quarta-feira, 31 de maio de 2017

Anitta lança clipe de Paradinha e comemora sucesso no exterior: "Fui reconhecida por um gringo e foi muito legal"


Anitta lançou o clipe de sua nova música de trabalho, Paradinha, nesta quarta-feira (31). A cantora reuniu a imprensa para falar sobre o vídeo, gravado em Nova York na semana passada.
— Não tive tempo de ver o clipe direito ainda. Estou muito ansiosa. Nem consegui dormir esta noite. Dormi apenas duas horas. Estou louca para ver.

Em pouco mais de uma hora no ar, o vídeo já conta com quase 500 mil visualizações. A cantora comentou sobre a decisão de lançar o clipe apenas uma semana após a gravação.
— A gente fez esse clipe em tempo recorde. Minha decisão de gravar e lançar em curto tempo foi justamente por ser um roteiro em que eu sabia que possivelmente a gente poderia ter um vazamento de imagens. Então, quis que fosse no menor tempo possível de edição para que ficasse perto do vazamento das fotos. Tinha muito paparazzi seguindo a gente desde o início do clipe até a última locação. Eu só falava: “Ai, os looks. Pegou tudo”. Mas que bom, porque a gente já tinha esse prazo na cabeça.

A carreira internacional de Anitta é uma realidade. Tanto que ela foi reconhecida nas ruas de Nova York por fãs que não são brasileiros.
— Essa semana foi bem engraçada. A gente comemorou, inclusive, porque foi a primeira vez [que me reconheceram]. A gente estava nas ruas lá e fui parada por pessoas que não eram brasileiras me pedindo foto e falando qualquer coisa. A gente estava gravando o clipe e um gringo veio, olhou e depois falou: “É a Anitta que está gravando. Anira” [risos]. Achei que ele era brasileiro, mas não era. Era americano mesmo. Fui reconhecida por um gringo e foi muito legal.

Durante a conversa com a imprensa, a cantora também falou sobre o motivo de ter escolhido Paradinha como sua música de estreia para a carreira internacional.
— A letra fala sobre essa dança, que nada mais é do que o quadradinho que a gente conhece aqui. A gente agora está tentando levar para outros lugares. Por isso, escolhemos looks diferentes, mas que, ao mesmo tempo, podiam mostrar essa dança. Acho que o resto está aí no vídeo.

A música, cantada em espanhol e apenas com a palavra “Paradinha” em português, foi estudada para ser o hit de trabalho no exterior.
— Estudei muito o mercado latino. Sabia que era questão de tempo para as músicas em espanhol ficaram muito grandes no mundo. O público brasileiro não era acostumado a ouvir música em espanhol e meu desafio era fazer o público brasileiro gostar de ouvir música em espanhol. Sim ou Não, com participação de Maluma, foi muito difícil de conseguir fazer entrar nas rádios.

Como não poderia ser diferente, a funkeira falou sobre a expectativa de se lançar no exterior.
— Sei do meu tamanho em cada lugar. É um exercício muito bom mim, na verdade, ir para um país em que não sou nada. Sou fulana no Brasil, mas não vou chegar causando em um país em que ninguém em conhece. Às vezes, tenho que baixar a bola da minha própria equipe e da gravadora. É difícil para eles entenderem que preciso retroceder em alguns países e começar do zero.

Apesar da grandiosidade do vídeo, Anitta preferiu não falar sobre o investimento da superprodução.
— Não falo em números porque as notícias ficam e os valores mudam. Não sei daqui quanto tempo a pessoa vai dar um Google e a gente tem que explicar que foi coisa de muitos anos atrás.

Porém, ela garantiu que se cercou dos melhores profissionais para o resultado ficar de acordo com o que sempre sonhou.
— Me preparo muito e não faço nada que não tenha absoluta certeza de que vai ser bem feito. Chamei vários professores, de vários países diferentes, para deixar o meu sotaque mais neutro. Eu que escrevi a música em espanhol e contei com um professor para corrigir só.

Fonte: R7