sábado, 8 de outubro de 2016

Dance Mania - "Point Of View", de DB Boulevard

Ano: 2002
Música: Point Of View
Banda: DB Boulevard
País: Itália
Gravadora: Airplane Records

Antene-se - Os benefícios do alho em jejum


Apesar do cheiro um tanto quanto desagradável para muitas pessoas, o alho pode proporcionar uma grande quantidade de benefícios ao nosso organismo, além de ser uma hortaliça muito utilizada em diversos pratos para dar aquele sabor.
O sabor do alho é muito forte e levemente picante, o cheiro característico não agrada a todos, mas ainda assim, ele é o preferido por cozinheiros e donas de casa, já que o sabor que oferece a todos os pratos não pode ser substituído por nada; além disso, tem grande quantidade de propriedades medicinais, das quais falaremos agora.


Desde quando os benefícios do alho são conhecidos?
Logo, como é evidente, seus benefícios são conhecidos a muito tempo, e ainda que tenha feito parte de crenças populares que foram transmitidas de geração em geração, muitas pesquisas científicas puderam comprovar que suas famosas propriedades são reais e eficazes.

Quais doenças podemos combater e evitar ao consumir alho?
Estudos científicos recentes demonstraram que o consumo regular do alho elimina as bactérias de nosso organismo e que, além disso, o alho é benéfico quando o assunto são bactérias e micro-organismos nocivos, por ser um poderosoantibiótico natural.
Com essa perfumada hortaliça também é possível tratar naturalmente a pressão arterial alta, o reumatismo, a diarreia, dores estomacais provocadas por parasitas; também tem a capacidade de reduzir o esgotamento físico e as doenças nervosas.
Outro destaque é que pode ser um poderoso estimulante do apetite, ajuda naboa digestão de alimentos, evita a acidez estomacal, ativa a circulação o que ajuda o coração a funcionar bem e é um bom protetor do fígado e da vesícula,mantendo-os saudáveis e resistentes.


Por que é bom consumir alho em jejum?
Com o alho em jejum é uma ótima maneira de desintoxicar o organismo, além disso, se consumido de forma contínua e a longo prazo, podemos prevenir certos tipos de câncer, diabetes e problemas relacionados aos nervos e estados depressivos.
Para obter todos e cada um dos benefícios que o alho oferece, devemos consumi-o preferencialmente cru, já que ao cozinha-lo perdemos muitas de suas valiosas propriedades.
Na pior das hipóteses o sabor pareça muito forte, devido ao teor de enxofre que o alho contem mas, se analisamos todos os benefícios que essa hortaliça nos oferece, o cheiro passa a ser o menor dos problemas e passamos a consumi-lo sem tanta ressalva.
O mais recomendado é comer dois dentes ao dia, dessa forma poderemos usufruir de suas propriedades curativas.
Lembre-se que para evitar o sabor forte e o cheiro que fica depois de comer o alho podemos optar por comprimidos naturais próprios para eliminar esse tipo de efeito, e ainda tomando suco de limão ou mastigando uma folha de menta. O importante é que não nos privemos de obter os benefícios desse maravilhoso produto natural.

Fonte: Melhor com Saúde

Piada - "A loira inteligente"

Falecido há três meses, Guilherme Karan completeria hoje 59 anos

Ao lado de Vera Zimmermann em 'Meu Bem, Meu Mal'
Em 1995, na novela Explode Coração
O saudoso Guilherme Karan se consolidou ao integrar o programa TV Pirata nos anos 80 e 90, além de ter participado da novela Meu Bem, Meu Mal, ganhando destaque ao interpretar o mordomo Porfírio. Fez outras novelas como Partido Alto (1984), Explode Coração (1995), O Clone (2001) e América (2005), sendo este seu último trabalho. Ele participou também da minissérie Hilda Furação (1998).
Ainda nas gravações de América, sentiu as primeiras manifestações da doença degenerativa de Machado Joseph, herdada de sua mãe, Lydiane Pontes. Ele tinha três irmãos, que também apresentaram a mesma doença; dois morreram e uma continua viva em cima de uma cadeira de rodas. Era filho de um almirante, Alfredo Karam, que hoje está com 92 anos.
Guilherme sofria de problemas na coluna e vivia sob os cuidados de dois enfermeiros e recebia, no máximo três vezes por semana, a visita de um fisioterapeuta. Após a doença, ficou deprimido e passou a não querer mais contato com o mundo.
Era casado com a bibliotecária aposentada Betina Callado, com quem teve um filho, Gustavo, nascido em 1º de outubro de 1997.
Foi ao ar novamente na novela 'Meu Bem, Meu Mal' entre março e outubro deste ano.
As informações são dos sites Wikipédia e Extra; as fotos são da Veja e UOL.

Em Perigosas Peruas, novela de 1992
Karan ao lado de Xuxa, no filme 'Super Xuxa contra Baixo Astral'. Ele interpretava o vilão Baixo Astral
Em O Clone (2001)
No TV Pirata

Confira vídeo inédito de Domingos Montagner em campanha

Um vídeo inédito do ator Domingos Montagner foi compartilhado na manhã desta sexta-feira (7). A filmagem faz parte de uma campanha em defesa da mulher, promovida pelo o ELAS Fundo de Investimento Social, nela o ator presta apoio a campanha e diz: “A mulher muda a realidade, o país e o mundo. Eu apoio, e você?”.


Gravado em 2014, o vídeo só foi divulgado agora pela organização como forma de homenagear o ator que faleceu no dia 15 de setembro após se afogar no rio São Francisco. Na legenda da postagem feita pelo o ELAS, o grupo redigi: “Domingos Montagner, sensível e talentoso ator e palhaço, que tragicamente nos deixou, era parceiro do Fundo ELAS e contribuiu com a causa das mulheres participando de uma campanha gravada em 2014. O Fundo ELAS presta homenagem a Domingos e sua família, por seu compromisso com os direitos humanos e a luta pela equidade de gênero”.

Fonte: Boa Informação

Memória da TV: o sucesso de Dancin' Days, em 1978


Sobre a trama: Estreando no horário das oito em 10 de julho de 1978, Dancin' Days fez sucesso no Brasil tanto na música quanto na moda. Acabou em 26 de janeiro de 1979 com 173 capítulos exibidos. Foi reprisada no Festival 15 Anos (1980) num compacto de 1h30, e novamente no Canal Viva em 2014.


Enredo: Júlia de Souza Matos é uma ex-presidiária, que ganha liberdade condicional após onze anos de prisão. Ela foi presa por atropelar acidentalmente um homem durante a fuga a um assalto a um banco. Sua filha, com apenas 4 anos, é enviada a um orfanato e meses depois, vai morar com sua milionária tia, irmã de Júlia. Após sair da cadeia, onde sofreu muito, ela tenta se reaproximar da filha, Marisa de Souza Matos, tendo como principal obstáculo a irmã, Yolanda de Souza Matos Pratini, que criou a menina cercada de luxos e mimos, já que ela teve dois filhos que morreram recém-nascidos, ficou com um grande trauma de ter filhos novamente e viu na sua sobrinha a filha que ela sempre quis ter. Yolanda é uma socialite que optou por se casar por interesse para subir na vida, sempre teve inveja da irmã, e desde que Júlia foi presa, ela faz de tudo para afastar Marisa da mãe, já que ela acha que Júlia poderá influenciar negativamente a filha. Ela queria que Marisa e a irmã trilhassem o mesmo caminho de sucesso, luxo e poder, assim como ela mesma fez. Júlia, corajosa e determinada, tenta, sem muito sucesso, se restabelecer fora do presídio, tentando arranjar emprego, enquanto faz das tripas coração para ser aceita pela filha. Marisa é uma adolescente de temperamento rebelde, não se lembra do pai, e é dominada pela tia, que a criou. Ela é a única que consegue conter o jeito brigão e encrenqueiro de Marisa, assim como a mãe. Em meio a tudo isso, Júlia acaba se envolvendo amorosamente com Cacá, um diplomata desiludido com a profissão. Tudo o que ela quer é o amor e o perdão de sua filha. Júlia vai morar com Cacá e arranja um emprego temporariamente.
Ao aproximar-se da filha com outra identidade, ela se disfarça e passa a conviver com a filha como uma garota da idade dela, sendo que Marisa nem desconfia de que a amiga é sua mãe. Júlia luta para que Marisa, à beira de um casamento precoce, tome decisões maduras perante a vida. Marisa é influenciada pela tia a casar por interesse e aceita casar com Beto, filho de boas famílias, e passa a seduzi-lo e acaba engravidando para dar o golpe da barriga, nada do que ela queria, mas o que ela fez para agradar à tia.
No dia do casamento da filha, Júlia revela ser sua mãe e tenta impedir a cerimônia, sabendo que a filha vai sofrer por ter agido impulsivamente, mas não obtém sucesso. Ela bebe muito na festa e passa a dar escândalos. Ela é o oposto da irmã: sincera, mas brigona e escandalosa. A irmã é falsa, mas chique e discreta. Marisa morre de vergonha da mãe, e diz que sua tia é sua mãe. Durante a recepção da festa, acaba por agredir com palavras e pancadas, sem nenhum motivo, completamente embriagada, Franklin, o pai do noivo de Marisa, Beto que irá se casar porque a engravidou e não teria como escapar. Graças à atitude precipitada de uma convidada, Áurea, de chamar a polícia, Júlia acaba novamente presa, bêbada e gritando muito e xingando, para desgosto da filha, que chora de raiva da mãe.
Júlia é jogada alcoolizada e maltrapilha num camburão e condenada a mais seis meses de prisão. Ao entrar no camburão, Júlia promete vingança, considerando isso mais uma humilhação por conta da irmã e da filha e diz que as duas são iguais e se merecem. Ela jura a si mesma que ninguém mais a humilhará pelo seu passado.
Após sair da cadeia, Júlia passa a se tratar e para de beber. Ela conhece um milionário - Ubirajara - e eles passam a namorar, pois ela foi abandonada por Cacá. Após meses sem falar nada a irmã e a filha que ela saiu da cadeia, ela aceita se casar com o milionário Ubirajara somente por dinheiro a princípio. Ele é um homem muito solitário e se revela totalmente apaixonado por ela, redescobrindo os prazeres da vida. Julia tem por ele um grande carinho, mas no fundo não pretendia se casar com ele e protela o casamento ao máximo.
Ubirajara paga uma viagem internacional à Julia, na companhia de Solange. Após um providencial banho de loja nas capitais europeias, retorna exuberante, moderna, se transformando numa mulher chique e poderosa, que ninguém pisará mais. Ela volta numa limousine cara e importada, no dia da inauguração da discoteca Dancin' Days, sob a direção de Hélio, surpreendendo a todos — principalmente a Yolanda e a Marisa —, marcando assim a virada da personagem. Ela chega dançando muito, rebolando ao som alto das músicas modernas. Ela tira o roupão que vestia e passa a dançar com roupas curtas em cima das mesas, com um copo de whisky junto. Mais uma vez Marisa sente vergonha da mãe, que dá um show de sensualidade. Os homens gritam pedindo mais. Yolanda se choca e diz que a irmã virou prostituta e deu um golpe milionário. Júlia quer mais é aparecer e causar muitas polêmicas, além de envergonhar a irmã e a filha.
Após um show de sensualidade na pista de dança, nas mesas e balcões, Júlia dá início ao seu plano de vingança: pisar nas pessoas que a fizeram sofrer - Cacá, que, ao reencontrá-la, não teve coragem de se separar da noiva, além de tê-la abandonado na cadeia, a filha, Marisa, que sempre a rejeitou. Também se vingará de Yolanda, que se encontra separada de Horácio está totalmente falida, sofrendo na pobreza e pagando pelas maldades que fez.
Júlia convence Ubirajara que deviam viver separados, mesmo depois de casados. O namorado aluga para ela um apartamento de frente para o mar e o decora com luxo. Júlia passa a frequentar a alta sociedade e se torna uma mulher admirada por todos. Yolanda, em plena decadência, tenta humilhar a irmã de todos os modos, sem sucesso, a humilhada é sempre ela mesma.
Após muito protelar o casamento, Júlia acaba rompendo com Ubirajara. Ela irá então lutar pelo grande amor de sua vida - Cacá, querendo também aproximar-se da filha, Marisa, que continua a rejeitá-la. No final, Júlia conseguirá o perdão de sua filha, que entretanto se separa de Beto, e irá se aproximar de sua irmã, Yolanda, que começa a trabalhar numa revista e sofre uma reviravolta na sua vida, tornando-se compreensiva com todos. A novela termina com Júlia reconquistando o grande amor de sua vida, Cacá.


Sônia Braga dançando na boate da novela
Elenco: Dancin' Days é protagonizada por Sônia Braga, e conta também com os atores Antônio Fagundes, Joana Fomm, Beatriz Segall, Ary Fontoura, Pepita Rodrigues, Glória Pires, Lídia Brondi, Reginaldo Faria, Mário Lago, Neuza Borges, Chica Xavier e Lauro Corona. A jornalista Hildegard Angel (filha da estilista Zuzu Angel), o socialite Jorginho Guinle, o dançarino Paulette, a cantora Nana Caymmi e o ator Ney Latorraca participaram da novela como eles mesmos.
Norma Bengell também faria parte da novela, porém se desentendeu com o diretor e foi substituída por Joana Fomm.

Joana Fomm
Antônio Fagundes
Pepita Rodrigues
Lauro Corona e Lídia Brondi
Beatriz Segall
Glória Pires
Personagens 
YOLANDA PRATINI (Joana Fomm) – Socialite, casada com Horácio (José Lewgoy). Apesar da projeção social e do conforto financeiro proporcionados pelo marido, é infeliz em seu casamento. Com a prisão de Júlia (Sônia Braga), passa a criar a sobrinha Marisa (Gloria Pires). Mas, quando a irmã ganha liberdade condicional, teme perder o carinho da jovem. Por isso, atrapalha a reaproximação entre mãe e filha. Após o casamento de Marisa, divorcia-se de Horácio para ficar com Hélio (Reginaldo Faria), seu amante, mas acaba sendo preterida por ele. Yolanda, capaz de qualquer coisa para manter seu status, inicia então um processo de degradação. No final, para se manter, começa a trabalhar na revista de Arthur (Mauro Mendonça).
MARISA (Gloria Pires) – Filha de Júlia (Sônia Braga), é uma adolescente mimada, com temperamento rebelde. Após a prisão de sua mãe, passa a morar com Yolanda (Joana Fomm). Acredita que Júlia a abandonou para viajar pelo mundo, aumentando assim seu ressentimento pela mãe. Namora Beto (Lauro Corona) e casa-se com ele por influência da tia. Imatura, passa por uma série de dificuldades em seu casamento, principalmente após o nascimento de seu filho, Edgar.
HORÁCIO PRATINI (José Lewgoy) – Homem honesto e bondoso, casado com Yolanda Pratini (Joana Fomm), por quem é apaixonado. Submete-se a todos os caprichos de sua mulher. Mantém uma ótima relação com Marisa (Gloria Pires), sua filha adotiva. Desgostoso com a vida após o divórcio, vende a Hélio (Reginaldo Faria) a discoteca que montara para Yolanda. No final da trama, casa-se com Emília (Cleide Blota).
CACÁ (Antonio Fagundes) – Diplomata decepcionado com a profissão que escolheu por influência dos pais, Celina (Beatriz Segall) e Franklin (Cláudio Corrêa e Castro). É um homem atraente e simpático, ainda que reservado. Apaixona-se por Júlia (Sônia Braga), com quem vive um romance confuso. Ao longo da trama, rompe com sua família, deixa a carreira de diplomata e casa-se com Inês (Sura Berditchevsky), marcando uma reviravolta em sua vida. O reencontro com Júlia, no entanto, abala seu casamento. No final, já reconciliado com seu grande amor, apesar das intrigas criadas por seu pai, decide trabalhar com cinema.
CELINA (Beatriz Segall) – Herdeira de uma rica família de diplomatas, casada com Franklin (Cláudio Corrêa e Castro) e mãe de Cacá (Antonio Fagundes) e Beto (Lauro Corona). É uma mulher dedicada ao marido e aos filhos. Não é má pessoa, por isso não percebe o mal que causa a Cacá ao interferir demasiadamente em sua vida, certa de que sabe o que é melhor para ele. Morre no mesmo acidente de carro que mata Aníbal (Ivan Cândido), pai de Inês (Sura Berditchevsky).
BETO (Lauro Corona) – Irmão mais novo de Cacá (Antonio Fagundes), procura levar da melhor maneira a interferência dos pais, Celina (Beatriz Segall) e Franklin (Cláudio Corrêa e Castro), em sua vida. Começa a história como namorado de Vera Lúcia (Lídia Brondi), mas, ao longo da trama, envolve-se com Marisa (Gloria Pires), com quem casa-se e tem um filho. No final, reata com Vera Lúcia e entra num curso de piloto de helicóptero.
CARMINHA (Pepita Rodrigues) – Professora de ginástica e noiva de Jofre (Milton Moraes), é uma mulher batalhadora e otimista. Enfrenta praticamente sozinha as dificuldades, principalmente financeiras, de sua casa, uma vez que seu pai, Alberico (Mário Lago), vive desligado da realidade. Torna-se grande amiga de Júlia (Sônia Braga), quando ela aluga um quarto em seu apartamento. Ao longo da trama, desfaz seu noivado com Jofre e envolve-se com Franklin (Cláudio Corrêa e Castro). No final, após descobrir as falcatruas de Franklin e todas as suas armações para separar Cacá (Antonio Fagundes) e Júlia, rompe com ele e reata com Jofre, com quem, finalmente, se casa.
VERA LÚCIA (Lídia Brondi) – Jovem alegre e otimista, enfrenta as dificuldades da vida sem jamais cair em autocomiseração. É criada pela família de Alberico (Mário Lago), seu parente distante, desde que ficara órfã, ainda pequena. Estuda e trabalha como recepcionista na academia de Ubirajara (Ary Fontoura), onde Carminha (Pepita Rodrigues) é professora de ginástica. No início da trama namora Beto (Lauro Corona), com quem reata no final, após um envolvimento com Hélio (Reginaldo Faria).

Cena antológica: A cena em que Júlia (Sônia Braga) dança agitadamente em uma boate se tornou antológica na novela Dancin' Days, ao som de On Broadway, de George Benson (fonte - alguns usuários do Youtube).
Revejam:


Porque o título 'Dancin Days'? O nome da novela faz referência à boate de Nelson Motta, a Frenetic Dancing Days Discoteque, que ficou aberta entre 1976 e 1977. Com o sucesso da novela, o produtor reabriu sua boate, mas em outra localidade. Ao entrar na boate de Nelson, muita gente achava que 'estava' na novela e esperava ver Sônia Braga dançando.



Música: A trilha sonora nacional, selecionada por Guto Graça Mello, foi criticada pelo próprio autor, Gilberto Braga, que passou a participar da seleção de repertório da internacional. O Gilberto foi 'tirar satisfações' com o Guto sobre o porquê de uma trilha sonora frágil (nome que o Gilberto classificou o álbum). "Ele foi tão franco quanto eu, e respondeu: - Você leu a sua sinopse, Gilberto? Era horrível! Desculpa, mas quando eu li aquilo fiz o disco de qualquer maneira, certo de que iam tirar a novela do ar em dois meses". O álbum nacional teve Rita Lee, Lady Zu, Jorge Ben, Guilherme Arantes, Gal Costa, e Frenéticas, com a música de abertura Dancin' Days.


A trilha sonora internacional quase vendeu 1 milhão de cópias, e é quase composta por músicas de disco. Inclui os artistas e grupos Santa Esmeralda, Boney M, Village People, The Commodores e Village People, com a famosa Macho Man.


Direção: A novela marcava a estréia de Marcos Paulo como diretor. Ele integrou o grupo de direção por convite de Daniel Filho, que estava dirigindo a novela desde o começo.

Repercussão: Dancin' Days foi tema da revista americana Newsweek, no mesmo ano, destacando a influência da novela nos hábitos de consumo dos telespectadores. Além de fazer com que roupas e calçados usados dentro da trama virassem febre nacional fora dela, houve também a promoção de produtos e cosméticos.
Dancin' Days foi exportada para 40 países como Espanha, Portugal, China e Venezuela. Em 1986, foi ao ar no México como a primeira novela brasileira a ser exibida no país, já que lá havia o costume de sempre criarem as suas tramas.
A personagem de Sônia, Júlia, influenciou com suas meias coloridas, sandálias de tiras e salto alto.
A ditadura militar entrou em ação e proibiu 25 capítulos de serem exibidos, embora a novela tenha sido aprovada pelo Departamento de Censura de Diversões Públicas (DCDP).

Em outubro de 2011, foi reeditada e lançada em DVD, e em 2012 ganhou um remake em Portugal.

Abertura:

Cenas Marcantes - Ruth e Raquel se reencontram em 'Mulheres de Areia' (1993)


Passados meses depois do acidente de barco na prainha de Pontal D'Areia, a gêmea má volta para infernizar a vida da gêmea boa, pois para ela, a boa roubou suas jóias, seu lugar na mansão dos Assumpção e seu marido, Marcos (Guilherme Fontes). Dá-se início a verdadeira guerra entre Raquel (má) e Ruth (boa) (Glória Pires)!
Mulheres de Areia estreou em 1 de fevereiro de 1993 e teve seu último capítulo em 25 de setembro do mesmo ano, sendo substituída por Sonho Meu. Foi reprisada entre 25 de novembro de 1996 e 25 de abril de 1997, 12 de setembro de 2011 e 9 de março de 2012, no Vale A Pena Ver de Novo; e agora, no Canal Viva, de 29 de fevereiro até 21 de outubro.



ABSURDO - Grávida de 12 anos vai a hospital para exame e 'marido' de 40 anos mente idade: 'Ela tem 20'

Uma adolescente de 12 anos precisou ir ao médico para realizar um exame de rotina em um hospital de Xuzhou, na China. Ela foi acompanhada de um homem de 40 anos, que se dizia ser o marido dela, e da suposta sogra.
Com medo de se complicar com a polícia por causa da idade da adolescente, o homem disse que ela tinha 20 anos. A informação levantou a suspeita de um funcionário do hospital que questionou: "Ela certamente não está perto dos 20 anos".
De acordo com o jornal "Daily Star", o homem não gostou da afirmação e rebateu: "Eu a trouxe para fazer o exame, faça o seu trabalho". Porém, um médico ouviu a discussão, desconfiou do caso de abuso e chamou a polícia.
Segundo a publicação, quando a polícia chegou ao local constatou que a menina não sabia falar mandarim. Investigadores acreditam que ela tenha sido levado ao país como uma noiva comprada no Sudeste Asiático. O homem foi preso.

Fonte: Correio da Bahia

Julio Iglesias canta 99 Miles From L.A. para o álbum 'Starry Night'


Há 26 anos, o cantor espanhol Julio Iglesias lançava para todo o mundo o álbum em inglês Starry Night, com o single "99 Miles from L.A.", que ganhou destaque no Brasil ao ser tema da novela Rosa Selvagem, uma reprise mexicana feita no SBT e sucesso de audiência no mesmo ano.
A canção é um remake de 1975 de Albert Hammond.
O álbum vendeu 500 mil cópias nos Estados Unidos.

O 'sumiço' do grupo Il Divo. Por onde ele anda?


Pra quem não se lembra, Il Divo é um quarteto que canta ópera e pop, criado em 2003. É composto pelo americano David Miller, pelo francês Sébastien Izambard, pelo suíço Urs Bühler e Carlos Marín, alemão criado na Espanha.
Ficaram célebres pela música Regresa a Mí, versão de Un-Break My Heart, da cantora Toni Braxton, sendo uma das faixas do primeiro álbum homônimo do projeto, que vendeu cerca de 5 milhões de cópias ao redor do mundo. No Brasil, a canção faz parte da trilha sonora da novela das oito América, da Rede Globo, que foi ao ar entre março e novembro de 2005.


Eles também fizeram um remake de Unchained Melody, presente no segundo álbum, Ancora.


A característica principal do grupo Il Divo é cantar em várias línguas, incluindo o português, e por ser filantropo, chegando a arrecadar em 2007 dinheiro para crianças carentes nos EUA e na África.

Primeiro álbum do grupo Il Divo, lançado em 2004
Quem pensou que o grupo acabou, se enganou. O último álbum até agora que o Il Divo lançou se chama Amor & Pasion, de 2015, que inclui remakes dos sucessos Por Una Cabeza e Bésame Mucho.
Eles vieram ao Brasil em março deste ano, para fazer shows em São Paulo e no Rio de Janeiro, que ocorreram nos dias 21 (Rio), 22 e 23 (São Paulo).
Ao todo, foram vendidos 30 milhões de álbuns pelo mundo, sempre com covers de canções conhecidas, e nunca com as autorais.
As informações são dos sites Wikipédia, O Dia e UOL.

Capa do single Regresa A Mí

O Melhor Das Novelas - "Unchained Melody", de Righteous Brothers, sucesso também em Ghost


O final de Meu Bem, Meu Mal foi ao ar ontem (07) no Viva, canal fechado da Globo, com muitas emoções, finais felizes e justos. O folhetim, de Cassiano Gabus Mendes, encerrou ao som de Unchained Brothers, música que fez muito sucesso quando esteve no filme Ghost na versão de The Righetous Brothers, sendo tema da vilã principal, Isadora Venturini.

O final da trama com Isadora
Ao som de Uchained Melody, Isadora olha tudo que está em sua sala da presidência, e em seguida, a deixa. Ela vai para a sala que antes era de Ricardo, e para onde André ficava sentado falando sobre seu trabalho de design. Ao sair, ela olha em volta do prédio e se dá conta das maiores riquezas que perdeu ao adquirir o poder da Venturini Designers, que são a família e os amigos. Vem-lhe na cabeça a frase do Ricardo: "ninguém sentirá pena de você, nem mesmo seus filhos".


A música
Unchained Melody foi escrita em 1955 por Alex North e Hy Zaret, e se tornou uma das mais populares da década, ganhando um remake de The Righteous Brothers para o filme Ghost, de Patrick Swayze e Demi Moore. Na ocasião, tornou-se primeiro lugar na parada de sucessos do Reino Unido.


Ganha várias versões até hoje, incluindo as de artistas e bandas como Susan Boyle, U2, Elvis Presley, Cyndi Lauper e II Divo.
Na versão de Alex North, alcançou o top 30 entre maio e junho de 1955.
Ouça a versão que está na novela:

Silvio Santos reclama de presente que ganhou de Ivete Sangalo: 'Pensa que sou criança'

O apresentador Silvio Santos reclamou, em seu programa no SBT, da lembrança que recebeu de Ivete Sangalo nos últimos dias. Durante a revelação, que vai ao ar neste domingo (9), o comunicador disse ter recebido uma pipoqueira com milho dentro e brincou sobre o presente 'inusitado'.


"A Ivete Sangalo pensa que eu sou criança. Mandou para mim uma pipoqueira. Falando sério, me mandou uma pipoqueira com o milho e tudo. Alguma coisa ela está pensando de mim. Está pensando que eu sou galinha e que gosto de milho?", brincou Silvio. A brincadeira aconteceu quando o apresentador anunciou uma cover da cantora no quadro "Imitadores".
A pipoqueira tem sido enviada pela equipe de Ivete Sangalo para artistas de todo o Brasil como forma de divulgação do seu mais recente DVD, gravado em Trancoso.

Fonte: Correio da Bahia

"Meu Bem, Meu Mal" chega ao fim no Canal Viva


Todo mundo teve seu final feliz na novela, menos Isadora (Sílvia Pfeifer) e Valentina (Yoná Magalhães). O mordomo Porfírio conseguiu conquistar sua 'divina' Magda (Vera Zimmermann), Dom Lázaro (Lima Duarte), mesmo numa cadeira de rodas, planejou uma feliz viagem a Europa e levou os netos Marco Antônio (Fábio Assunção) e Vitória (Lizandra Souto). Elza (Zilda Cardoso) e Emílio (Jorge Dória) fizeram as pazes, e a cuidadora e sua filha Rosa (Ariclê Perez) também confirmaram presença na viagem com Dom Lázaro. Henrique (Thales Pan Chacon) visitou Valentina na cadeia. Ela não se importava nadinha com a situação na qual estava.
Isadora, embora tenha se tornado mais rica por ter conseguido as cotas de Ricardo (José Mayer) da Venturini Designers, ficou sozinha. Cassiano Gabus Mendes, o autor, queria nos passar uma mensagem com o desfecho da megera: dinheiro e poder não devem ser a principal prioridade do ser humano. Ela lutou desde o começo pela presidência da empresa e por maior porcentagem de cotas. Conseguiu. Mas acabou solitária, e como Ricardo disse, nem os filhos tiveram pena dela. Sem filhos, sem marido, nem mesmo o Ricardo, que acabou ao lado de Patrícia (Adriana Esteves). O final da personagem foi criticado na época, mas teve fundamento.
O mais inusitado da novela foi a Valentina ter revelado à Dom Lázaro que Ricardo é seu filho legítimo. A assassina de Ana Maria (Luma de Oliveira) confessou à ele que mentiu por vingança. Ela contou à Lázaro anos antes que sua falecida esposa, Maria Helena, tinha um caso com o pai adotivo de Ricardo, e que este seria o verdadeiro pai dele. O Dom Lázaro chegou a pedir que seu filho o chamasse de pai, porém, o pedido foi negado.
A novela acabou ao som de Unchained Melody (The Righteous Brothers), tema de Isadora, muito sucesso na época da trama por ter sido tema do filme Ghost, protagonizado por Patrick Swayze. A canção combinou muito bem com ela.
E fiquem agora com Torre de Babel, à partir do dia 10!

Tônia Carrero é internada no Rio de Janeiro

Um dos nomes mais marcantes do teatro brasileiro e da televisão nacional, Tônia Carrero está internada na clínica São Vicente, no Rio de Janeiro, com pneumonia. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da clínica, que informou que o quadro da atriz é estável e que ela está fora de risco.
A atriz deu vida a importantes papeis na teledramaturgia, assim como a sofisticada e encantadora Stella Fraga Simpson, da novela Água Viva, de 1980, de Gilberto Braga, e, em 1983, à Mouriel, da trama Louco Amor, do mesmo ator.
Seu último papel nas telinhas foi como a Madame Berthe Legrand, da novela Senhora do Destino, quando atuou ao lado de pessoas como Susana Vieira e Renata Sorrah.

Fonte: Folha Vitória

Estudantes podem testar conhecimentos no Hora do Enem


O estudante que quer testar os conhecimentos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já pode fazer o quarto simulado online da plataforma Hora do Enem. O último simulado antes das provas começou às 8h deste sábado, 8, e fica disponível até as 19h59 do dia 16 de outubro, na internet. As provas do Enem estão marcadas para os dias 5 e 6 de novembro.
Para acessar a página por computador, telefone ou tablet, é preciso fazer um cadastro no site www.geekiegames.com.br e localizar o teste na aba de simulados.
O quarto simulado tem diferenças em relação às edições anteriores e será ainda mais parecido com o formato de aplicação da prova do Enem. O simulado será dividido em duas provas, somando 180 questões. Como são testes longos, o recomendável é que sejam feitos em dois dias, assim como ocorre no Enem. Obrigatoriamente, é preciso fazer a prova do primeiro dia antes da prova do segundo dia.
A primeira prova tem 90 questões de Ciências Humanas e Ciências da Natureza. As perguntas são sobre História, Geografia, Sociologia, Filosofia, Sociologia, e Física, Química e Biologia. A segunda prova também tem 90 questões sobre Matemática e Lógica, Português, Língua Estrangeira e Artes. Ao iniciar o teste, o estudante precisa escolher uma opção de língua estrangeira.
Depois do dia 17 de outubro, o estudante poderá acessar seu desempenho por área do conhecimento e ver a classificação em comparação com as outras pessoas que fizeram o simulado. Poderá ainda verificar se atingiu ou não a nota de corte do curso que pretende fazer e da universidade na qual espera ingressar.

Plataforma Hora do Enem
Além da possibilidade de testar conhecimentos em simulados, a plataforma Hora do Enem oferece aos estudantes acesso a ferramentas como testes de nivelamento em diferentes matérias, videoaulas e exercícios comentados por professores.
Para concluintes do ensino médio, é oferecido um plano de estudos personalizado, com indicação do conteúdo a ser estudado.

Enem
A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.