sábado, 13 de maio de 2017

#CineMemória - Relembre o filme 'Central do Brasil', de 1998, que recebeu indicação ao oscar


Com roteiro de João Emanuel Carneiro e Marcos Bernstein e direção de Walter Salles, o filme Central do Brasil teve Fernanda Montenegro como protagonista e intérprete de Dora, que trabalha escrevendo cartas para analfabetos na estação Central do Brasil - região central do Rio de Janeiro. Uma de suas clientes, Ana (Sôia Lira), ao sair da estação, é atropelada por um ônibus, e seu filho, Josué (Vinícius de Oliveira), de 9 anos, se vê forçado a dormir na estação por não ter pra onde ir. Compadecida com a situação do garoto, Dora decide ajudá-lo a encontrar seu pai, que ele nunca conheceu e mora no sertão nordestino, e juntos fazem uma longa viagem.

Fernanda Montenegro e Vinícius de Oliveira em cena do filme 'Central do Brasil'
O filme ganhou vários prêmios, entre eles o Globo de Ouro, Troféu APCA e Urso de Ouro. Pela sua atuação, Fernanda Montenegro ganhou os prêmios APCA e o Urso de Prata. Ao todo, foram conquistados 17 troféus por Melhor Atriz e Melhor Filme, num total de 25 indicações, entre elas o Oscar nas duas categorias.


Vinícius de Oliveira tem 31 anos e é casado com a também atriz Sara Antunes, com quem teve dois meninos, Benjamin, nascido em 2013, e Antônio, nascido em 2015. Pelo sucesso de Central do Brasil, Vinícius foi chamado para participar da novela das oito Suave Veneno. Suas participações mais recentes foram nas novelas O Rebu (2014) e A Regra do Jogo (2015).
Fez também outros filmes no cinema, como Linha de Passe (2008) e Assalto ao Banco Central (2011). O último até agora foi Boi Neon, de 2015.

Vinícius de Oliveira atualmente


Curiosidades
  • As filmagens foram feitas em dois meses, com locações no Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco e Ceará.
  • É o primeiro trabalho como ator de Vinicius de Oliveira. Walter Salles o conheceu enquanto este trabalhava como engraxate e o convidou para fazer um teste. Nos testes realizados, ele superou mais de 1500 outros concorrentes para o papel.
  • Ao todo, o filme conseguiu um público numeroso, com mais de 5 milhões de pessoas.
  • Em novembro de 2015, Central do Brasil entrou para a lista dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).