a cultura mexicana, mas eu não cultuo a morte. Se eu soubesse que as fotos que vocêw pediu hoje fosse pra isso, tinha escolhido qualquer uma, não as que eu mais gostava, como você pediu. NÃO GOSTEI!!!!", comentou ela na postagem.


Alguns internautas se pronunciaram sobre a imagem. "Credo!", "coitada da mulher, deve ter odiado!!!" e "ficou horrível mesmo!" foram alguns dos comentários negativos. Outros eleogiaram a tatuagem: "Legal, @tom_veiga", "ficou f*** a Tatoo" e "o que vale é a intenção rsss".
Houve quem comentasse a decisão de Alessandra de criticar a homenagem abertamente na web. "Que triste essa sua atitude tão grosseira para com aquele que so quis lhe demonstrar amor sem restrição...", escreveu uma seguidora. "Achei uma grosseria da parte dela tudo bem tem o direito de não gostar mas não precisava falar dessa maneira ainda mas em rede social e na minha opinião se fosse ele faria outra tatoo por cima #Sinceridade #Grosseira", comentou outra pessoa.

Fonte: Correio da Bahia

Bolsonaro vira réu no STF por incitação ao crime de estupro


A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou, nesta terça-feira, 21, denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e queixa-crime da deputada Maria do Rosário (PT-RS) contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por incitação ao crime de estupro.
No dia 9 de dezembro de 2014, em discurso no plenário da Câmara, Bolsonaro disse que só não estupraria a deputada Maria do Rosário porque ela "não merece". No dia seguinte, o parlamentar repetiu a declaração em entrevista ao jornal Zero Hora.
Relator dos dois processos, o ministro Luiz Fux entendeu que a manifestação de Bolsonaro teve potencial de incitar homens a prática de crimes conta as mulheres em geral. No entendimento do ministro, o emprego do termo "merece" pelo deputado, confere ao crime de estupro "um prêmio, favor ou uma benesse", que dependem da vontade do homem.
"Cuida-se de expressão que não apenas menospreza a dignidade da mulher, como atribui às vítimas o merecimento dos sofrimentos. Percebe-se na postura externada pelo acusado desprezo quanto às graves consequências para a construção da subjetividade feminina, decorrente do estupro e aos desdobramentos dramáticos desta profunda violência", disse Fux.
De acordo com o relator, Bolsonaro não está coberto pela regra constitucional que garante ao parlamentar imunidade criminal em relação às suas declarações, porque as afirmações foram feitas em entrevista ao jornal e fogem do embate político.
"Essa repercussão significa também que a incitação há de colher resultados e ressonância pela opinião pública. Se essa opinião pública [do deputado] é exteriorizada pela internet ou através de jornais, significa dizer que o seu resultado foi alcançado, na medida em que várias manifestações públicas, principalmente na rede mundial de computadores, ecoaram essa afirmação", disse o ministro.
O voto do Fux foi seguido pelos ministros Edson Fachin e Rosa Weber. Luís Roberto Barroso acrescentou que a imunidade parlamentar não permite a violação dignidade das pessoas."Ninguém deve achar que a incivilidade, a grosseria e a depreciação do outro são formas naturais de viver a vida. O instituto da imunidade parlamentar é muitíssimo importante. Porém, não acho que ninguém possa se escudar na imunidade material parlamentar para chamar alguém de 'negro safado', para chamar alguém de 'gay pervertido', disse o ministro.
O ministro Marco Aurélio foi o único a divergir e entendeu que os fatos fazem parte de desavenças entre os dois parlamentares. Segundo o ministro, é "lastimável" que o Supremo "perca tempo" julgando a questão, pelos fatos estarem cobertos pela imunidade parlamentar.

Defesa
A defesa de Bolsonaro alegou durante o julgamento que o parlamentar não incitou a prática do estupro, mas apenas reagiu a ofensas proferidas pela deputada contra as Forças Armadas durante uma cerimônia em homenagem aos direitos humanos. Para os advogados, o embate entre Maria do Rosário e Bolsonaro ocorreu dentro do Congresso e deve ser protegido pela regra constitucional da imunidade parlamentar, que impede a imputação criminal quanto às suas declarações.

Fonte: Portal A Tarde

Nova ‘Playboy’ passa a ser bimestral e escala outra modelo para próxima capa

Parece que o retorno da ‘Playboy’, em nova editora, não vem acontecendo exatamente como o esperado. Ainda que tenham conseguido abocanhar Luana Piovani para sua primeiríssima capa, a revista logo em seguida sofreu o "não" de dezenas de celebridades.
A modelo Vivi Orth acabou sendo a estrela da segunda edição da publicação, que acaba de anunciar que será publicada bimestralmente. Seja por conta da dificuldade de agendar grandes estrelas para seus ensaios de capa ou pela ausência de grandes anunciantes, fato é que a revista passará por reformulações.
A próxima edição trará o ensaio nu da modelo Marina Dias, famosa nos anos 90. Marina está prestes a completar 40 anos de idade. "Faço 40 anos em julho e tenho que comemorar da melhor forma possível. A 'Playboy' é essa forma", disse, por meio de um comunicado oficial.


Fonte: Jornal do Brasil

Promessa de sucesso, filme sobre lutador José Aldo fracassa nas bilheterias...


Na última semana, chegamos a comentar por aqui a promessa de sucesso que estava ao redor da estreia de "Mais forte que o mundo", cinebiografia do lutador José Aldo, estrelada por José Loreto e Cleo Pires e dirigida por Afonso Poyart.
Debutando na última quinta (16), o longa desembarcou em centenas de salas de cinema com a expectativa de ser o novo blockbuster do cinema nacional mas… fracassou. A película não entrou nem no Top 10 do fim de semana em termos de bilheteria.
Enquanto isso - novidade! - o ranking foi dominado por figurões do cinema hollywoodiano como o terror “Invocação do mal 2”, “As Tartarugas Nija - Fora das sombras”, “Truque de Mestre: O segundo ato” e “Warcraft: O primeiro encontro de dois mundos”. Tempos difíceis para o cinema brasileiro…

Fonte: Jornal do Brasil

Camila Queiroz termina namoro após mais de três anos

Camila Queiroz e Lucas Cattani não formam mais um casal. A atriz e o modelo se separaram após mais de três anos de relacionamento. A agenda lotada em virtude das gravações da novela "Êta Mundo Bom!" pode ter sido a causa do fim da relação. A informação é do colunista Leo Dias, do jornal "O Dia", nesta terça-feira (21). Eles se conheceram no backstage da São Paulo Fashion Week em 2013.
A assessoria da atriz - escalada para protagonizar "Pega Ladrão", trama sucessora de "Rock Story", substituta de "Haja Coração" - disse não comentar a vida pessoal da intérprete da Mafalda do folhetim das seis. Dessa forma, a artista se junta a outras famosas que também romperam seus namoros ou casamentos durante o ano, como Mariana Rios e Fernanda Gentil.
Há quase um ano, em entrevista, Camila se mostrou ansiosa para oficializar a união com Lucas. "Se ele pedir a minha mão, me caso amanhã. Ele chegou a me pedir de brincadeira uma vez e eu acreditei", afirmou. Já em novembro, a atriz negou affair com Klebber Toledo, seu par romântico na novela de Walcyr Carrasco. "Eu beijei o Rodrigo Lombardi a novela ('Verdades Secretas') inteira, fiz cenas de sexo e as pessoas não falaram nada. O meu namoro está ótimo, nada vai abalar", disparou.

Fonte: Cidade Verde

Padre Fábio de Melo manda avisar: não vai casar, nem sair da igreja!

Não perdoam nem o Padre Fábio de Melo! Dia desses começou a circular na internet que o Padre-cantor-galã-rei do Snapchat estaria de saída da Igreja Católica por ter se apaixonado por uma mulher e teria escolhido então iniciar a função de pastor da Igreja Metodista. Eis que o próprio dá o papo a seguir: "Arrumaram um casamento pra mim na rede. Mas não me convidaram. A gente morre e não vê tudo. Os fanfarrões me tornaram pastor metodista, e, de quebra, me arrumaram esposa. O print da notícia infame está rodando neste site. Causou-me tremendo desconforto, mas já estou medicado".


A coluna reproduz abaixo, com finalidades de alerta, a falsa notícia: 
"Ontem o padre Fabio de Melo celebrava missas na Igreja Católica, mas durante o sermão deste domingo ele anunciou que estava largando a batina para se casar, ato longamente aplaudido pelos fiéis. A saída de Fabio, de 45 anos, já era conhecida, mas o site da igreja justificava que o pároco deixaria o posto por motivos de saúde. A verdade veio à tona neste domingo quando ele disse estar apaixonado por uma mulher que conheceu em uma festa de casamento, com quem planeja se casar e construir uma família. De acordo com a imprensa, o sermão de Fabio foi ouvido em profundo silêncio. Ao final, os fiéis, emocionados, começaram a aplaudir".

Fonte: Jornal do Brasil

Soraya Montenegro, de Maria do Bairro, entra na Penitenciária de Litchfield, de Orange Is the New Black


Depois de Inês Brasil ter invadido a penitenciária mais observada do mundo, a Netflix colocou uma das melhores vilãs de todos os tempos em seu novo vídeo promocional! E a vilã é ninguém mais, ninguém menos, que Soraya Montenegro, da novela Maria do Bairro, como esquecer, certo?
O vídeo promocional da nova temporada de Orange Is the New Black foi compartilhado pela empresa nas redes sociais do México, país da atriz Itati Cantoral, que interpreta a vilã, e também nas páginas do Brasil, o que não demorou muito para se tornar um viral.
No vídeo, Soraya Montenegro mostra quem é que manda e quem é a verdadeira vilã da quarta temporada da série. Ela, que encarna uma personagem totalmente descontrolada, acaba arrumando confusão com praticamente todas as detentas do presídio de Litchfield.

Fonte: Folha Vitória

Acabar com biquíni: Suécia legaliza nudez pública por razões humanas


As "portas abertas" da Suécia na política de migração deixaram o país lutando com problemas de integração, devido a diferenças religiosas e culturais. Esforços controversos do governo para promover direitos humanos podem ainda piorar as coisas como, por exemplo, o direito das mulheres nadarem com seus seios à mostra em piscinas públicas pode deitar azeite no fogo.
No entanto, a decisão de permitir as pessoas que se identificam como mulheres a tomar banho topless é bastante problemática. Antes, uma série de balneários na Suécia tinha um horário especial para as mulheres para combater o assédio sexual e atrair mais nadadores muçulmanos, por causa de várias incidentes desagradáveis.
“Certamente existe o risco de que pode levar ao assédio sexual. Mas as mulheres podem ser sujeitas a assédio sexual, mesmo se têm o top de biquíni”, disse Mats Ivarsson, diretor de balneário na cidade de Gavle, afirmando que ele não enfrentou nenhum problema por causa da decisão.
A decisão, que foi inicialmente aplicada aos “intergêneros”, é considerada como o primeiro passo para a legalização de topless em público, uma coisa que provoca a crítica de muitas pessoas.
“Numa sociedade igualitária, as mulheres devem ter direitos iguais aos dos homens quando começam exercendo suas liberdades corporais em público”, declarou a debatedora Amanda Soltanian em seu artigo no Dagens Nyheter, o maior jornal da Suécia. “O top de biquíni é uma grande invenção para as mulheres que sentem necessidade dele na vida cotidiana, mas onde foi expressada a ideia de que o top de biquíni é obrigatório?”, pergunta ela retoricamente.
Uns 61% dos suecos acham que cada pessoa, independentemente do gênero, deve ter o direito de nadar topless, revela uma pesquisa realizada por SVT.

Fonte: Sputnik News

A outra face: polícia encontra materiais pornográficos na casa do cantor Michael Jackson


Documentos revelam quem de fato era o 'Rei do Pop', Michael Jackson: um pedófilo.
Neverland era o 'Rancho dos Horrores'. Segundo o site Daily Mail, a polícia fez buscas na casa do cantor em novembro de 2003, enquanto ele estava em Las Vegas, encontrando no quarto dele uma enorme coleção de materiais ilícitos como crianças e adolescentes nus ou seminus e tortura de animais.
Foi expedido na época um mandado de prisão para o cantor, que posteriormente se entregou à polícia após voltar de Las Vegas para a Califórnia.


Assim que seu caso apareceu na mídia, recebeu processo de homens que disseram ter sido abusados pelo cantor, porém, não foi condenado, já que assinou contratos milionários para evitar que isso acontecesse.
Documentos foram divulgados pelo site americano Radar Online. Veja

Sandra Annenberg: 'sofri assédio sexual como todas as mulheres'


Na redação do Jornal Hoje, Sandra Annenberg, 48 anos, nem liga se a hora do almoço se aproxima. Ela já está prestes a entrar no ar, mas não sem antes bater um papo exclusivo com a CONTIGO! para falar sobre carreira, família e feminismo. Dos 25 anos de TV Globo, os últimos 15 foram dedicados ao JH, que completou 45 anos de existência em abril. “Eu cresci assistindo ao telejornal enquanto almoçava”, lembra. “É um jornal mais falado, coloquial. Ele inaugurou uma linguagem mais ‘lá em casa’. Eu sempre penso, quando apresento, o que eu falaria se estivesse assistindo. Sempre tentei fazer parecer uma conversa, é olho no olho, é o senta que lá vem história”, explica. Além do telejornal, ela está no ar todos os sábados de manhã com o Como Será?. “Eu digo que é o meu oásis. Gravo às quintas, entro no estúdio às 18h e saio às 22h, mas é um jeito de dar um respiro nessas notícias duras. São notícias boas. Eu continuo acreditando no ser humano”, diz.
Ao longo de tantos anos na bancada, Sandra já passou por algumas experiências memoráveis. Foi correspondente internacional por dois anos em Londres, estava presente nos dois últimos conclaves para a escolha dos novos papas, cobriu as três últimas Copas do Mundo e também acompanhou tragédias como a queda do avião da Air France, em 2009, e o incêndio na Boate Kiss, em 2013. No entanto, o que mais marcou foi uma reportagem sobre viciados em crack, há três anos. “A matéria mostrava um sinal invertido: uma filha à procura da mãe viciada. Ela encontra a mãe, que pede ajuda: ‘Filha, me tira daqui’. Até hoje me lembro, porque é muito chocante e dolorido. O jornal voltou e eu não conseguia falar”, recorda, com os olhos cheios de lágrimas.
Sandra conquista pelo carisma, a fala fácil e a falta de medo em se deixar envolver pelas notícias. Ela, que já dançou balé clássico, participou de mais de 50 comerciais, além de novelas e minisséries, acabou escolhendo seguir o sonho de infância: ser jornalista. “Não me via nessa coisa glamourosa. Se você me encontrar na rua, estou de óculos e roupas simples. Eu não cultuo uma imagem. Eu sou eu em frente às câmeras e serei eu fora daqui”, dispara.

ROTINA JORNALÍSTICA “Acordo cedo, levo minha filha para a escola e venho para cá umas 8h30. Começo a trabalhar e vou até o fim do jornal. Vida de jornalista não para, estamos com o telefone o tempo todo, checando notícias, pensando na edição do dia seguinte. Tenho paixão por isso, porque é muita adrenalina e você vai narrando a história, construindo aquilo ao lado do telespectador. Ultimamente, a notícia que você deu de manhã já é outra à noite. Mas, fora isso, é um trabalho como outro qualquer. Não penso em largar a bancada. Se surgir alguma oferta, por que não? Mas não gosto de planejar minha carreira, sigo a filosofia de Zeca Pagodinho: ‘Deixa a vida me levar!’”

SANDRA E EVARISTO “A gente tem uma relação profissional ótima, uma química bacana, já são dez anos juntos. É uma relação diária de muito respeito, companheirismo. Ele tem a vida dele, a família dele, os amigos dele e eu tenho os meus. Eu não convivo muito com as pessoas do trabalho. Talvez seja tão envolvente que, quando a gente se encontra no dia seguinte, parece que nem deixamos de nos ver. Acho que, por isso, cada um precisa tocar sua vida, respirar um pouco longe daqui.”

VERSÃO FAMÍLIA “Eu e meu marido (o jornalista Ernesto Paglia, 57) não gostamos de falar de trabalho. Estamos casados há 22 anos, é uma relação de muito amor e admiração. O trabalho dele exige que ele viaje para longe, eu tenho uma rotina mais fixa. A gente fica esperando pelos momentos que os dois estão livres. Nós somos muito caseiros. Gosto de ler, cuidar da minha casa, fazer ginástica, viajar. É uma relação saudável e alegre. Nossa filha (Elisa, 13) diz que quer ser atriz. Ela tem uma certa má vontade com jornalismo por conhecer tudo o que exige de nós, o quanto a gente deixa de ficar com ela por trabalhar.”

SUCESSO NAS REDES “É impressionante. Qualquer coisinha vira algo gigantesco. Eu não sou uma pessoa muito ligada nas redes. O Facebook funcionou para mim como um ponto de reencontro com amigos do passado. O Instagram, minha filha criou e eu nem uso. Nada contra quem gosta, mas acho que meu trabalho já me expõe o suficiente, bato ponto ali na casa das pessoas todos os dias, já sabem onde me encontrar. O meu tempo é mais importante do que ficar sentado atrás do computador. Gosto do olho no olho, falar cara a cara.”

CELEBRIDADE? “Eu não sou notícia, não sou celebridade. Eu sou jornalista, uma profissional da notícia. Eu entendo que as pessoas se confundam, mas artista é artista e jornalista é jornalista. Assédio de fãs não me incomoda se for respeitoso. Eu sou uma pessoa pública até a página 2, minha vida não é pública.”

FEMINISMO “Fui criada por uma feminista, sou uma feminista e ser feminista é ser pela igualdade de direitos entre todos os sexos. Eu me orgulho muito de ter sido a primeira mulher a entrar diariamente no Jornal Nacional, a ter um quadro fixo como menina do tempo. Sou de um tempo em que a mulher dividia a bancada como um refresco para os olhos como se ela não tivesse o que dizer, não tivesse o mesmo peso do homem. Sou de um tempo que o homem abria o telejornal e a mulher vinha na sequência. Eu perguntava: ‘Por que todo dia ele que abre?’ Parece bobagem, mas é muito significativo. Socialmente, a mulher sempre teve um papel menor, profissionalmente menor ainda. Os salários são diferentes, sempre mais baixos, mesmo na mesma função de um homem.”

ASSÉDIO SEXUAL “As mulheres sempre tiveram sobrecarga de trabalho porque acumularam a função de mãe, dona de casa e trabalhar fora. Eu fui discriminada, sofri preconceito, sofri assédio sexual, como todas as mulheres, mas eu fui reagindo. Nós mulheres temos de provar muito mais que somos capazes. Todos os dias. É um trabalho de formiguinha conseguir conquistar esse espaço. Fico feliz de entregar a minha filha um mundo um pouquinho mais igualitário e justo.”

Fonte: 180 Graus

Chamado de 'viado', ator mirim dá 'lição' em seguidor


O ator e apresentador Matheus Ueta, de 12 anos, respondeu de forma educada um seguidor que havia comentado "Você parece um viado" numa publicação em sua página oficial do Facebook. "Aff. Qual o seu problema? Eu não teria o menor problema em ser ou não 'viado'. Mas você tem problema, perde seu tempo em achar coisas sobre mim. Vá estudar e ser alguém na vida", disse o ator do SBT.
A página do garoto já possui mais de 1,5 milhão de seguidores no Facebook e costuma ser gerenciada por sua mãe, que garante que o comentário em questão foi feito pelo próprio Matheus: "Foi ele, com minha total aprovação", publicou posteriormente.
É a segunda mensagem ofensiva que a ala infantil do SBT recebe virtualmente em menos de dez dias. No domingo retrasado (12), Maísa Silva publicou uma ameaça de morte que recebeu de um perfil na internet. "O que aquele fã da Ana Hickmann tentou fazer com ela, vou fazer com você", dizia a mensagem, ao que a atriz rebateu: "Só temo a Deus. Oro por essas pessoas".

Fonte: Veja