sexta-feira, 23 de setembro de 2016

O Melhor das Novelas: 'You Give Me Something', da novela das oito Paraíso Tropical

Capa do single
Fez sucesso no Brasil quando integrou a trilha internacional de Paraíso Tropical, em 2007.
Foi lançada em 17 de julho de 2006, e chegou ao 1º lugar na Nova Zelândia, 5º no Reino Unido e ao 7º na Austrália.


Assista ao videoclipe:

Zezé Di Camargo exibe foto sem camisa e arranca elogios


A fim de mostrar a boa forma aos 54 anos, o cantor sertanejo Zezé Di Camargo, parceiro do irmão Luciano, publicou em seu instagram na manhã desta sexta-feira, 23, uma foto sem camisa ao lado de alguns equipamentos para malhação e comentou sobre o corpo.
"Faltam algumas gordurinhas pra tirar, mas vamos chegar lá!!! Graciele vai me matar!!!!", publicou o cantor.
Alguns fãs de Zezé não perderam a oportunidade e aproveitaram para elogiar a foto do cantor. "Tá perfeito", "Aos 54 anos com esse corpão! Uau! Arrasou" e "Nem parece ter a idade que tem, não mudou nada, sempre novo. Tomou formol", comentaram alguns seguidores.

Fonte: Portal A Tarde

Mara Maravilha é contratada pelo SBT e vai apresentar programa

A bancada do programa “Fofocando” acaba de receber mais um integrante, Mara Maravilha. A apresentadora assinou contrato com o SBT nesta quarta-feira e já começará na atração na próxima segunda-feira, dia 26 de setembro, onde vai comentar fofocas e dar sua opinião sobre o mundo dos famosos. 
“Um bom filho a casa torna. Profissionalmente este era o meu maior sonho. Então, começando uma primavera eu estou como quem sonha acordada. É um milagre, uma grande benção na minha vida. Eu sei que é um novo capítulo da história que continua. A Maravilha voltou para o SBT”, disse Mara no comunicado divulgado pela emissora.


Ela também usou seu perfil no Instagram para falar desse momento: “Foram 22 anos de um tempo que somente aquele que crê, confia e espera em Deus poderá entender. Nessas mais de duas décadas após sua saída do SBT Mara Maravilha percorreu sua carreira por outros caminhos. Aperfeiçoou sua fé, procurou novas oportunidades e adquiriu mais experiências. […] Como a jornalista Marília Gabriela um dia a definiu, Mara é ‘excessiva’ em tudo o que faz, ou seja dedicada, engajada, ousada, sempre à frente do seu tempo, por isso tudo o que se propõe a fazer é marcante, causa impacto e fortes lembranças! […] Sem se preocupar também com o preconceito, Maravilha foi uma das primeiras artistas a declarar publicamente sua fé e conversão a Cristo. E é nessa mesma fé que Mara faz questão de agradecer a cada um que torceu por esse momento”. 

Histórico
Em abril de 1987, ela estreou pelo SBT o programa diário que levaria seu sobrenome artístico de sucesso: o “Show Maravilha”. Mara Maravilha chegava a bordo de um trenzinho genial e o Sol, com o sorriso largo, que eram as marcas desse programa que marcou uma geração. No início, Mara tinha a companhia de suas borboletas-ajudantes de palco, do Chocrível, um boneco que não tinha papas na língua, e do Super Banana. Anos mais tarde, Mara recebeu o apoio de suas Maravilhas e seus Marotos, que a auxiliavam nas brincadeiras com as crianças. A atração permaneceu no ar por sete anos consecutivos e teve sua última exibição em fevereiro de 1994. Mara também foi jurada do “ Show de Calouros”, por 5 anos, apresentou o “Vamos Nessa”, “Sessão Premiada” e o “ Preço Certo”.

Fonte: Boa Informação

Curiosidades das duas versões de Anjo Mau (1976/1997)

1976
1997
Nice de 1976 e a Nice de 1997
A primeira versão de Anjo Mau foi ao ar na Rede Globo de 2 de fevereiro à 24 de agosto de 1976, e a protagonista Nice foi vivida por Susana Vieira, que aparece como babá no último capítulo da segunda versão, de 1997, protagonizada por Glória Pires. A segunda versão foi reprisada de 28 de março até 23 de setembro de 2016, e o último capítulo, em vários resumos publicados na web, estava para ir ao ar no dia 30.
A história das duas versões do folhetim foi quase a mesma, mas na adaptação de 1997, sofreu algumas alterações, e não foram poucas. Saiba!

Sinopse principal
Susana Vieira viveu Nice, em Anjo Mau de 1976
Nice (Susana Vieira/Glória Pires) é uma moça que vive numa família pobre, porém, não se conforma com a vida que leva. Não consegue viver muito tempo em um emprego. Seu lado obscuro só é conhecido pelos telespectadores. Ela vai para a mansão dos Medeiros, onde o seu pai trabalha como motorista. Lá, ela consegue trabalhar como babá do filho de Stela e Tadeu/Getúlio, planejando casar-se com Rodrigo para subir na vida, mas acaba se apaixonando de verdade pelo moço. Nice é o Anjo Mau!
Além dela, o que é igual nas duas versões é a sua mãe, Alzira, vivida na primeira versão por Wanda Lacerda e na segunda por Regina Dourado. Tanto em uma quanto na outra, Alzira critica sempre o comportamento da filha e a rejeita, dizendo que ela não vale nada.

Alzira (Anjo Mau de 1997)
O que tem de diferente nas duas versões?
O caráter de seu pai, Augusto (José Lewgoy/Cláudio Corrêa e Castro) é diferente. Na primeira, tinha um pouco de comédia, pois sempre faziam gozações com ele. Em 1997, Augusto aparece como um homem sério, leal, que sabe o seu lugar e que não apoia o sonho de sua filha em querer subir na vida. Ele estimula o namoro dela com Júlio (Zanoni Ferrite/Luciano Szafir).
O ator Átila Iório deu vida à mesma pessoa com nomes diferentes: Onias (1976) e Josias (1997). O bandido aparece na trama para extorquir dinheiro de Alzira para não contar à Nice que é o seu verdadeiro pai.
O irmão, Luiz (1ª versão)/Luís Carlos (2ª versão), vividos respectivamente por Mário Gomes e Márcio Garcia.
Na primeira versão, apoia as iniciativas tomadas por Nice, embora não compreenda muito seus objetivos.
Na segunda, consegue enxergar o verdadeiro caráter da moça, chegando a se opor à ela. Se envolve com Simone (Samara Felippo) e com Lígia (Lavínia Vlasak).

Na primeira versão, Nice tem outra irmã
A irmã de Nice foi vivida por Kátia d'Angelo, e se chama Toninha. Ela procura ajudá-la sempre no que pode. Não é ambiciosa como a tal, chegando a ficar assustada com os planos da irmã e sem coragem para se opor.

O marido de Stela (Pepita Rodrigues/Maria Padilha)
Osmar Prado e Pepita Rodrigues como Getúlio e Stela, em 1976
Em 1976, foi vivido por Osmar Prado e tinha o nome de Getúlio. Ele se casou com Stela para dar o golpe do baú, mas acabou se apaixonando pela moça, e com ela tiveram o menino Edinho (José Dias). Não tem personalidade e é dominado pela mulher.


Em 1997, foi vivido por Daniel Dantas e tinha o nome de Tadeu. Ao contrário da primeira versão, os dois se casaram por amor. Não seria capaz de fazer mal à ninguém, mas faz atos indesculpáveis, como abandonar sua ex-parceira Goreti (Lília Cabral) grávida e não tomar conhecimento da filha, Simone. Nem Goreti, nem Simone estão na primeira versão.
O que os dois personagens tem em comum é que Stela tem ataques de ciúme por motivos bobos.

Stela e Tadeu de Anjo Mau (1997)
A família de Paula (Vera Gimenez/Alessandra Negrini)
A vilã é filha do político corrupto Rui (Jaime Barcellos) e Odete (Rosita Thomaz Lopes), na primeira versão. Na segunda, o nome do pai é o mesmo (Mauro Mendonça), já a mãe chama-se Tereza, vivida por Luiza Brunet.

Paula tem um irmão na segunda versão
Em 1997, além da mudança de nome de sua mãe, houve também a criação de um novo personagem: Bruno (Emílio Orciollo Neto). É um dos primeiros a descobrir que Tereza é filha da negra Cida (Léa Garcia).

Quem matou o pai de Nice?
Não se sabe se a primeira versão foi um mistério como a segunda. Em 1976, Onias foi morto pela mãe, Alzira, que se cansou de ser ameaçada. No final, ela foi presa. Em 1997, Josias foi esfaqueado pela cozinheira da casa dos Medeiros, Tiana (Thelma Reston), mas a identidade do assassino não foi revelada no último capítulo como em todos os mistérios de novela. As principais suspeitas eram a própria Nice, justamente por ser filha, e Alzira, por ter o seu passado descoberto.

O pai e os irmãos de Rodrigo
Na primeira versão tem o nome de Edmundo (Francisco Moreno), e na segunda, Eduardo (José Lewgoy). Em ambas, o papel é o mesmo.
Além de Stela, tem também o bom vivant Ricardo (Luiz Gustavo/Leonardo Brício). Em 1976, ele gostava de praticar esporte e brigava constantemente com o pai por causa de dinheiro, diferente da de 1997. A única coisa que permaneceu igual, tanto em uma quanto em outra, é a sua paixão por Paula, noiva de Rodrigo.

Marilu (Ilka Soares/Mila Moreira)
A Marilu vivida por Ilka, em 1976, é uma mulher fútil e que só quer saber de uma coisa de seu marido, Teófilo (Sérgio Britto): sua posição social. É mãe de Léa (Renée de Vielmond). Ela se torna responsável pelos negócios da empresa dos Medeiros, e sonha com o casamento de sua filha com Rodrigo para melhorar sua vida.


Já a personagem na versão de Mila sonha em se tornar alguém importante na sociedade, e para isso tenta imitar as amigas Stela e Tereza, com quem costumam ficar na piscina da mansão. É casada com Ciro (Raul Gazolla), um homem de negócios.

Os finais de Nice
Ela, em 1976, lutou no decorrer da trama original para ser feliz, passando por cima de tudo e de todos e calculando os próprios passos. Rodrigo não perdoa as suas traições, mas mesmo assim ela tem o bebê. O parto não é tranquilo, e a babá fica entre a vida e a morte, até que acaba morrendo mesmo.
No remake de 1997, a babá também engravida. Ela é sequestrada por Paula, e após ser levada para um cativeiro, ela passa mal, é levada para o hospital, faz o parto do bebê, que nasceu pré-maturo, e entra em coma. Ela reaparece na mansão dois meses depois, mas diz que vai embora para se conhecer melhor e resgatar a boa pessoa que era. No avião é surpreendida por Rodrigo, e os dois embarcam juntos, brindando o começo de uma nova vida.

O que foi abordado no folhetim?
O principal assunto abordado, tanto na 1ª quanto na 2ª versão, é o que o ser humano pode ser capaz de fazer para subir na vida, e se ele consegue controlar o que sente por outra pessoa, isto é, no caso da protagonista Nice, que, mesmo objetivando se envolver com Rodrigo para ter dinheiro, se apaixona verdadeiramente por ele.
Na versão de 1997, Rui Novaes e Olavinho ganharam destaque ao interpretar políticos corruptos que sempre conseguem sair limpos de acusações. Nos capítulos finais, Rui é desmascarado e levado para uma prisão onde tem direito à TV, cama confortável, bebidas e caviar.
Vívian (Taís Araújo) se destacou por interpretar uma ex-menina de rua. A personagem revelou que era vítima de estupro. Cida também foi um papel importante, pois retratava o preconceito racial que sofria, pois Tereza não podia revelar ao seu marido que ela é sua filha.
A vida de casado foi um assunto muito bem retratado nas duas versões, com os personagens Stela e Tadeu/Rodrigo.

Trilha sonora 1997



As músicas foram muito bem escolhidas, e a maioria estava sendo executada nas rádios. A trilha sonora nacional tem a canção 'Cruzando Raios', de Orlando Morais (o marido de Glória Pires na vida real), tema de abertura da novela; 'Meu Mundo e Nada Mais', de Guilherme Arantes, que tocava nas cenas de Rodrigo; 'Hiper Conectividade', de Lulu Santos, tema do núcleo do rali; e 'Eu Sei Que Vou te Amar', de Anna Lengruber, tema de Nice. A internacional revelou a brasileira Lulu Joppert, que canta 'Love 4 Two', tema de Simone; 'How Come, How Long', de Babyface, tema de Rodrigo; o fenômeno Jamiroquai com a canção 'Virtual Insanity', tema de Duda; Luís Miguel com 'Besame Mucho', tema de Stela e Tadeu; 'Truly Madly Deeply', tema de Luís Carlos, da banda Savage Garden; e 'So Beautiful', de Chris de Burgh, tema de Nice e Rodrigo,



Trilha sonora 1976


A trilha sonora nacional da versão original não é muito conhecida, tendo 'Papaya', de Úrsula Dudziak, a mais conhecida, pois era tema de abertura do folhetim. A única música em comum com a outra é 'Meu Mundo e Nada Mais', de Guilherme Arantes, tema de Rodrigo.
A trilha internacional teve Donna Summer, Diana Ross e Morris Albert.



Bastidores
A Nice só ficou viva no final da segunda versão por escolha do público, diferente da primeira, quando os telespectadores e a Censura exigiram que a protagonista fosse punida pelas suas armações.
Atores da primeira versão, José Wilker e Renée de Wielmond, não gostaram da novela por conta das situações vividas por seus personagens. Vera Gimenez e Osmar Prado ficaram afastados das gravações por acidente de carro e gripe, respectivamente.

Vivian e Ricardo em Anjo Mau (1997)
A audiência da novela de 1976, segundo o IBOPE, foi de 72 pontos, sendo considerado um sucesso. A segunda versão obteve média geral de 33 pontos, e na época se exigia 30, cumprindo assim sua meta e sendo mais outro sucesso para o horário.

Rui (1997)
Para interpretar o corrupto Rui, Mauro Mendonça precisou aprender a jogar golfe.
A 1ª versão foi vendida para mais de 20 países, e a 2ª para cerca de 30.
A 1ª nunca foi reprisada aqui no Basil, já a segunda teve sua primeira reprise em 2003 no Vale A Pena Ver de Novo, a terceira no Canal Viva (fechado) e a última novamente no Vale A Pena Ver de Novo.

Fonte: Wikipédia/Gshow/Memórias Globo

Rede Globo se antecipa e exibe o capítulo de 'Anjo Mau' hoje (23), no Vale A Pena Ver de Novo

Quem procurar na internet os resumos dos últimos capítulos da novela Anjo Mau, poderá ver que o último dia seria 30 de setembro.

Notícias de TV

Blasting News
Guia Muriaé
Mídia E5
Os sites acima e muitos outros divulgaram o que aconteceria no capítulo 124 (o de hoje), e não tava previsto que este seria o último.
Dos dias 19 à 30 de setembro, estava escrito nos resumos os momentos que a Tiana (Thelma Reston) confessa ser a assassina de Josias, o sequestro de Nice (Glória Pires) comandado pela maquiavélica Paula (Alessandra Negrini), o casamento de Goreti (Lília Cabral) na igreja, e o momento em que, finalmente, Paula cai na real, esquecendo Rodrigo (Kadu Moliterno), por quem era completamente obcecada, e casando-se com Olavinho (Gabriel Braga Nunes).
Eu vou sentir falta dessa novela. Por mim, poderiam reprisar muitas e muitas vezes, não é, pessoal?
Porém, vamos observar que a Rede Globo vacila e muito ao fazer cortes quando reprisa novelas no VPVN, certo?

Zulu admite à polícia que foi ele que postou nude no Instagram


O modelo Paulo Zulu, de 53 anos, confessou às autoridades que foi ele mesmo quem postou a foto em que aparece nu na sua conta no Instagram, fato ocorrido em 11 de setembro, informou o Blog Social 1. Assim que o 'incidente' ocorreu, ele prontamente alegou que a imagem teria sido postada por um hacker.
O modelo afirmou que chorou devido ao ocorrido, pediu repetidas desculpas ao seu público e disse que acionaria a polícia para que investigasse o caso do qual se colocava como vítima.
No entanto, essa narrativa foi abandonada por Zulu, que admitiu à polícia ter postado a foto sem querer, quando queria mandá-la para alguém por mensagem privada. O caso já havia causado estranhamento já que, no dia 16, o modelo compareceu à Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, no Rio, mas não prestou queixa. A defesa de Zulu disse aos jornalistas que ele tinha ido até lá apenas para buscar orientação de como procederia com o caso.
Agora, o tribunal da internet questiona se ele sofrerá alguma punição por ter mentido.

Fonte: MSN

Dani Suzuki e Cássio Reis vão apresentar o Miss Brasil 2016


Dani Suzuki e Cássio Reis serão os grandes anfitriões do Miss Brasil BE Emotion. Os atores vão subir ao palco do Citibank Hall em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, para apresentar o concurso que acontece no sábado, 1º de outubro. Esta é a primeira vez que Suzuki comanda a noite de escolhe a mulher mais bonita do Brasil. Já para Cássio, a responsabilidade não é nenhuma novidade: ele comandou o Miss Brasil São Paulo na companhia da atriz Mariana Rios
O concurso, que tem transmissão oficial da Band, a partir das 22h20, traz ainda a Miss Brasil 2007 Natália Guimarães, o estilista André Lima e modelo Carol Ribeiro na bancada de jurados. No palco, as candidatas vão desfilar com modelos dos estilistas Wagner Kallieno e Alexandre Dutra (casual e gala). A marca Nu Bodywear estará nos desfiles de maiô, já os biquínis serão da Blueman. Nos pés, calçados Corello.
"Estamos muito contentes com a estreia da Dani, que tem um enorme talento e carisma. Temos certeza que ela vai transmitir para o público todo o entusiasmo dessa disputa", conta a diretora geral do Projeto, Karina Ades.

Fonte: EGO

STF pode julgar aborto para grávidas com zika este ano, diz Cármen Lúcia

A possibilidade de aborto para mulheres infectadas pelo vírus Zika pode ser julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ainda este ano. A questão foi levada à Corte em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), que questiona as políticas públicas do governo federal na assistência a crianças com microcefalia, malformção provocada pelo vírus.
A previsão de julgamento foi feita hoje (23) pela presidente do STF e relatora da ação, Cármen Lúcia, em conversa com jornalistas. “Chegou da procuradoria [Procuradoria-Geral da República] e agora tem a medida cautelar. Estou trabalhando nisso. Esse é um caso sério. Acho que dá [para julgar este ano], mas não sei. Ontem julgamos bem, julgamos oito processos, depende muito”, disse a ministra, referindo-se à pauta da Corte.
No começo de setembro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF parecer favorável à autorização do aborto para gestantes com o vírus Zika, que pode causar microcefalia nos bebês.
“A continuidade forçada de gestação em que há certeza de infecção pelo vírus da zika representa, no atual contexto de desenvolvimento científico, risco certo à saúde psíquica da mulher. Ocorre violação do direito fundamental à saúde mental e à garantia constitucional de vida livre de tortura e agravos severos evitáveis”, escreveu Janot no parecer. 
Em 2012, o STF julgou uma ação levada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS) sobre aborto em caso de anencefalia do feto. Por maioria dos votos, a Corte decidiu que a mulher pode interromper a gestação em caso de fetos anencéfalos.
Perguntada sobre semelhanças entre as ações sobre anencefalia e microcefalia, Cármen Lúcia disse que a discussão é muito diferente. “É outra coisa. É completamente diferente. Acho que é mais delicado até por causa do momento que estamos vivendo, em que aconteceu isso e que a sociedade quer participar”, disse.

Planos econômicos
Durante a conversa com os jornalistas, Cármen Lúcia também falou sobre a previsão de julgamento da ação que pede o pagamento da correção de planos econômicos da década de 1990. “Estou trabalhando na pauta agora. Primeiro limpando a pauta no sentido de ver o que realmente tem em cada tema e tentando juntar os temas. É claro que esse [correção dos planos] é um tema superimportante que tenho que considerar e estou tentando fazer isso junto com os relatores”, disse.
A presidente do STF defendeu a presença de mais mulheres em cargos importantes e destacou a nomeação da nova ministra da Advocacia-Geral da União (AGU), Grace Maria Fernandes Mendonça, primeira mulher no cargo.
“É a primeira vez que nós temos uma advogada-geral da União, no entanto, todos já viram a Grace nos últimos 16 anos assumir todas as grandes causas. É bacana ver isso, que ela chegou por mérito.”
Apesar de considerar que houve um avanço com relação às mulheres na sociedade, a ministra reconhece o problema da desigualdade de gênero. “O preconceito contra a mulher na sociedade ainda é muito forte, e eu acho que é uma pena, porque pessoas que podiam conviver e até notarem que as duas visões de mundo, feminina e masculina, se completam muito”.
Cármen Lúcia tomou posse como presidente do STF no último dia 12 e terá mandato de dois anos. Ela substituiu o ministro Ricardo Lewandowski.

Fonte: Agência Brasil

Dulce Maria lança nova música, ouça


Cifra Club News - Os fãs de Dulce María não aguentam mais esperar pelo novo álbum da cantora. Infelizmente o novo projeto sai só em 2017, mas já dá para ouvir uma nova música retirada do disco (oba!): a faixa, intitulada “Volvamos“, saiu oficialmente nesta sexta (23).
A música é uma parceria com o cantor panamenho Joey Montana, que também assina a composição.
A faixa segue o lançamento do primeiro single do álbum vindouro, “Un Minuto Sin Dolor”, que foi destaque nas paradas e nas plataformas em streaming desde o dia de seu lançamento.

Sete Pecados investiu na dance music e lança a trilha 'Naraka Club'

A novela escrita por Walcyr Carrasco, Sete Pecados, em 2007, foi mais uma a lançar uma trilha sonora complementar, tendo esta voltada para o mundo da dance music. Tem o título de Naraka Club por se voltar à boate fictícia de mesmo nome, tendo nomes importantes como Booty Luv, David Guetta, e Bodyrox, que fez dupla com a cantora Luciana Caporaso.
Ouça aqui a lista de reprodução do CD da novela:

O Melhor das Novelas: 'Unchained Melody' (Righteous Brothers)

Isadora Venturini (Meu Bem, Meu Mal)
A música que mais fez sucesso na novela "Meu Bem, Meu Mal", de 1990, é tema da maquiavélica Isadora, interpretada pela então estreante Sílvia Pfeifer. Unchained Melody, do duo Righteous Brothers, 7ª faixa do CD da trilha internacional estava entre as mais tocadas nas rádios e fez parte do filme 'Ghost', campeão de bilheteria daquele ano.

Famosos Que Partiram: Norma Geraldy

Nasceu em 30 de dezembro de 1907 com o nome de Ione Sartini, na cidade de Uberaba (MG). Seu nome artístico, Norma Geraldy, foi dado pelo diretor de teatro Olavo de Barros em homenagem ao poeta francês Paul Geraldy.
Começou sua carreira de atriz no teatro, na década de 30. Seu marido, Procópio Ferreira, foi dono de uma das companhias teatrais que atuou. Antes dele, foi casada com o bancário Urquiza de Carvalho, com quem teve o economista Israel Sartini.

Norma Geraldy em 'Jogo da Vida'
Na TV, fez sua estréia tardiamente. Aos 70 anos, entrou no elenco da novela Te Contei?, em 1978, e à partir daí, entrou no elenco de outras, sempre interpretando velhinhas simpáticas que caíam no gosto popular.
Faleceu aos 95 anos, em 02 de dezembro de 2003. A causa da morte foi arritmia cardíaca, desidratação e distúrbios eletrocílicos. Norma estava doente desde 7 de setembro daquele ano, quando foi internada devido a complicações após uma cirurgia no fêmur. Sua última aparição na TV foi na minissérie 'A Casa das Sete Mulheres', que foi ao ar no mesmo ano.
Seu corpo não foi enterrado, e sim cremado.

Norma Geraldy, Marilu Bueno e Cláudio Corrêa e Castro em 'A Gata Comeu'
Carreira
Novelas
1978 - Te Contei?
1981 - Jogo da Vida
1983 - Pão Pão, Beijo Beijo
1984 - Transas e Caretas
1984 - Vereda Tropical
1985 - A Gata Comeu
1989 - O Salvador da Pátria
1990 - Gente Fina
1991 - Vamp
1992 - Deus Nos Acuda
1995 - A Próxima Vítima
1996 - Quem É Você?
1997 - Por Amor
2000 - Uga Uga


Minisséries
1982 - Quem Ama Não Mata
1986 - Anos Dourados

1988 - O Primo Basílio
1991 - Mundo da Lua
1992 - Tereza Batista
1995 - Decadência
2003 - A Casa das Sete Mulheres

Participação

Você Decide (1994/1997/1998/2000 em diferentes episódios)


Cinema
1935 - Favela dos Meus Amores
1940 - O Simpático Jeremias

Morre Katie Prager, 'a verdadeira Hazel' de 'A Culpa é das Estrelas'


Katie Prager, conhecida como a verdadeira Hazel de "A Culpa é das estrelas", morreu após anos de luta contra o câncer. Sua mãe, Debra Donovan, publicou a triste notícia em seu Facebook, na manhã de quinta-feira, 22.
Katie e Dalton ficaram conhecidos como "o verdadeiro casal de 'A Culpa é das estrelas'" após uma campanha da CNN para ajudá-los a conseguir um transplante. A história deles ganhou destaque pela grande semelhança com a do casal Hazel Grace e Augustus Waters, retratada no livro de John Green, que virou filme.
“9.524 dias atrás, eu tive o prazer de conhecer uma pessoa que iria não apenas mudar a minha vida, mas inspirar a todos ao seu redor. Minha Katie é única, ela adorava sua família, era louca por seu irmão Jake e seus muitos amigos. Ela era capaz de transformar situações terríveis em momentos de diversão e risada. Mais cedo pela manhã, ela teve atendido o desejo de estar em casa. Estava em sua cama, perto da mãe, pai, irmão e seus cachorros, morrendo em paz, longe dos tubos do hospital”, escreveu ela, que ainda relembrou a morte de Dalton Prager, marido de Katie, dias antes após uma infecção causada por uma fibrose cística. Assim como a jovem, ele também lutava contra o câncer e morreu no sábado, 17.
"Eu sei que Dalton está esperando Katie de braços abertos, assim comos suas avós e muitos de seus familiares e amigos que partiram antes dela. Eu sei que é egoísmo me sentir triste, eu a tive por muitos dias, mas ela está nos braços de Jesus hoje e ela poderá respirar sem oxigênio", afirmou Debra, que ainda destacou: "Os próximos dias não serão fáceis, mas encontro conforto por saber que minha garota viveu. ela realmente viveu".
Segundo a CNN, o casal se conheceu em 2009, quando tinham 18 anos e trocaram mensagens pelo Facebook.

Fonte: EGO

Laércio de Moura prestará depoimento em novembro

O ex-BBB Laércio de Moura ainda está preso na Casa de Custódia de Curitiba. A sua suposta vítima de estupro tem 17 anos e foi depor nesta terça-feira (20), enquanto o Ministério Público adiou o depoimento dele, que estava marcado para o mesmo dia, para novembro. Segundo seu advogado, Ronaldo Santiago, se for considerado culpado, poderá pegar até 68 anos de prisão. Ronaldo também contou que, além da menina, o pai dela e testemunhas de Laércio (porteiros do edifício onde ele mora) também prestaram depoimento.


O caso
Laércio de Moura foi preso no dia 16 de maio em Curitiba, acusado de ter cometido os crimes de estupro e oferecimento de bebidas à menores. A delegada Patrícia Conceição Nobre Paz informou que o ex-brother já estava sendo investigado ainda quando estava participando do programa por causa de denúncias que surgiram.
Durante sua participação no BBB16, Laércio chegou a ser chamado de pedófilo por Ana Paula por estar dormindo de cueca e olhando para a bunda de Munik. Outra declaração polêmica foi feita no programa Mais Você, após a sua eliminação: a revelação de que teria um triângulo amoroso com duas meninas de 17 e 19 anos.

Jennifer Aniston defende Pitt de acusações de abuso infantil: 'Ele não é capaz disso'


Brad Pitt está recebendo o apoio da mais improvável das celebridades em face às acusações de abuso infantil contra ele: de sua ex-esposa Jennifer Aniston! Uma fonte disse ao HollywoodLife.com que ela não acredita que Brad é "capaz" de ferir seus filhos.
Brad Pitt, 52 anos, se encontra em uma situação delicada após notícias surgirem no começo desta semana de que ele está sob investigação do FBI em relação às acusações de abuso infantil. O Serviço Social de Proteção à Criança foi chamado depois que alguém supostamente testemunhou o ator abusar fisica e verbalmente de seus filhos em um jatinho particular. Isso vem apenas dois dias depois de Angelina Jolie, 41 anos, pedir o divórcio, alegando que ela não gostava de como ele estava criando seus filhos.
Uma fonte relatou que a atriz Jennifer Aniston não acredita nessas acusações. "Jen (Aniston) não acredita por um segundo que Brad foi abusivo com essas crianças. Machucou seu coração ouvir esse tipo de acusações que estão sendo feitas por aí. Ela pode não amar tudo o que Brad fez em seu relacionamento, mas ela sabe que ele não é capaz de fazer algo tão horrível".
Depois de Brad surpreendentemente deixar Jen para ficar com Angelina Jolie, a atriz de 'Quero Matar Meu Chefe' não suportou ficar sentada ouvindo essas coisas terríveis sobre ele. "Brad em sua essência é um bom homem", a fonte revelou. "Ele tem falhas, como qualquer outra pessoa, mas ferir seus filhos não é uma delas". Nós definitivamente não esperávamos ouvir isso. Angelina certamente não parece convencida, já que está exigindo a custódia total dos filhos.

Fonte: Tribuna Hoje

Brad Pitt é investigado por agressão aos filhos, diz site


Mais um capítulo apareceu no divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt nesta quinta-feira (22). Segundo site internacional TMZ, o ator está sendo investigado pela polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, por uma agressão verbal e física aos filhos. O caso de violência teria sido o principal motivo para o pedido de separação feito pela atriz.
Pitt teria perdido o controle durante um voo particular que fazia com a família e teria gritado e agredido fisicamente os filhos. Segundo site, o casal já foi escutado e a polícia pretende agora ouvir as crianças.

O TMZ conversou com uma fonte próxima ao ator que contou que Pitt nega os abusos.
— Ele leva o assunto muito a sério e diz que não cometeu qualquer abuso contra os filhos.

À revista Hollywood Reporter, o departamento de polícia de Los Angeles negou que o ator seja investigado. 
Angelina Jolie deu entrada na papelada nesta segunda-feira (19). A atriz pede a guarda exclusiva dos seis filhos do casal, com direito regular a visitas do ator.

Fonte: R7

MEC retira sociologia e filosofia de grade e aumenta carga horária


O ensino médio no Brasil vai passar por uma reforma: medida provisória assinada nesta quinta-feira (22) pelo presidente Michel Temer altera tanto o conteúdo quanto o formato. E vai até mesmo refletir na elaboração dos vestibulares e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
A primeira mudança importante determinada pela medida provisória é que o conteúdo obrigatório será diminuído para privilegiar cinco áreas de concentração: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.
O objetivo do governo federal é incentivar que as redes de ensino ofereçam ao aluno a chance de dar ênfase em alguma dessas cinco áreas. Já entre os conteúdos que deixam de ser obrigatórios nesta fase de ensino estão artes, educação física, filosofia e sociologia.
O segundo ponto importante na mudança será o aumento da carga horária. Ela deve ser ampliada progressivamente até atingir 1,4 mil horas anuais. Atualmente, o total é de 800. Com a medida, a intenção do Ministério da Educação (MEC) é incentivar o ensino em tempo integral, e para isso prevê programa específico de incentivo às escolas em tempo integral.
O Ministério da Educação condicionou algumas das mudanças à conclusão do processo de elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Atualmente, a BNCC já está em sua segunda versão após ter passado por discussão em todos os estados do Brasil. A conclusão do documento final inicialmente terminaria em junho, mas foi adiada para novembro e nesta quinta o ministro disse que o processo só deve ser concluído em "meados" do próximo ano.

Aspecto legal
A medida provisória apresentada nesta tarde altera artigos da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que é a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e da Lei nº 11.494, de junho de 2007, que é a Lei do Fundeb. Além disso, institui a Política de Fomento à Implementação de Escola de Ensino Médio em Tempo Integral.
Por ser uma medida provisória, a proposta passa a entrar em vigor imediatamente após a sua edição pelo Executivo. Mas, para virar lei em definitivo, precisa ser analisada em uma comissão especial do Congresso e depois aprovada pela Câmara e pelo Senado em até 120 dias para não perder a validade.

Fonte: G1/Cidade Verde

OPINIÃO:
O governo coloca as matérias de Filosofia e Sociologia como opcional, mas não coloca o voto também como opção, né? Até porque, nenhum indivíduo merece perder seu tempo esperando em fila para eleger um cidadão, candidato a qualquer cargo importante, para ser mais um ladrão no país, e é por esse motivo que os meus votos serão NULOS, só para não ficar frustrado e me arrepender depois. Voltando ao foco principal, é uma pena que essa mudança aconteceu, porque, tanto a Filosofia quanto a Sociologia são disciplinas que fazem os alunos colocarem suas cabeças para pensar, mas não somente como aluno, e sim como um cidadão, pois ambas as disciplinas abordam questões culturais, econômicas, políticas e sociais.
O governo precisa entender que cabeça não serve apenas para criar cabelo ou para colocar chapéus e bonés. Mesmo que tais disciplinas fiquem apenas como opção, fica óbvio que muitos colégios (pelo menos a grande maioria) não darão a mínima para estas disciplinas. Imaginem só as futuras cabeças de vento na sociedade?

Filha de Chica Lopes afirma: 'Minha mãe morreu dormindo. Foi feliz'

EGO - Única filha da atriz Chica Lopes - que morreu aos 90 anos em casa, em São Carlos, interior de São Paulo, no último dia 10 - Luci Queiroz, de 56 anos, conversou com o EGO na manhã desta quinta-feira, 22, sobre a perda.
Luci, que trabalha como química, disse que foi ela quem encontrou a atriz morta na cama. "Eu era vizinha de quarteirão da minha mãe e como fazia todo dia, acordava e ia até a sua casa. Lhe dava o café da manhã, o almoço e o jantar. Neste dia, quando cheguei cedo, a encontrei morta na cama. Ela morreu dormindo, diz Luci.
A notícia da morte de Chica foi divulgada pela atriz Jussara Freire nas redes sociais na noite desta quarta-feira, 21. "Soube da morte dela através de um vizinho da Chica que me avisou pelo Facebook. Ela era uma atriz muito querida! Fiquei chateada de ser a portadora da notícia de sua morte. Agora ela é uma estrelinha brilhando em outra constelação", disse Jussara ao EGO.
Apesar da perda, Luci garante que a mãe foi muito feliz na vida e na carreira. Ela atuou em muitas novelas do SBT como "Éramos Seis" (1994), "Sangue do meu Sangue" (1995), "Os Ossos do Barão" (1997), "Pícara Sonhadora" (2001), "Marisol" (2002) e "Jamais te esquecerei" (2003). "Minha mãe viveu em uma chácara com seu segundo marido durante anos e só voltou para São Carlos depois que ele adoeceu. Ela era viúva há um ano. Aqui em São Carlos ela adorava cuidar de suas plantas e só agora, no finalzinho da vida, que começou a apresentar os primeiros sinais de Alzheimer. Mas graças a Deus não chegou a ter os sintomas agressivos da doença. Sua memória para lembranças antigas era muito boa. Ela foi muito feliz".
Em 2005, Chica Lopes recebeu o Prêmio Zumbi dos Palmares, na Assembléia Legislativa de São Paulo. Ela foi considerada uma das principais representantes da raça na televisão durante a Semana da Cultura Negra.
A atriz foi enterrada no dia seguinte à sua morte, 11 de setembro, no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, em São Carlos.

Lucy Queiroz quando completou 90 anos, em 08 de dezembro de 2015

Yahoo! confirma roubo de dados de pelo menos 500 milhões de contas

O Yahoo! confirmou nesta quinta-feira (22) o vazamento dos dados de pelo menos 500 milhões de contas de usuários, que foram roubados por hackers no final de 2014, segundo comunicado da empresa.
Segundo a empresa, o ataque foi cometido por um hacker a serviço de um governo. A investigação não encontrou sinais de que o hacker ainda esteja na rede do Yahoo!. A empresa afirma que trabalha em conjunto com as forças da lei para resolver toda questão.

Marissa Meyer, do Yahoo!
Entre os dados vazados estariam nomes, e-mails, números de telefone, datas de nascimento, senhas e até algumas perguntas e resposta de seguranças. Os dados roubados não incluiriam informações de cartão de crédito ou informações bancárias. O Yahoo! afirma que essas informações não ficam armazenadas no sistema.
O Yahoo! afirmou que os usuários potencialmente afetados estão sendo avisados para que tomem medidas que aumentem a segurança de suas contas. A empresa recomenda que os usuários revisem suas contas e mudem perguntas e respostas de seguranças de outras contas de e-mail que sejam parecidas com a do Yahoo!.

Fonte: Correio da Bahia